quinta-feira, 22 de março de 2018

Matança também acontece no interior do Pará


Assassinatos também acontecem nos municípios do interior do Pará, não somente na capital paraense e região metropolitana de Belém. Durante o final de semana, três pessoas foram assassinadas a tiros nos municípios de Castanhal, Terra Alta e Vigia de Nazaré, região nordeste do Estado. Dos três casos, apenas um acusado foi preso em flagrante.

Em Terra Alta, por volta dás 7h de sábado (17), policiais militares receberam a informação sobre o corpo de uma pessoa do sexo masculino que estaria jogado no ramal São Joaquim, zona rural. Já no local, a vítima foi identificada como Lucas Eduardo, de idade desconhecida, morador da comunidade do km 39 da rodovia PA-136, ainda na zona rural. De acordo com as primeiras informações colhidas pelos policiais militares, por volta das 22h de sexta-feira (16), o jovem Lucas Eduardo foi abordado por homens encapuzados, que o obrigaram a entrar em um carro branco (um Fiat Uno Mille). Já ao amanhecer de sábado (17), Lucas foi encontrado morto com disparos de arma de fogo pelo corpo, no ramal São Joaquim. A motivação do crime ainda está sendo apurada pela Polícia Civil de Terra Alta.

No município de Vigia de Nazaré, por volta das 8h de domingo (18), a Polícia Militar recebeu a informação sobre uma mulher vítima de baleamento que estaria em uma residência situada na Vila Natal, área do bairro Arapiranga de Vigia de Nazaré. No local, a vítima foi identificada como Josiane Silva da Silva, de 28 anos, que já estava sem vida. Peritos foram acionados e removeram o corpo para o IML da cidade de Castanhal. O acusado de praticar o crime, o próprio esposo da vítima, Everton Thiago Dantas Figueiredo, foi localizado e preso em flagrante, ainda com a arma de fogo, um revólver calibre 38, que foi apreendido pela equipe da Polícia Militar. Em sua defesa, Everton Thiago Dantas Figueiredo alegou que a arma estava guardada no guarda roupa quando sua esposa foi manuseá-la, momento em que, segundo a versão do acusado, a arma disparou bem na testa da vítima. Após ser autuado, o preso foi encaminhado ao presídio, onde permanecerá até outra decisão da justiça.

Já em Castanhal, por volta de 1h de ontem, em um bar, situado na rua Adailson Rodrigues, área do bairro Jaderlândia, Francisco de Assis do Amaral Lopes, de 22 anos, foi executado com um tiro na cabeça enquanto dormia sobre um bilhar. Segundo a dona do bar, ela escutou apenas um disparo de arma de fogo. Moradores da área não souberam ou não quiseram dizer como e nem por quem o crime teria sido praticado. De acordo com a Polícia Militar, a vítima Francisco já havia sido preso em 2014 pelo crime de roubo. A principal linha de investigação é a de um possível acerto de contas.


Por Tiago Silva (DOL)

terça-feira, 20 de março de 2018

Com arma de fogo, ex-aluno assalta escola na periferia de Castanhal

Professores e alunos viveram momentos de terror durante um assalto a mão armada que aconteceu na manhã de quinta-feira (15), por volta das 8h30min, na Escola Municipal Francisco Espinheiro Gomes, localizada no bairro Santa Catarina, periferia da cidade de Castanhal, no nordeste paraense.
O assalto foi praticado por um ex-aluno da Escola, segundo os educadores. “Nós estávamos reunidos em uma sala conversando sobre o planejamento do ano letivo quando o ex-aluno invadiu a sala com um revólver na mão e anunciou o assalto. Ele nos tomou bolsas e pertences pessoais. Em seguida, saiu correndo. Foi uma sensação terrível”, relatou uma das vítimas. Outro professor disse que todos estão à mercê da bandidagem naquela área, até mesmo dentro da Escola. “Nós não estamos podendo mais ensinar em paz. Aqui não tem segurança”, desabafou.
A Polícia Militar foi acionada, realizou buscas, mas o assaltante não foi encontrado. Um Boletim de Ocorrência ficou de ser registrado na delegacia da cidade, para que a Polícia Civil investigue o fato. A diretora da Escola Francisco Espinheiro Gomes, que não quis se identificar, disse que, às 9h da sexta-feira (16), professores, alunos e pais de alunos  se reuniram em frente a Escola em forma de protesto para pedir mais segurança.
Fonte: Tiago Silva / Diário do Pará

Tático e Rocam prendem traficante após roubo em loja no centro de Castanhal

O vídeo do assalto a loja que fica na Senador Lemos, próximo a Escola Estadual Cônego Leitão, no centro de Castanhal, foi divulgado nas redes sociais. O assalto ocorreu por volta das 09h de quinta-feira (15). Dentro da loja, os assaltantes reconheceram um policial e roubaram sua arma. Eles ainda pegaram vários celulares da vitrine, os quais foram abandonados logo em seguida, próximos a loja.
A Guarnição do Tático foi acionada logo depois, recebeu o apoio da Rocam e após várias incursões, uma denúncia anônima, apontou que os suspeitos encontravam-se no final da segunda rua do Conjunto Buritis, na casa de uma mulher que teria envolvimento com tráfico de drogas. Na batida foi presa Débora Evelyn Cândido Simões e outras quatro pessoas, sendo dois homens e mais duas mulheres.
Débora tinha em seu poder 10 porções de maconha e uma porção de cocaína. Ainda na frente da residência havia um pálio cinza, placa NOS-7810 (placa clonada), e ao verificar pelo chassi foi constatado que se tratava de veículo roubado. Após essa batida, a PM por meio da Rocam, recebeu outra informação sobre mais dois suspeitos que estariam sendo resgatados por um veículo e que poderiam ter envolvimento no assalto. Os mesmos foram detidos e levados para a delegacia. Mas, os mesmos não foram reconhecidos pelas vítimas.
De acordo com o delegado João Inácio esta é a primeira vez que Débora é presa. “Através da análise em celulares dos suspeitos e das informações apuradas, constatou-se que Débora, estava traficando drogas e ainda levava usuários para dentro de sua casa. No caso dos outros detidos nenhum foi reconhecido pelo policial militar. Os celulares roubados foram abandonados na frente da loja, mas, a arma do PM não foi recuperada”, afirmou o delegado.
Por Divania Batista (Reportagem NV1)

Reféns, tiros e três mortos durante tentativa de resgate em Americano


Três presos morreram baleados durante uma tentativa de resgate de detentos no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I), localizado no Complexo Penitenciário de Santa Isabel, Região Metropolitana de Belém. A ação começou na manhã de ontem, por volta das 8h, e só terminou à tarde, por volta das 14h30min.

Seis agentes prisionais foram feitos reféns, mas foram liberados 6 horas depois de uma negociação feita pelo Capitão Maués, da Polícia Militar, com a chegada da juíza de Direito Luiza Paduan, da Vara de Execuções Penais da Capital. Dois reféns sofreram ferimentos leves, receberam atendimento médico e passam bem. De acordo com a Diretoria de Administração Penitenciária, os criminosos que estavam do lado de fora do presídio e davam apoio na tentativa de resgate dos presos fugiram pela área de mata, após trocarem tiros com policiais militares do Batalhão de Policiamento Penitenciário (BPOP).

Durante a ação, três presos morreram baleados durante intervenção policial, dentro da Casa Penal. Um dos presos mortos foi identificado como Clayton Alcântara de Moraes, de 30 anos, natural de Belém. Outros dois mortos, até o início da noite, permaneciam sem identificação no IML da cidade de Castanhal. No total, duas pistolas calibre Ponto 40 e um revólver calibre 38 foram apreendidos. A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) não confirmou fuga de presos.

A juíza de Direito Luiza Paduan se comprometeu em dar maior celeridade na análise processual dos detentos. A Polícia Civil deverá abrir um inquérito na tentativa de descobrir quais os presos alvos do resgate. Atualmente, o CRPP I está lotado, custodiando 1.196 presos, sendo que a capacidade é para 739.

Por Tiago Silva (Dol) 

Homem é preso acusado de matar o próprio primo a pauladas e facadas


No município de Santa Izabel, região metropolitana de Belém, um homem foi preso acusado de matar o próprio primo a pauladas e facadas. O fato ocorreu na manhã do último domingo (11), por volta das 11h, dentro de uma residência, localizada na rua Nova Olinda do conjunto Jardim Florestal, área central de Santa Izabel.

O acusado, identificado como Gilson de Paula Nascimento, preso em flagrante delito por uma equipe da Polícia Militar, teria confessado o crime alegando que matou porque teria flagrado sua esposa deitada na cama com a vítima. O preso disse que seu primo estaria tendo um relacionamento amoroso com sua esposa dentro de sua própria residência. Tomado pela fúria, Gilson partiu para cima de seu primo, identificado como Moisés Junior de Paula Pinheiro e o golpeou várias vezes com um pedaço de madeira e com uma faca. Moisés chegou a ser socorrido, mas morreu logo após dar entrada no hospital público de Santa Izabel.

Após ser ouvido na 17ª Seccional Urbana de Polícia Civil, Gilson de Paula Nascimento foi encaminhado ao presidio, onde ficará custodiado respondendo pelo crime de homicídio doloso, quando existe a intenção de matar.


Por Tiago Silva (Dol)

Latrocínio: em Castanhal, ladrões matam idoso a facadas


Um latrocínio, que é o roubo seguido de morte, foi registrado na cidade de Castanhal, região do nordeste paraense. Aconteceu no início da manhã de sábado (10), por volta das 7h30min, no bairro Pantanal. A vítima foi um idoso, identificado como José Raimundo da Conceição Machado, que ganhava seu sustento vendendo carvão.

De acordo com informações colhidas no local do crime, dois ladrões teriam invadido a casa do idoso para roubar uma quantia em dinheiro que o trabalhador teria adquirido com a venda de carvão. Durante a ação criminosa, o idoso recebeu facadas pelo corpo e, já do lado de fora da residência, situada às proximidades de um açude, a vítima caiu ao chão e morreu no local. Possivelmente a vítima teria reconhecido um dos ladrões, por isso foi covardemente assassinada a facadas.

O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) e, após passar por exame de praxe, foi liberado aos familiares para velório e sepultamento. A Polícia Militar foi acionada, mas nenhum suspeito foi encontrado na área. A polícia já possui informações sobre as identidades dos autores do latrocínio, mas prefere não divulgar ainda para não atrapalhar nas investigações. Quem tiver informação sobre o paradeiro dos criminosos pode denunciá-los ligando para o 181, que é o Disque-Denúncia da Polícia Civil. O denunciante não precisa se identificar.


Por Tiago Silva (Dol)

Motociclista e passageiro morrem atropelados por caminhão na BR-316


Dois homens morreram após serem atropelados por um caminhão tanque na rodovia BR-316, em Castanhal, cidade do nordeste paraense. O atropelamento aconteceu na manhã de ontem, por volta das 11h. As vítimas fatais foram identificadas como Eugênio Gomes dos Santos, 22, e Erenilson dos Santos Souza, de 39 anos.

Segundo testemunhas, o motociclista teria realizado uma ultrapassagem quando foi atingido pelo caminhão tanque que transportava pelo menos 56 toneladas de combustíveis. Eugênio Gomes dos Santos morreu no local. Erenilson dos Santos Souza chegou a ser socorrido, mas também morreu logo que deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas. Ambos sofreram fraturas múltiplas e expostas. Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML).

O caminhoneiro, que não teve o nome divulgado pela polícia, permaneceu no local até a chegada de uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que sinalizou a rodovia para evitar outros acidentes. As vítimas fatais eram homens trabalhadores e bastante conhecidos na cidade.

Por Tiago Silva (Dol)