quarta-feira, 25 de novembro de 2015

CORPO DE COMERCIANTE É ENCONTRADO DENTRO DE CARRO

O comerciante Lourival Rodrigues Maldonado, de 63 anos, que estava desaparecido desde a última sexta-feira (20), foi encontrado morto dentro do próprio carro, em uma área de dendezal, localizada entre os municípios de São Francisco do Pará e Igarapé-Açu, no nordeste paraense. O corpo foi encontrado ontem, por volt das 11, por um dos funcionários de uma fábrica de óleo de dendê, que ia ao trabalho.

A vítima era natural do Estado de São Paulo e morava com um filho no município de Igarapé-Açu, em uma casa situada na rua 7 de Setembro, bairro da Colina. Lourival era dono do Mercantil União, situado na Avenida Barão do Rio Branco, no centro de Igarapé-Açu. “Recebemos a informação que tinha uma Hilux, cor prata, abandonada no dendezal e que dentro do carro tinha uma pessoa morta. A vítima foi identificada como Lourival Rodrigues Maldonado, dono do Mercantil União”, informou o cabo Alex Silva, da Polícia Militar.

O corpo estava em avançado estado de decomposição e somente uma perícia feita pelo Instituto Médico Legal (IML) irá apontar a verdadeira causa da morte, porém a polícia ainda não descarta a
hipótese de homicídio, já que a vítima foi encontrada despida e de joelhos sobre o banco traseiro do carro. O caso está sendo investigado pelo delegado Marcos Cruz.

Reportagem: Tiago Silva

PRESA SUSPEITA DE ROUBO E TRÁFICO DE DROGAS

No município de Irituia do Pará, nordeste do Estado, duas mulheres foram presas acusadas de roubo, tráfico de drogas e tentativa de suborno. Segundo informações repassadas pelo sargento Borcem, da Polícia Militar, Ana Gabriele Almeida dos Santos, de 24 anos, foi presa acusada de ter roubado um aparelho celular de um rapaz.

Ainda de acordo com o policial militar, na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) de Irituia do Pará, Ana Gabriele Almeida dos Santos foi submetida a passar por uma revista feita por uma
investigadora e uma escrivã, da Polícia Civil. “Durante a revista foram encontradas 3 pedras de óxi e mais 5 pequenas porções de pó de cocaína”, disse Borcem. O aparelho celular da vítima tmbém teria sido recuperado e devolvido ao dono.

A amiga da acusada, identificada como Maria Edna de Oliveira Lopes, de 27 anos, foi à delegacia e teria oferecido o valor de R$ 2 mil pela liberdade de Ana Gabriele. Por esse motivo, Maria Edna de Oliveira também recebeu voz de prisão e foi autuada por tentativa de suborno. Já Ana Gabriele Almeida dos
Santos teria sido autuada por crimes de roubo e trafico de drogas.

“As duas acusadas ficaram de ser encaminhadas para o Centro de Recuperação Feminino (CRF) do município de Ananindeua”, finalizou o sargento Borcem. As duas acusadas preferiram não gravar entrevista alegando que só falariam em juízo.

Reportagem: Tiago Silva

TRAFICANTE ESCONDIA DROGAS DENTRO DE LANCHEIRA INFANTIL

Galileu Ferreira de Aquino, de 22 anos, foi preso após ter sido flagrado em poder de 28 pedras de óxi. A prisão aconteceu na tarde de ontem, por volta das 13h, no município de Santo Antônio do Tauá, nordeste paraense. “Estávamos realizando ronda ostensiva pela rua principal do bairro do Pina quando nos deparamos com um suspeito. Ele carregava uma lancheira de criança de cor rosa e com desenhos de personagens infantis. Dentro da lancheira encontramos 28 pedras de óxi”, informou o capitão Fábio Campos, da Polícia Militar.

O suspeito, identificado como Galileu Ferreira de Aquino recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Santo Antônio do Tauá, onde foi apresentado ao delegado Alexandre Wagner Gomes Lopes que o autuou em flagrante por crime de tráfico de drogas. Na delegacia foi descoberto ainda que o acusado estava na condição de foragido do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará II (CRPP II), em Santa Izabel, onde cumpria pena por crime de assalto a mão armada.

“Na época em que foi preso por assalto a mão armada, Galileu Ferreira foi atingido no braço direito por um tiro de pistola Ponto 40, durante confronto com policiais militares. Ele saiu da cadeia para retirar um pino do braço e acabou escapando do hospital”, explicou o soldado Rocha. Também participaram da prisão, o sargento Osvaldino, cabos Amilton, Jonilson e Nascimento, todos lotados no 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM).

Galileu Ferreira de Aquino ficou de ser transferido para o Complexo Penitenciário de Santa Izabel do Pará, na região Metropolitana de Belém, para ficar à disposição da justiça. Além do tráfico de drogas, ele terá que cumprir o restante da pena por assalto a mão armada.

Reportagem: Tiago Silva

TRIO É PRESO POR TRÁFICO DE DROGAS E ASSALTO

Três pessoas foram presas, no município de Salinópolis, acusadas de traficar drogas e porte ilegal de arma de fogo. Rodrigo Furtado da Silva, 23, e Eldo da Silva Melo, de 26 anos, foram presos na noite de segunda-feira (23), por volta das 22h, acusados de terem roubado um aparelho celular que trafegava pela rua principal do bairro São José.
 
Após o roubo, os assaltantes fugiram em uma motocicleta, mas logo foram alcançados e presos por policiais militares do Grupamento Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas (Rocam). Com a dupla foi apreendido um revólver calibre 38 contendo 6 munições intactas no tambor. O aparelho celular foi recuperado e devolvido ao dono. “O Eldo da Silva Melo (de camisa azul) estava com mandado de prisão preventiva em aberto, por envolvimento em um homicídio ocorrido em Belém, onde teve como vítima um professor”, disse o major Josimar Leão Queiroz.

Poucos minutos depois, ainda no município de Salinópolis, o cabo Mário, solados Anderson e Helton, todos do Grupamento Tático Operacional (GTO), prenderam Cassiano Alberto Ferreira Potter, de 25 anos. Na casa dele, localizada no bairro do Atlântico, teriam sido encontrados 17 cigarros de maconha, prontos para o consumo. “Primeiro encontramos um cigarro de maconha com um adolescente de 15 anos, que caminhava em via pública. Ao ser perguntado sobre o entorpecente, o adolescente confessou que tinha ido comprar na casa do Cassiano. Então fomos até a residência do vendedor e o prendemos em flagrante”, contou o cabo Mário.
 
AUTUADOS 

O delegado Vicente Leite Barbosa, da Polícia Civil, autuou Rodrigo Furtado da Silva e Eldo da Silva Melo por crime de assalto a mão armada. Cassiano Alberto Ferreira Potter foi enquadrado por tráfico de drogas. Ambos ficaram de ser transferidos para o Centro de Recuperação de Salinópolis (CRSAL).

Reportagem: Tiago Silva

DUAS PESSOAS SÃO ASSASSINADAS EM CASTANHAL

Na cidade de Castanhal, região nordeste do Pará, uma mulher foi morta a tiros e um homem a facadas. No domingo (22), Elizabeth Rodrigues Ribeiro, de 35 anos, foi assassinada com 4 tiros. O feminicídio aconteceu na ocupação da “Portelinha”, área do bairro Jaderlândia, periferia da cidade.

De acordo com as primeiras informações colhidas no local do crime, a vítima caminhava pela rua Júlio Silva quando, por volta das 23h, foi surpreendida por um desconhecido, que se aproximou e efetuou vários disparos de arma de fogo contra Elizabeth Rodrigues Ribeiro. Em seguida o assassino, que seria um ex-presidiário, fugiu de bicicleta. “1 tiro atingiu o peito, 1 foi na cabeça e outros 2 tiros acertaram nas costas da vítima”, informou o sargento Elizeu, da Polícia Militar.

O atirador foi identificado por possíveis testemunhas oculares, mas a polícia preferiu não divulgar o nome do suspeito, para não atrapalhar nas investigações. “Fizemos incursões e revistamos pessoas suspeitas, às proximidades do local do crime, mas o acusado não foi encontrado”, disse Elizeu. Peritos removeram o corpo, para passar por exame de necropsia no Instituto Médico Legal (IML). Na manhã de ontem, o corpo foi liberado aos familiares para velório e sepultamento.

“Verificamos no sistema e constatamos que a Elizabeth não possuía entradas na delegacia. Estamos investigando o caso, para tentarmos descobrir a motivação do crime”, informou o delegado Nélio Magalhães, da Polícia Civil.
 
FACADAS 

Já na manhã de segunda-feira (23), por volta das 9h30min, o capitão Jorge, da Polícia Militar, foi acionado por policiais do Núcleo Integrado de Operações (Niop) de que um corpo do sexo masculino havia sido encontrado em um terreno baldio, localizado na avenida Magalhães Barata, no centro comercial de Castanhal. “Quando chegamos ao local, encontramos a vítima seminua, só com a camisa rasgada e com uma perfuração no tórax, possivelmente provocada por faca”, explicou o oficial da PM.

Antes da descoberta do cadáver, moradores e comerciantes da área disseram à polícia que não perceberam nada de anormal, o que leva a polícia a acreditar que o homicídio poderia ter sido praticado na noite anterior. A vítima, que aparentava ter entre 35 a 40 anos de idade, não havia sido identificada até o fechamento dessa edição e permanecia como indigente no necrotério do IML da cidade. Um inquérito policial foi instaurado pela Polícia Civil, para que o caso seja investigado.

Reportagem: Tiago Silva

EXECUTADO COM 2 TIROS NA NUCA

Ainda são poucas as informações sobre um homicídio que aconteceu na noite de sábado (21), no município de Santo Antônio do Tauá, região nordeste do Estado. A vítima foi identificada como Ednelson Pinheiro Silva, morto aos 32 anos de idade com 2 tiros na nuca.

Na delegacia de Polícia Civil do centro de Santo Antônio do Tauá, o cabo Jeffson Lima e o soldado Ricardo Souza informaram apenas que estavam de serviço quando, por volta das 20h30min, receberam a informação, via automático (telefone celular) dando conta que uma pessoa havia sido assassinada por dois desconhecidos e que o crime teria acontecido na rua Arlindo Dantas Amaral com a 1º de Maio, no bairro Centro de Santo Antônio do Tauá.

De imediato, os policiais militares se dirigiram até o endereço informado e constataram a veracidade da informação ao se depararem com o corpo de um homem com duas perfurações de bala na nuca. Peritos removeram o corpo, para passar por exame de necro
psia no Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal. Depois foi liberado para velório e sepultamento.

No local do crime, possíveis testemunhas apenas disseram à polícia que os autores do crime teriam sido dois homens desconhecidos, que teriam fugido em uma motocicleta. A placa, cor e nem o modelo do veículo foram anotados. A vítima estaria a pé quando foi executada.

O delegado Alexandre Wagner Gomes Lopes, da Polícia Civil, informou que já instaurou um inquérito policial para que o caso seja apurarado. O policial civil não informou se a vítima possuía ou não envolvimento com a criminalidade. Até o fechamento dessa edição a informação era de que ninguém havia sido preso ou ao menos identificado.

Reportagem: Tiago Silva

PRESO ACUSADO DE ESTELIONATO

Samuel Ferreira, 54 anos, natural de Curitiba / Paraná, foi preso na cidade de Castanhal, nordeste do Pará, acusado de estelionato. Samuel Ferreira foi ao centro comercial de Castanhal e teria tentado aplicar um golpe contra um empresário do ramo de venda de aparelhos celulares. Desconfiado, o empresário acionou a Polícia Militar.
 
A guarnição do sargento Freitas se dirigiu até o estabelecimento comercial e conduziu o acusado à delegacia de Polícia Civil, onde, após consulta no sis
tema, foi descoberto que contra Samuel Ferreira existia em aberto mandado de prisão preventiva, expedido pela Comarca de Rio do Sul / Estado de Santa Catarina. Foi descoberto ainda que o paranaense já havia sido preso, pelo mesmo tipo de crime, nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Ao ser questionado pela reportagem, em tom de deboche, o acusado disse que já tinha sido preso 318 vezes e que logo estaria em liberdade novamente. Samuel Ferreira está custodiado no Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST) aguardando transferência para um presídio de Santa Catarina, onde cumprirá sua pena em regime fechado.

Reportagem: Tiago Silva

IDOSO DE 65 ANOS É PRESO POR TRÁFICO DE DROGAS

O maranhense Mizael da Silva Viana, 65 anos, foi preso acusado de traficar drogas. Com ele a polícia teria encontrado porções de pasta base de cocaína e maconha. A prisão aconteceu na cidade de Castanhal, nordeste paraense.

O subtenente Junior, sargento Ataíde e cabo R. Garcia, todos da Polícia Militar, disseram que estavam de serviço na viatura 0505 realizando ronda de rotina pelo bairro do Pirapora quando avistaram um homem em atitude suspeita caminhando pela rua Emanecelias Porpino. “O suspeito é conhecido naquela área como ‘vovô do tráfico’. Então resolvemos abordá-lo e, durante revista pessoal, encontramos com ele 37 pacotinhos de pasta base de cocaína e mais 11 pequenos tabletes de maconha”, informou o subtenente PM Junior.

Mizael da Silva Viana, o “vovô do tráfico” recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal, onde, após consulta no sistema, foi descoberto que ele já possuía passagem pelo mesmo crime, praticado no ano de 2011. O acusado negou ser traficante e se defendeu dizendo ser apenas usuário de drogas.

Poucos minutos antes, a mesma guarnição da PM prendeu, no bairro Heliolândia, Genivaldo Pinto dos Santos, de 24 anos. Dentro da casa dele teriam sido encontrados 37 pequenos tabletes de maconha prontos para a venda e mais 2 tabletes da mesma droga, pesando 700 gramas cada; além de uma balança de precisão usada para embalar os entorpecentes.

“Após serem autuados em flagrante com base no Artigo 33 do Código Penal Brasileiro (CPB), Mizael da Silva Viana e Genivaldo Pinto dos Santos foram transferidos para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST), onde permanecem até outra decisão da justiça”, informou o delegado João Ricardo Inácio.

Reportagem: Tiago Silva

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

CORPO DE SUSPEITO DE ATACAR PRESÍDIO É ENCONTRADO

Policiais civis da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) em conjunto com policiais militares do Comando de Operações Especiais (COE), localizaram na manhã desta quarta-feira (18), o corpo de um homem suspeito de ser um dos criminosos que tentaram resgatar presos do Centro de Recuperação Regional do Pará II (CRPP II), no distrito de Americano, em Santa Izabel do Pará, no último dia 12.
 
O cadáver, já em estado de decomposição, foi localizado durante uma varredura feita pelos policiais na área onde ocorreu a troca de tiros entre o grupo criminoso e a guarnição da Polícia Militar responsável pela guarda penitenciária. Segundo o delegado Tiago Dias, da DRFR, o corpo estava dentro da mata fechada, a mais de 50 metros de distância da rodovia BR-316. O policial civil explica que as Polícias Civil e Militar realizavam um levantamento na área onde ocorreu a troca de tiros, quando, no final da manhã, ao entrar na área, depararam-se com o cadáver.
 
O homem morto apresentava perfurações características de tiros, estava vestido, com camisa e calças, e usava um capuz tipo "touca ninja", que encobre o rosto deixando apenas os olhos à mostra. Próximo ao corpo, munições de arma de fogo foram encontradas, mas nenhuma foi localizada até o momento. O delegado acionou apoio da Diretoria de Polícia Especializada da Polícia Civil, para requisitar ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves a perícia do local e a remoção do corpo.

O levantamento feito na área faz parte do inquérito policial instaurado pelo delegado para investigar as circunstâncias da tentativa de resgate de presidiários, que resultou em troca de tiros, e em consequente morte de duas mulheres, de origem japonesa, e do baleamento de uma terceira pessoa, que trafegavam em um carro particular pela rodovia no momento do confronto armado.

Reportagem: Dol com informações da Agência Pará

JOVEM É ASSASSINADA COM 3 TIROS EM CASTANHAL

Na cidade de Castanhal, nordeste do Estado, uma mulher foi assassinada com 3 tiros, sendo 2 no abdômen e 1 nas costas. O crime aconteceu no bairro Jaderlândia, periferia da cidade, por volta das 21h de anteontem. Os assassinos fugiram em uma bicicleta e ainda não foram localizados.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, Antônia Vanda Meninéia da Silva, de 25 anos, caminhava pela travessa José Augusto quando, próximo ao Posto Médico do bairro Jaderlândia, foi surpreendida por dois desconhecidos que chegaram de bicicleta. “Moradores da área disseram que a dupla já chegou efetuando vários disparos de arma de fogo, possivelmente de revólver, sendo que 3 tiros atingiram a jovem”, explicou o sargento PM Durão.

Em seguida, os atiradores fugiram na bicicleta sem serem identificados por testemunhas. A Polícia Militar informou que realizou buscas e que montou barreiras pelo bairro Jaderlândia, mas que nenhum suspeito foi localizado. Uma hora depois o corpo foi removido por peritos para passar por exame de necropsia no Instituto Médico Legal (IML). Hoje ficou de ser liberado aos familiares, para velório e sepultamento.

O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal, no plantão da delegada Nilde Rosa. A Polícia Civil agora está à cargo de investigar, para tentar descobrir a autoria e a real motivação do crime.

Reportagem: Tiago Silva

PRESO 4 ANOS APÓS PRATICAR LATROCÍNIO

A Polícia Civil de Nova Esperança do Piriá, nordeste do Estado, prendeu, na manha de ontem, Raimundo Edmar Acácio Leite, vulgo “Cachaça”, de 34 anos de idade; acusado de praticar crime de latrocínio ocorrido no ano de 2011, no município de Nova Esperança do Piriá. A vítima foi Antônio Rufino Arcênio, 46 anos.

De acordo com o delegado Francisco Adriano Costa, a prisão ocorreu em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela justiça. Segundo consta no inquérito que apurou o crime, a vítima “ganhava” a vida jogando baralho e bilhar. No dia do crime, Antônio Rufino Arcênio bebia e jogava em um bar, no bairro centro de Nova Esperança do Piriá, onde estavam Raimundo Edmar Acácio Leite, o “Cachaça”, e seu comparsa, identificado como Anderson.

Após sair do bar, levando o dinheiro ganho no jogo de bilhar, a vítima foi seguida por Raimundo e Anderson, que a alcançaram próximo a uma ponte. “Raimundo tomou o dinheiro da vítima, enquanto que Anderson deu 16 facadas em Antônio Rufino, que morreu no local”, contou o delegado responsável pelo inquérito. Após 4 anos, o delegado Francisco Adriano e sua equipe conseguiu localizar e prender um dos acusados em um bar, localizado no bairro vila nova.

O policial civil informou que as investigações vão continuar até que o outro suspeito seja localizado e preso, para que “pague sua conta com a Justiça, por ter cometido um crime hediondo”, detalhou. Raimundo Edmar Acácio já se encontra custodiado em um presídio estadual aguardando o dia de seu julgamento.

Reportagem: Tiago Silva

terça-feira, 17 de novembro de 2015

10 PESSOAS SÃO ASSASSINADAS NO INTERIOR DO PARÁ

A violência não dá trégua no interior do Estado. De sexta-feira (13) até o fim da noite de domingo (15), pelo menos 10 pessoas foram mortas a tiros e a facadas, em 8 municípios da região nordeste do Pará. Na sexta-feira, por volta das 21h, o adolescente Cilfarne Santos Bilber Junior, 15 anos, foi assassinado com 5 tiros na cabeça. O crime aconteceu próximo de uma quadra de futebol, localizada na Vila do Izol, mais precisamente na altura do km mil, às margens da rodovia BR-316, zona rural do município de Novo Progresso. Na delegacia, a mãe do garoto, que não quis se identificar, informou ao delegado César Macedo que os algozes de seu filho teriam fugido em uma motocicleta.
 
SÁBADO 

Dois homicídios foram registrados em Tomé-Açu, sendo que um deles teria acontecido, por volta das 5h. Segundo a polícia, o jovem Dayan Douglas da Costa Sena teria se envolvido em uma briga dentro de um ônibus e recebido uma facada no peito. Dayan saiu do coletivo e caiu já sem vida na rua principal do bairro Distrito Industrial, próximo de uma serraria. O autor da facada também desceu do coletivo e fugiu sem ser identificado. 7 horas depois, outro esfaqueamento, que teria acontecido dentro de uma casa, localizada na Vila da Palha, zona rural de Tomé-Açu, vitimou fatalmente Erivaldo Manoel Paiva, conhecido como “Di Di”. O dono da casa, identificado apenas pelo prenome de Sebastião, após o crime, não foi mais visto naquela comunidade. Os dois casos estão sendo investigados pelo delegado Claudio Fonseca e Gomes.

Na localidade de Urucurê, zona rural de Acará, duas pessoas foram mortas a tiros. Os corpos estavam numa área de matagal quando, por volta das 15h, foram achados por moradores daquela localidade. “Fomos informados de que uma pessoa havia sido assassinada em Urucurê. Se dirigimos até o endereço e encontramos o corpo de Ednaldo Evangelista de Moraes, 43 anos. Mais a frente achamos outro corpo, sem identificação, aparentando ter entre 25 a 30 anos”, informou um policial militar, que preferiu não revelar o nome. Ainda de acordo com o PM, a uma das vítimas foi executada com 1 tiro na cabeça e a outra com 5 tiros. Antônia Moraes de Sousa, tia de Ednaldo Evangelista, declarou que seu sobrinho não tinha paradeiro definido e que ele não seria “correto”, porém não soube informar que tipo de ato ilícito Ednaldo se envolvia. Os dois casos também estão sendo investigados pelo delegado Claudio Fonseca e Gomes.
 
MORTO A FACADAS 
 
Junior de Oliveira Silva, mais conhecido como “Brilhosa”, de 31 anos, foi morto com várias perfurações nas costas, provocadas por faca. O corpo dele foi encontrado no início da tarde de sábado, dentro de um sítio (embaixo de pé de laranjeira), localizado às margens da rodovia PA-124, no bairro centro do município de Garrafão do Norte. O funcionário do sítio, identificado apenas pelo prenome de Lucas foi quem achou o corpo e acionou a polícia. O caso foi registrado pelo investigador Francimarley, perante o delegado Emerson de Sousa França, ambos da Polícia Civil. A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas.
 

DOMINGO 

Em Marapanim, a “Terra do Carimbó”, José Roberto Vieira da Conceição, 47 anos, teve sua vida ceifada pelas mãos do próprio sobrinho de 2º grau, identificado apenas pelo apelido de “Bastian”, que está foragido. O crime aconteceu na rua principal da Vila Maú, zona rural de Marapanim, por volta das 11h. Segundo Carmem Rossi dos Santos Vaz, esposa da vítima, o motivo do crime teria sido o boato de que seu esposo teria ido até uma padaria contar ao dono do estabelecimento que seu sobrinho era usuário de drogas. Após ter sido delatado e perdido o emprego, “Bastian” se armou de uma espingarda cartucheira e atirou no peito do próprio tio. José Roberto Vieira da Conceição chegou a ser socorrido e colocado dentro de uma viatura da PM, mas morreu a caminho do hospital. A vítima era querida na comunidade onde residia e era responsável em fazer a festa do dia das crianças naquele vilarejo. O autor do crime ainda permanece foragido.

Em Irituia, por volta das 7h, o sargento Batista e os cabos da Rocha e Moraes, todos da Polícia Militar, encontraram o corpo de Lucivaldo Araújo de Oliveira, que estava em um campo de futebol localizado atrás de uma igreja evangélica, na comunidade Alcides Nunes, distante a 40 km da sede de Irituia. Os policiais militares constataram um corte provocado por terçado no pescoço da vítima. Antes de a polícia chegar ao local, moradores da área alteraram a cena do crime arrastando o cadáver para debaixo de uma árvore pensando em protegê-lo dos raios solares. O investigador Victor, da Polícia Civil, também esteve no local pra colher mais informações sobre o ocorrido, mas a “lei do silêncio” prevaleceu por parte dos moradores daquela comunidade. A informação é apenas a de que Lucivaldo Araújo residia em São Miguel do Guamá e que recentemente havia se mudado para Irituia. O delegado Melquesedeque Ribeiro segue investigando o caso.

Na cidade de Castanhal, Flávio Ponciano Brito, 27 anos, foi executado com três tiros na cabeça. O baleamento aconteceu no fim da rua Floriano Peixoto, entre o bairro Novo Estrela e o conjunto Parque dos Castanhais. Segundo informações repassadas pelo sargento José, da Polícia Militar, a vítima caminhava sozinha em via pública quando, por volta das 21h, foi surpreendida por dois homens ainda não identificados que se aproximaram em uma bicicleta e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra Flávio Cassiano Brito. “Três tiros acertaram na cabeça do rapaz. Em seguida os atiradores fugiram na bicicleta sem serem identificados”, contou o policial militar. Peritos removeram o corpo para passar por exame de necropsia no Instituto Médico Legal (IML). Até o fechamento dessa edição, nenhum suspeito havia sido localizado ou identificado pela polícia. O delegado Paulo Benício abriu inquérito para apurar o caso. A Polícia Civil não informou se a vítima possuía ou não envolvimento com a criminalidade.

Já no município de São Domingos do Capim foi assassinado, por volta das 19h, Josivaldo Santos Pontes, de 18 anos. Ele morreu após ter sito alvejado por um tiro na cabeça, que teria sido disparado por um homem identificado aenas pelo apelido de “Pila”, após uma discussão entre vítima e acusado. O crime aconteceu próximo de um bar, localizado na rua do cemitério da Vila Perseverança, zona rural de São Domingos do Capim. O assassinato do jovem Josivaldo Santos Pontes está sendo investigado pelo delegado Manoel Ferreira de Sousa, titular do município. O assassino está foragido.

Reportagem: Tiago Silva

MAIS TRÊS SÃO PRESOS POR TRÁFICO EM SALINÓPOLIS

A Polícia Militar está intensificando o combate ao tráfico de drogas no município de Salinópolis, região do nordeste paraense. Foram presos, na sexta-feira (13), Rogério dos Santos Silva, 25, Edson Felipe Mercês da Silva, 18, e Antonielson Ferreira da Silva, de 24 anos, suspeitos de serem traficantes.

O major Josimar Leão Queiroz, comandante da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (Cipm), informou ao BLOG que estava com sua equipe realizando ronda ostensiva pelo bairro do Trevo quando, por volta das 14h30min, foi acionado por policiais do Núcleo Integrado de Operações (Niop) de que duas pessoas estavam comercializando entorpecentes dentro de uma casa de madeira localizada no final da ocupação da “América”, próximo ao mangue. “Eu, os cabos Pablo e Venicios fomos até o local informado e, dentro do barraco, encontramos uma sacola plástica que continha 35 cigarros de maconha”, contou o major Josimar Leão.

Rogério dos Santos Silva, vulgo “Baduzinho”, 25; e Edson Felipe Mercês da Silva, conhecido como “Vida Louca”, de 18 anos; que estavam dentro da casa de madeira resistiram a voz de prisão e os policiais militares tiveram que usar de esforço físico para detê-los e conduzi-los à delegacia.

Uma hora depois, a mesma equipe da Polícia Militar prendeu, no bairro da Prainha, Antonielson Ferreira da Silva, de 24 anos. Dentro da casa dele, localizada na travessa Iracema, teriam sido encontrados 188 pacotinhos de pasta base de cocaína e mais duas pequenas porções de pó de cocaína pura. “Os entorpecentes estavam divididos em dois sacos plásticos, sendo que um estava debaixo da cama e outro estava em cima do guarda roupas”, relatou o cabo Pablo.

Na delegacia, Antônielson Ferreira da Silva confessou ser o dono de todo o material. Disse ainda que sua companheira não sabia da existência do produto ilícito em sua casa, por isso ela foi ouvida como testemunha e liberada logo em seguida. “Comprei os entorpecentes de um pescador, no bairro do Porto Grande”, confessou Antonielson. 

AUTUADOS

Rogério dos Santos Silva, Edson Felipe Mercês da Silva e Antonielson Ferreira da Silva foram autuados, em flagrante, pela delegada Ariane Magno Gomes, da Polícia Civil, por crime de tráfico de drogas. O trio ficou de ser encaminhado para o Centro de Recuperação de Salinópolis (CRSAL), para ficar à disposição da justiça.

Reportagem: Tiago Silva

TRIO É PRESO POR TRÁFICO DE DROGAS EM SALINÓPOLIS

Policiais militares prenderam, no município de Salinópolis, duas pessoas que estariam envolvidas com o tráfico de drogas e ainda recapturaram um foragido do sistema penitenciário. A primeira prisão foi em desfavor de Moisés Freitas Barbosa, 32 anos, motorista de transportes coletivos. Ele conduzia um ônibus para a Vila de Cuiarana quando, no bairro Bom Jesus, foi interceptado e revistado por uma guarnição do Grupamento Tático Operacional (GTO).

“Recebemos denúncias anônimas dando conta que ontem, por volta das 16, o motorista de um ônibus iria transportar entorpecentes para a Vila de Cuiarana. Interceptamos o coletivo e, ao perceber nossa presença, o motorista jogou um saco plástico para debaixo da cadeira. Em seguida constatamos que no saco plástico continha certa quantidade de pasta base de cocaína”, informou o major Josimar Leão Queiroz. Ainda segundo o oficial da PM, a quantidade de pasta base de cocaína apreendida daria para “dólar” 100 pacotinhos da droga. Moisés Freitas negou qualquer envolvimento com o crime.

Já no bairro da Pedrinhas, perímetro urbano de Salinópolis, Rodrigo Borges da Silva, 26 anos, teria sido flagrado com 30 pacotinhos de pasta base de cocaína. Ao ser questionado sobre o produto ilícito, Rodrigo Borges teria confessado ser o dono, informando ainda que teria comprado de um desconhecido pelo valor de R$ 100,00.

Ainda na tarde de ontem, em ronda ostensiva pelo bairro Bom Jesus, periferia do município, policiais militares recapturaram o foragido da justiça Fábio Ribeiro de Oliveira, 27 anos, residente no bairro do Guamá, em Belém. Ele fugiu da Colônia Penal de Santa Izabel do Pará, onde cumpria pena de 8 anos de reclusão por crime de assalto a mão armada, e se refugiava em Salinópolis.

Moisés Freitas Barbosa e Rodrigo Borges da Silva foram enquadrados por crime de tráfico de drogas e ficaram de ser transferidos para o Centro de Recuperação de Salinópolis (CRSAL). Fábio Ribeiro de Oliveira foi recambiado para o Complexo Penitenciário de Santa Izabel, para cumprir restante de sua pena agora em regime fechado.

Reportagem: Tiago Silva

ADOLESCENTE TENTA ROUBAR MOTOCICLETA E LEVA TIRO NO TESTÍCULO

Um adolescente de 17 anos tentou roubar uma motocicleta modelo Fan, cor preta, de um desconhecido que reagiu atirando contra o acusado. O baleamento ocorreu sexta-feira (13), por volta das 8h, no bairro Novo Estrela, periferia da cidade de Castanhal, nordeste do Estado. Testemunhas contaram à polícia que primeiro o adolescente armado de um revólver roubou uma motocicleta modelo Pop 100, cor vermelha, de uma jovem, que estava parada no sinal.

Ainda de acordo com testemunhas, que preferiram não se identificar, o assaltante foi perseguido por populares e, em uma curva fechada, caiu da Pop 100 e seguiu a fuga correndo. Mais adiante o menor infrator tentou roubar outra motocicleta de um homem ainda não identificado que sacou uma pistola da cintura e efetuou vários disparos contra o assaltante. “Um tiro atingiu o testículo esquerdo e outro tiro acertou a coxa direita do rapaz”, informou o sargento Freitas, da Polícia Militar.

As informações foram confirmadas pelo próprio adolescente que, caído ao chão e se queixando de fortes dores, disse que o atirador ainda conseguiu tomar de suas mãos seu revólver calibre 38. Ele ficou desesperado quando viu parte de seu testículo estourado e perguntou várias vezes se ainda ia poder fazer filhos. O ferido foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros e transportado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 Horas) de Castanhal. Em seguida o paciente foi transferido para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua.
 
No local do baleamento moradores da rua Quintino Bocaiuva encontraram uma cápsula de pistola Ponto 40 e a entregaram à polícia. O caso está sendo apurado pela Polícia Civil de Castanhal.

Reportagem: Tiago Silva

DUPLA É FLAGRADA COM DUAS ARMAS DE FOGO

A Polícia Militar de Castanhal, nordeste do Estado, tirou de circulação duas armas de fogo municiadas e prendeu duas pessoas suspeitas de serem assaltantes. A prisão dos acusados aconteceu no bairro Novo Estrela, periferia da cidade.

O coronel França, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM), informou que uma equipe do Recobrimento Tático realizava ronda de rotina pelo bairro Novo Estrela quando, na rua Mário Freire, visualizou dois suspeitos que estavam em uma motocicleta. “Eles demonstraram nervosismo quando perceberam a presença da viatura. Os militares resolveram abordá-los e, durante revista pessoal, foi encontrado um revólver calibre 38 com cada”, informou França.

Os acusados identificados como Jhonso Willames Sousa da Silva, 28, e
Lucas Daniel Araújo da Silva, de 29 anos, receberam voz de prisão e foram apresentados com as armas de fogo na delegacia do centro de Castanhal, onde estava de plantão o delegado Paulo Benício. “Os acusados foram autuados, em flagrante, pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e já se encontram à disposição da justiça”, contou o delegado de Polícia Civil.

A polícia acredita que a dupla, que é natural de Benevides, estava em Castanhal com o objetivo de praticar assaltos. “Graças ao trabalho de ronda ostensiva feito pela PM crimes foram evitados e mais duas armas de fogo foram retiradas de circulação”, comemorou França, oficial da Polícia Militar. Jhonso e Lucas não quiseram gravar entrevista.

Reportagem: Tiago Silva

"TOCHA" É ASSASSINADO COM 14 FACADAS

Um homem de 29 anos, identificado apenas como Dorival Cruz, mais conhecido no submundo do crime pelo apelido de “Tocha”, foi brutalmente assassinado com pelo menos 14 facadas, sendo 2 no abdômen, 6 no tórax, 2 no pescoço e 4 nas costas. O corpo foi encontrado no início da manhã de segunda-feira (9), dentro de uma propriedade rural pertencente a cidade de Castanhal, nordeste do Estado.

Ainda ia dar 7h30min quando policiais militares do Núcleo Integrado de Operações (Nio)p receberam a informação de que moradores da Vila Cupiúba haviam encontrado um corpo dentro da Chácara Bom Sossego. Logo que foram acionados, o cabo Medeiros e o soldado Farias se deslocaram na viatura 0518 até o endereço e constataram a veracidade da informação. “O corpo já estava duro e com sangue escuro, sinal de que o homicídio teria ocorrido há horas, possivelmente na noite anterior”, acredita o cabo PM Medeiros.

Logo a notícia se espalhou provocando a ida de familiares da vítima ao local. Uma das irmãs de Dorival Cruz permaneceu sentada ao lado do corpo até que fosse removido por peritos do Instituto Médico Legal (IML). Ela chorava bastante lamentando a perda do irmão. A polícia isolou a área com uma fita, para evitar a aproximação de curiosos que chegavam a todo o momento.

A delegada Nilde Rosa, os investigadores Clovis e Joseane também estiveram no local colhendo informações sobre o ocorrido e sobre a vida pregressa da vítima. Segundo o que os policiais civis apuraram, Dorival Cruz possuía passagens por tráfico, roubo e era investigado como autor de alguns homicídios ocorridos em Castanhal. Ele estava há pouco tempo em liberdade.

“O Dorival, conhecido por “Tocha”, saiu esses dias da cadeia. Ele tinha várias entradas na delegacia por diversos tipos de crimes, inclusive uma das linhas de investigação é o acerto de contas. Não descartamos outras hipóteses, já que moradores da área nos informaram que, na noite anterior, a vítima se envolveu em uma briga durante uma festa que acontecia aqui próximo do local do crime”, informou Nilde Rosa, delegada de Polícia Civil.

Outra hipótese levantada pela polícia é a de que Dorival Cruz teria sido esfaqueado na festa e corrido até a fazenda para se esconder e que acabou sendo perseguido e assassinado com 14 facadas. Familiares da vítima não quiseram falar com a imprensa.

A delegada Nilde Rosa convidou familiares da vítima a comparecerem na delegacia do centro de Castanhal, para prestarem esclarecimentos. Um inquérito policial foi instaurado para que o caso seja investigado.

Reportagem: Tiago Silva

SUSPEITO DE ASSASSINAR FILHO DE EMPRESÁRIO É IDENTIFICADO

Atirador (foragido)
A Polícia Civil divulgou nome e foto do acusado de envolvimento no assassinato de Marcelo Negrão da Silva, 33anos, filho de um empresário do ramo de locação e venda de veículos. O crime aconteceu no dia 5 de junho deste ano, em frente a uma loja localizada às margens da rodovia BR-316, na cidade de Castanhal, nordeste paraense.

O acusado é Fabiano Firmino de Souza, conhecido como “Nego da Bandoleira”. Ele é apontado como a pessoa que efetuou o tiro que ceifou a vida do filho do empresário castanhalense conhecido na cidade como “Serginho”. Fabiano já está com o mandado de prisão preventiva decretado. Segundo informações do delegado Luiz Xavier, da Superintendência Regional de Castanhal, as investigações apontam que Fabiano Firmino de Souza também tem envolvimento com o tráfico internacional de drogas e que possui fazendas nas regiões sudeste e sul do Pará, provavelmente nas cidades de Novo Repartimento, Pacajá e Redenção.

A Polícia Civil pede para a população que caso tenha informação sobre o paradeiro do acusado, que o denuncie ligando para o 181 (Disque Denúncia). O denunciante não precisa se identificar.
 
O ASSASSINATO 

Era final de tarde de sexta-feira, 5 de junho de 2015. Marcelo Negrão Silva tentava entrar em seu carro modelo S-10, cor prata, quando foi morto com um tiro de revólver. Imagens de uma câmera de circuito externo registraram toda a ação. O assassino chegou ao local, esperou a vítima ficar de costas e atirou na cabeça do rapaz. Em seguida, o criminoso saiu correndo e, mais adiante, entrou em um carro modelo “Captiva”, cor preta, e fugiu. Na época o inquérito policial foi instaurado pela delegada Nilde Rosa, que estava de plantão na delegacia do centro de Castanhal.
 
OUTRO ENVOLVIDO 
Mandante (preso)

No dia 26 do mês passado, José Marcelo Lima Xavier, 36 anos, apontado como sendo o mandante do crime, foi preso por policiais rodoviários federais em cumprimento a mandado de prisão preventiva. Ele dirigia um carro pela rodovia BR-316 quando, no município de Cachoeira do Piriá, foi parado em uma barreira de fiscalização montada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). José Marcelo Lima Xavier foi apresentado na delegacia de Cachoeira do Piriá e de lá foi transferido para um presídio da região metropolitana de Belém. A polícia só ainda não revelou o que poderia ter motivado o crime.

Reportagem: Tiago Silva

PRESO APÓS SER FLAGRADO COM MACONHA

A Polícia Civil lavrou auto de prisão em flagrante delito contra Edson Braz de Carvalho Filho, 28 anos, acusado de traficar drogas no município de Santo Antônio do Tauá, nordeste paraense. A Prisão foi efetuada por uma equipe da Polícia Militar comandada pelo capitão Fábio Campos, formada ainda pelos cabos Amilton, Jonilson e soldado Rocha. Com o acusado teriam sido encontradas porções de maconha.

Os policiais militares informaram que realizavam ronda ostensiva pelo bairro do Barcelona quando, por volta das 15h, na rua 4 de Abril, avistaram um suspeito que, ao perceber a aproximação da viatura, empreendeu fuga e tentou entrar em uma casa, porém o suspeito logo foi alcançado. “Durante revista pessoal encontramos, dentro de um dos bolsos da bermuda do suspeito, 42 papelotes de maconha”, disse o capitão Fábio Campos.

Edson Braz de Carvalho Filho recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil, onde o delegado Alexandre Lopes o autuou por crime de tráfico de drogas com base no Artigo 33 do Código Penal Brasileiro (CPB). Edson Braz disse que só falaria em juízo. Ele já se encontra custodiado e à disposição da Justiça em um presídio do Estado.

Reportagem: Tiago Silva

SUSPEITO TROCA TIROS COM A PM E LEVA A PIOR

Carlos Bruno Oliveira dos Anjos, de 20 anos de idade, natural da cidade de Castanhal; morreu ao ser alvejado por dois disparos de pistola Ponto 40 ao trocar tiros com policiais militares lotados no município de Santo Antônio do Tauá, nordeste paraense.

O cabo Sérgio, soldados Maykon e Gerson, sob o comando do capitão Fábio Campos, da Polícia Militar, informaram na delegacia de Polícia Civil de Santo Antônio do Tauá que realizavam ronda de rotina pelo bairro do Barcelona quando, por volta das 11h de ontem, na rua da Torre, avistaram dois suspeitos comercializando entorpecentes em via pública. “No momento da abordagem um correu e o outro suspeito sacou um revólver da cintura e efetuou dois tiros contra a minha guarnição. Para nos defendermos reagimos a altura e efetuamos dois disparos contra o suspeito”, contou o cabo Sérgio.

Atingido com dois tiros de pistola Ponto 40 no peito, Carlos Bruno Oliveira dos Anjos foi socorrido e levado dentro da viatura da PM para o Hospital Municipal de Santo Antônio do Tauá, onde evoluiu a óbito. “Socorremos o suspeito e tentamos salvá-lo de todas as maneiras possíveis, mas infelizmente ele não resistiu”, contou o policial militar. Ainda de acordo com o cabo Sérgio, no local onde Carlos Bruno foi alvejado foram encontrados 20 papelotes de maconha e com o suspeito foi encontrado um revólver calibre 38 marca Taurus de numeração 555053.

O revólver calibre 38 e o entorpecente foram apresentados na delegacia de Santo Antônio do Tauá. A pistola Ponto 40 de um dos policiais militares também foi apresentada na delegacia. O homicídio seguido de intervenção policial será apurado pelo delegado Alexandre Gomes.

Reportagem: Tiago Silva

SAIU PARA COMPRAR CHURRASCO E FOI MORTO A TIROS

Mais uma pessoa foi assassinada no município de Igarapé-Açu, nordeste do Estado. Dessa vez, a vítima foi Ozias Ferreira da Costa, de 28 anos de idade, morto a tiros de revólver calibre 38. O crime aconteceu na noite de terça-feira (3), por volta das 20h30min.

De acordo com informações repassadas pelas policias civil e militar, Ozias Ferreira da Costa saiu da casa de sua irmã, localizada no bairro da Colina, para comprar churrasco na ocupação da “Portelinha” quando, na rua Bom Sossego, em frente a casa de sua ex-mulher, foi morto com três tiros na cabeça. Os disparos foram efetuados por um homem ainda não identificado que, após praticar o crime, fugiu com um comparsa em uma motocicleta de cor preta. O modelo e a placa do veículo não foram anotados por testemunhas.
 
CLIMA TENSO 

Ao lado do corpo a irmã da vítima chorava bastante e dizia que já havia perdido outros 5 irmãos da mesma forma, sendo que, segundo ela, 3 foram assassinados no município de Maracanã e 2 na cidade de Belém. Ela estava bastante nervosa e não quis dizer seu nome ao BLOG e nem à polícia. A família também, no momento, se recusou a ir até a delegacia de Polícia Civil para registrar o Boletim de Ocorrência (B.O). O clima ficou mais tenso quando peritos do Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal foram acionados para removerem o corpo do local. Familiares e amigos da vítima se reuniram, colocaram o cadáver dentro de uma rede e levaram para o município de Maracanã, segundo o delegado Marcos Cruz, da Polícia Civil. “O IML esteve no local, porém foi impedido de realizar a remoção do corpo da vítima”, disse.

O delegado Marcos Cruz informou ainda que os responsáveis irão responder pelo crime de violação de local de crime e que instaurou inquérito policial para apurar o homicídio. O atirador e seu comparsa permanecem foragidos.

Reportagem: Tiago Silva

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

17 DETENTOS FOGEM DE CENTRAL DE TRIAGEM EM SANTA IZABEL DO PARÁ

Dezessete detentos fugiram da Central de Triagem Metropolitana III (CTM III), em Santa Izabel do Pará, por volta das 4h de ontem. Os internos serraram a grade de uma das celas e fugiram pelo corredor que dá acesso à saída da casa penal. A fuga foi confirmada pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe). Na ação, os presos tentaram fazer um agente prisional refém. A Susipe só não confirmou a informação extraoficial de que 4 ou 5 bandidos fortemente armados teriam dado apoio na fuga. Os criminosos teriam estacionado um carro modelo Picape, cor prata, em frente da CTM III e trocado tiros com policiais militares que faziam a vigilância dos internos.

Após os procedimentos de recontagem e revista geral, feita por agentes prisionais e homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar, ficou constatada a fuga de dezessete custodiados. São eles: Adriano Mesquita da Silva, Antônio Carlos de Sousa Silva, Cleithon Basthos Marçal, Cleidison Ribeiro ou Cledson Moreira, Cristiano José Marciel Rocha, Davi Rodrigues Cabral, Gerson Carlos Pinto Ferreira Junior, Jakson Lima de Lima, Jhonata Ygor Reis Macedo, Jonatan Ramos Moraes ou Jonatan Ramos Mendes, Mateus Ferreira Bahia Filho, Paulo Ricardo da Silva Sarges, Paulo Roberto da Silva Costa, Rafael Bruno Santos Miranda, Raimundo Edivaldo Araújo de Oliveira, Victor Hugo da Rocha Ferreira e Warlen da Silva Castro.

Guarnições da Polícia Militar fizeram buscas pelos fugitivos nas redondezas da casa penal, mas até o fechamento dessa edição ninguém havia sido recapturado. Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro dos fugitivos pode ajudar a polícia a localizá-los ligando para o 181 (Disque-Denúncia) ou mandar mensagens para o Whatsapp da Susipe, no telefone (91) 98814-1218.

A Central de Triagem Metropolitana III (CTM III), antes da fuga, custodiava 190 detentos. A capacidade é para 316 vagas. A corregedoria do órgão informou ao DIÁRIO que irá abrir uma sindicância administrativa para apurar o caso.

Reportagem: Tiago Silva

HOMEM É ASSASSINADO COM FACADA NO PESCOÇO EM CASTANHAL

Um homem  foi assassinado com uma facada no pescoço desferida por um desconhecido que após o crime fugiu em uma bicicleta. O homicídio aconteceu na madrugada de segunda-feira (2), por volta de 1h, no bairro Bom Jesus, periferia da cidade de Castanhal, nordeste paraense.

Na delegacia de Polícia Civil do centro da cidade, o cunhado da vítima, que preferiu não se identificar, contou ao delegado Rodrigo Zambardino que estava em sua casa quando um de seus vizinhos chegou avisando que seu cunhado Geandre Carlos Carmo de Sousa, 40 anos, havia sido assassinado e que o corpo estava estirado na rua Manoel Alcântara, bairro do Bom Jesus. “No local as pessoas informaram apenas que o Geandre estava em um estabelecimento comercial quando foi furado no pescoço por um rapaz desconhecido, que chegou ao local em uma bicicleta”, contou. Familiares afirmam ainda que a vítima não era usuária de drogas e que não possuía envolvimento com a criminalidade.

Possíveis testemunhas disseram à polícia que o assassino estava com uma blusa de cor branca e de boné. Várias viaturas da Polícia Militar realizaram buscas por toda a madrugada de ontem, mas nenhum suspeito foi encontrado. A motivação da morte de Geandre Carlos Carmo de Sousa é um mistério. A Polícia Civil, através da Divisão de Homicídios (DH), tenta desvendar o caso.

Reportagem: Tiago Silva

ACIDENTE MATA DUAS PESSOAS NA BR-010

Duas pessoas morreram vítimas de um acidente de trânsito que aconteceu na madrugada de segunda-feira (2), por volta de 1h, no município de Irituia do Pará, nordeste do Estado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Raimundo Amorim de Miranda conduzia sua motocicleta modelo Pop 100, cor preta, quando, na altura do km 02, da rodovia BR-010, bateu de frente com outro motociclista, identificado apenas como Nilson.

O impacto foi tão violento que as duas motocicletas ficaram totalmente destruídas. Raimundo Amorim de Miranda morreu no local do acidente. Nilson ainda chegou a ser socorrido por uma equipe do Samu, mas também morreu logo que deu entrada no Hospital Municipal de São Miguel do Guamá. As informações sobre o ocorrido foram colhidas pelos cabos Roberto e Davi, da Polícia Militar (PM), e repassadas ao agente Oscar, da Polícia Rodoviária Federal (PRF). As vítimas não tiveram as idades anotadas. O trânsito ficou congestionado por alguns minutos.

Duas horas após o acidente, os corpos foram removidos por peritos para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, onde passaram por exames de praxe e depois foram liberados aos familiares para velório e sepultamento. Raimundo Amorim de Miranda residia no município de São Miguel do Guamá, bairro do Perpetuo Socorro. Nilson morava no mesmo município, em uma casa localizada no bairro das Palmeiras. A Polícia Civil deverá investigar as verdadeiras causas do acidente.

Reportagem: Tiago Silva

HOMEM É MORTO A FACADAS PELO EX-COMPANHEIRO DE SUA ATUAL NAMORADA

Um crime, possivelmente passional, que aconteceu no município de Igarapé-Açu, nordeste do Pará, está sendo investigado pela Polícia Civil. Na madrugada de segunda-feira (2), Ellan Wilkson Gomes Romário foi morto a facadas pelo ex-companheiro de sua atual namorada, identificado como Adriano Barbosa de Souza, mais conhecido por “Drico”. Vítima e acusado não tiveram sua idades reveladas.

O crime foi presenciado por Elke do Socorro da Rocha Santos, atual namorada de Ellan e ex de Adriano. Ela contou que estava conversando Ellan em frente de sua casa localizada no bairro São Cristóvão quando, por volta das 5h, chegou Adriano armado de uma faca e fazendo ameaças. “Eles começaram a brigar (travar luta corporal) e eu sai para buscar ajuda e, quando retornei, já encontrei o Ellan caído ao chão e com vários golpes de faca pelo corpo. O Adriano não aceitava o fim do nosso relacionamento”, disse Elke do Socorro.

Ellan Wilkson Gomes Romário foi socorrido e levado dentro de uma ambulância do Samu para o hospital de Igarapé-Açu, mas não resistiu aos ferimento e morreu. O corpo foi removido por peritos para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal.

As policias civil e militar realizaram buscas na tentativa de prender o acusado, mas não obtiveram êxito. Até o fechamento dessa edição o suspeito continuava foragido. O caso está sendo apurado pela equipe de investigadores do delegado Marcos Cruz.

Reportagem: Tiago Silva

SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO EM HOMICÍDIO É MORTO PELA PM

Na madrugada de domingo (1), em Castanhal, cidade do nordeste paraense, quatro homens atiraram contra Dereck Wallacy Nascimento Correa, 29 anos, e depois fugiram em um carro modelo Voyage, cor prata, com a placa de Belém. Dereck chegou a ser socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Um suspeito de envolvimento no crime também morreu em troca de tiros com a Polícia Militar. Outros três envolvidos foram presos.

O subtenente Mota e os soldados Gonçalves e Charles, que estavam de serviço na viatura 0521, realizavam ronda ostensiva na divisa dos bairros Pantanal e Saudade quando, por volta das 3h, ouviram vários disparos de arma de fogo e seguiram rumo ao bairro Pantanal e, em uma encruzilhada, avistaram um carro modelo Voyage, cor prata, passando em alta velocidade. Mais adiante, moradores da área informaram aos policiais que os ocupantes do carro haviam praticado um homicídio e que a vitima se chamava Dereck Wallacy Nascimento.

Diante das informações, os policiais militares saíram em disparada com o objetivo de localizar e prender os autores do crime. “Eles (suspeitos) pegaram a rodovia BR-316 e seguiram rumo ao centro da cidade. Já na rua 1º de Maio os perdemos de vista, porém outras guarnições foram acionadas. Minutos depois o sargento Jurandir informou, via rádio HT, que havia visto o carro Voyage passar pela rua Benjamin Constant, no bairro Caiçara. De posse dessas informações, o cabo Márcio, que estava em outra viatura, interceptou o veículo, mas os suspeitos conseguiram furar a barreira e empreenderam fuga mais uma vez”, contou Mota.

Ainda de acordo com o suboficial da PM, houve troca de tiros entre os suspeitos e os policiais. Uma das quatro viaturas empenhadas na missão foi atingida por tiros, mas nenhum policial ficou ferido. O carro dos suspeitos também sofreu disparos e um dos ocupantes foi atingido. Mesmo assim, o quarteto não parou e seguiu pela rodovia PA-136. Eles foram alcançados na altura do km 12, entre Castanhal e o município de Terra Alta. Dentro do carro estavam Wallison de Souza Costa, 27, Felipe Romão Cruz, 25, Juan Camilo Solano Pulido, 26, e Joel de Oliveira Viana, de 34 anos de idade, que foi alvejado durante a troca de tiros e morreu ainda dentro do veículo.

Wallison de Sousa, Felipe Romão e o colombiano Juan Camilo foram algemados e conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Castanhal, onde foram apresentados para o delegado João Ricardo. Contra o trio foi lavrado um auto de prisão em flagrante delito por crime de homicídio qualificado. Nenhuma arma foi encontrada em poder dos presos. A polícia acredita que as armas de fogo teriam sido despachadas durante a perseguição.

Os acusados foram encaminhados para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST), onde permanecerão até outra decisão da justiça. Eles não quiseram gravar entrevista. A Polícia Civil agora tenta descobrir a motivação do assassinato de Derick Wallacy Nascimento Correa, que deixou a esposa gestante.

Reportagem: Tiago Silva

ASSASSINADO COM 8 TIROS EM SANTA MARIA DO PARÁ

A Polícia Civil, através da Divisão de Homicídios, está investigando o assassinato de Silvio Silva dos Santos, morto aos 21 anos de idade com pelo menos oito tiros, sendo que três foram na cabeça. O crime aconteceu no início da madrugada de sábado (31/10), em Santa Maria do Pará, município do nordeste paraense.

Ainda ia dar 1h da madrugada quando a guarnição do sargento Edmar, da Polícia Militar, foi acionada para ir até o bairro do Barrolândia, onde, em um campo de futebol, na rua José Carlos de Sousa, havia uma pessoa morta vítima de disparos de arma de fogo. No local, a equipe policial constatou a veracidade da informação e logo acionou o Instituto Médico Legal (IML) para remover o corpo. Peritos do IML de Castanhal encontraram pelo corpo oito perfurações provocadas por projeteis de revólver calibre 38, três delas na cabeça da vítima.

Segundo as primeiras informações levantadas pela polícia, o crime foi praticado por quatro homens ainda não identificados, que estavam em duas motocicletas da cor e modelo não informados por testemunhas. Um primo da vítima, que preferiu não se identificar, por medo de represálias, disse que poucos minutos antes do ocorrido estava em um bar localizado na rua do Corujão quando avistou Silvio Silva dos Santos passar em uma motocicleta com outro rapaz não conhecido da família. “O Silvio passou e apenas deu com a mão. Depois de alguns minutos chegou a notícia de que ele estava morto”, contou.

A motivação e autoria da morte ainda são desconhecidas. Não se sabe se Silvio Silva dos Santos tinha algum envolvimento com a criminalidade. O caso está sendo investigado pelo delegado Everaldo Negrão, titular do município.

Reportagem: Tiago Silva