sexta-feira, 28 de abril de 2017

Mais dois são mortos a tiros em Castanhal


Em menos de 24 horas, mais 2 pessoas foram mortas a tiros na cidade de Castanhal, região do nordeste paraense. A primeira vítima foi Arley Amaral Santos, de 29 anos. Arley foi assassinado na noite de quarta-feira (26), por volta das 21h, às proximidades de um ginásio poliesportivo do conjunto Bibiana II, área do bairro Jaderlândia. As motivações e autorias do crime ainda são desconhecidas.

De acordo com informações colhidas no local pela equipe do sargento Josimar, da Polícia Militar, Arley Amaral Santos caminhava em via pública quando foi surpreendido por 4 homens desconhecidos em 2 motocicletas. “Eles atiraram na vítima e logo em seguida fugiram tomando rumo ignorado. Fizemos incursões, mas não conseguimos localizar nenhum suspeito”, disse o sargento PM Josimar. Arley foi atingido por 8 tiros nas regiões das costas, peito e barriga. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). Depois foi liberado aos familiares para velório e sepultamento.

Um suspeito de envolvimento no crime, que teria saído recentemente do presídio, foi identificado e sua identidade já foi repassada para a Divisão de Homicídios (DH) de Castanhal, mas a Polícia Civil prefere não divulgar a identidade do suspeito ainda para não atrapalhar nas investigações.

MORTO APÓS PERSEGUIÇÃO

O segundo caso aconteceu na manhã de ontem, por volta das 10h, no bairro Pirapora. A vítima, ainda não identificada, aparentando ter entre 20 a 25 anos, roubou pertences pessoais de uma jovem no bairro da Saudade. O autor do roubo foi perseguido por um desconhecido e, já no bairro Pirapora, foi alcançado e executado com diversos disparos de arma de fogo.

O corpo ficou jogado no quintal de uma residência até ser removido por peritos para o IML. Policiais civis estiveram no local colhendo informações sobre o fato e ouvindo possíveis testemunhas. Em poder do morto foram encontrados 2 relógios de pulso, que teriam sido roubados de vítimas. Até o fechamento dessa edição, a vítima fatal ainda não havia sido identificada.


Texto e fotos: Tiago Silva (Correspondente do Diário do Pará)  

Dupla é presa em flagrante quando agia próximo a barreira da PM no Jaderlândia

Na tarde de ontem (26), uma dupla audaciosa foi parar no xadrez. A Polícia Militar recebeu a informação de que bandidos estariam promovendo assaltos bem próximo a barreira da PM, no bairro Jaderlândia, em Castanhal.

Os sargentos J. Monteiro, R. Garcia e Rogério, foram as buscas e prenderam a dupla, que estava numa motocicleta CB 300, de cor vermelha. Diego Pimentel dos Santos e Baltazar da Silva Bernardo, foram apresentados na delegacia para os procedimentos necessários.

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias)

Guarda Civil de Castanhal recupera motos roubadas e apreende arma caseira

Nesta quarta-feira (26) a Guarda Civil foi acionada por um morador do Km 07, que teve sua casa invadida por três bandidos, os quais estavam armados com facas. O trio agiu com muita violência. Rendeu todos os familiares roubando dinheiro, joias e uma motocicleta.

A guarnição começou uma busca pelas proximidades, e a um quilômetro do local, numa área de mata, conseguiu encontrar a moto Pop, de cor vermelha. Eles continuaram o patrulhamento, mas, não conseguiram prender os acusados. Por usa vez, a moto foi recuperada e entregue ao devido proprietário.

Segunda moto recuperada

A Guarda Civil de Castanhal recuperou por volta das 15h, de ontem (26), uma motocicleta pop preta, a qual estava em frente à Vila do Braga, na Rua José de Alencar, bairro Saudade I. No local predominou a “lei do silêncio”.

A única informação foi passada por um homem, que não se identificou, mas disse que: “largaram a moto aí e saíram em outra, mas, não sei quem é, e nem para onde foram". O veículo foi recuperado pela Guarda Civil de Castanhal.

O proprietário, que estava aguardando na delegacia para fazer o boletim de ocorrência, ao saber da situação foi correndo ao encontro dos agentes e ficou extremamente grato pela ação. Para os agentes uma atitude que vale muito. “Esse reconhecimento é que nos motiva a continuar buscando fazer o melhor para Castanhal”, afirmou um dos agentes da Guarda Civil.


Arma caseira apreendida

A Guarda Civil conseguiu apreender uma arma caseira. Os agentes receberam a informação de que próximo ao posto médico da Portelinha, homens suspeitos estariam com uma arma.

Após o patrulhamento, visando proteger o cidadão e o património público, foi encontrado o artefato jogado próximo a um matagal. Ninguém foi identificado.

Redação Notícia Virtual (Com informações da Guarda Civil de Castanhal)

Dupla usa cachorrinho para assaltar pet shop no Pirapora

Na manhã de quarta-feira (26), uma dupla foi apresentada na 12ª Seccional do Jaderlândia. Os acusados são: Robson Rocha Printes, de 24 anos, e Lucas Rodrigues Souza, 18 anos, ambos assaltaram um pet shop, situado na Rua Floriano Peixoto, no bairro Pirapora, em Castanhal.

Astutos, os bandidos usaram um cachorrinho como isca. Eles chegaram ao estabelecimento, com o cachorrinho a tira colo, se passando por clientes. E assim que adentraram anunciaram o assalto. Eles estavam armados com um revólver calibre 38 municiado.

Mas a ação foi comemorada por pouco tempo. Logo após, a dupla foi presa pela Polícia Militar e autuada em flagrante. Robson e Lucas já estão à disposição da justiça.

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias)

Em Castanhal homem tenta se passar por advogado e é preso

Em Castanhal um homem foi preso na manhã de quarta-feira (26), quando estava nas dependências do Fórum, na sala de juizado especial, tentando se passar por um advogado. Cícero José Gomes, de 56 anos, natural do Paraná, e atualmente residindo em Belém, apresentou uma carteira com o nome de outro advogado, que, por sua vez, não foi divulgado.

A casa caiu rapidamente. O juiz deu voz de prisão ao suspeito, que foi encaminhado à 12ª Seccional do Jaderlândia e apresentado ao delegado Patrício Pontes para ser autuado. De acordo com informações, Cícero teria ido ao Fórum verificar alguns processos para a filha que seria advogada, em Belém.

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias)

Uma pessoa foi morta a facadas e outras duas baleadas em Castanhal

Na madrugada de terça-feira, por volta das 2h30min, um homicídio por esfaqueamento foi registrado na cidade de Castanhal, região do nordeste paraense. A vítima, que aparentava ter entre 25 a 30 anos, e que seria moradora de rua, foi identificada apenas pelo pronome de Júnior.


O crime aconteceu na rua Lauro Sodré, entre as ruas Paes de Carvalho e Marechal Deodoro, mais precisamente bem em frente a uma igreja evangélica, localizada no centro da cidade. Júnior foi morto com pelo menos 18 facadas por todas as partes de seu corpo, que foi removido por peritos para passar por exame de necropsia no Instituto Médico Legal (IML) de Castanhal. As circunstâncias, autoria e motivação do crime ainda estão sendo apuradas pela Polícia Civil.

BALEAMENTOS
Ainda na cidade de Castanhal, durante a noite de anteontem, 2 pessoas foram vítimas de baleamento. Por volta das 19h30min, na rua Cônego Leitão do bairro Pirapora, Pedro Henrique Silva de Almeida, de 24 anos, foi alvejado por um disparo de arma de fogo no ombro esquerdo. Aconteceu durante um assalto. Pedro Henrique foi socorrido e deixado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas. Ele passa bem.

Três horas depois, uma tentativa de homicídio aconteceu na ocupação “Olho D'água”, área do bairro Jaderlândia. José Cleiton, de 20 anos, recebeu 3 tiros de revólver, sendo 1 na cabeça, 1 no tórax e 1 no pescoço. No local, a “lei do silêncio” imperou: moradores da área não quiseram falar sobre o caso e nem dizer por quem teria sido cometido. Em estado grave, José Cleiton primeiramente foi levando à UPA 24 Horas e depois ficou de ser transferido para Hospital Metropolitano, em Ananindeua. Seu quadro clínico era considerado delicado.


Repórter Tiago Silva (Correspondente Diário do Pará) 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Polícia apreende drogas e armas em Castanhal

A Polícia Civil apresentou, na terça-feira, 25, os resultados de uma operação policial deflagrada, para desarticular um esquema de tráfico de drogas, em Castanhal, nordeste paraense, e que resultou na apreensão de cerca de 22 quilos de maconha do tipo limãozinho, droga modificada em laboratório. Um casal responsável pelo crime foi preso em flagrante. A ação policial foi realizada por policiais civis da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc). As drogas e os presos foram conduzidos para a sede da Divisão Especializada, em Belém, para lavratura dos procedimentos policiais.
Segundo o delegado Hennison Jacob, os presos são o casal Cleber Ribeiro Gomes, 28 anos, e Juliethe Lima da Silva. Os dois foram presos na travessa Uruguai, bairro Estrela, em Castanhal. A apreensão ocorreu durante investigações realizadas pela equipe da Denarc mediante denúncia anônima feita ao fone 181 (Disque Denúncia) sobre a prática criminosa no local.
Ainda, durante a abordagem policial, um revólver calibre 38 com numeração raspada e seis munições intactas foram apreendidos. As investigações mostraram que a casa onde foi feito o flagrante era usada como ponto de distribuição e comércio de drogas ilícitas. As drogas estavam escondidas em uma mala.
Ao todo, havia 16 tabletes de maconha que foram enviados ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves para serem periciados. Os presos foram autuados por tráfico e associação para o tráfico de drogas. A investigação vai prosseguir para identificar outros envolvidos no esquema criminoso.
Fonte:  Ascom Polícia Civil do Pará

Foragido da justiça é recapturado pela PM em Inhangapi

Na noite de terça-feira (25), a Guarnição da Polícia Militar de Inhangapi, sob comando do sargento Edival, conseguiu recapturar um foragido da justiça.

Trata-se de um bandido das antigas, veterano no crime, identificado como Enoque Souza dos Santos, mais conhecido por “I”. Ele possui diversas passagens pela polícia por crimes como: tráfico de drogas, assalto e homicídio.

No momento da recaptura, o foragido estava tomando banho num igarapé. Ele foi apresentado na delegacia de Castanhal e encaminhado novamente ao presídio.

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias)  
foto: divulgação 



Pit bull ataca bandido durante arrombamento no Caiçara

Por volta das 02h30 da madrugada de segunda-feira (24), uma moradora do bairro Caiçara acionou a Guarda Civil Municipal de Castanhal informando que sua casa tinha sido invadida por um bandido. A guarnição foi ao local e encontrou o acusado no chão, sem roupas e com as pernas amarradas.

Para promover o arrombamento, o acusado destelhou a residência, desceu pelo banheiro e foi até a cozinha onde pegou o celular da vítima. Com o barulho, a dona da casa foi ver o que estava acontecendo e se deparou com o bandido. Ela gritou por socorro e o acusado ameaçou partir pra cima dela, mas recuou. Ao tentar fugir, ele não contava que levaria a pior e acabou sendo atacado por um pit bull que pertence a dona do imóvel.

O animal não economizou nas mordidas, que deixaram hematomas por todo o corpo do “gatuno”. Para se defender, ele tentou permanecer de bruços para não ser mordido nas partes baixas. O bandido chegou a ficar sem roupas durante o ataque.

Após ser preso pela Guarda Civil, ele foi identificado como Marivaldo Silva de Souza, 28 anos, morador da Rua Honório Bandeira, no Ianetama. Ele está à disposição da justiça.


Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias)  


Presídio de Santa Izabel: detento é amarrado, espancado e assassinado

Mais um detento foi assassinado dentro do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará III (CRPP III), em Americano, Distrito do município de Santa Izabel, região metropolitana de Belém. O detento José Antônio Baraura Rodrigues, de 38 anos, morreu após ser atingido por várias estocadas, desferidas pelo também interno Valdimir Costa Azedo, que não teve a idade divulgada pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).

O crime aconteceu no início da noite do último domingo (23) e, de acordo com a Susipe, o motivo teria sido uma desavença entre vítima e acusado. Agentes prisionais foram chamados pelos presos e informados sobre a morte. O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves da cidade de Castanhal, no nordeste paraense, foi acionado para fazer a perícia e remoção do corpo. O detento identificado como o autor do crime foi encaminhado para a Delegacia de Santa Izabel e autuado em flagrante por homicídio.


Antes de ser morto, José Antônio Baraura Rodrigues foi amarrado com as mãos para trás e espancado. A Coordenadoria de Assistência Social da Susipe informou que está prestando apoio à família do detento e já tomou as devidas providências. O interno morto estava na unidade prisional desde dezembro do ano passado e cumpria pena por tráfico de drogas.

Por Tiago Silva (Repórter Correspondente Diário do Pará) 

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Dupla executa ciclista com vários tiros em Santa Maria do Pará


Um homicídio por baleamento foi registrado na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) do município de Santa Maria do Pará, região do nordeste paraense. Aconteceu no início da noite de sábado, por volta das 19h, no bairro Marambaia. A vítima foi identificada como Francisco de Assis da Silva, de 30 anos.

Testemunhas, que não quiseram se identificar, disseram aos policiais militares que Francisco de Assis, em sua bicicleta, trafegava pela rua José Carlos quando foi surpreendido por 2 desconhecidos em uma motocicleta, que efetuaram vários disparos de arma de fogo atingindo Francisco, que atingido morreu no local. O crime tem características de execução, já que nenhum objeto foi roubado da vítima.

Na bicicleta em que a vítima trafegava tinha um terçado. Francisco de Assis da Silva teria saído recentemente do presídio. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Os assassinos ainda permanecem foragidos.


Por Tiago Silva (Repórter correspondente Diário do Pará) 

Homem morre após tentativa de assalto e mais uma tentativa de homicídio é registrada em bar do Estrela


No último dia 22/04, foi sepultado o corpo de Raimundo Alves de Freitas, conhecido pelos amigos como “Rai”, de 48 anos. Raimundo Alves morreu após ser baleado durante uma tentativa de assalto que aconteceu na manhã de sexta-feira (21), por volta das 10h, na cidade de Castanhal, região do nordeste paraense.

A vítima estava em frente a sua residência, localizada na Alameda Imperial, área do bairro São José, quando foi abordada por um casal em uma motocicleta. Sabendo que se tratava de um assalto, Raimundo Alves correu e acabou atingido por um tiro no abdômen, disparado pelo assaltante. O casal de criminosos fugiu do local na motocicleta tomando rumo ignorado.

O baleado foi socorrido por populares, colocado em um carro particular e deixado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, onde recebeu os primeiros atendimentos médicos. Por se tratar de um caso grave, o paciente teve de ser transferido para Hospital Metropolitano, em Ananindeua, onde morreu às 5h da madrugada de sábado (22), após passar por uma cirurgia para retirada da bala.

O velório aconteceu na casa da mãe da vítima, situada no Assentamento Nova Esperança da Agrovila Calúcia, zona rural de Castanhal. O sepultamento aconteceu na manhã de ontem, às 11h, no cemitério do Apeú, Distrito castanhalense. Os autores do crime ainda não foram presos e nem identificados.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Ainda em Castanhal, durante o fim de semana, aconteceu uma tentativa de homicídio em um bar localizado na avenida Maximino Porpino, esquina com a rua Mauro Moura Filho, no bairro Estrela. O detalhe é que, na semana passada, um homem foi assassinado a tiros dentro do mesmo bar.

A vítima da tentativa de homicídio, que aconteceu na madrugada do último sábado (22), por volta das 2h45min, foi identificada como o Geyson Costa do Rosário, de 24 anos, morador da rua 21 de Abril do bairro Salgadinho. No boletim de ocorrência, registrado na Delegacia de Polícia Civil do centro da cidade, no plantão do delegado Patrício Pontes, consta que um desconhecido efetuou vários disparos de arma de fogo contra Geyson, que foi atingido por um tiro no braço direito. Na agonia, o atirador abandonou sua motocicleta modelo XRE de cor preta e mais à frente roubou outra moto e fugiu do local.

A XRE preta foi apreendida por uma guarnição da Polícia Militar e apresentada na delegacia. Baleado e sangrando bastante, Geyson correu, mas bastante fraco, acabou caindo em frente a uma farmácia na rua Maximino Porpino, esquina com a rua Tiradentes. Depois foi socorrido e levado à UPA 24 Horas e em seguida transferido para Hospital Metropolitano, em Ananindeua. Até o fechamento dessa de edição, o Diário não tinha informações sobre o estado de saúde do paciente Geyson.

Por Tiago Silva (Repórter Correspondente do Diário do Pará)

Grupamento Rocam, da Polícia Militar, está sucateado em Castanhal

O Grupamento Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicleta (Rocam), da Polícia Militar, criado para dar mais agilidade ao policiamento, entrando em áreas onde os carros não conseguem entrar, está se acabando aos poucos na cidade de Castanhal, nordeste do Estado. Segundo denúncia feita ao promotor de justiça, Armando Brasil, apenas 2 motocicletas, e ainda sucateadas, estariam circulando pela “Cidade Modelo”.

Antes, por dia, eram 3 guarnições com, no mínimo, 9 motocicletas e 12 “rocanianos” realizando rondas ostensivas pelas áreas urbana e rural de Castanhal, proporcionando maior sensação de segurança aos castanhalenses. Na época, com as abordagens, dezenas de foragidos de justiça foram recapturados pelo grupamento, bem como assaltantes e traficantes presos, além de armas e drogas apreendidas. Muitas dessas prisões com apreensões quase que diariamente eram publicadas no Caderno de Polícia do Diário. Hoje em dia, o Grupamento Rocam está praticamente extinto em Castanhal.

Em 2015, algumas motocicletas ficaram baixadas no quartel por falta de pagamento de licenciamentos, que estavam atrasados. O problema foi solucionado logo depois que o Diário publicou uma matéria denunciando o descaso. Atualmente, as motocicletas, na maioria, se encontram novamente baixadas no quartel, desta vez por falta de peças. Para não ficarem parados, muitos policiais “rocanianos” foram escalados para tirarem serviço em viaturas carros ou policiamento ostensivo a pé, o conhecido P.O.

O tema já foi discutido diversas vezes nos veículos de comunicação (programas de rádios, TVs, jornais impressos e sites local). A cidade de Castanhal tem 4 deputados, sendo 3 estaduais e 1 federal. São eles estaduais: Milton Campos, Eduardo Costa e Márcio Miranda, que é o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). Como federal tem o deputado Hélio Leite. Além deles, o governador cassado Simão Jatene, que é “filho” de Castanhal. No meio do ano passado, os 4 deputados citados realizaram uma reunião na Alepa e prometeram melhorias para o grupamento Rocam de Castanhal. Anunciaram até novas motocicletas que iriam chegar, mas até agora nada de solução. Enquanto isso, a população fica a mercê da criminalidade.

Armando Brasil, promotor de justiça, embora de férias, já anunciou que vai abrir um procedimento para investigar o caso. O procedimento aberto pelo promotor militar vai tentar descobrir a razão do sucateamento da frota policial com consequências desastrosas para a segurança da população castanhalense, que convive com assaltos diariamente. Segundo dados em mãos da Promotoria Militar, a ausência de policiamento com motocicletas em áreas periféricas da cidade tem contribuído para o aumento da criminalidade na cidade. Para se ter uma ideia, somente nos últimos 6 meses do ano passado, 432 veículos foram roubados e furtados em Castanhal, segundo dados do PREC (Programa de Redução a Criminalidade).


Por Tiago Silva (Repórter correspondente Diário do Pará) 
foto: arquivo 

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Dois baleamentos registrados em Castanhal, uma das vítimas morreu

Mais dois baleamentos foram registrados na tarde de quinta-feira (20), no município de Castanhal. Uma das vítimas morreu e a outra foi encaminhada para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua.

O primeiro baleamento foi por volta das 15h, na Rua 21 de Abril, no bairro Salgadinho. A vítima, Francinaldo Silva, foi atingida por dois tiros. No hospital Francinaldo disse que foi alvejado durante uma tentativa de assalto.

Uma hora depois outro baleamento ocorreu na Avenida Pedro Porpino, a PA -320 que liga Castanhal a São Francisco. Desta vez, Jhonatan Vieira de Souza, de 23 anos, foi alvejado na nuca.   

Ele estava com a esposa e com a filha pequena quando foi abordado por uma dupla numa motocicleta pop 100, de cor vermelha, que fizeram os disparos por trás.

Ele foi socorrido por equipes do Corpo de Bombeiros e Samu, chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas, mas, não resistiu aos ferimentos. O caso será registrado para ser investigado pela Divisão de Homicídios.


Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva/ Últimas Notícias)
 

Crianças fogem de Casa de Acolhimento e fazem denúncia contra cuidadora

Um vídeo registrado em um ônibus coletivo de Castanhal e que foi divulgado ontem (20), nas redes sociais, mostra 4 crianças que fugiram da Casa de Acolhimento de Castanhal, mantida pela Secretaria Municipal de Assistência Social. As meninas fazem acusações contra uma cuidadora da unidade, de prenome Tainá.

Elas relatam que não querem retornar a Casa pois, a cuidadora, chegou a agredir fisicamente uma das meninas.  As crianças foram resgatadas novamente por membros da equipe da Casa de Acolhimento e o caso está sendo apurado pela equipe da Polícia Civil. A Secretaria Municipal de Assistência Social emitiu nota de esclarecimento sobre a situação.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Assistência Social do Município de Castanhal vem perante os cidadãos prestar esclarecimento a respeito do acontecimento sobre as crianças e adolescentes, as quais se encontravam acolhidas no Centro de Acolhimento Municipal de Crianças e Adolescentes – CEAMCA e que, no ocorrido, estavam evadidos do espaço.
Informamos que o funcionamento do referido espaço pauta-se nas normas técnicas que direcionam o serviço de acolhimento institucional, garantindo aos seus acolhidos todo aparato tanto físico, quanto humano, para que tenham durante o período de acolhimento uma vivência com a segurança material, moral e educacional conforme preconizados no Estatuto da Criança e Adolescentes – Lei nº 8.060/90.
Vale ressaltar que seus acolhidos foram destinados ao espaço através de processo judicial, devidamente acompanhado pelo Ministério Público e pela Defensoria Pública. Portanto, Todos os fatos/acontecimentos que ocorrem no CEAMCA são prontamente informados ao Conselho Tutelar, Ministério Público, Defensoria e Juizado
Entretanto, precisamos esclarecer a comunidade que o ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL, não pode ser confundido com medida de privação da liberdade, por se tratar de medida protetiva.
Assim, reitera-se que o CEAMCA juntamente com a Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS, cumprem com o dever de guarda e cuidados com os acolhidos, zelando pelos seus direitos conforme prescreve o Art. 7 do Estatuto da Criança e Adolescente. Nesse sentido, consideramos prudente adotar como medida preventiva o afastamento, por tempo indeterminado, da servidora em questão. MESMO SEM TERMOS CONHECIMENTO OU REGISTRO DE ATOS DE VIOLÊNCIA OCORRIDOS NO CEAMCA.
Portanto, A SEMAS e Prefeitura de Castanhal, estão trabalhando para resolução da problemática, objetivando o retorno das crianças e adolescentes à convivência de seus familiares, o mais breve possível.
É importante informar que, foram tomadas as providências legais e cabíveis para fazer cessar o repasse das imagens das crianças, pois tal exposição viola a proteção inerente as Crianças e Adolescentes, conforme expostos no art. 17 do ECA.

Castanhal, 20 de Abril de 2017.


(Redação Notícia Virtual)

“Badala” é executado a tiros efetuados por homens encapuzados

Leonardo da Silva Gomes, conhecidos pelos amigos como “badala”, de 31 anos; foi morto a tiros efetuados por 3 homens encapuzados, segundo informações repassadas por possíveis testemunhas ao delegado Nélio Magalhães, da Divisão de Homicídios (DH) da cidade de Castanhal, região do nordeste paraense.

O crime aconteceu na madrugada do dia 19/04, por volta de 1h, no bairro Ianetama, mais precisamente na rua Comandante Assis. Leonardo da Silva Gomes, o “badala”, estava em frente de uma residência quando foi executado com pelo menos 5 tiros, a maioria na cabeça. A vítima morreu no local. O corpo foi removido por peritos para o Instituto Médico Legal (IML). Os atiradores teriam fugido do local em um carro, do modelo, cor e placa não anotados por testemunhas. Homens da Polícia Militar realizaram incursões na tentativa de localizar e prender o trio, mas nenhum suspeito foi encontrado. Leonardo morava na rua São João do mesmo bairro em que foi assassinado. As causas ainda são desconhecidas.

ADOLESCENTE MORTO A TERÇADADAS

        Ainda na cidade de Castanhal, um adolescente de 15 anos morreu após receber 3 terçadadas pelo corpo desferidas por outro adolescente da mesma idade da vítima. O caso ocorreu na segunda-feira (17), mas só ontem familiares registraram o fato na sede da Divisão de Homicídios (DH) do Apeú, Distrito castanhalense.

        De acordo com o delegado Nélio Magalhães, o crime foi por motivo fútil. “Os 2 adolescentes tinham uma rixa. Eles disputavam uma menina, também menor de idade”, explicou o delegado. Um dos garotos trafegava em uma bicicleta pelas ruas do bairro Heliolândia quando foi atacado pelo seu algoz. Atingido com a primeira terçadada pelas costas, Gilvan Oliveira Uchoa caiu no chão, momento em que recebeu mais duas terçadadas na cabeça. O menor infrator fugiu do local correndo e ainda não foi localizado.

        Ferido gravemente e sangrando bastante, Gilvan foi socorrido e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, mas não resistiu. Familiares da vítima não informaram os locais de velório e sepultamento.

Texto e fotos: Tiago Silva (Correspondente Diário do Pará)

                                                                                                                          

Em Curuçá homem é morto a tiros após discutir com assassino



Um homicídio por baleamento foi registrado no município de Curuçá, região do nordeste paraense. Aconteceu na noite de 18/04, por volta das 21h30min, na ocupação Nova, área de periferia. A vítima foi identificada como Levi Baía Veloso, de 34 anos.

Informações colhidas por policiais da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (4ª Cipm) dão conta que Levi discutiu com um homem, até o momento identificado apenas pelo apelido de “Nó”, que seria traficante da área. O acusado sacou uma arma de fogo da cintura e efetuou pelo menos 4 tiros contra Levi, que ao ser atingido caiu no chão. Um dos disparos atingiu bem no peito da vítima. O atirador fugiu do local e, até o fechamento dessa edição, a informação era de que o acusado ainda não havia sido preso.

Levi Baía Veloso chegou a ser socorrido, mas morreu logo que deu entrada no Hospital Municipal de Curuçá. Do hospital, o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, onde passou por exame de praxe. Depois foi liberado aos familiares para velório e sepultamento. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Curuçá, por onde está sendo investigado.

Por Tiago Silva (Correspondente Diário do Pará)


quinta-feira, 20 de abril de 2017

Tiros e morte marcaram a madrugada de quarta-feira (19) na cidade de Inhangapi

Conhecida por sua tranquilidade e belezas naturais, a cidade de Inhangapi, infelizmente, não escapa de enfrentar problemas relacionados a violência e a criminalidade. Apesar de ter pouco mais de 10 mil habitantes, dos quais quase 70% residem na zona rural, o núcleo urbano hoje se depara com a sensação de insegurança que atinge a maioria do povo paraense.

A madrugada de terça para quarta-feira, foi marcada por uma onda de tiroteios no bairro da Vila Nova. Moradores que acordaram com o barulho dos disparos relataram que viveram momentos de pânico, de muito medo. “Eu achei que estivessem invadindo minha casa. Ficou horrorizada”, disse uma moradora que não quis se identificar.

Mas a tensão começou bem antes, quando nas redes sociais corriam boatos de um
veículo circulando pela cidade. Ao final da madrugada tenebrosa, um jovem foi assassinado a tiros. Uma nota da polícia militar também foi divulgada nas redes sociais.


“Senhores boa noite. Só para efeito de conhecimento dos senhores a respeito do homicídio de ontem (19), em Inhangapi, não teve ligação nenhuma com o prisma preto que estão falando. Esse veículo foi visto rodando na cidade em atitude suspeita, nós fomos informados e de imediato começamos a fazer buscas na tentativa de encontrar o veículo, porém, o mesmo já havia sido visto em Castanhal e não se encontrava mais em Inhangapi. Em relação ao homicídio, esse jovem foi preso duas semanas atrás pela nossa guarnição, juntamente, com um outro elemento com três quilos de barrilha, um dos componentes usados na fabricação da pasta base de cocaína e muito provavelmente foi acerto de contas. Chegamos de imediato no local. Rondas foram feitas, porém, a população nunca ver nada. Infelizmente!              Precisamos que a população de Inhangapi denuncie qualquer situação suspeita. A polícia militar agradece, pois, a segurança e dever do Estado, direito e responsabilidade de todos. Nosso número é (91) 98469-2148”.


Por Divania Batista (Notícia Virtual) 

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Assaltante leva a pior e é espancado no Imperador

Um assaltante levou a pior na noite de terça-feira (18) em Castanhal. Ele foi alvo de uma baita surra por parte de populares do bairro Imperador, que não tiveram pena do acusado. O espancamento ocorreu depois de um assalto na Rua Projetada 2, na Propira. O bandido atacou uma mulher, mas foi surpreendido pouco tempo depois.


Na delegacia, o repórter Alcides Jr. falou com a vítima, a qual explicou que o assaltante estava em um carro da marca Citroen. Ele desceu e apontou a arma e levou a moto e a bolsa dela, mas, o mesmo acabou caindo, deixando a moto para trás e roubando uma bicicleta logo em seguida.

Foi nesse momento que ele foi pego por populares que o agrediram brutalmente. O comparsa fugiu no veículo. O assaltante ainda foi levado à UPA e em seguida a Delegacia de Polícia.


Redação Notícia Virtual (Com informações de Alcides Jr / Últimas Notícias)  

Tentativa de homicídio e homicídio registrado em festa em Maracanã

Na madrugada de ontem (18) houve um homicídio e uma tentativa de homicídio após uma briga na festa do km 26, estrada de Maracanã, município do Nordeste do Estado.

Para defender seu funcionário o senhor Anildo do Socorro Pinheiro Carvalho sacou uma arma de fogo e efetuou vários disparos que atingiram Carla Tais Ferreira Lopes que foi socorrida, mas veio a óbito em seguida, e Wellington Ferreira dos Reis, menor de idade, o qual foi transferido para o Hospital Metropolitano. As diligências foram realizadas, mas o atirador fugiu.  
                    
O suspeito se encontra em uma moto Bros, vermelha, placa QEG-3862. Há indícios que o mesmo tenha buscado refúgio no município de Marapanim ou no distrito de Marudá.
              

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias) 

Homem é preso em Quatro Bocas por golpear com um facão a própria companheira e o filho




No último domingo, dia 16/04, por volta das 15h, uma guarnição da Polícia Militar foi acionada por populares dando conta de que no Ramal da Mariquita, próximo a “Farinheira”, na Vila Forquilhinha, em Quatro Bocas, um homem identificado por Antônio Rubens Mesquita, tinha desferido golpes de facão em sua companheira, identificada por Simone Rodrigues da Silva, e em seu filho menor de idade.
                            
A guarnição foi ao local em seguida e o acusado ao avistar a viatura tentou empreender fuga, mas foi alcançado pelo cabo Giovane. Os policiais prestaram apoio às vítimas até a unidade médica da Forquilhinha. De lá, Simone foi transferida para o Hospital de Quatro Bocas devido à gravidade do golpe que sofreu no pescoço.

O acusado, por sua vez, foi conduzido para a UIPP onde foi apresentado a autoridade policial para os procedimentos necessários.


Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias) 

Jovem leva tiro de irmão mais novo em São Domingos do Capim

A atitude de um jovem, por pouco não termina em morte em São Domingos do Capim. Um rapaz, mais conhecido pelo apelido de “Tonhão”, chegou porre na casa dele localizada na Rua 06, no Centro da cidade. Ele estava rindo dos problemas da família, querendo agredir a todos: irmão, pai, mãe e mulher. 
                    
O que ele não esperava era a reação do irmão mais novo. Quando ele foi tentar agredir o adolescente de apenas 13 anos, o mesmo pegou uma arma caseira e o atingiu. O disparo foi na perna de Tonhão que teve que ser encaminhado para a UPA de Castanhal na noite de segunda-feira (17).
                                                   

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias) 

Guarda prende arrombador em flagrante no centro de Castanhal

A Guarda Civil Municipal prendeu na noite do último domingo (16), o acusado Daniel Alves do Nascimento, de 34 anos de idade, oriundo de Belém do Pará, e o qual já tem passagens pela polícia por arrombamento e furto.



Ele foi pego em flagrante quando estava no forro de uma residência localizada na Rua Paes de Carvalho com a Quintino Bocaiuva, no Centro da cidade.  A vítima, após perceber alguns barulhos estranhos vindos do forro, acionou a guarnição de plantão da Guarda Civil que foi ao local e constatou a situação.

Daniel ainda quis resistir, mais foi convencido pelos agentes de que era melhor se entregar, pois, a casa tinha caído literalmente, para ele. Ele foi conduzido à Delegacia do Centro para apresentação, e ficou à disposição da autoridade policial.

Redação Notícia Virtual (Com informações da Guarda Civil Municipal) 

Preso em Castanhal, foragido do presídio de Pedrinhas

A Polícia Civil autuou em flagrante por tentativa de furto, nesta terça-feira (18), em Castanhal, na região nordeste do Pará, o maranhense Jackson Castro de Assunção, 31 anos, fugitivo do presídio de Pedrinhas, no Estado do Maranhão, onde responde a processos criminais por homicídio e roubo majorado.
            
Ele foi preso em flagrante no momento em que tentava furtar um carro no município e foi apresentado na Delegacia de Castanhal, por agentes da Guarda Municipal. Na Delegacia, ele se identificou com um nome falso.

Conforme a delegada Renata Gurgel, da equipe de plantão na Polícia Civil em Castanhal, o verdadeiro nome do preso foi descoberto após trabalho de investigação dos policiais civis. “Após várias diligências realizadas pela equipe de plantão, inclusive com comparação de informações datiloscópicas (dados de identificação civil), foi constatado que o nome informado pelo autuado era falso”, explica. Jackson tem mandados de prisão no Estado do Maranhão.

No Pará, ele responde há mais de oito processos penais por homicídios, latrocínios (roubos com morte da vítima) e roubos. Nas vezes em que foi preso no Pará, ele usou três nomes diferentes para se identificar – Jackson de Sá Moreira, Paulo Ronaldo Lopes da Silva e Jhonatan Costa de Assunção.

Jackson é fugitivo do Presídio Estadual Metropolitano I, na região metropolitana de Belém. Ele vai permanecer preso à disposição da Justiça.

(Com informações da Polícia Civil)


Nove são presos envolvidos em crimes em Igarapé-Açu e Maracanã

Nove envolvidos em crimes foram presos em flagrante ou em cumprimento de mandados judiciais de prisão preventiva nos municípios de Igarapé-Açu e Maracanã, no nordeste paraense, nos últimos dias durante operações em conjunto das Polícias Civil e Militar. A informação foi divulgada nesta terça-feira (18).



Os presos respondem por crimes diversos, desde tráfico de drogas até porte ilegal de armas de fogo. Em uma das ações policiais, realizada por policiais civis e militares dos municípios de Igarapé-Açu e Magalhães Barata, foram presos Milton Junior Aquino, Clebson Barros Monteiro e Leandro da Silva de Lira por receptação e uso de documentos falsos.

Com eles, os policiais apreenderam um carro roubado que estava com documentação falsa. A prisão foi realizada na Vila Mocooca, no município de Maracanã, onde os policiais recuperaram outras motos roubadas.

Outro preso, acusado do crime de tráfico de drogas, foi Paulo Félix da Silva, de 21 anos. Ele foi flagrado no momento em que revendia cocaína na Vila São João. Com ele, os policiais apreenderam drogas e dinheiro referente do comércio de entorpecentes.


Em outra abordagem policial, Eduardo Cordovil de Brito, 21, e Roni Saldanha dos Santos, 22, foram flagrados com uma arma de fabricação artesanal semelhante ao calibre 38. Os dois foram autuados por porte ilegal de arma de fogo.

Outro preso com arma de fogo ilegal foi Adenilson Corrêa da Silva, 29 anos, que foi autuado por posse ilegal de arma e por furto. Os policiais civis apreenderam, durante outra incursão policial, dois equipamentos de som automotivo, cujos proprietários estavam cometendo perturbação do sossego alheio. A apreensão foi realizada após denúncia de moradores em Igarapé-Açu.

As ações policiais também resultaram no cumprimento de mandados de prisão preventiva decretados contra Alexandre Leal da Conceição, 21, e Jackson Renan Silva Costa, 19, acusados dos crimes de roubo e furto, respectivamente. Ambos já estiveram presos pelos mesmos crimes e estavam atualmente em liberdade concedida pela Justiça. Todos os presos estão recolhidos à disposição da Justiça.

(Com informações da Polícia Civil)


segunda-feira, 17 de abril de 2017

Executado a tiros enquanto tomava cerveja em bar do Estrela

E a matança segue desenfreada na cidade de Castanhal, região do nordeste paraense. Já são 7 homicídios registrados este mês. A maioria das vítimas possuía algum tipo de envolvimento com a criminalidade. O último caso aconteceu na madrugada de sábado (15), por volta das 2h30min, no bairro Estrela. Lairton Rocha Souza, de 18 anos, estava em um bar quando foi executado a tiros, disparados por um homem ainda não identificado, que fugiu em uma motocicleta.



Era madrugada, mas o bar do “Goiano” funcionava a todo vapor com dezenas de clientes ingerindo bebidas alcoólicas. O estabelecimento comercial, localizado na avenida Maximino Porpino, esquina com a rua Mário Moura Filho, no bairro Estrela, só fechou depois que um dos clientes foi morto na base da bala. Testemunhas relataram que, por volta das 2h30min, um homem, ainda não identificado, estacionou sua motocicleta em frente ao bar e logo em seguida entrou e passou a beber. Um dos clientes, identificado como Lairton Rocha Souza, de 18 anos, se preparava para sair do local quando o desconhecido também se levantou e efetuou vários disparos de arma de fogo contra Lairton, que morreu no local, após agonizar por alguns minutos.

Outro cliente do bar, identificado como Jair Barbosa Arantes, de 41 anos, também foi alvejado por um tiro no ombro e outro no pescoço, mas foi socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal de Castanhal. Em seguida, ficou de ser transferido ao hospital metropolitano, em Ananindeua. Jair não corre risco de morrer. O atirador fugiu do local na motocicleta e ainda permanece foragido. O corpo de Lairton Rocha de Souza foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia e depois foi liberado aos familiares para velório e sepultamento.

O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal, no plantão do delegado Patrício Pontes. O padrasto da vítima fatal, identificado como Anderson Alves de Araújo, deu poucas informações sobre o comportamento de seu enteado. A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar o caso.


Texto e fotos: Tiago Silva (Correspondente Diário do Pará) 

sábado, 15 de abril de 2017

Semana Santa manchada de sangue em Castanhal com 3 homicídios


Foram 3 dias consecutivos de homicídios na cidade de Castanhal, região do nordeste paraense. Não respeitaram nem mesmo o sagrado feriado de sexta-feira Santa. A matança na “Cidade Modelo” começou na noite de quarta-feira (12) depois que, por volta das 18h20min, o jovem Willian Wallace da Silva Cordeiro, de 23 anos, morreu após ser alvejado por 5 tiros, sendo 1 na barriga, 2 nas costas e outros 2 na cabeça. O crime aconteceu no bairro Centro e teria sido cometido por uma mulher, que teria fugido na companhia de um homem em uma motocicleta.

Na noite de quinta-feira (13), por volta das 20h30min, outra execução aconteceu. Desta vez, no bairro Heliolândia, área de periferia. A vítima foi Willian Eliaquim Lima, de 24 anos. Willian Eliaquim carregava um fogão quando foi morto a tiros. A “lei do silêncio” prevaleceu no local, ninguém quis dar detalhes sobre como teria acontecido o crime. “Eu estava dentro de casa quando só ouvi os disparos, mas não vi nada”, comentou um dos moradores da área. Willian Eliaquim Lima era suspeito de envolvimento em um homicídio ocorrido em 2015, em Castanhal, e existia em aberto contra ele um mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas. A polícia não descarta a hipótese de um “acerto de contas”.


Nem mesmo o sagrado feriado de sexta-feira Santa foi respeitado em Castanhal, onde foi registrado um assassinato e uma tentativa de homicídio por baleamento. Era por volta do meio-dia quando integrantes de um carro preto, modelo Pálio, passaram atirando contra um grupo composto por 5 jovens, que estava em uma das esquinas do bairro Santa Helena. Daniel Favacho Oliveira, de 18 anos, foi alvejado na cabeça e morreu. Seus amigos não foram atingidos. Os pais de Danilo são evangélicos. “Nosso filho nos acompanhava na igreja, mas quando completou 15 anos começou a andar com má companhia e se desviou. Pedíamos para ele voltar a frequentar a igreja, mas ele dizia que só depois. Mataram meu filinho”, lamentou a dona de casa Maria Elvira Oliveira Araújo, de 45 anos. Já o pai, Manoel Pinto Favacho, disse que seu filho era usuário de drogas.

Poucos minutos depois, no conjunto Tangarás, bem próximo do bairro Santa Helena, outro jovem foi baleado. Luiz Henrique Godin da Silva, de 23 anos, foi atingido por um tiro no quadril e outro na perna esquerda. Ele foi socorrido por amigos e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas. Em seguida, foi transferido para o hospital metropolitano, em Ananindeua. Luiz Henrique disse não saber quem lhe efetuou os disparos e nem se o atirador estava em algum tipo de veículo. Ele não corre risco de perder a vida.

                                                
Todos os casos estão sendo investigados pela Polícia Civil, por meio da Divisão de Homicídios (DH) de Castanhal. Ninguém foi preso ainda. Quem tiver informações sobre os assassinos ou sobre o paradeiro deles pode ajudar a polícia os denunciando ligando para o 181, Disque-Denúncia. O denunciante terá a identidade preservada.

Texto e fotos: Tiago Silva (Correspondente Diário do Pará)


Mulher morre vítima de acidente na BR-316 em Castanhal

Uma pessoa morreu e outras 4 ficaram feridas após sofrerem um acidente de trânsito que aconteceu no início da manhã de hoje, por volta das 6h, na rodovia BR-316, próximo ao bairro Jaderlândia da cidade de Castanhal, região do nordeste paraense.


A colisão envolveu uma carreta e uma caminhonete modelo L 200, de cor branca. O motorista da carreta, que se identificou apenas como Valdir, não se feriu gravemente. Ele disse que trafegava normalmente no sentido ao município de Santa Maria do Pará quando, de repente, a caminhonete, que seguia sentido Belém, invadiu a pista pegando a contramão da rodovia e provocando o acidente. “Foi muito rápido, não deu tempo de eu desviar. O carro menor ainda atingiu na lateral, bem no eixo da minha carreta. Acho que o motorista do outro carro deve ter cochilado no volante”, acredita o carreteiro Valdir.

No total, 5 pessoas estavam na caminhonete, que pertence a Secretaria de Saúde do Município de Garrafão do Norte. “Três passageiros estavam nos bancos de trás e outros dois ocupavam os bancos da frente. Uma mulher não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. As outras quatro vítimas, inclusive uma criança, foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros e levadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Castanhal”, disse Costa Junior, inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O corpo da vítima fatal foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). Somente no meio da tarde de ontem que, no IML, o esposo reconheceu a vítima como sendo Neuda Leandro da Silva, de 51 anos, natural do Estado do Ceará.

As outras vítimas sobreviventes não haviam sido identificadas pela reportagem até o fechamento dessa edição. O caso foi registrado na delegacia do centro de Castanhal e a Polícia Civil já abriu um inquérito para apurar o caso. O carreteiro Valdir foi ouvido e logo em seguida liberado.


Texto e fotos: Tiago Silva (Correspondente Diário do Pará)