quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Em Castanhal, 5 são presos acusados de assassinato contra policial na Bahia

Na tarde de ontem, policiais civis de Castanhal, cidade do nordeste paraense, deram cumprimento aos mandados de prisão temporária expedidos pela justiça contra Carlos Daniel dos Santos Lima, Cosme de Jesus Silva, Rogério Matos da Silva, Gelson da Silva e Bruno Jordão Matos da Silva. Eles são acusados de terem sido os responsáveis pela morte de um policial militar do Estado da Bahia, onde o crime aconteceu.
Os acusados estavam escondidos em Castanhal, mais precisamente no bairro da Saudade, há aproximadamente 1 mês. No momento da abordagem, com os presos, foram encontrados 2 revólveres calibre .38 municiados, além de aproximadamente 28 mil reais. Os abordados apresentaram documentos verdadeiros, porém com conteúdo falso, emitidos no Estado do Ceará, com nomes divergentes dos verdadeiros nomes de batismo, o que também motivou na apreensão dos documentos de identidades.
Carlos Daniel, Cosme de Jesus, Rogério Matos, Gelson da Silva e Bruno Jordão foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal, onde foram autuados em flagrante por associação criminosa, posse de arma de fogo de calibre permitido, uso de documento falso, além de ter sido dado cumprimento aos mandados de prisão expedidos pelo Poder Judiciário da Comarca da Bahia pelo homicídio em que foi vítima um policial militar daquele Estado. Os presos não quiseram falar com a imprensa sobre as acusações. Todos permanecerão custodiados até outra decisão do poder judiciário.
Fonte:  Tiago Silva / Diário do Pará

Santa Izabel, detentos constroem túnel e conseguem escapar de presídio

Nove internos fugiram do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I), anexado no Complexo Penitenciário de Americano, em Santa Izabel, Região Metropolitana de Belém (RBM). A fuga ocorreu durante a madrugada de domingo (24), por volta das 3h, mas as informações foram confirmadas somente no final da tarde de ontem.
De acordo com a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), os presos estavam custodiados no bloco B e fugiram através de um túnel cavado no solário da unidade. A escavação tinha aproximadamente 6m x 0,40 cm. A ação ocorreu durante uma queda no fornecimento de energia elétrica na cadeia, provocada pelos próprios detentos. Policiais que faziam a segurança da unidade prisional perceberam a movimentação e conseguiram impedir a fuga de outros detentos que ainda estavam dentro do túnel. A Corregedoria Penitenciária da Susipe já abriu sindicância administrativa para apurar a fuga e um inquérito policial também foi instaurado para investigar o caso. Os nomes e as imagens dos fugitivos ainda não foram divulgados pela Susipe.
O Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I) é o presídio com o maior número de presos do Estado. Atualmente, custodia 1.160 detentos. A capacidade é para 739. Quem tiver qualquer informação sobre os fugitivos pode fazer uma denúncia anônima pelo 181. O sigilo é garantido.
Fonte:  Tiago Silva /  Diário do Pará

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Sargento da PM sofre assalto, leva dois tiros na cabeça e morre em Castanhal

Um sargento da Polícia Militar foi assassinado após uma tentativa de assalto na noite desta sexta-feira (22), no bairro Pirapora, em Castanhal. De acordo com as primeiras informações, o sargento da Polícia Militar Tomé levou dois tiros, um no rosto e outro na cabeça, após dois bandidos tentarem roubar sua pistola.
Conforme testemunhas, dois homens se aproximaram em uma motocicleta no momento em que Tomé chegava em uma casa. A primeira versão é de que os dois bandidos tinham o objetivo de roubar a arma do sargento, que acabou reagindo. Durante a ação o sargento acabou alvejado pelos dois disparos efetuados por um dos dois bandidos. A dupla fugiu logo em seguida. Ninguém foi preso até o momento.
O policial militar foi rapidamente socorrido e encaminhado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Castanhal, onde, já por volta das 21h55min, o sargento acabou morrendo. Ele morreu aguardando um helicóptero para transferi-lo para um hospital da capital paraense, onde passaria por atendimento médico mais adequado. Não há informações confirmadas se os criminosos conseguiram levar a arma do sargento.
Fonte: (Com informações de Tiago Silva/Diário do Pará)

Assaltantes são presos com metralhadora e munições em Vigia

Cinco assaltantes foram presos nesta sexta-feira (22), após assaltarem um depósito de bebidas no município de Vigia, no nordeste paraense. Com eles foram apreendidas uma submetralhadora calibre 380, com 15 munições, e um revólver calibre 38, com três munições.
Após o assalto, os assaltantes fugiram em um carro modelo GOL prata, placa OCA 9513. Uma guarnição que fazia ronda na rodovia PA-140, próximo ao município de Santo Antônio do Tauá, avistou o veículo, na altura do quilômetro 12, e fez a abordagem.
Com a quadrilha foram recuperados os objetos da vítima que tinham sido levados do depósito de bebidas, entre celulares e dinheiro, além da apreensão das armas e dos assaltantes.
Os presos foram identificados como Warlan Monteiro Porto, 24 anos; Rubens Willian Souza dos Santos, 20 anos; Cristiano dos Santos, 21 anos, ambos respondem por assalto; Ewerton Cuimar Ramos, 23 anos e Wanderley Arnaud Prestes, 31 anos. Cristiano era foragido da Colônia Agrícola.
Os assaltantes foram levados para a Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) de Vigia.
Fonte: (DOL com informações de Tiago Silva/Castanhal)

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Na madrugada: 2 são executados a tiros em Castanhal

Nas primeiras horas da madrugada de ontem, dois homens foram assassinados a tiros, em Castanhal, cidade do nordeste paraense. O primeiro crime aconteceu no bairro Caiçara, por volta de 2h, onde Antônio Janilson dos Santos Vieira, de 29 anos, foi morto dentro da própria casa, situada na alameda Bragança.
De acordo com informações colhidas no local, pela Polícia Militar, homens (ainda não se sabe exatamente quantos) fortemente armados e encapuzados arrombaram a residência a procura de Antônio Janilson, que estava no quarto. Ele ainda conseguiu correr, mas foi perseguido, alcançado e executado no quintal. Os tiros atingiram a cabeça da vítima, que morreu no local.
Os pais de Antônio Janilson dos Santos Vieira não quiseram falar sobre o caso. A Polícia Civil ainda tenta descobrir as autorias e motivações do crime. Nada foi roubado do local e nem da vítima, o que realmente caracteriza crime de execução. A principal linha de investigação é a de um possível acerto de contas. Também está sendo apurado se o rapaz possuía inimigos ou algum tipo de envolvimento com a criminalidade.
OUTRO ASSASSINATO
Cerca de uma hora e meia depois, outro homicídio por baleamento ocorreu em Castanhal. Foi no bairro Jaderlândia, mais precisamente na rua Francisco Laureano Alves de Melo, esquina com a travessa Presidente Médici. Desta vez, a vítima foi Moisés Souza da Silva, que tinha de 35 anos.
Devido o crime ter acontecido durante a madrugada, horário pouco movimentado, poucas informações foram colhidas sobre o assassinato de Moisés. O corpo dele ficou no meio da rua até ser removido por uma equipe de peritos do Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Militar foi acionada, mas não encontrou nenhum suspeito pelo bairro. O pai de Moisés foi quem comunicou a morte de seu filho no Posto Policial Destacado (PPD) da Polícia Militar, no Jaderlândia.
INVESTIGAÇÕES
Os dois casos foram registrados na Delegacia de Polícia Civil do centro, mas serão repassados para a Divisão de Homicídios (DH) do Apeú, Distrito castanhalense, por onde serão investigados pela equipe do delegado Nélio Magalhães.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Casal morre após ser atropelado por van em Curuçá

No final da tarde de ontem, por volta das 17h40min, aconteceu um acidente com duas vítimas fatais no trevo das rodovias PA’s 136/318, no município de Curuçá, região do nordeste paraense, onde uma van atropelou um casal, que estava em um motocicleta.
O atropelamento provocou a morte instantânea de Rubens da Silva Pinheiro, 64, e da companheira dele Madalena dos Santos Pinheiro, de idade não informada. Eles residiam no bairro da Torre, mais precisamente na comunidade do Abade, zona rural de Curuçá. Os corpos foram removidos por peritos para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal. Familiares das vítimas não foram encontrados para falar sobre o caso e também sobre os locais onde ocorreriam os velórios e os sepultamentos.
O motorista da van, ainda não identificado, fugiu do local antes da chegada da polícia, já que a população queria espancar o atropelador, inclusive a van foi incendiada no local. Revoltados com o ocorrido, populares interditaram as rodovias nos dois sentidos. A Polícia Militar foi acionada para conter a situação, mas até o fechamento desta matéria, às 19h, as rodovias permaneciam bloqueadas e o motorista da van ainda não havia sido localizado.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

No interior do Estado, 2 são assassinados a tiros e a facadas



Durante as primeiras horas da madrugada de ontem, ao menos duas pessoas foram mortas a tiros e a facadas no interior do Estado. Os crimes ocorreram em Marudá, Distrito de Marapanim, e no município de Maracanã, região do nordeste paraense. As vítimas foram identificadas como Eldo Soares de Jesus, 34, e Williame Mesquita da Costa, de apenas 15 anos.
O primeiro crime aconteceu em Marudá, Distrito do município de Marapanim. Policiais militares estavam em ronda quando, por volta de 1h, foram informados por populares que havia acabado de acontecer um homicídio no bairro do Alegre. De imediato a guarnição policial se dirigiu até o local informado, mas o pai da vítima já havia levado o corpo para sua própria residência, situada na alameda Santa Luzia, no mesmo bairro do Alegre. Depois foi constatado que a vítima se chamava Williame Mesquita da Costa, de apenas 15 anos.
Informações colhidas no local dão conta que o menor foi executado com pelo menos 4 tiros divididos nas costas e cabeça. Ainda não foram repassadas informações sobre como teria acontecido e nem por quantas pessoas o crime teria sido praticado. A motivação também é desconhecida, mas nenhuma hipótese é descartada, inclusive a de um “acerto de contas”. O caso será investigado pela Polícia Civil de Marudá.
FACADAS
Já por volta das 2h da madrugada de ontem, em Maracanã, policiais militares foram informados por um policial civil afirmando que o dono de um barco havia encontrado um corpo do sexo masculino dentro da embarcação, que estava ancorada na “Prainha de Deomar”. Os policiais civis e militares foram até o local e constataram que a informação era mesmo verdadeira.
Depois o corpo foi identificado como sendo de Eldo Soares de Jesus, de 34 anos. Algumas perfurações e cortes, provavelmente provocados por facadas, foram encontrados no pescoço da vítima. O principal suspeito de ter praticado o assassinato, um trabalhador do barco, foi identificado como Gilvane Pantoja dos Santos, de 32 anos. Várias buscas foram realizadas, mas, até o fechamento desta edição, Gilvane ainda não havia sido localizado.
O corpo de Eldo Soares de Jesus foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, onde passou por exame de necropsia e depois ficou de ser liberados aos familiares para velório e sepultamento. A motivação do crime ainda está sendo apurada pela Polícia Civil de Maracanã.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Com armas de fogo, 2 mulheres são flagradas tentando entrar em presídio de Santa Izabel

Duas mulheres foram presas em flagrante tentando entrar com armas de fogo, munições e telefones celulares, no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará II (CRPP II), anexado ao Complexo Penitenciário de Americano, em Santa Izabel, região metropolitana de Belém. A informação foi confirmada pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).
De acordo com a Susipe, agentes prisionais realizavam revista de rotina durante o horário de visita, por volta das 10h de ontem, quando encontraram 2 pistolas do calibre Ponto 40, de uso exclusivo das forças militares. As 2 armas de fogo municiadas, além de 5 telefones celulares foram encontradas dentro das bolsas de Charlene Rosa dos Santos e Maria Cristina Vieira de Souza, ambas de idades não informadas. As duas mulheres foram presas em flagrante e encaminhadas à 17ª Seccional Urbana de Santa Izabel, onde ficaram de serem autuadas pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.
Ainda ontem, Charlene e Cristina seriam encaminhadas para o Centro de Recuperação Feminino (CRF), em Ananindeua, para ficarem à disposição do poder judiciário. A Corregedoria Penitenciária da Susipe informou que vai abrir sindicância administrativa para apurar o caso. Os dois detentos que receberiam o armamento e os celulares já foram identificados e cumprirão medida disciplinar. Eles não tiveram seus nomes divulgados pelo sistema penitenciário.
Fonte:  Tiago Silva / Diário do Pará

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Plantações de maconha são destruídas na zona rural de Terra Alta

Em menos de uma semana, 2 plantações de maconha foram destruídas na zona rural do município de Terra Alta, região do nordeste paraense. A primeira plantação, com cerca de 500 pés da erva, foi destruída na manhã de sexta-feira (8), na localidade de Mirizal. Na ocasião ninguém foi preso. Foi apreendido um motor de irrigação.
Já na manhã de ontem, por volta das 9h, policiais militares do destacamento de Terra Alta receberam uma denúncia anônima, via telefone celular, informando que, na mesma localidade de Mirizal, havia outra plantação de maconha, próxima a uma plantação de pimenta do reino, escondida em uma área de matagal. De imediato, os sargentos Ronildo, Edivaldo e Lucas, com o apoio da guarnição da Vila Maú, composta pelos também sargentos M. Evangelista e Neivaldo, se deslocaram até a referida localidade, onde, às proximidades, encontraram um suspeito, identificado como Raimundo Modesto Palheta que, ao ser questionado sobre a existência do plantio, respondeu que a informação era verdadeira e ainda levou os policiais até o local, onde foi encontrado o plantio com aproximadamente 700 pés de maconha, além de certa quantidade da erva seca, quase pronta para o consumo.
No local ainda foram encontradas algumas mudas e aproximadamente 1 kg de sementes da droga. Uma parte do entorpecente foi incinerado no local e outra parte apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Terra Alta, juntamente com o suspeito Raimundo Modesto Palheta. Um inquérito policial foi instaurado para que o caso seja investigado.
Fonte:  Tiago Silva / Diário do Pará

No Tauá, 2 suspeitos morrem em confronto com a Polícia Militar

Dois suspeitos morreram após serem alvejados por disparos de arma de fogo, durante confronto com policiais militares do município de Santo Antônio do Tauá, região do nordeste paraense. Com a dupla foram apreendidas 2 armas de fogo. Por sorte, nenhum policial militar ficou ferido. O fato ocorreu na manhã de ontem, por volta das 10h.
Os cabos Rayone, Reinaldo e o soldado Feitosa, sob o comando do Capitão Fábio Campos, realizavam ronda pelo município de Santo Antônio do Tauá quando, na invasão do Pina, área periférica, avistaram dois suspeitos caminhando em via pública. “Ao perceberem que seriam abordados, os dois suspeitos sacaram suas armas e começaram a atirar contra a minha guarnição, então tivemos que nos defender, também atirando na tentativa de conter a injusta agressão”, contou o capitão Fábio Campos. Ainda de acordo com oficial da PM, após serem alvejados, os suspeitos rapidamente foram socorridos e encaminhados ao hospital, onde já chegarem sem vida.
Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, onde apenas um foi identificado como sendo de Antônio José de Carvalho, conhecido por “Manú”, de 19 anos. “O vulgo ‘Manú’ estava com uma pistola calibre 9mm pertencente à Marinha do Brasil. O comparsa dele, que ainda não foi identificado, estava com outra arma de fogo, uma espingarda de fabricação artesanal de 2 canos e com a coronha serrada”, detalhou Fábio Campos, capitão da PM. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Santo Antônio do Tauá.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Em Castanhal, homem com transtornos mentais ataca PM com facão e acaba gravemente ferido

Um homem com transtornos mentais atacou algumas pessoas, entre elas um policial militar, por volta das 9h da manhã deste domingo (10), em Castanhal, nordeste do Pará.
O acusado, não identificado, estava em posse de um facão e atingiu o braço do PM, que tentava conte- lo. O PM foi hospitalizado em Belém, teve a mão cortada e passa bem.
Na ação, o acusado se feriu gravemente e foi encaminhado para atendimento na UPA de Castanhal.
Fonte: (DOL)

Polícia queima centenas de pés de maconha em Curuçá

Mais de 400 pés de maconha foram incinerados neste domingo (10), na zona rural de Curuçá, nordeste paraense. A droga foi encontrada no fim da última semana e foi queimada apenas hoje.
A plantação, com 500 pés de droga, foi encontrada após denúncia anônima. Apenas uma parte foi queimada, já que a polícia utilizará uma amostra em perícia.
Ninguém foi preso.
Fonte:  (DOL)

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Presos plantam maconha em colônia penal de Santa Izabel

A audácia de certos detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) nas cadeias e nos presídios do Pará não tem limite. Após denúncias e fotos circulando nas redes sociais desde a última segunda-feira, a Susipe entrou em cena e, após fazer uma vistoria, confirmou que os presos de uma colônia agrícola estavam cultivando pés de maconha sem nenhum pudor. A assessoria de comunicação da Superintendência informou ontem que agentes penitenciários encontraram, durante revista de rotina, na manhã desta terça-feira, um pé de cannabis sativa na área externa de mata da Colônia Penal Agrícola deSanta Izabel (CPASI).
A Diretoria de Administração Penitenciária da Susipe informou que a planta foi imediatamente destruída e a Corregedoria Geral Penitenciária já abriu uma sindicância administrativa para apurar rigorosamente o caso. A Susipe informa, ainda, que tem intensificado as revistas para coibir a entrada de objetos ilegais e celulares nos presídios de todo o Estado.
Fonte: (Diário do Pará)

Assaltos constantes assustam frequentadores de praças em Castanhal

Os constantes assaltos estão assustando os frequentadores das duas praças públicas mais conhecidas da cidade de Castanhal, no nordeste paraense. A Praça do Cristo Redentor fica localizada no bairro do Cristo e todos os dias recebe grande número de pessoas que procuram lazer e fazer exercícios físicos no local.
O problema é que as pessoas de bem não se sentem seguras. São vários roubos, principalmente de telefones celulares quase que todos os dias. Vítimas dizem que a presença de Guardas Municipais no local não é o suficiente. “’Se com a presença dos Guardas os bandidos atacam, imagine sem a presença dos agentes”, comentou a jovem Elizangela Monteiro dos Santos. O prédio do Instituto Médico Legal (IML) está localizado bem em frente à Praça do Cristo e também já foi assaltado pelo menos duas vezes. “O local é muito bonito, mas deveria ter mais segurança, mais Guardas Municipais para tomarem conta do patrimônio público, mas com a insegurança fica difícil”, disse a dona de casa Francisca Santos Souza, de 49 anos.
Na Praça do Estrela, localizada no bairro do Estrela, a situação não é diferente: além dos roubos de celulares, viciados utilizam o local para usarem drogas. Diversas detenções de usuários e apreensões de entorpecentes já ocorreram no local. Muitas pessoas que utilizam o local para caminhar no “calçadão” ou realizarem exercícios na academia ao ar livre reclamam da falta de iluminação pública. Por outro lado, a Prefeitura informou que a iluminação no local era para acontecer em todos os pontos, porém marginais acabam furtando refletores causando escuridão em alguns pontos. Recentemente uma dupla foi presa em flagrante após furtar 3 refletores.
Os comerciantes também se sentem prejudicados e assustados. “Com os frequentes ataques de roubos, nossos clientes acabam se distanciando. Seria bom se tivesse mais guardas tomando conta da Praça, para evitar esses tipos de ataques, comentou a proprietária de uma das várias kit nets de venda de comidas típicas, que existem no local há décadas. Ela não quis se identificar afirmando estar com medo de sofrer represálias por parte da bandidagem. Como se não bastasse, vândalos estão quebrando os enfeites natalinos que são colocados nas Praças.
No Estrela, por exemplo, todos os anos enfeites natalinos, como: árvores de natal, pisca-piscas, bonecos gigantes e outros deixam a Praça, além de mais bonita, bastante iluminada. Inclusive o projeto de iluminação já virou notícia nacional em grandes veículos de comunicação do país. Para a tristeza de muitos, vândalos estão quebrando os brinquedos e cortando os cabos de fiação elétrica. Alguns até furtam os cabos de fios elétricos com cobres. “O serviço da Polícia Militar é realizar rondas ostensivas e prender criminosos nas ruas. Já o trabalho da guarda é preservar e guardar o patrimônio público, mas nossas Praças parece que estão esquecidas”, lamentou Erley Charles Rodrigues, serviços gerais, de 39 anos.
Em Nota, a Guarda Municipal informou que “O trabalho da Guarda Civil Municipal é preventivo, e adota estratégias de proteção ao patrimônio público e que esse trabalho é feito pela Guarda diariamente. No entanto, o combate ao vandalismo precisa do apoio da população. Um meio importante neste sentido são as denúncias, que garantem a identificação e a punição dos responsáveis pelos danos”.
De acordo com o Guarda Sirqueira, o trabalho de prevenção e fiscalização aos monumentos, praças, prédios, e obras em andamento, são intensificados, com adoção de novas estratégias e os casos de depredação do patrimônio público têm sido menores. “Acredito que a Guarda Civil Municipal vem fazendo um bom trabalho de prevenção para uma cidade de mais de 200 mil habitantes”, comentou o agente.
Fonte:  Tiago Silva / Diário do Pará

Mistério: homem é executado a tiros em São Miguel do Guamá

A Polícia Civil está investigando um crime de homicídio ocorrido no município de São Miguel do Guamá, região do nordeste paraense. Aconteceu na madrugada de ontem, por volta das 3h, no bairro Padre Ângelo, às proximidades da Praça Getúlio Batista. A vítima foi executada a tiros.
De acordo com as poucas informações colhidas no local, moradores da área ouviram vários disparos de arma de fogo e saíram para ver o que tinha acontecido, momento em que encontraram um homem caído e todo ensanguentado sobre uma calçada. Depois foi descoberto que o baleado já estava sem vida, identificado como Mizael de Jesus Gonzaga Peniche. Ele tinha 44 anos e seria ex-professor do município.
A Polícia Militar esteve no local tentando colher mais informações sobre como teria acontecido e por quantas pessoas o assassinato havia sido praticado, mas, por ter sido durante a madrugada, o autor ou autores não teriam sido vistos. Não se sabe também qual tipo de veículo foi utilizado na abordagem e na fuga antes e após a execução respectivamente. O local foi isolado até a chegada de peritos que removeram o corpo para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, ainda na região do nordeste paraense.
A Polícia Civil é quem está responsável em investigar o caso para tentar descobrir a motivação e autoria do assassinato. Mizael já havia perdido sua esposa que, recentemente faleceu vítima de morte natural. Outros familiares de Mizael não foram encontrados pela reportagem para falarem sobre seu assassinato.
Fonte:  Tiago Silva / Diário do Pará

PC prende dupla acusada de usar bloqueadores de sinais de trava de porta e alarmes para cometer furtos em Castanhal

A Polícia Civil divulgou, nesta sexta-feira, 01, a prisão em flagrante de Caio Matos Tuma e Carlos Humberto Costa de Oliveira, apontados como autores de dezenas de furtos em veículos, no município de Castanhal, região nordeste do Pará. De acordo com o delegado Temmer Khayat, superintendente regional do município, os acusados usavam aparelhos de controle remoto como bloqueadores de travas de portas e de alarmes de carros. Os sensores dos aparelhos bloqueavam o sinal dos travadores impedindo que as portas dos carros fossem trancadas e, dessa forma, os acusados saqueavam pertences de valor do interior dos veículos.
Os presos foram identificados por meio de filmagens de câmera de monitoramento. Segundo o delegado, os acusados esperavam a vítima se afastar do veículo e furtavam diversos itens de dentro do carro. As investigações, segundo o delegado, começaram há duas semanas na ragião. “Através das imagens de uma câmera de segurança, os agentes conseguiram identificar Caio Matos e Carlos Humberto, além do automóvel utilizado por eles para cometer os furtos”, detalha.
O veículo foi apreendido. Na manhã de hoje, os policiais conseguiram prender em flagrante os acusados, logo após terem furtado objetos do interior de uma caminhonete estacionada no centro de Castanhal. No veículo usado por Caio Matos e Carlos Humberto, foram encontrados vários pertences provenientes de diversos furtos. “Já conseguimos recuperou grande quantidade de itens que teriam sido roubados do interior dos carros das vítimas”, ressalta o policial civil. A equipe policial já conseguiu identificar cinco vítimas. As prisões foram resultado do trabalho investigativo realizado pela equipe policial do município. Caio Matos e Carlos Humberto estão recolhidos à disposição da Justiça.
Fonte: Ascom Polícia Civil do Pará

Evangélico é morto a tiros a caminho do trabalho em Castanhal

Amilton Tavares Lima, 45 anos, foi morto na manhã desta sexta (1º). Ele foi assassinado a tiros, na alameda Capanema, bairro São José, em Castanhal, nordeste paraense, a caminho do trabalho.
De acordo com informações levantadas pela polícia, ele foi abordado por dois homens que chegaram em uma motocicleta. O garupa da moto, então, teria sacado uma arma e disparado quatro tiros na cabeça da vítima.
Amilton trabalhava como pedreiro e era evangélico. Familiares contaram à polícia civil que ele nunca foi preso e nem vinha recebendo ameaças.
A hipótese de que ele possa ter sido morto por engano não está descartada.
Fonte: (Com informações de Tiago Silva/Diário do Pará)

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Quarteto é preso após assalto em agência dos Correios de São Francisco

Quatro homens foram presos acusados de terem assaltado a agência dos Correios do município de São Francisco do Pará, região nordeste do Estado. O assalto aconteceu na manhã de ontem, por volta das 10h30min. Certa quantia em dinheiro foi recuperada, além de um carro que foi apreendido por policiais civis e militares. O veículo foi utilizado na fuga dos assaltantes, segundo a polícia.
De acordo com informações colhidas pela polícia, dois homens com armas de fogo entraram na agência dos Correios de São Francisco do Pará e logo em seguida anunciaram o assalto. A dupla, sob grave ameaça, conseguiu tomar dinheiro da agência e alguns objetos pessoais de clientes que estavam na fila aguardando para serem atendidos. Do lado de fora, outros dois criminosos estavam dando apoio em um carro Cobalt, cor branca, com a placa de Marituba. Após o assalto, os quatro bandidos fugiram pela rodovia PA-320 sentido ao município de Igarapé-Açu e, em ato continuo, entraram no ramal da Travessa do km 96, que dá acesso à rodovia PA-127.
Policiais civis e militares saíram em busca dos assaltantes e, durante o acompanhamento policial, percebendo que seriam alcançados, dois dos quatro bandidos desceram do veículo e entraram em uma área de matagal, enquanto que outros dois continuaram em fuga pelo ramal no carro Cobalt branco. Poucos minutos depois, as guarnições foram paradas por um vaqueiro de uma fazenda da área que informou ter visto dois suspeitos no mato. Então foi solicitado apoio de policiais militares das cidades de Castanhal e Igarapé-Açu, para que buscas fossem realizadas na mata.
Uma equipe composta por policiais civis e militares entrou na área de matagal enquanto que outra equipe continuou em acompanhamento ao carro, onde estava o restante do bando. Trinta minutos depois, o carro foi interceptado e dois suspeitos foram encontrados dentro do veículo. Eles foram identificados como Elielson Guaberto Corrêa, 36, e Genilson Pereira, conhecido como “Amaral”, de 33 anos. Já por volta do meio-dia, outros dois suspeitos foram localizados e capturados no matagal. São eles: Vinícius da Silva Souza, 31, e Ricardo de Souza Barbosa, de 25 anos.
Com os acusados, os policiais civis e militares envolvidos na missão disseram que encontraram cinco telefones celulares, um notebook, além da quantia de mil novecentos e cinquenta e sete reais. Os acusados e o material com o dinheiro apreendidos foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de São Francisco do Pará, onde Elielson, Genilson, Vinícius e Ricardo foram autuados em flagrante pelo crime de assalto a mão armada. Todos já se encontram à disposição do poder judiciário em um presídio da região. Os acusados não quiseram falar com a imprensa.
Fonte:  Tiago Silva / Diário do Pará

Jovem é executado dentro da própria casa com 3 tiros na cabeça em Castanhal

Mais um assassinato por baleamento foi registrado na cidade de Castanhal, cidade do nordeste paraense. O crime aconteceu na manhã de ontem, por volta das 10h, dentro de uma residência situada na quadra 2 do conjunto Tangarás, divisa com o bairro Santa Helena. A vítima foi identificada como Luiz Henrique Vaz Gondin, que tinha 24 anos.
Segundo informações colhidas no local, pela equipe do DIÁRIO, um homem ainda não identificado chegou ao local em uma motocicleta, estacionou o veículo às margens da rua e em seguida invadiu a residência, que possui somente um cômodo, e executou Luiz Henrique com 3 tiros na cabeça. A vítima foi surpreendida sem qualquer chance de se defender. Após efetuar os disparos e ter certeza de que a vítima já estava sem vida, o atirador subiu na motocicleta e fugiu do local.
No momento do crime, a mãe e um irmão pequeno de Luiz estavam no quintal da residência e, à Polícia Militar, disseram que não viram o assassino. Ao serem perguntados pela reportagem do DIÁRIO se o rapaz possuía algum tipo de envolvimento com a criminalidade ou se ele vinha sofrendo ameaças de morte, os familiares da vítima disseram que preferiam não comentar sobre o caso. Os cabos PMs Charles e L. Borges, de serviço na viatura 0515, estiveram no local e isolaram a cena do crime até a chegada de peritos que removeram o corpo para o Instituto Médico Legal (IML).
O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do centro, mas será repassado para a equipe da Divisão de Homicídios de Castanhal, por onde será investigado. Até o fechamento desta edição, nenhum suspeito de envolvimento no assassinato havia sido preso ou identificado. A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas.
Fonte:  Tiago Silva / Diário do Pará

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

A Polícia Civil desarticulou um ponto de distribuição de drogas no centro do município de Castanhal

A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira, 27, acusado da autoria de um homicídio em Inhangapi, nordeste paraense, Robson Costa de Souza. A prisão foi realizada por policiais civis da Delegacia de homicídios e da Superintendência de Castanhal que deram cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Justiça contra o acusado. Ele foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado praticado na localidade de Itapera, situada na zona rural de Inhangapi, na noite do último dia 1. No sábado passado, a equipe policial de Castanhal prendeu um foragido acusado de roubos no município.
A vítima foi Marco Antonio da Silva Souza. Robson é acusado em outro processo também por crime de homicídio qualificado. O processo está em trâmite pela Comarca de São Miguel do Guamá. Em ambos os casos, Robson bebia com as vítimas. Enquanto bebia, ele teve discussões banais que resultaram nos crimes.
OUTRA PRISÃO
No último sábado, a equipe policial formada por policiais da Seccional do Jaderlândia, Delegacia do Centro, Delegacia de Homicídios e Núcleo de Apoio à Investigação de Castanhal prendeu, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Justiça da Vara Criminal de Castanhal, Antonio Carlos Nascimento dos Reis. Ele é apontado nas investigações como articulador de uma série de roubos praticados na Agrovila Santa Terezinha, zona rural de Castanhal.
Ele foi encontrado em sua residência, localizada na mesma agrovila, na companhia de Thiago da Costa Silva, de apelido “Botinha”, apontado nas investigações como executor de roubos planejados por Antonio Carlos. Além de ser foragido de Justiça desde 2014, explica o delegado Temmer Khayat, titular da Polícia Civil em Castanhal, Thiago apresentou aos policiais documento de identidade falso. Por isso, ele foi autuado em flagrante pelos crimes de falsa identidade e uso de documento falso.
Fonte: Polícia Civil

Polícia Civil desarticula esquema de tráfico de drogas no centro de Castanhal

A Polícia Civil desarticulou um ponto de distribuição de drogas no centro do município de Castanhal, nordeste do Estado, na quarta-feira, dia 22. A equipe policial prendeu em flagrante, no início da tarde, as irmãs Rosana da Silva Pereira, conhecida como “Jane”, e Jeane da Silva Pereira, de alcunha “Jejê”. As duas foram flagradas no momento em que Jeane recebia drogas da irmã para comercializá-las na cidade.
Elas foram presas na porta da casa onde residem, no município, por policiais civis da Superintendência Regional de Castanhal.
Segundo o delegado Temmer Khayat, titular da Superintendência, com as presas, os policiais civis apreenderam duas pedras de óxi de cocaína com peso de cerca de 60 gramas, além de uma balança digital de precisão e dinheiro.
As mulheres foram conduzidas para a Unidade Policia, onde foram enquadradas pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico ilícito de entorpecentes. Ambas já estão recolhidas para responder na Justiça.
Fonte: Ascom Policia Civil do Pará

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Policiais militares são presos em Castanhal e Santa Izabel acusados de arrombamento e furto a banco em São Domingos do Capim

Três homens foram presos suspeitos de envolvimento no arrombamento de uma agência bancária do município de São Domingos do Capim, região do nordeste paraense. Entre os acusados estão dois policiais militares, identificados como Francisco Pereira da Silva Júnior (cabo Pereira), morador do Paar, em Ananindeua; e Tomaz Arlem dos Santos Ferreira (cabo Tomaz), morador do bairro Salgadinho de Castanhal. Ambos afirmaram serem lotados no 29º Batalhão de Polícia Militar (29º BPM) de Ananindeua.
O arrombamento com furto de dinheiro aconteceu pela madrugada de ontem. A informação era de que os suspeitos estavam em dois carros. O primeiro veículo foi abordado por policiais militares da Agrovila Castelo Branco, zona rural de Castanhal. No carro Gol vermelho, o motorista se identificou como sendo o cabo PM Pereira e foi liberado. Em outra abordagem, já no Apeú, Distrito castanhalense, policiais militares do Recobrimento Tático Operacional (GTO) abordaram um carro Ônix verde claro, onde estava o cabo PM Tomaz e um amigo dele, identificado como Gilson Fonseca do Nascimento, de 37 anos.
Dentro do Ônix foram encontradas duas mochilas, sendo uma contendo o valor de pouco mais de vinte e dois mil e setecentos reais e outra mochila contendo várias ferramentas, como: 1 makita, 1 furadeira, 1 “pé de cabra” (tipo de ferramenta bastante utilizada em arrombamentos), além de vários discos de makita para cortes. No veículo foram encontrados 2 revólveres calibre 38 e uma pistola calibre Ponto 40, todas as armas municiadas; além de 2 placas de carro, mas que quando averiguadas se constatou que seria de uma motocicleta. O cabo Tomaz e seu amigo Gilson foram apresentados na delegacia do centro de Castanhal.
Outro policial militar suspeito, o cabo Pereira, que já havia sido abordado também em Castanhal, foi abordado novamente, mas já no município de Santa Izabel. O cabo Pereira com seu carro Gol vermelho também foi apresentado na delegacia do centro de Castanhal, onde após uma revista feita no carro do policial suspeito foi encontrada uma pistola calibre Ponto 40, além de um alicate de pressão e uma touca ninja. Ao delegado Miguel Pinheiro, da Polícia Civil, Gilson Fonseca do Nascimento confessou participação no arrombamento com furto na agencia bancária de São Domingos do Capim e, em depoimento, apontou a participação dos dois policiais militares. Já os cabos Pereira e Tomaz permaneceram em silêncio, preferindo falar somente em juízo.
Após serem autuados em flagrante, no início da noite de ontem, os dois militares foram encaminhados para o Presídio Anastácio das Neves, em Santa Izabel, região metropolitana de Belém. Enquanto que Gilson Fonseca ficou de ser encaminhado para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST), para ficar à disposição do poder judiciário.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Executado a tiros após uma suposta tentativa de assalto no Cupiúba, zona rural Castanhal

Uma morte por baleamento foi registrada na cidade de Castanhal, no nordeste paraense, durante o final de semana. Aconteceu na tarde de sábado (25), por volta das 14h, na comunidade Cupiúba, zona rural. A vítima foi identificada como Eduardo Correa do Nascimento, que tinha 19 anos.
O caso foi registrado na delegacia do centro de Castanhal, no plantão do delegado Everaldo Negrão. “Informações colhidas no local, por mim e por minha equipe de investigadores, dão conta que Eduardo Correa e seus dois amigos teriam tentado assaltar um desconhecido que reagiu atirando contra o trio, sendo que Eduardo morreu, outro fugiu e o terceiro parceiro dele se encontra hospitalizado”, disse o delegado de Polícia Civil.
Após receber a informação sobre o baleamento de Eduardo, o pai dele foi até a comunidade Cupiúba e, em uma tentativa desesperada de tentar salvá-lo, o colocou na garupa de sua motocicleta e o levou até o Posto de Saúde 24 Horas do bairro Jaderlândia, mas seu filho já estava sem vida. “Não possuímos informações sobre a identificação ou sobre o paradeiro do atirador”, finalizou delegado Everaldo Negrão. O caso segue sendo investigado.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Vendedor ambulante é assassinado a tiros dentro da própria casa em Castanhal

Um homicídio foi registrado na cidade de Castanhal, cidade do nordeste paraense. O crime aconteceu na noite de quinta-feira (23), por volta das 20h15min, no bairro Santa Catarina. A vítima foi identificada como Josiel Ferreira Dias Gomes, que tinha 45 anos de idade. Josiel foi assassinado dentro de sua própria casa com pelo menos 4 tiros de uma arma de fogo do calibre ainda não identificado.
O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), para passar por exame de necropsia para depois ser liberado aos familiares para o velório e sepultamento. Na delegacia do centro de Castanhal, em boletim de ocorrência, o irmão da vítima, que não quis se identificar, disse que Josiel era um homem trabalhador e que não tinha nenhum tipo de envolvimento com a criminalidade. Disse que Josiel trabalhava como vendedor ambulante. “Ele (Josiel) trabalhava com venda de relógios e outros tipos de materiais em Castanhal, mas atualmente também estava realizando vendas em outras cidades, inclusive tinha uma viagem marcada para Concórdia do Pará”, informou.
Segundo as primeiras informações colhidas pela Polícia Militar, no local do crime, dois homens encapuzados invadiram a casa, localizada na rua Benedita Celestina, e executaram o vendedor ambulante. Os atiradores fugiram em um veículo do modelo, cor e placa não anotados por testemunhas. A autoria é desconhecida e a motivação do crime ainda é um mistério. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios (DH) de Castanhal.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Santa Izabel: bando armado troca tiros com a polícia e resgata 14 presos

No total, 14 detentos conseguiram escapar durante o resgate cinematográfico que aconteceu no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará III (CRPP III), no Complexo Prisional de Santa Izabel, por volta das 17h30 de quinta-feira (23). Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), um grupo de criminosos armados chegou até a unidade prisional pela área da mata e trocou tiros com policiais militares que faziam a segurança do local.
Na ação, detentos renderam três agentes penitenciários que foram levados como escudo humano durante a fuga. Os detentos que conseguiram escapar foram identificados como Acássio Henrique Rocha Sodré, Antônio Marcos Dantas da Silva, Defax Freitas dos Santos, Diemerson Diogo Lopes Barbosa, Helder Barros Moraes de Almeida, Jhonatan Cabral Ramos, Luciano Melo de Jesus Paula, Luiz Thiago Miranda Alleny, Marcos Vinícius Santos Pantoja, Melque Silva Albuquerque, Nadson da Silva Oliveira, Pedro Paulo Miranda Santana, Thiago Hiroshi Monteiro Esawa, Yan Lima Leão.
Uma revista foi realizada no centro de detenção com apoio de unidades do Comando de Missões Especiais (CME). A Polícia Militar também realizou buscas na mata, mas a informação é de que nenhum dos foragidos havia sido recapturado até o fechamento desta edição. Os agentes que sofreram ferimentos leves foram atendidos e passam bem. Um inquérito policial será aberto para apurar o caso. O detalhe é que o resgate foi premeditado, inclusive a ação foi avisada com 1 dia de antecedência, por meio de uma denúncia feita ao disque-denúncia 181.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Dois PM’s são presos em Castanhal por roubo de banco

Dois policiais foram presos na manhã deste domingo em Castanhal, nordeste do Pará. Eles são acusados de envolvimento no arrombamento ao Banco de São Domingos do Capim, que ocorreu na madrugada deste domingo (26).
Além dos militares, um civil também foi preso.
O primeiro PM e um homem foram abordados pela polícia na Vila de Apeú, região de Castanhal, com materiais suspeitos. O segundo integrante da PM foi abordado em Santa Isabel. Com eles foram encontrados objetos utilizados para executar arrombamentos como balaclavas, alicates de pressão, armas de fogo, maquetas e dinheiro
Fonte: (Com informações de Tiago Silva/Diário do Pará)


Homens armados invadem presídio para resgate e baleiam agentes em Santa Izabel

No final da tarde desta quinta-feira (23), homens armados tentaram invadir o Centro de Recuperação Pará III (CRPP3), no Complexo Penitenciário de Americano, em Santa Izabel, para fazer o resgate de presos. Três agentes penitenciários foram feitos reféns e feridos durante a ação; eles já foram atendidos e passam bem.
Segundo informações fornecidas pela Susipe, houve troca de tiros entre a polícia e os invasores, que fizeram a abordagem pela área da mata. Ainda não há confirmação de número de fugitivos, mas uma revista é realizada no centro de detenção para a recontagem dos detentos com o apoio de unidades do Comando de Missões Especiais (CME).
Enquanto isso, a Polícia Militar realiza buscas na mata. De acordo com a Diretoria de Administração Penitenciária da Susipe, todas as unidades prisionais operam dentro da normalidade.
Um inquérito policial será aberto para apurar o caso.
Fonte:  (DOL)

Três mortes por disparos de arma de fogo são registradas em São Miguel

Em menos de 24 horas, três pessoas morreram após serem alvejadas por disparos de arma de fogo, em São Miguel do Guamá, município da região nordeste paraense. Um dos mortos foi identificado como Roosevelt José Rodrigues Amaro Santino, que tinha 24 anos. O corpo de José foi encontrado na noite de quarta-feira (22), por volta das 21h, dentro de uma residência situada no bairro Nova Conquista.
No corpo de José Rodrigues, foram detectadas perfurações provocadas por tiros de uma arma do calibre ainda desconhecido. Ainda não há informações sobre a autoria e motivação do assassinato. A vítima possuía passagem pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na cidade de Castanhal, inclusive passou alguns meses custodiado no Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST), até receber alvará de soltura.
MORTE POR INTERVENÇÃO POLICIAL
Na manhã de ontem, por volta das 7h30min, policiais militares receberam informações dando conta que criminosos, responsáveis por vários roubos em São Miguel do Guamá, estariam escondidos em uma residência situada no bairro Nova Conquista, mais precisamente na rua do Maracajá. Na residência, segundo o denunciante, havia 5 pessoas, sendo 3 adultos e 2 adolescentes. Os policiais militares que estavam de serviço nas viaturas 6907 e 6909 disseram que, no local, foram recebidos a tiros disparados pelo bando. Houve reação e, durante a troca de tiros, 2 suspeitos foram alvejados. Eles foram identificados como Jeferson dos Santos Oliveira, conhecido como “Jefinho”; e outro mais conhecido pelo vulgo de “Marituba”, ambos de idades não informadas.
Apenas “Jefinho” morreu após dar entrada no Hospital Municipal de São Miguel do Guamá. “Marituba” passou por atendimento médico para poder ser transferido para o Hospital de Urgência e Emergência Metropolitano (HUEM), em Ananindeua. Outros três suspeitos foram apresentados na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP). Na casa em que o quinteto estava foram encontradas 2 armas de fogo, sendo 1 espingarda calibre 28 municiada e 1 revólver calibre 38 com 5 munições deflagradas e 1 intacta, além de 4 pequenas porções de pasta base de cocaína.
EXECUÇÃO
Já por volta das 14h, a ambulância, que transportava o baleado “Marituba” para o Metropolitano, foi interceptada por um grupo de homens armados. O motorista da ambulância disse não saber a quantidade exata de homens armados que fizeram a interceptação. Aos policiais militares, o motorista disse que “Eles (homens armados) efetuaram tiros e pediram para eu parar a ambulância. Parei, foi quando o paciente desceu da ambulância e saiu correndo”.
O paciente “Marabá” foi perseguido, alcançado e executado com vários tiros. Seu corpo foi encontrado em uma área de matagal, às margens de um ramal. Os atiradores fugiram sem serem identificados. As três mortes estão sendo apuradas pela Polícia Civil.
Fonte:  Tiago Silva / Diário do Pará

Após praticar roubo de moto, casal morre alvejado a tiros em Castanhal

Na manhã de quarta-feira (22), por volta das 8h, um casal, sob grave ameaça, tomou a motocicleta da esposa de um policial militar, que havia acabado de deixar seu marido no quartel. Aconteceu no bairro Titalândia, em Castanhal, cidade do nordeste paraense. A vítima, que não quis se identificar, disse que os assaltantes utilizaram uma arma de fogo para intimidá-la.
Após o roubo, os bandidos fugiram na motocicleta da vítima. A Polícia Militar foi acionada e, às proximidades de um loteamento particular, houve a abordagem. Os policiais militares do Grupamento Tático Operacional (GTO) afirmaram em boletim de ocorrência que, no momento da abordagem, foram recebidos a tiros efetuados por um dos acusados do roubo. Ainda em boletim de ocorrência, os policiais militares envolvidos na missão disseram que revidaram também efetuando disparos de arma de fogo na tentativa de conter a situação.
Durante a ação e reação, o casal acusado de roubo foi atingido pelos disparos efetuados pelos policiais militares do GTO. A guarnição afirmou ainda que rapidamente socorreu os baleados conduzindo-os até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Castanhal, mas que a dupla acabou não resistindo. Os mortos foram identificados como Evair Ferreira Lopes, 18, morador do bairro Fonte Boa; e Maria Eduarda Rosa Natividade, também de 18 anos, moradora do conjunto Ipê Amarelo. Os corpos ficaram no necrotério da UPA até serem removidos para o Instituto Médico Legal (IML).
Evair e Maria foram reconhecidos pela dona da moto como sendo os autores do roubo. Com o casal, a Polícia Militar disse que encontrou um revólver calibre 38 com 3 munições deflagradas e 2 intactas. Também foi apreendido um simulacro de arma de fogo, idêntico a uma pistola. Nos últimos dias, em Castanhal, vários roubos de motocicletas foram cometidos por um casal. A Polícia Civil está investigando se Evair e Maria tiveram envolvimento nos outros roubos.
MORTO A TERÇADADAS EM IGARAPÉ-AÇÚ
No município de Igarapé-Açu, também na região no nordeste paraense, foi registrado um homicídio. Aconteceu no início da noite de anteontem, por volta das 19h30min, na 3ª rua do bairro Uberlândia, onde Messias da Silva, 28 anos, foi brutalmente assassinado com várias terçadadas pelo corpo, principalmente na região da cabeça. “Ainda estamos investigando o que teria motivado o crime e quem teria efetuado as terçadadas”, informou o delegado Temmer Khayat, da Polícia Civil.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Mulher cai de motocicleta durante fuga em assalto

Uma mulher, ainda não identificada, caiu de uma motocicleta, no início da tarde desta segunda-feira (20), em Santa Isabel do Pará, Região Metropolitana de Belém (RMB). Segundo informações de moradores, ela estava em fuga de um assalto.

A testemunha que relatou a situação disse que ela trafegava na carona da motocicleta e caiu após o veículo passar sem diminuir a velocidade em uma lombada próximo ao ginásio de esportes.
Duas viaturas da Polícia Militar estiveram na ocorrência. Não há informações sobre o tipo de assalto ocorrido e se ela era vítima, comparsa ou apenas tentava se livrar da situação de crime.
DOL entrou em contato com a delegacia de polícia de Santa Isabel e fomos informados que o caso foi encaminhado para a delegacia de Castanhal. A reportagem ligou para a seccional do Centro, mas não obteve retorno.
Fonte: (DOL)

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Menina morre após moto em que pilotava colidir com cerca de arame farpado

Uma adolescente de 13 anos veio a óbito neste domingo (19), após colidir com uma cerca de arame farpado de um sitio localizado no KM 3 da PA 136, que liga Castanhal a Curuçá, no nordeste paraense. A menina estava pilotando um quadriciclo, e um amigo com a mesma idade estava no carona, quando se chocou com uma cerca de arame farpado.
O menino teve apenas machucados leves, mas a adolescente teve o pescoço perfurado e perdeu muito sangue. Ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Castanhal, mas não resistiu aos ferimentos.
Um inquérito será aberto para investigar as causas do acidente. A polícia informou que os adolescentes e os adultos que estavam no local serão ouvidos.
Um Boletim de Ocorrência foi realizado na delegacia do centro de Castanhal. De acordo com informações preliminares é possível que a jovem tenha se confundindo com acelerador e o freio no momento em que estava próxima a cerca.
Vale lembrar que para pilotar um quadrículo a pessoa precisa portar Carteira de Habilitação.
Fonte:  (Com informações do Tiago Silva/Diário do Pará)

Santa Izabel: 3 detentos conseguem escapar de presídio

Na manhã de sexta (17), por volta das 8h30min, três detentos conseguiram fugir da Central de Triagem Metropolitana III (CTM III), no Complexo Penitenciário de Santa Izabel, Região Metropolitana de Belém. A informação foi confirmada pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).
Segundo a Susipe, o grupo de detentos conseguiu fugir pelo solário da unidade prisional em direção à mata durante o banho de sol. Eles foram identificados como Fabrício Vieira Dias, preso por praticar assalto e homicídio; Leonardo Rafael Fernandes do Amaral, preso por praticar assalto, tráfico de drogas e porte ilegal de arma; e Luciano Sousa Parente, preso por furto, pratica de assalto e tráfico de drogas. Uma revista estrutural e recontagem de presos foi realizada no CTM III e policiais militares também realizaram buscas na região, mas até o fechamento desta edição nenhum dos fugitivos havia sido recapturado. Quem tiver qualquer informação sobre os fugitivos pode ligar para o disque-denúncia, no 181. O sigilo é garantido.
Já no Centro de Recuperação Penitenciário Pará I (CRPP I), também no Complexo de Santa Izabel, houve uma tentativa de fuga. Na ação, houve troca de tiros entre policiais e criminosos armados que dariam apoio externo à ação. Nenhum preso conseguiu fugir. A Susipe não tem informações sobre feridos e não confirma relação entre as duas ocorrências.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Detentos fogem do presídio em Santa Izabel

Na manhã desta sexta-feira (17), três detentos ainda não identificados fugiram da Central de Triagem Metropolitana III (CTM III), no Complexo Penitenciário de Santa Izabel, Região Metropolitana de Belém. A informação foi confirmada pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).
Segundo a Susipe, o grupo de detentos conseguiu fugir pelo solário da unidade prisional em direção à mata durante o banho de sol. Uma revista estrutural e recontagem de presos é realizada neste momento no centro de detenção e policiais militares também realizam buscas na região.
Já no Centro de Recuperação Penitenciário Pará I (CRPP I), também no Complexo de Santa Izabel, houve uma tenttiva de fuga. Na ação, houve troca de tiros entre policiais e criminosos armados que dariam apoio externo à ação. Nenhum preso conseguiu fugir. A Susipe não confirma relação entre as duas ocorrências e trabalha na apuração de fatos isolados.
(Com informações da Susipe)

Polícia Civil apreende cerca de 5 quilos de óxi de cocaína na zona rural de Igarapé-Açu

A Polícia Civil apreendeu, nesta quarta-feira, 15, mais de cinco quilos de pedras de óxi de cocaína que eram transportados no interior de um carro, em um ramal, no município de Igarapé-Açu, nordeste do Estado. A droga estava em poder de Pedro Henrique da Silva de Souza que foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de entorpecentes. A apreensão foi resultado de denúncia anônima recebida pela equipe de policiais civis da Superintendência Regional de Castanhal.
Titular da Superintendência, o delegado Temmer Khayat explica que a operação policial foi iniciada logo após o recebimento da denúncia. A informação recebida pelos policiais civis foi de que um suspeito identificado apenas como Pedro estaria em um carro, tipo Voyage, cor preta, fazendo o transporte de grande quantidade de droga na região rural de Igarapé-Açu.
Assim, a equipe de policiais civis da Superintendência Regional de Castanhal foi até a estrada conhecida como Ramal da Estrada Velha, que fica na zona rural do município de Igarapé-Açu, onde fez a abordagem do veículo.
Durante revista no carro, os policiais apreenderam os 5 quilos de óxi e prenderam o condutor do veículo. Era o mesmo veículo mencionado na denúncia. O veículo, preso e drogas apreendidas foram levados para a Superintendência da Polícia Civil de Castanhal para lavratura da prisão em flagrante por tráfico de drogas.
Fonte:  Ascom Polícia Civil do Pará

Zona rural: tiroteio termina em morte na Vila do Triângulo

Um tiroteio terminou com uma pessoa morta e outra gravemente ferida na comunidade do Triângulo, entre os municípios de Igarapé-Açu e São Francisco do Pará, região nordeste no Estado. Era por volta das 19h30min de domingo (12) quando policiais militares foram informados sobre o tiroteio que acontecia às proximidades do km 98 da rodovia PA-127.
Os policiais militares se dirigiram até o endereço informado, onde obtiveram informações de que os irmãos Edmilson de Jesus Vital de Lima, 42, e Francisco Vital de Lima, de 30 anos, haviam sido alvejados por disparos de arma de fogo e encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas da cidade de Castanhal, sendo que Edmilson de Jesus acabou morrendo logo após dar entrada na UPA. Enquanto que seu irmão Francisco de Lima teve que ser transferido para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua.
Durante diligencias, a guarnição policial conseguiu localizar e prender um dos suspeitos de envolvimento no crime. Ele foi identificado como Rosivaldo Petrolina dos Santos, de idade não informada. Os policiais também receberam a informação de que outro autor dos disparos teria sido um adolescente de 17 anos. O menor infrator foi apreendido na casa dele, também situada na Vila do Triângulo. A arma usada no crime, uma espingarda calibre 12, foi encontrada no galinheiro construído nos fundos do quintal da residência do menor infrator.
Primeiramente, Rosivaldo Petrolina dos Santos e o menor de idade foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Igarapé-Açu, mas, como a Vila do Triângulo pertence ao município de São Francisco do Pará, tiveram que ser transferidos e apresentados na Delegacia de São Francisco, onde ficaram de serem autuados. Já na manhã de ontem, familiares das vítimas atearam fogo na casa do pai do adolescente acusado de efetuar o tiro fatal. A polícia ainda tenta descobrir a motivação do tiroteio que ocasionou em morte.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará