sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Polícia Civil registra 95% de localização de crianças e adolescentes desaparecidos

A Polícia Civil, por meio do Serviço de Identificação e Localização de Crianças e Adolescentes Desaparecidos (Silcade), divulgou, nesta quarta-feira, 26, os números de registros de casos de desaparecimentos de jovens na Grande Belém. Do total de 657 casos registrados em 2012, 634 já foram localizados, o que representa mais de 95% de índice de localização. Ainda estão desaparecidos 23 crianças ou adolescentes. A maioria dos casos de desaparecimento é de crianças ou adolescentes femininos, que correspondem a mais de 70% das ocorrências registradas na Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA), unidade vinculada à Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV).
Apenas no mês de dezembro, foram registrados 41 casos de desaparecimento no Silcade – 38 desaparecidos femininos e três masculinos. Do total, 23 jovens – 21 femininos e 2 masculinos - foram localizados. No ano passado, foram registrados 539 Boletins de Ocorrências de desaparecimento de crianças e adolescentes. Do total, dois ainda permanecem desaparecidos. De acordo com o coordenador do Silcade, investigador Edivaldo Carmo, a causa principal de desaparecimento de jovens ainda são as fugas do lar motivadas por conflitos familiares decorrentes de um relacionamento amoroso não aceito pelos pais.
As outras causas mais comuns que geram o desaparecimento são a não aceitação da orientação sexual do jovem e a liberdade exagerada por parte dos pais. O policial civil explica que o elevado índice de localização dos jovens desaparecidos é resultado, em grande parte, pela rapidez na comunicação do desaparecimento e pela divulgação da foto do jovem, por meio da imprensa e até por meio das redes sociais. “É válido reforçarmos que os pais não devem esperar 24 horas para fazer o registro do Boletim de Ocorrência, que deve ser registrada em qualquer Delegacia de Polícia”, explica. Ele ressalta que é importante os pais apresentarem uma foto mais recente possível do jovem desaparecido para ajudar nas investigações sobre o paradeiro dele.
Serviço 
O Silcade fica nos altos do Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente, na Rua dos Caripunas, entre Avenida Roberto Camelier e Rua Tupinambás, bairro do Jurunas. O serviço funciona de segunda à sexta-feira, em horário comercial. O telefone é o (91) 3272-0779. O e-mail do serviço é silcade@policiacivil.pa.gov.br

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Denúncia anônima leva a flagrante de tráfico de drogas em Marapanim

Policiais civis atenderam a uma denúncia anônima repassada à Delegacia de Marapanim, nordeste do Pará, e conseguiram desarticular um esquema de tráfico de drogas que acontecia no município. Em uma casa, situada à altura do km-13, da rodovia PA-318, os policiais flagraram o casal Robson Gomes Eleres, 22 anos, de apelido "Caveirinha", e Eliana Galvão Rodrigues, 38, com 79 "petecas" de pasta de cocaína. A droga estava escondida dentro de uma vasilha plástica no interior da geladeira. A ação policial foi efetuada pela equipe composta pelo investigador Rouney, da Delegacia de Marapanim, em conjunto com os policiais civis Jorge Couto e Israel, da Delegacia-Geral da Polícia Civil, enviados para reforçar a unidade policial, durante as festas de Natal. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira, 27.
Acusados e drogas apreendidas

De acordo com os policiais civis, a informação recebida dava conta que a venda de drogas ilegais ocorria na comunidade Canavial, na zona rural de Marapanim. A equipe deslocou-se até o endereço dos acusados e ali flagrou o crime. Os presos foram conduzidos para a Delegacia, onde foram apresentados ao delegado Cláudio Fonseca e Gomes, que determinou o encaminhamento da droga para perícia. O exame pericial deu positivo para entorpecente.

Assim, o delegado lavrou o auto de prisão em flagrante contra os acusados, cujo procedimento policial foi confeccionado pelo escrivão Nelson Jorge, que também fazia parte do reforço de Natal naquela cidade. A operação se deu em atendimento às diretrizes da Delegacia-Geral da Polícia Civil, por meio da Diretoria de Polícia do Interior (DPI) e da Superintendência Regional da Zona do Salgado.

Fonte: Polícia Civil - PA

Laboratório do CPC "Renato Chaves" constata nova forma de cocaína


Responsável por periciar todas as drogas apreendidas pelas Polícias Civil e Militar do Pará, o Laboratório do Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves têm recebido com frequência amostras de cocaína (substância Benzoilmetilecgonina) sob nova forma: com diversas colorações. Chamada de cocaína colorida, a nova mistura química é feita por meio de uma combinação de corantes que alteram sua cor original, o branco, transformando-a nas cores vermelho barrento, preto, roxo, marrom e cinza.

Nova forma da cocaína
A perita criminal Izameire Correa, gerente do Laboratório de Toxicologia Forense, explica que a intenção dos traficantes, ao utilizar os corantes, é tentar dificultar a identificação dos entorpecentes, já que as drogas ficam parecidas com produtos comuns, como rapadura e colorau. “Hoje a cocaína está sendo comercializada em outras cores para dificultar a sua identificação, tentar burlar os agentes policiais nas suas operações e para aumentar sua quantidade. Entretanto, polícia e perícia já estão preparadas para combater o que podemos chamar de nova modalidade de tráfico. A perícia é parte fundamental desse combate, pois somente por meio de nossas análises é possível afirmar se o que foi apreendido é ou não entorpecente”, enfatiza a gerente.

De acordo com Izameire, são realizados vários testes para identificar se o material é cocaína ou não. “A olho nu não é possível identificar se a substancia colorida é ou não cocaína. Somente após os testes é que confirmamos. É realizado, primeiramente, um teste de reação colorimétrica com reagentes apropriados, para saber qual substancia está presente no entorpecente. Após esse teste, fazemos o exame chamado cromatografia, que nos ajuda na identificação de uma cor e que comparamos com a cor padrão de cada substância. Isso nos dá a confirmação final”, relata.

TOXICOLOGIA

O setor responsável por realizar as perícias é o Laboratório de Toxicologia Forense, do Instituto de Criminalística (IC), que realiza o procedimento para fins de flagrantes, com a emissão de laudos definitivos. Os peritos têm um prazo legal de dez dias para emitir o laudo, Mas as drogas são periciadas em menos de 24h e devolvidas às autoridade responsáveis. De janeiro a outubro de 2012, a Coordenação de Laboratório (CLAB) do CPC Renato Chaves realizou 5.055 perícias de constatação e definitivo em cocaína e totalizou 31.983 perícias realizadas no mesmo período, abrangendo todas as áreas de análise, em Belém e no interior do Pará.

O parque laboratorial do CPC Renato Chaves possui uma equipe multidisciplinar de 15 peritos criminais, com formação em biologia, farmácia e química, alguns deles com mestrado e doutorado e funciona todos os dias, incluindo escalas de plantão de 24 horas. Ele é composto pelas gerências de Exames Físicos, Químicos e Biológicos (EFQB), de Toxicologia e de Instrumental, onde são realizadas as perícias de drogas, pesquisas de fluídos biológicos, toxicologias e exames de DNA. Recentemente, o setor passou por uma reforma total e já pode ser considerado o melhor da região Norte e um dos cinco melhores do país, pois conta com tecnologia e equipamentos de última geração, conferindo mais agilidade, segurança e confiança aos laudos produzidos pela instituição. 

Texto: Nil Muniz, da Assessoria de Comunicação do CPC "Renato Chaves"

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Adolescente de 14 anos é assassinado a tiros durante a noite


Quase terminando o sábado, 22, e iniciando o domingo, 23, foi registrado um baleamento na invasão Jardim Modelo, área do bairro Jaderlândia, onde teve como vítimas dois menores, sendo um de 15 e outro de apenas 14 anos de idade.

Era por volta das 23hs e 45min, quando os adolescentes foram alvejados. Segundo informações de testemunhas, repassadas à Polícia Militar, as vítimas transitavam na rua Santa Cecilia, momento em que foram surpreendidas por dois homens desconhecidos, que estavam em uma moto CB 300, de cor preta. O garupa sacou uma arma de fogo e efetuou vários disparos em direção à dupla.  Três tiros acertaram a região do abdome, braços e pernas do menor de 15 anos de alcunha “Cigano”. Esse foi socorrido às pressas por populares e encaminhado com vida ao hospital municipal. O outro menor de 14 anos, de nome Ronielson Bentes Campos, conhecido por “Neco” foi alvejado por cerca de 2 tiros pelo corpo, não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.


O tio do “Neco” compareceu na delegacia e informou que o sobrinho foi assassinado a 200 metros de sua casa. A vítima fatal é natural do município de Magalhães Barata e veio para morar com o tio em Castanhal há cerca de um ano.

De acordo com informações da polícia, os menores de 14 e 15 anos eram conhecidos por praticarem pequenos furtos nas redondezas do bairro Jaderlândia. A divisão de homicídios da Polícia Civil irá investigar o crime e pede a ajuda da comunidade para chegar até os envolvidos. O numero para fazer a denuncia é o 181. 

Dupla que foi presa escondia droga dentro de bolsa porta cédulas

Elber Tiago
Uma guarnição da Polícia Militar, que era comandada pelo cabo Gonçalves e composta pelos soldados Serrão e Monteiro, apresentou na delegacia do Centro os nacionais Elber Tiago Oliveira da Silva, 22, e Tailo Frank Ferreira dos Santos, de 18 anos, pelo fato deles terem sido apreendidos em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas.
Tailo Frank

A guarnição da viatura 5302 realizava rondas de rotina pelo bairro Jaderlândia, quando por volta das 20hs e 30min de sábado, 22, ao passar pela rua Dr. Francisco Alves de Melo, avistou os dois nacionais vindo em direção contrária. A guarnição ao se aproximar para realizar a abordagem, um dos policiais, o soldado Monteiro percebeu quando o Elber, que estava na garupa de uma bicicleta, jogou um objeto na beira da rua. Durante a abordagem foi constatado que o objeto se tratava de uma bolsa porta cédulas e no interior dela haviam 13 petecas de pasta base de cocaína.

A dupla foi encaminhada até a sede da Superintendência do Salgado, juntamente com o entorpecente. Elber Oliveira e Tailo Frank foram autuados por tráfico de entorpecentes.

Apreensão de arma


Já quase às 22 horas, ainda de sábado, 22, a mesma guarnição comandada pelo cabo Gonçalves aprendeu uma espingarda de fabricação caseira, calibre 28, e prendeu o dono dela de nome Gedean Saraiva Espingulo Natividade, que tem 27 anos.

Gedean Saraiva
Gedean foi preso com a arma caseira contendo três cartuchos intactos no bairro Bom Jesus, onde ele reside. A abordagem policial aconteceu na rua Francisco Pereira da Silva. Logo após o flagrante, o preso foi apresentado na delegacia do Centro, onde a delegada Elieuza Braga autuou o Gedean pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Gedean Saraiva Espingulos Natividade seria encaminhado ao Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST) para ficar à disposição da justiça.

Pistola que era usada por militares durante a 1ª guerra mundial é apreendida com jovem de 18 anos

Na tarde de sábado, 22, equipes do grupamento ROCAM prenderam um jovem de 18 anos e apreenderam com ele uma arma de fogo tipo pistola de calibre 32 com um carregador e três munições intactas. Um menor de 17 anos, que estava na companhia do preso, foi apreendido e também foi conduzido até a delegacia.


Os policiais de motocicletas, soldados PM Jeconias, Alves e Sandro faziam rondas ostensivas pelo bairro Santa Helena, quando ao passarem pela rua Americana avistaram dois indivíduos em atitude suspeita. Eles tentaram fugir ao avistarem a polícia, mas foram alcançados e, durante uma abordagem, o soldado Alves encontrou a pistola em poder do nacional Madson Lima de Paula, de 18 anos.
Durante uma pesquisa sobre a pistola Browning, que é de origem Belga, a polícia constatou que a arma é bastante antiga e que esse tipo de armamento poderia ter sido usado por militares durante a 1ª guerra mundial.

Segundo o acusado, ele estava transportando a arma para emprestar a um amigo e que comprou a pistola pelo valor de R$ 800,00 (oitocentos reias). Madsosn foi apresentado na delegacia do Centro e autuado pela delegada Elieuza Braga pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e posse ilegal de munição. Em relação ao  adolescente, ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi entregue aos pais pelo fato de nada ser encontrado com o mesmo.

"Loira da Propira" e seu comparsa são flagrados com pasta de cocaína e cartuchos de maconha

Policiais militares, sob o comando do cabo PM Refson, prenderam na manhã de sexta-feira, 21, um casal de traficantes que, segundo a polícia, comercializavam entorpecentes no bairro Propira. Com a dupla foram apreendidas duzentas e quatro petecas de pasta base de cocaína e mais 13 cartuchos de maconha. Sidclei Prata de Oliveira de 27 anos, e Luzielma Silva da Costa, conhecida por "Loira da Propira", de 26 anos, foram presos na rua projetada 10.

A guarnição fazia rondas pelo bairro por conta de existirem muitas denuncias de que no local acontecia o tráfico de drogas. Ao se aproximarem de uma casa, os policiais perceberam o momento em que dois homens assobiavam e davam sinais de que a polícia estava na área. Ao descer da viatura, o cabo Refson viu  quando um casal saia de uma área de mata. Durante a abordagem foi encontrada a grande quantidade de entorpecentes com o Sidclei e a Luzielma. Eles ainda tentaram negar o crime, mas foram apresentados na 12ª Seccional do Jaderlândia e autuados em flagrante no artigo 33 (tráfico de drogas).

Os dois homens que foram vistos assobiando e dando sinal ao casal foram ouvidos na delegacia, onde eles disseram que estavam no local apenas para cavar um poço. Como nenhuma droga foi encontrada com eles, os suspeitos foram liberados. 

PM apreende grande quantidade de cigarros e óculos contrabandeados


A Polícia Militar, sob o comando do Tenente Weber, apreendeu na manhã de sexta-feira, 21, aproximadamente 12 mil carteiras de cigarros e 06 mil óculos de sol contrabandeados. A ação policial foi registrada por volta das 11hs e o material foi encontrado em um sítio, situado na Agrovila Macapazinho.

O Tenente Weber recebeu uma denuncia em seu aparelho celular informando sobre os produtos contrabandeados. Foi então que o oficial se deslocou até a agrovila com apoio de duas guarnições do grupamento Tático. Em Macapazinho a comunidade colaborou com a polícia informando onde era o sítio e, lá, os policiais encontram os óculos e os cigarros falsificados.

Ao retornarem a Castanhal, os policiais tiveram a informação de que o restante dos produtos estava em uma casa no bairro Novo Estrela. Na residência denunciada, foram encontrados vários pares de tênis e confecções, como: calças, bermudas, camisas, calcinhas e outras peças de roupas, todos os produtos falsificados e contrabandeados.

Um homem e uma mulher, que seriam os donos do material foram detidos e levados até a delegacia do Centro para responderem pelo crime de contrabando.

ROCAM realiza prisões de traficante e assaltantes em Castanhal

Ricardo, o "Carioca"
Na tarde da última quinta-feira, 20, policiais do grupamento ROCAM (Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas) realizaram as prisões de duas pessoas envolvidas com assalto a carros e de outra com o tráfico de drogas na cidade de Castanhal. Os adultos: Ricardo Augusto Bastos Marcos de Sousa, 44, e Bruno Lobo Viana, 18 anos, foram presos depois de roubarem um carro na Rua Senador Antonio Lemos, no Centro comercial da cidade. Um menor de 17 anos também estava envolvido no roubo e foi apreendido.

A prisão aconteceu graças a ação rápida da Polícia Militar e a participação de um casal que presenciou o assalto e ligou para a polícia. “Com facas o trio amedrontou a mulher no momento em que ela tentava estacionar o carro. Com agressividade os bandidos adentraram no veículo tentando levar a vítima, mas a proprietária conseguiu pular e os criminosos fugiram sem ela no veículo. Durante a fuga, um casal seguiu os elementos e ligou para o Siop – 190 informando o local onde eles estavam. Minha equipe conseguiu localizar os assaltantes já na Rua Comandante Assis, próximo a um canal, no bairro Nova Olinda e prender todos eles em flagrante“, disse durante entrevista o cabo PM Emerson.
Pablo

O Ricardo Augusto, de apelido “Carioca” é suspeito de ter cometido outros assaltos a carros na cidade, mas as vítimas dele eram apenas mulheres. “O Ricardo, de alcunha ‘Carioca’, aliciava menores para cometerem esse tipo de crime aqui na cidade. Ele pagava o valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) para adolescentes por cada roubo cometido. Além disso, o ‘Carioca’ só tinha coragem de roubar mulheres e por isso ele é conhecido no crime como bandido frouxo”, indagou o delegado Paulo Henrique.

Outra prisão

Três horas depois a mesma guarnição da ROCAM, que prendeu o “Carioca” prendeu também um criminoso considerado de alta periculosidade pela pratica de crimes na região. Junior da Silva e Silva, o “Junior da Fan”, de 23 anos, reside no bairro São José e foi preso por volta das 18hs no bairro Estrela.

"Junior da Fan"
Ao ser preso, Ricardo disse que também traficava entorpecentes. Com inteligência os policiais pediram para que ele ligasse pedindo droga ao fornecedor. Os PMs: cabo Emerson, soldados Gomes, Robson Duarte e Nafaiet  ficaram de campana próximo a casa do “Carioca”, localizada em frente a escola APAE, esperando o fornecedor; foi quando o “Junior da Fan” apareceu. Ao ver os polícias, ele tentou se desfazer da droga jogando o material no chão. Cerca de 75g de pasta base de cocaína, que estavam embrulhadas em sacos plásticos e divididas em três porções, foram apreendidas.

Junior da Silva e Silva disse na delegacia do Centro que estava na condicional por homicídio. Ele foi autuado por tráfico de drogas. Já Ricardo Augusto e Bruno Lobo, os primeiros a serem presos, foram autuados por roubo qualificado.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Presos integrantes de bando de arrombadores em São Miguel do Guamá


A Polícia Civil prendeu membros de uma quadrilha especializada em praticar arrombamentos e saques de objetos de valor em residências na cidade de São Miguel do Guamá, nordeste do Pará. Os acusados são Weverson da Silva Costa, de 20 anos, e Cristi Bruno Almeida da Silva, 19.

Com os dois, uma arma de fogo de fabricação caseira e objetos saqueados de uma casa foram apreendidos. O crime ocorreu no último dia 18, no bairro Palmeiras. Entre os objetos saqueados estão um fogão, quatro sacos de cimento e ferramentas. Os dois foram autuados por prática de posse irregular de arma de fogo e por furto qualificado.

Segundo o delegado Ronaldo Lopes, as investigações indicam que, pelo menos, outras cinco pessoas estão envolvidas com o bando. Um dos suspeitos seria um foragido da Justiça de Paragominas. “Pedimos a quem tiver qualquer informação a respeito da localização de outros envolvidos com os crimes que liguem ao Disque-Denúncia, fone 181”, explica. A operação policial foi realizada pela equipe policial formada pelos investigadores Océlio, Vasconcelos, Rosana e Paulo César, sob comando do delegado Ronaldo Lopes, com apoio de policiais militares sob comando dos capitães Galhardo e Joás.

Fonte: Polícia Civil - PA

Presos envolvidos em morte de bancário em São Domingos do Capim

A Polícia Civil apresentou, na manhã desta quinta-feira, 20, dois homens presos, em Castanhal, nordeste do Pará, por envolvimento na tentativa de arrombamento ao Banco do Brasil, que resultou na morte de um bancário, no último dia 7, em São Domingos do Capim, nordeste do Pará. Elden Barros do Carmo, 38 anos, e Marcelo Moreira Santos, 22, tiveram os mandados de prisão decretados pela Justiça após terem sido identificados, nas investigações, como participantes do crime. As informações foram prestadas pelo delegado André Costa, da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos (DRRB), da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

Conforme o policial civil, os indiciados foram identificados com a prisão de um dos envolvidos com a quadrilha, o barqueiro Dailton de Jesus Conceição, 26 anos, que foi capturado no mesmo dia do crime. Conforme o delegado, a vítima fatal – o escriturário Francivaldo Costa – morreu afogado após ter sido levado como refém pelo bando e empurrado no rio Guamá, de dentro de um barco, por um dos bandidos. A partir da identificação de Elden, apontado como a pessoa que contratou o barqueiro por R$ 5 mil, para fazer a travessia de barco da quadrilha – ao todo 11 homens – para a sede da cidade, durante a madrugada. Elden tem envolvimento com o tráfico de drogas na cidade e, por isso, conhecia o barqueiro.

Com a identificação de Elden, foi possível identificar o outro envolvido no crime – Marcelo Santos, que é lanterneiro e ficou responsável em acionar um maçarico que seria usado para arrombar o banco. O crime não deu certo, porque o escriturário, que mora ao lado da casa da gerente do banco, percebeu o momento em que os bandidos entraram em sua casa, e telefonou para a bancária, avisando-a do crime. Francivaldo foi feito refém e levado para os fundos da casa da gerente, cujo quintal dá para o lado de trás da agência bancária, por onde pretendiam invadir o banco.

Durante a ação da quadrilha, três bandidos invadiram a Delegacia e fizeram refém um investigador, que teve duas pistolas e dois coletes balísticos roubados. Os bandidos pegaram a viatura da Delegacia e usaram para fazer o transporte do armamento roubado até o barco. Com a movimentação policial, os bandidos decidiram abandonaram o maçarico, um botijão de gás, e demais objetos que seriam usados no crime. Na fuga, na travessia de barco, durante uma discussão, um dos bandidos empurrou o bancário, que caiu no rio. Os presos vão responder por latrocínio (roubo seguido de morte); porte ilegal de armas; roubo qualificado e formação de quadrilha. As investigações prosseguem para identificar e prender os demais envolvidos no bando.

Fonte: Polícia Civil - PA

Operação Feliz Natal prende sete traficantes em Capanema

Deflagrada na manhã desta quinta-feira, 20, a operação Feliz Natal deu cumprimento a quatro mandados de prisão temporária e oito mandados de busca e apreensão, na cidade de Capanema, nordeste paraense. Três pessoas foram presas em flagrante por porte de arma e de entorpecente. Com os presos foram apreendidos drogas, automóveis,  objetos relacionados ao tráfico de entorpecentes e aproximadamente 4 mil reais em espécie.

As prisões ocorreram por volta das 6 horas. Os suspeitos estavam juntos em uma das residências que foram alvos dos mandados de busca domiciliar. O trabalho policial continua com o objetivo de dar cumprimento a outros quatro mandados de prisão temporária que permanecem abertos. A operação foi coordenada pelo delegado Gilvandro Barbosa, titular da delegacia de Capanema. O superintendente Regional da Zona Bragantina, delegado Antônio Benone Sabbá, auxiliou o trabalho, que foi supervisionado pelo Diretor de Polícia do Interior, delegado Sílvio Maués.

“As investigações iniciaram há cerca de três meses e foram diretamente realizadas pelo  investigador Otávio Quaresma, chefe de operações da Superintendência Regional,  e dirigidas pelo delegado Gilvandro. Após mapeados os pontos de comercialização de entorpecentes foram levantadas a materialidade e solicitado ao Juízo local os mandados que foram deferidos pela Juíza Maria Augusta Freitas da Cunha da ª Vara da Comarca de Capanema. Obedecendo as diretrizes da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social foi realizada uma força tarefa composta de 10 policiais militares comandados pelo Oficial da Policia Militar 2° Tenente Luiz Carlos e 30 policiais civis comandados pelos delegados  Gilvandro e Antonio Benone”, detalhou o superintendente.

Fonte: Polícia Civil - PA

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Quatro pessoas da mesma família morrem durante acidente em BR

Um acidente envolvendo uma carreta e um carro de passeio matou na tarde de ontem, quarta-feira, 19,  na BR-010, quatro pessoas da mesma família. Entre as vítimas estão duas crianças que seguiam viajem para o município de Aurora do Pará.

A tragédia aconteceu entre os municípios de Santa Maria do Pará e São Miguel do Guamá. Era por volta das 15:10h quando uma carreta, com produtos alimentícios da empresa Sadia acabou batendo no carro da marca Corsa Sedan Classic que vinha no sentido contrário. Com o impacto, quatro pessoas que seguiam viajem para Aurora do Pará morreram na hora. Os corpos ficaram presos nas ferragens e só foram removidos com a chegada do corpo de bombeiros. O veiculo pequeno ficou praticamente debaixo da carreta, que teve apenas o pára-choque danificado.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, uma testemunha informou que o carro pequeno teria perdido o controle na rodovia quando entrou na contramão. O motorista do caminhão identificado por Edson Machado, ainda tentou evitar o acidente freando, mas o carro já estava muito em cima. “Uma testemunha ocular disse que o carro de passeio fez uma ziguezague na pista e entrou na contramão. O motorista da carreta nada pode fazer”, disse o agente da PRF David Breno.

As vítimas fatais do acidente foram: a professora de matemática Maria Edna Holanda Dantas, 45, a mãe dela Maria Moreira de Holanda, 67 e as duas filhas da professora, Sofia Dantas Cardoso, 3 e Fabiana de 10 anos de idade, essa última era filha adotiva. As vítimas seguiam viajem de Castanhal para Aurora do Pará quando aconteceu a tragédia. Os corpos foram removidos pelo Instituto Médico Legal e conduzidos para Castanhal.

O motorista da carreta se apresentou espontaneamente no posto da Polícia Rodoviária Federal de Santa Maria do Pará. O veículo ficou apreendido para o exame de perícia. 

Apesar da gravidade do acidente, o trânsito na BR-010 não ficou prejudicado. Agentes da PRF ajudaram na orientação dos motoristas que seguiam viajem.

Texto: Paulo Allan / Fotos: Wellyson Valle

Ex-candidato a vereador de Terra Alta é assassinado com tiro no peito

A equipe de reportagem do blog Rota Castanhal obteve informações oficiais, repassadas pela delegada de Polícia Civil Elieuza Braga, sobre o assassinato que aconteceu no município de Terra Alta, na noite da última terça-feira, 18, por volta das 21 horas, onde teve como vítima Odenir Monteiro Lima, de 45 anos, morto com um único tiro no peito, disparado por uma arma caseira. A vítima havia se candidatado a vereador do município nas últimas eleições.

O crime aconteceu bem próximo da delegacia de Terra Alta e no momento da remoção do corpo foi encontrada uma faca na cintura de Odair. O assassino estava acompanhado de uma mulher e fugiu do local sem ser identificado.

A delegada Elieuza Braga informou que a vítima era envolvida com sindicatos e com aposentadorias de pessoas idosas. Na casa de Odenir foram encontradas várias carteiras de identidade e outros documentos de idosos. A delegada informou ainda que o ex-candidato a vereador vinha sofrendo ameaças de morte e por isso andava armado com uma faca.

A Polícia Civil já deu início nas investigações para tentar desvendar mais este assassinato.

Militar do corpo de bombeiros de Castanhal realiza corrida com percurso de 100 km


No dia 15 de dezembro de 2012 foi realizado pelo CB Sidney do 2º GBM de Castanhal, um desafio de 100 KM de percurso denominado "Campanha pela Paz e Contra as Drogas". O desafio teve largada no 12º GBM de Santa Izabel e chegada no município de Curuçá.

O objetivo do desafio é chamar atenção dos jovens em relação às drogas. No ano passado, o desafio foi de 70 KM, saindo de Castanhal, com chegada em Curuçá.

Este ano, o desafio foi maior, saindo ás 01h da manhã do dia 15 de dezembro e chegando ás 11H da manhã no município de Curuçá, num total de 10 horas de corrida.

O evento contou com o apoio do comando do 2º GBM Castanhal, que disponibilizou viaturas e militares para dar suporte no percurso. Também participou da operação a polícia rodoviária federal, que fez prevenção do município de Santa Izabel até o município de Castanhal.

No município de Curuçá, a ONG Cabanos teve uma participação com crianças que recepcionaram o cabo Sidney na entrada da cidade e correram acompanhando o mesmo até a orla municipal, que foi a chegada do desafio.














terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Foragido da justiça é localizado com arma de fogo e ainda se apresenta com o nome do irmão

A Polícia Militar recapturou na tarde de ontem, segunda-feira, 17, em Castanhal, nordeste do Estado, um jovem acusado de cometer vários crimes na região do Salgado. Ele estava foragido, depois de ser condenado a 55 anos de prisão.

Jardel - foragido 
Depois de receber uma ligação anônima, a PM, comandada pelo sargento R. Varela e guarnição composta pelos cabos Osório e Oda, além dos soldados Jorge e Elenilson foram até o bairro Jardim Modelo, periferia da cidade, averiguar um homem que estaria armado e cometendo vários crimes. Após fazer diversas rondas, a Polícia Militar não encontrou nenhum suspeito, mas uma atitude de um jovem numa casa chamou a atenção da equipe policial. Ele tentou se esconder ao ver a viatura da PM. 

Os policias foram ao local e revistaram três jovens que estavam na residência. Um deles estava com um revólver calibre trinta e oito na cintura, o jovem recebeu voz de prisão por não ter porte de arma. Os demais “colegas” não souberam explicar o que faziam na residência com o amigo armado e também foram conduzidos à 12ª Seccional do Jardelândia. “Fizemos a abordagem depois de suspeitar da movimentação na casa. Quando entramos na residência presenciamos um clima nervoso entre as pessoas que possivelmente iriam cometer assaltos no bairro”, disse o sargento R. Varela.

Na delegacia, o suspeito disse que já tinha antecedentes criminais, mas que apesar de estar armado, não iria cometer crimes na cidade. “Não tenho a intenção de assaltar ninguém aqui. A arma era para me defender dos inimigos, pois levo uma vida muito louca”, disse o acusado, que se apresentou como Adriano do Rosário Lopes, 23 anos, foragido do sistema penal da cidade de Irituia. 

Arma que foi apreendida
Depois de averiguar minuciosamente o passado do acusado, foi constatado que na verdade Adriano do Rosário não era o nome verdadeiro do jovem. Era o nome do irmão dele que também está foragido. O acusado é na verdade Jardel do Rosário Silva condenado a mais de 55 anos de prisão por diversos crimes em Irituia, São Miguel do Guamá, Mãe do Rio, Aurora do Pará, Santa Maria e Castanhal. “É um elemento da mais alta periculosidade. Mesmo depois de preso tentou enganar os policiais devido a fixa criminal que tem nas costas. Ele é considerado o clinico geral, pois responde por homicídios, assaltos, tráfico de drogas e formação de quadrilha, boa coisa não iria fazer em Castanhal”, disse o sargento R. Varela.

Para a PM, os assaltos cometidos em Castanhal no último final de semana podem estar relacionados ao acusado. Na delegacia, Jardel do Rosário informou que estava na cidade modelo visitando uns amigos e que iria embora, mas não disse quanto tempo duraria essa visita. Ele foi apresentado ao delegado Antonio Roberto, que lavrou o flagrante de porte ilegal de arma de fogo contra o acusado e o preso voltará à cadeia com mais esse crime nas costas.

Texto: Paulo Allan / Fotos: Tiago Silva

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Quatro pessoas da mesma família são presas por tráfico no Heliolândia

A Polícia Civil, através do Núcleo de Apoio a Investigação (NAI) prendeu na noite de sábado em Castanhal, Nordeste do Estado, uma família inteira acusada de tráfico de drogas. Os acusados são responsáveis por vender e distribuir entorpecentes nos bairros afastados do município.

A prisão da considerada a “família do tráfico” aconteceu por volta das 19h de sábado no bairro Heliolândia, periferia da cidade. Através de investigações a equipe do NAI/Castanhal, passou a monitorar os passos dos principais suspeitos de traficar no bairro. Depois de dois meses veio a surpresa. Toda família estava envolvida no comércio de drogas. A família morava num terreno com aproximadamente 80m, na área tinha três casas e todas eram bocas de fumo, pais e filhos traficavam livremente no bairro. “Já monitorávamos os passos dessas pessoas e descobrimos que além do chefe da família todos estavam envolvidos na venda e distribuição de drogas no bairro”, contou o delegado Augusto Damasceno.

Foram presos Alex de Sousa Neves, 23, Luiz Carlos de Sousa Oliveira, 43, e Lucenildo Cruz de Oliveira, 20, além de sua esposa Alessandra Lorrane Neves Zacarias, 19, presa amamentado o filho de apenas cinco meses. Segundo o delegado Augusto Damasceno, durante a ação policial todos estavam produzindo drogas. “Eles (acusados) estavam nas casas embalando o entorpecente. O seu Luiz Carlos já foi preso por nossa equipe duas vezes, junto com seu filho. Apesar das bocas de fumo não serem num só lugar, toda família era responsável pelo tráfico no Heliolândia, agora vão responder mais uma vez por tráfico de drogas”, disse.

Foram apreendidos 45 petecas de pasta base de cocaína, uma porção (1/25) de pasta, barrilha leve, materiais usados para embalar e produzir a droga como sacos plásticos, baldes, tesouras, linhas, papel para secar a droga, além de aproximadamente R$ 1.500 reais provenientes da venda do entorpecente. “Não ficamos surpresos com a quantidade de droga e material apreendido, porque sabíamos que a família era forte no comércio de entorpecente. O que a gente podia esperar era uma possível reação, já que eles armazenam munição de armas de grosso calibre, mas felizmente a operação foi um sucesso e não foi preciso disparar um só tiro para prender novamente a “Família do Tráfico”, concluiu Augusto Damasceno.

Os quatro envolvidos responderão por tráfico de drogas e associação com o tráfico. Os três homens voltarão para sua antiga casa no Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST), já Alessandra Lorrane será transferida para o presídio feminino de Ananindeua.

Texto: Paulo Allan / Fotos: Tiago  Silva

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Policiais flagram golpe do empréstimo consignado em São Miguel do Guamá

O esquema do chamado "Golpe do Empréstimo Consignado" foi desarticulado, ontem, em São Miguel do Guamá, nordeste do Pará, com a prisão em flagrante de Raimundo José Calixto Picanço. Ele foi flagrado no momento em que se iria realizar um saque de R$ 6 mil em um banco, no centro da cidade. Picanço usava documentos de identidade falsos com os nomes de outras duas pessoas. De posse de comprovantes de residências e de documentos do INSS, também falsificados, ele se passava por aposentados para fazer empréstimos consignados que eram descontados nas contas das vítimas do golpe.
Indiciado
O acusado foi detido, pela equipe de policiais civis da Delegacia local, sob comando do delegado Ronaldo Lopes. Conforme o policial civil, Raimundo José foi abordado enquanto chegava a uma agência bancária, para tentar sacar o valor. Ao ser revistado, os documentos falsos foram encontrados com o golpista e apreendidos.
A quantia, explica o delegado, é referente a um empréstimo consignado irregular que seria descontado na conta do aposentado identificado como Mário Soares Monteiro, que seria morador na cidade de Breves, no arquipélago do Marajó. Durante a revista, os policiais encontraram com o acusado duas carteiras de identidade. Uma delas em nome do aposentado e outra em nome de Benedito Monteiro Soares. 
Além de portar documentos falsos, ele estava com comprovante de residência e documento do INSS forjados. De acordo com Ronaldo Lopes, há vários boletins de ocorrência registrados na Delegacia de São Miguel do Guamá sobre empréstimos indevidos feitos na conta de pessoas idosas. "Solicitamos que outras vítimas do golpe nos procurem aqui na Delegacia para que possamos proceder ao reconhecimento do preso e abertura de inquérito", salienta o delegado. O preso foi autuado em flagrante por estelionato, falsidade ideológica, falsificação de documentos públicos e uso de documentos falsos.
Fonte: Ascom Polícia Civil - PA

Criança de 12 anos morre ao ser atropelada por trator em Castanhal

Um trágico acidente aconteceu ontem na rua Francisco Alves de Melo, no bairro Jaderlândia, periferia da cidade de Castanhal, nordeste do estado. Uma garota de apenas 12 anos morreu ao ser atropelada por uma Patrol. O fato aconteceu próximo ao meio dia de quarta-feira, 12, quando a criança buscava água para a mãe em uma bicicleta.

Segundo relatos de pessoas que presenciaram o acidente, a garota passava tranquila na beira da rua, quando o motorista da máquina pesada, que fazia o serviço de terraplanagem, passou por cima da garota. As pessoas ainda tentaram avisar o condutor com gritos e gestos, mas ele não percebeu e quando deu por conta a tragédia já tinha acontecido. Logo se aglomeraram curiosos e, talvez com medo de ser linchado, o motorista fugiu do local abandonando o veículo.

Parentes da vítima estiveram no local e tristes lamentaram o ocorrido. A mãe da criança ficou desesperada e chorando bastante dizia não acreditar o que havia acontecido.

Peritos do Instituto Médico Legal (IML) foram acionados para realizar a remoção do corpo franzino. Irlene Lima Ribeiro era gêmeas com uma irmã de 12 anos. 

O homem que conduzia a máquina pesada foi identificado como sendo Antonio Ferreira Marciel, de 43 anos. Ele se apresentou espontaneamente com um advogado na 12ª Seccional do Jaderlândia e disse ao delegado Paulo Benício, que não teve culpa e que não viu a criança na beira da rua. 

Um inquérito policial foi instaurado e o prazo para apurar o caso é de 30 dias. Enquanto isso, Antonio Ferreira Marciel aguarda o processo em liberdade. A empresa terceirizada, que presta serviço ao Governo Federal realizando obras ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), disse que irá arcar com todas as despesas que a família da vítima precisar.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Denúncias levam a flagrantes de tráfico de drogas em São Miguel do Guamá

A repressão ao tráfico de entorpecentes em São Miguel do Guamá, nordeste do Pará, levou ontem às prisões de dois homens que praticavam tráfico de drogas na cidade. Os acusados são Janilson Lopes da Paixão e Maxiel de Araújo Muniz que foram presos nos últimos dois dias em flagrante. Com os dois, no total, foram apreendidas mais de 50 petecas de cocaína que seriam comercializadas na região. 

Janilson e Maxiel: Flagrados
Em um dos casos - a prisão de Janilson - o autor do crime estava em um ponto de tráfico de drogas no bairro do Patauateua. De forma conjunta, as Polícias Civil e Militar comandadas pelo delegado Ronaldo Lopes e capitão Galhardo abordaram o acusado em decorrência de denúncia repassada pelo serviço Disque-Denúncia, fone 181.

Drogas, dinheiro e celular apreendidos
A informação dava conta de que as drogas estariam sendo vendidas em uma residência alugada naquele bairro. Ao revistar o local, os policiais encontraram 41 petecas de pasta de cocaína; R$ 84 em dinheiro, tesoura, sacos plásticos e telefone celular obtido com a troca por drogas.

Já, no bairro do Iraque, o outro envolvido com venda de drogas foi flagrado com 12 petecas de cocaína. Maxiel de Araújo Muniz, 19 anos, tinha também R$ 62 em dinheiro e um telefone celular. A operação contou com os investigadores Océlio e Vasconcelos, e cabos PM David e Borges.

A operação é parte de um trabalho conjunto das Polícias Civil e Militar de São Miguel do Guamá em atendimento à determinação do diretor de Polícia do Interior, delegado Sílvio Maués. 

Fonte: Ascom Polícia Civil - PA

Traficante é preso com pasta de cocaína e maconha no bairro Santa Helena

Egnaldo 
Durante uma abordagem, que aconteceu na madrugada de hoje, quarta-feira, 12, policiais civis do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) prenderam em flagrante por tráfico de drogas Egnaldo Silva e Silva que estava comercializando drogas no bairro Santa Helena. Com Egnaldo, foram encontradas 10 “trouxinhas” de pasta base de cocaína e três tabletes de maconha, além de materiais usados para o preparo da droga. 

A prisão foi feita através de denuncias e toda a operação contou com a participação de sete policiais civis sob o comando dos delegados Augusto Damasceno e Fernando Rocha, do NAI, de Castanhal, e delegado Marco Antonio de Oliveira, titular em exercício da Superintendência Regional do Salgado.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Preso sentenciado pela Justiça por homicídio em São Miguel do Guamá

Policiais civis e militares prenderam ontem, em Curuçá, nordeste do Pará, Reginaldo Arruda da Silva, 45 anos, sentenciado sob acusação do crime de homicídio, ocorrido em 6 de março de 2004, em São Miguel do Guamá. A vítima foi Maria de Nazaré Lopes da Silva, 31, que era mulher do acusado e estava no sétimo mês de gestação. Ela foi morta com uma facada no tórax durante uma discussão motivada por ciúmes da parte de Reginaldo, pois ele suspeitava que não era o pai da criança.
Reginaldo da Silva
A captura dele, que estava na condição de foragido da Justiça, foi efetuada pela equipe formada pelos investigadores Océlio, Vasconcelos e Rosana, escrivã Geovane Santos, e policiais militares – cabos Cledivaldo e N. Costa, sob comando do delegado Ronaldo Lopes, titular da Delegacia local. O crime aconteceu na casa em que moravam vítima e acusado, na localidade de Vila de Aracuteua, na zona rural do município. Reginaldo foi preso na época do crime, cerca de um mês após o homicídio, mas conseguiu fugir da carceragem da Delegacia em 6 de dezembro de 2005.
Ontem, ele foi localizado, por volta de 6 horas da manhã, pela equipe de policiais civis e militares, que o encontraram na comunidade do KM 42, na cidade de Curuçá, onde atualmente residia e já havia formado nova família. Conforme o delegado, o acusado já está na condição de sentenciado por pronúncia da Justiça de São Miguel do Guamá. Segundo a denúncia, na época do crime, fazia dez dias que o autor e a vítima haviam chegado de mudança da cidade de São Francisco do Pará para São Miguel. O crime gerou comoção na comunidade onde os dois viviam. Agora, Reginaldo irá cumprir a prisão para responder pelo crime.
Fonte: Ascom Polícia Civil - PA

Dupla que aplicava golpe do “Chupa-Cabras” é flagrada em Breves

Um casal foi flagrado, ontem, no momento em que retirava dinheiro travado em uma placa de metal, em um caixa eletrônico, na área de auto-atendimento na Agência da Caixa Econômica, em Breves, no arquipélago do Marajó. Deneson Gonçalves do Patrocínio, 33 anos, de apelido “Popeye”, e a mulher dele, Fabiane das Graças de Souza, 28, que também usa o nome de “Flávia”, foram autuados em flagrante na sede da Superintendência Regional das Ilhas, por estelionato, pela delegada Vanessa Macedo Corrêa. Com eles, materiais usados no crime foram apreendidos, como cola, fitas adesivas, pedaços de metal e chave de fenda. O golpe, conhecido como “Chupa-Cabras”, foi descoberto depois que clientes do banco procuraram a gerência para reclamar que estavam solicitando o saque, no caixa eletrônico, mas o dinheiro não era liberado pelo equipamento. Mesmo assim, o computador do caixa registrava o saque efetuado. Por conta disso, a agência chegou a restituir o prejuízo financeiro dos clientes.
Os fatos vinham ocorrendo aos finais de semana, quando não havia profissionais de vigilância no banco. Segundo a policial civil, a agência informou que em torno de dez pessoas procuraram a gerência para fazer a reclamação nas últimas semanas. Para apurar o fato, no último final de semana, a gerência determinou que a empresa de vigilância monitorasse a área dos caixas. No último sábado, logo após uma cliente sair do banco sem concluir o saque, os vigilantes flagraram o casal retirando uma placa de metal da área de saída do dinheiro no caixa eletrônico. Nesse momento, os dois foram abordados e presos em flagrante.
Após a apresentação na Delegacia, a equipe policial foi até a casa dos acusados, em Breves, onde encontraram uma sacola com o material usado pelos criminosos para bloquear a saída do dinheiro e depois retirar as cédulas travadas no caixa eletrônico. Entre os materiais usados havia fita adesiva, de duas faces, usada para prender as cédulas no caixa eletrônico e uma chave de fenda, usada para abrir o equipamento e retirar o dinheiro travado. Estima-se que cerca de R$ 8 mil foram obtidos pelos criminosos por meio da prática ilegal nos últimos dois meses. Só em outubro, cerca de R$ 6 mil foram obtidos ilegalmente pelos acusados. Neste final de semana, duas pessoas se apresentaram como vítimas do golpe. Deneson Patrocínio é morador em Belém e já tem passagem pela Polícia pelo mesmo crime, na cidade de Paragominas.
Conforme informações apuradas pela Polícia Civil, ambos os acusados agem na prática criminosa em várias cidades do Estado. O material encontrado com os acusados permanece apreendido. O flagrante foi comunicado ao Fórum de Breves, onde o juiz de Direito, Mena Barreto, homologou o flagrante e determinou, por medida cautelar, o cumprimento de prisão domiciliar aos acusados que estão proibidos de sair de casa, de 22h às 6h da manhã, de segunda-feira à sexta-feira, e aos finais de semana. O caso será comunicado à Polícia Federal do Pará por se tratar de crime contra instituição bancária federal.
Fonte: Ascom Polícia Civil - PA

Homem é morto com tiro na testa e o principal suspeito é um policial civil

O assassinato que está causando polêmica na região nordeste do Pará é o do trabalhador autônomo Laércio Antonio Cruz da Silva, de 34 anos, morto com um tiro na testa na noite do último sábado, 08, no Distrito do Apeú, pertencente à cidade de Castanhal. O crime aconteceu por volta das 22hs, em frente a um residencial, onde a vítima havia alugado uma quitnet há pouco tempo. 

Local do crime
Segundo informações da família, repassadas a equipe de reportagem do Rota Castanhal, no dia do crime, Laércio estava se divertindo com uma irmã na agrovila Pacucuara, quando recebeu várias ligações no celular. "Eu e meu irmão estávamos nos divertindo quando o celular dele tocou, ele atendeu e depois disse que era um amigo e que iria sair 'rapidinho' para ganhar dez reais para levar esse amigo em algum lugar. Antes de sair, ele acariciou o meu rosto e disse que voltaria logo. Essas foram as últimas palavras que ouvi do meu irmão", disse uma imã da vítima, que preferiu não se identificar.
Vítima do lado esquerdo da foto

A família acredita que o motivo do crime teria sido por conta de uma traição. É que durante a possível viagem, para encontrar com o amigo, o Laércio teria visto a esposa, identificada por Darlene, bebendo em um bar com outro homem, o qual ela teria um relacionamento amoroso. O marido, após ver a sena, discutiu com a mulher e depois foi embora ficar na quitnet, situada na rua Francisco Sales, no Apeú. Minutos depois a esposa chegou  acompanhada com o possível amante. Irritado, O marido foi tomar satisfação e durante uma discussão o homem, que seria o amante, efetuou um disparo de arma de fogo na testa de Laércio, que morreu na hora, deixando uma filha adolescente de 14 anos de idade.

O principal suspeito de ter cometido o crime é um investigador de Polícia Civil de prenome Édson e conhecido pelos amigos por "Sadan". Testemunhas oculares teriam presenciado o momento em que o policial atirou  na vítima e depois fugiu em um carro, marca Prisma de cor preta. O acusado poderia se apresentar na manhã desta segunda-feira, 10, na sede da Superintendência do Salgado, em Castanhal, acompanhado de um advogado, mas não compareceu. 

Delegado Temmer
Delegacia do Apeú
Uma coletiva de imprensa foi marcada na sede da Divisão de Homicídios, no Apeú, onde o delegado Temmer Cayatte disse, durante entrevista, que o policial Édson não iria se apresentar na Superintendência do Salgado e sim na Divisão de Crimes Funcionais (DECRIF), em Belém. Disse ainda que o caso iria ser apurado por lá, devido ser uma divisão que investiga crimes envolvendo integrantes da Polícia Civil. O delegado contou uma versão, relatada pela companheira da vítima, de que no dia do homicídio o policial teria ido até o local deixar a Darlene, pois ela seria sua amiga e que o marido teria visto ela descer do carro e ficou chateado, foi quando começou uma discussão entre o casal. O investigador teria tentado apaziguar e a briga passou a ser entre a vítima e o policial, momento em que o Laércio teria desferido alguns golpes de correntes de motocicleta no investigador, que, segundo a nova versão, para se defender o policial efetuou um disparo de revolver calibre 38 na testa do Laércio Antonio Cruz da Silva, ocasionando a morte.

O delegado Temmer Cayatte informou que esteve na sede da Divisão de Crimes Funcionais (DECRIF) e que o Policial Civil Édson ainda não havia comparecido até às 13hs de ontem, segunda-feira, 10.

Policiais civis do NAI prendem homem por porte ilegal de arma de fogo


A equipe do Núcleo de Apoio a Investigação (NAI), onde tem a frente o delegado Fernando Rocha, com apoio de policiais civis da Superintendência do Salgado de Castanhal, nordeste do estado, prendeu pelo crime de porte ilegal de arma de fogo o nacional Aldair Jonathan Menezes de Lima, o vulgo "Terrorista"; de 19 anos. A prisão aconteceu na tarde de ontem, segunda-feira, 10, na invasão "Portelinha", localizada no bairro Jaderlândia.
Aldair preso com arma de fogo

Arma encontrada com o preso
De acordo com informações do delegado Fernando Rocha a população já havia denunciado por várias vezes o Aldair à polícia dizendo que ele possuía uma arma de fogo e com o revolver provocava o terror na "Portelinha". Na tarde de ontem, 10, o delegado convocou sua equipe e juntamente com policiais civis do Salgado se dirigiram até a casa do acusado para dar o flagrante. No imóvel, situado na rua Nossa Senhora de Nazaré, os policiais apreenderam com Aldair um revolver calibre 38, com 6 munições intactas. Além da arma, que estava com a numeração raspada, foi encontrado vestígios de quem estaria traficando drogas na casa, como: sacos plásticos cortados, dinheiro miúdo e objetos de origem duvidosa.

O preso foi encaminhado à delegacia do Apeú, onde disse que havia comprado a arma de um desconhecido em Belém pelo valor de R$ 1.200,00 (hum mil e duzentos reais) e que andava armado para se proteger, pois vinha sofrendo ameaças de morte por parte de um desafeto. Na sede no NAI foi puxada a ficha criminal de Aldair e foi comprovado que ele já respondia pelo mesmo crime de porte ilegal de arma de fogo.

A Polícia Civil irá investigar se a história do acusado é verdadeira ou se ele possuía a arma para cometer crimes na cidade. A equipe de investigadores também irá trabalhar para localizar o homem que teria vendido o revolver ao nacional de apelido "Terrorista". Aldair Jonathan Menezes de Lima foi autuado mais uma vez por porte ilegal de arma de fogo e será transferido para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST), onde ficará preso à disposição da justiça. 

ROCAM prende dupla com pasta base de cocaína no Florestal


Julio Cesar
Mais dois traficantes foram presos no bairro do Florestal, por volta das 10h, na última sexta-feira (07), pela guarnição da ROCAM. Os acusados Dimas Ricardo Queiroz Andrade, 26 anos, e Júlio César Amaral Souza, 18 anos, foram apresentados na 12ª Seccional do Jaderlândia.

Com eles foram apreendidas 55 gramas de pasta base de cocaína e mais 38 petecas do material já embalado para consumo. A dupla foi autuada pelo delegado Fábio Veloso.

Dimas Ricardo
O flagrante foi feito depois que o Siop (190) acionou a ROCAM para averiguar uma denuncia anônima, de que pessoas estariam “batendo” entorpecentes em uma residência localizada na Rua do Arame, no Florestal. A guarnição teve o apoio da  viatura (VTR) 5306.

Os policiais fizeram a revista no local citado, com a permissão do proprietário, mas não encontraram nada. Em seguida os policiais avistaram os dois rapazes saindo do matagal, que fica em frente da residência. Como estavam assustados os policiais decidiram fazer buscas na área e lá encontraram a droga.

Na delegacia Julio confessou à polícia ser o dono do entorpecente, mas, disse que Dimas, não tinha envolvimento e estaria apenas em liberdade provisória por porte ilegal de arma de fogo, fato esse, ocorrido na cidade de Paragominas, nordeste do Estado.

Por Divania Batista (Com informações da ROCAM)