terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Jovem é preso por roubo de celular na Praça do Estrela

Um suspeito foi preso após roubar o celular de uma mulher na Praça do Estrela. A ação aconteceu durante a madrugada desta segunda-feira (19). O suspeito foi preso logo após o assalto, por volta da 01h da manhã.
O acusado é Antônio Moreira da Silva. Ele roubou o celular de uma mulher que estava na companhia da irmã. De acordo com o delegado Alexandre Lopes, Antônio estava as proximidades da Praça quando avistou as duas mulheres. As irmãs perceberam a atitude suspeita do rapaz e começaram a acelerar o passo. Mas o bandido fez o mesmo e, logo em seguida, abordou uma das vítimas. A outra jovem teve chance de correr.
As mulheres ficaram desesperadas e ao avistarem uma viatura da Polícia Militar pediram socorro. Com as características do suspeito, os policiais conseguiram localizá-lo, portando o celular roubado. Ele foi apresentado na delegacia e está a disposição da justiça.
Por Divania Batista (Reportagem NV1)

Homem é preso depois de fazer disparo e assustar moradores de Bacabal

Um homem foi preso na noite do último domingo (18), acusado de fazer disparo de arma de fogo na comunidade de Bacabal, zona rural de Castanhal.
De acordo com o delegado Alexandre Lopes, uma briga de vizinho teria gerado o disparo. O Grupamento Tático foi acionado e realizou a prisão de Jailson Sá da Silva. Os policiais constataram que Jailson fez o disparo usando armamentos caseiros, os conhecidos bufetes.
As armas foram apreendidas e o suspeito foi conduzido à delegacia de Castanhal para os procedimentos. O disparo foi feito na rua e causou gerando medo nos moradores. Há cinco anos Jailson chegou a ser preso por violência doméstica.
Por Divania Batista (Reportagem NV1)

Jovem é preso depois de ser encontrado com toda a mobília do vizinho

Um jovem acusado de receptação foi preso neste final de semana, na Rua L28, quadra 50, do Conjunto Rouxinol, no Jaderlândia, após ser constatado que ele estava com a mobília do vizinho. Jurandir Dias Cardoso, de 18 anos, mais conhecido por “Feio”, foi preso pela Polícia Militar.
O dono do imóvel que teve a casa arrombada e os móveis roubados estava acompanhando um parente em um tratamento médico na capital. Ao saber do ocorrido, a namorada dele decidiu olhar por cima do muro e reconheceu uma toalha que pertencia ao seu namorado.
Ela acionou a Polícia Militar e durante a vistoria, todos os móveis furtados foram localizados na casa de “Feio”. Foram recuperados: geladeira, televisão, cadeiras, freezer, caixa de som, armário, panelas, talheres e muitos outros objetos.
O delegado Alexandre Lopes disse que agora cabe à polícia civil apurar se os móveis foram apenas comprados, o que caracteriza a receptação, ou se Jurandir participou diretamente do furto.
“Ele alegou que comprou esse material. A casa estava toda organizada com os móveis do vizinho. Ele foi apresentado e foi feita a autuação por receptação, mas, as investigações ainda continuam pra saber se ele cometeu ou não o furto. Jurandir não possui passagem, pois, completou 18 anos há um mês atrás”, acrescentou o delegado Alexandre Lopes.
Por Divania Batista (Reportagem NV1)

Madrugada sangrenta em Santa Izabel: 2 vigilantes são executados a tiros

Na madrugada de ontem, por volta de 1h30min, aconteceu um duplo homicídio no município de Santa Izabel do Pará, região metropolitana de Belém. O Boletim de Ocorrência sobre o caso foi registrado na 17ª Seccional Urbana de Polícia Civil. As vítimas foram identificadas como Hugo da Silva Reis e Walerson Pereira da Costa, ambos de idades desconhecidas.
Hugo e Walerson eram vigilantes noturno e estavam no conjunto Kató quando foram abordados por homens desconhecidos que os executaram com vários disparos de arma de fogo pelo corpo, inclusive na cabeça. Os alvos estavam caracterizados de vigilantes (roupas pretas) quando foram assassinados. A princípio o crime tem características de execução, mas ainda está sendo apurada a informação de que s vítimas estariam armadas e se as possíveis armas de fogo foram ou não roubadas pelos criminosos. Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, onde passaram por exame de necropsia e depois liberados para velório e sepultamento.
O DIÁRIO entrou em contato, mas as policiais civil e militar de Santa Izabel repassaram poucas informações sobre o crime, que será investigado pela equipe do delegado Rodrigo Leão, Diretor da 17ª Seccional Urbana. A polícia ainda tenta descobrir a quantidade exata de pessoas que praticaram o duplo homicídio e se algum tipo de veículo foi utilizado na fuga. Há relatos de moradores da área e de amigos das vítimas, que preferiram não se identificar, que indicam que os vigilantes Hugo e Walerson vinham recebendo ameaças de morte, inclusive até teriam se mudado de bairro.
O motivo das ameaças não foi revelado. Uma das vítimas seria amigo de policiais e outra já teria servido o Exército Brasileiro. Nenhuma hipótese está sendo descartada pela polícia. Até o fechamento dessa edição, nenhum suspeito de envolvimento no duplo homicídio havia sido preso ou ao menos identificado. Nos últimos quatro meses, pelo menos três vigilantes noturnos já foram assassinados em Santa Izabel do Pará.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará


Três são mortos a tiros e a facadas no interior do estado

Três assassinatos e um atentado contra a vida foram registrados nos municípios de Igarapé-Açu, Tomé-Açu e Terra Alta, região do nordeste paraense. O primeiro crime aconteceu no último dia de carnaval, terça-feira (13), em Tomé-Açu, mais precisamente na “Rua da Amizade”, área do bairro da Portelinha, onde Rosivaldo Silva França, de 35 anos, foi morto a facadas durante uma confusão com o acusado, identificado como Adriano Cipriano Santos, de idade desconhecida.
O motivo da desavença teria sido porque, momentos antes do crime, o assassino teria furtado um motor de mandioca e um ventilador, objetos pertencentes ao Rosivaldo que foi tomar satisfação com o acusado e acabou golpeado nas costas. Abriga aconteceu à tarde, por volta das 16h. Rosivaldo chegou a ser socorrido e dar entrada no hospital local, mas morreu três horas depois. O assassino Adriano Cipriano Santos, até o fechamento desta edição, permanecia foragido.
Já em Igarapé-Açu, durante a madrugada de ontem, duas pessoas foram mortas a facadas e a tiros. A primeira vítima foi um adolescente de 16 anos, morto com pelo menos duas facadas no peito durante uma briga na Praça das Noções Unidas, onde acontecia um evento de carnaval. O menor foi assassinado por volta das 2h da madrugada. O esfaqueador fugiu do local sem ser identificado.
Trinta minutos depois, na mesma Praça, Darcy Borges Guerreiro Júnior, de 28 anos, foi alvejado por um disparo de arma de fogo no pescoço e outro no peito, durante uma briga generalizada. De acordo com as primeiras informações colidas no local, o criminoso estava discutindo com uma mulher quando pessoas resolveram se meter na briga do casal, momento em que o agressor saiu no carro causando risco de atropelar pessoas que estavam na praça. “O Darcy abriu a porta do carro na tentativa de conter o motorista, momento em que foi alvejado pelos disparos”, relatou uma testemunha que não quis se identificar. A polícia já identificou o assassino, mas prefere não repassar o nome para não atrapalhar nas investigações.
TENTATIVA DE HOMICÍDIO
Em Terra Alta, no final da noite de terça-feira (13), um adolescente de 17 anos foi esfaqueado por um homem identificado apenas como “Alemão” ou “Peu”. O menor foi socorrido por populares e encaminhado primeiramente ao posto médico de Terra Alta, onde recebeu os atendimentos necessários e em seguida encaminhado à UPA 24 horas de Castanhal. Em estado grave de saúde, com 4 facadas pelo corpo, sendo 1 na fonte, 1 no braço esquerdo, 1 na perna direita e 1 no peito, o adolescente teve que ser transferido para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua. Policiais militares realizaram buscas, mas não conseguiram localizar o acusado.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Detento é assassinado a pedradas e pauladas por outros internos

Um interno foi brutalmente assassinado a pedradas e pauladas desferidas por outros internos da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel, região metropolitana de Belém. Por meio de uma nota, a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) confirmou o crime ocorrido no início da tarde de ontem, por volta das 13h.
Os internos estavam encapuzados no momento em que praticaram o crime. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal. “A vítima estava de bruços e com o rosto bastante machucado, porém, pelas tatuagens do interno, suspeita-se que seja Ivan Vieira de Vasconcelos”, informou a assessoria da Susipe. Um boletim de ocorrência foi feito na 12ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Santa Izabel, para que o caso seja investigado.
A motivação do crime ainda é desconhecida. Policiais militares do Batalhão de Policiamento Penitenciário (BPOP) reforçaram a segurança na Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel, onde ficam custodiados detentos do regime semiaberto. Se identificados, os autores do bárbaro crime vão responder, no regime fechado, por homicídio qualificado.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Fim de semana: 4 são assassinados em Castanhal e Terra Alta

Quatro pessoas foram assassinadas a tiros nos municípios de Castanhal e Terra Alta, região do nordeste paraense. Os crimes ocorreram durante o final de semana. Na sexta-feira (9), por volta das 23h, um corpo do sexo masculino foi encontrado no ramal do Cupiuba, zona rural de Castanhal. A vítima, morta por disparos de arma de fogo, estava sem identificação.
Ainda em Castanhal, mais precisamente na comunidade Jesus de Nazaré, dois irmãos foram executados a tiros. Eles foram identificados como Welington da Costa Lima, 22, e William da Costa Lima, de 20 anos. De acordo com informações repassadas por moradores da área, era por volta das 2h da madrugada de  Domingo (11),  quando homens (ainda não se sabe a quantidade exata) arrombaram a residência com chutes na porta da frente da casa dos dois irmãos e os executaram com vários disparos de arma de fogo. Ainda de acordo com as possíveis testemunhas, os assassinos fugiram do local em dois carros dos modelos, cores e placas não anotados. As motivações e autorias do duplo homicídio ainda são desconhecidas. A Polícia Civil de Castanhal não informou se Welington e William possuíam algum tipo de envolvimento com a criminalidade. Familiares também não disseram se os dois irmãos vinham recebendo ameaça de morte por algum possível inimigo. Até o fechamento dessa edição, nenhum suspeito de envolvimento no duplo homicídio havia sido preso nem identificado.
TERRA ALTA
Em Terra Alta, por volta das 2h da madrugada de sábado (10), foi registrado um homicídio. Aconteceu na rua 16 de Outubro, rua que dá acesso ao “Rio do Peixe”. A vítima foi o vigilante de rua, identificado como Mateus Matos, de idade desconhecida. Segundo informações colhidas no local do crime, três homens não identificados estavam conversando com o vigilante Mateus quando, em determinado momento, um dos três desconhecidos sacou uma arma e efetuou aproximadamente 5 disparos de arma de fogo contra Mateus, que morreu no local.
O crime teve características de execução, já que nenhum bem material foi roubado da vítima. A Polícia Militar foi acionada, realizou várias diligências, mas o atirador e seus dois comparsas não foram encontrados. A Polícia Civil de Terra Alta apura se o crime tem ligação pelo fato de a vítima ser vigilante.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará