segunda-feira, 18 de maio de 2015

POLÍCIA E LÍDERES COMUNITÁRIOS UNIDOS CONTRA O CRIME

Atendendo ao pedido da comunidade, o tenente coronel França, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM), ordenou que operações saturação fossem realizadas por toda a cidade de Castanhal, principalmente no bairro Novo Estrela, que atualmente sofre com frequentes assaltos.

Durante as ações de prevenção e combate a criminalidade, realizadas nas noites de sexta-feira, sábado e domingo, quatro assaltantes e dois traficantes foram presos, cinco motocicletas com registro de roubo foram recuperadas e um revólver calibre 38 contendo seis munições intactas foi retirado de circulação. Além da Polícia Militar, participaram das operações: Guarda Municipal, Semutran e Detran, menos a Polícia Civil.

No total 186 pessoas suspeitas foram abordadas e revistadas, 3 carros e 11 motocicletas foram removidos, 39 veículos foram notificados e 9 condutores tiveram suas carteiras de habilitação recolhidas; além de 7 bares irregulares que foram fechados.

REUNIÃO COM A COMUNIDADE

Uma reunião entre líderes comunitários e policiais militares foi marcada para acontecer na manhã de hoje, no auditório da Associação Comercial de Castanhal (ACIC), mas apenas quatro representantes de bairros compareceram. “Na hora de cobrar mais segurança, todos querem cobrar, mas nessas reuniões importantes poucos moradores comparecem”, lamentou Luiz Carlos, representante do bairro Propira.

Durante apresentação no auditório, um cabo da Polícia Militar disse que é comum motocicletas circularem sem placa pela cidade e que a fiscalização por parte da Semutran e do Detran e pouca. O policial contou ainda que em certo dia um vereador tentou o impedir de realizar uma abordagem contra um suspeito.

A reunião foi encerrada com a promessa de mais ronda policial nos bairros e de mais operações aos finais de semana.

Reportagem: Tiago Silva (DIÁRIO DO PARÁ E REDE DE RÁDIO ALÔ PARÁ)

sexta-feira, 15 de maio de 2015

CASAL É PRESO POR TRÁFICO DE DROGAS E HOMICÍDIO

Na manhã de ontem foi preso, em Castanhal, durante operação efetuada pela Polícia Militar, o foragido do sistema penitenciário Dorival Fernandes da Cruz, mais conhecido por "Tocha", já conhecido das policias civil e militar pelas práticas de tráfico de drogas e assalto a mão armada. Ele ainda é suspeito de ter cometido um assassinato.

As investigações da polícia apontam Dorival Fernandes da Cruz como sendo o autor dos sete disparos de pistola que ceifaram a vida do jovem Arlan Carlos Teixeira Pinheiro, de 26 anos. O homicídio ocorreu no início da noite da última segunda-feira, na rua Marechal Deodoro, entre os bairros Santa Catarina e Jardim Modelo, na cidade de Castanhal.

A equipe do capitão Isaque, comandante da 2ª companhia, e o serviço de inteligência do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM), localizaram e prenderam o acusado dentro de uma casa de vila situada no bairro Santa Catarina. Na residência foi encontrado um revólver calibre 38 e mais nove munições intactas. Enterradas no quintal, foram apreendidas 65 "petecas" de pasta base de cocaína, além de pequenas porções de maconha.

Dorival Fernandes da Cruz, o "Tocha", e a
companheira dele, Lisete Cordeiro da Silva foram conduzidos à delegacia do centro da cidade, onde foram autuados por crimes de tráfico e associação ao tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo e de munições. Além disso, Dorival foi indiciado por crime de homicídio. Ele confessou o assassinato.

Reportagem: Tiago Silva

CASTANHAL: MORADORES PEDEM MAIS SEGURANÇA

Moradores do bairro Novo Estrela, em Castanhal, não tão distante do centro da cidade, estão sofrendo com os frequentes assaltos, principalmente a residências. A população clama por mais ronda policial. A área está necessitando de uma operação de forma conjunta entre as forças de segurança pública, para que a criminalidade possa ser inibida.

Não é difícil encontrar uma vítima da violência no bairro Novo Estrela. Ontem mesmo, no final da tarde, dois marginais, um deles armado de um revólver, roubaram uma motocicleta na rua Princesa Isabel e ainda roubaram todo o dinheiro da semana da vítima, que trabalha como ajudante de pedreiro. O alarme foi acionado e, três quarteirões depois, o veículo foi abandonado. Os criminosos fugiram correndo.

ASSALTO A RESIDÊNCIAS

Casas são invadidas com frequência, principalmente aos finais de semana, por quadrilhas armadas que roubam joias, dinheiro e veículos. Em um caso mais recente, um cidadão pai de família (dentro de sua casa) travou luta corporal com um assaltante e quase morreu ao ser atingido por um disparo de arma de fogo no pescoço. "Eles tocam o terror: ameaçam de morte, agridem fisicamente, amarram com cordas ou fita isolante e fogem, depois de conseguir tudo o que querem", contou uma vítima, que preferiu ter seu nome preservado.

"Infelizmente não temos estrutura suficiente para darmos segurança a todos os cidadãos de bem. Os índices do bairro Novo Estrela podem ser trabalhados para serem reduzidos. Vamos modificar alguns procedimentos operacionais para assistir o bairro, sabendo que um outro será alvo. Mas o nosso trabalho irá continuar em prol do coletivo", disse o tenente coronel França, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM). A população (amedrontada) aguarda uma resposta positiva.

Reportagem: Tiago Silva

CARRETA ATROPELA E MATA MOTOCICLISTA NA BR-316

Um gravíssimo acidente de trânsito, envolvendo uma carreta e uma motocicleta, aconteceu no final da tarde de ontem, na cidade de Castanhal, nordeste do Pará. O motociclista sofreu sérios ferimentos e morreu.

De acordo com informações de testemunhas, o motorista da carreta seguia viagem em velocidade compatível pela rodovia BR-316 sentido ao município de Santa Maria do Pará quando o sinal do semáforo mudou para a cor amarela, indicando atenção. Não teria dado tempo de frear e o carreteiro teria feito uma conversão proibida para pegar a rua Lauro Sodré, momento em que colidiu e saiu arrastando uma motocicleta até bater em um poste.

O condutor da motocicleta ficou debaixo da carreta e teve a perna
esquerda arrancada. O Corpo de Bombeiros foi acionado e, com a ajuda de um guincho e de um trator, conseguiu levantar o carro pesado e retirar a vítima. Francisco Ivonaldo da Silveira, de 51 anos, foi transportado com vida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas. Ele não suportou aos ferimentos e evoluiu a óbito.

O motorista da carreta, causador do acidente, teria sido detido pela Polícia Rodoviária Federal e conduzido à delegacia de Polícia Civil. Ele deverá responder, em liberdade, o processo de homicídio culposo, ou seja, quando não há a intenção de matar.

Reportagem: Tiago Silva

NETO TENTA MATAR OS AVÓS COM VÁRIAS FACADAS

Erick da Silva Santa Brígida, de 18 anos, tentou matar a facadas os próprios avós e acabou sendo detido, em flagrante delito, por crime de tentativa de homicídio. O fato ocorreu por volta do meio-dia de ontem, no município de Maracanã, região nordeste do Pará.

Segundo a polícia, Erick tentou agredir com socos a avó, que tem 57 anos de idade. Raimundo Raiol Lopes (avô de criação do agressor), 64 anos, defendeu a companheira e aplicou uma terçadada na cabeça de Erick. O jovem se armou de uma faca e desferiu três facadas no idoso. Francisca Pimentel da Silva tentou defender o marido e também acabou sendo esfaqueada pelo neto no braço esquerdo.

Uma vizinha e amiga do casal acionou a Polícia Militar, que foi até o bairro São Miguel e prendeu o acusado na rua Fenelon Barbosa. As vítimas foram socorridas e encaminhadas para o hospital de urgência e emergência de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RBM). O quadro clínico de Raimundo Raiol é considerado delicado. Francisca Pimentel passa bem.

A guarnição do sargento PM Wallace, comandante de Maracanã, conduziu Erick da Silva Santa Brígida à delegacia de Polícia Civil, onde o delegado de plantão o autuou por crime de tentativa de homicídio. Ele ficou de ser transferido para um presídio do Estado.


“O Erick, quando adolescente, deu muito trabalho na escola. Ele mora com os avós e já havia sido detido várias vezes pela prática de delitos. É considerado perigoso”, contou o sargento PM Wallace.

Reportagem: Tiago Silva

quinta-feira, 14 de maio de 2015

ESTÁ PRESO SUSPEITO DE MANDAR MATAR MULHER

Um homem de prenome “Michel” foi preso, no município de São Domingos do Capim, por crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Ele ainda é suspeito de ser o mandante da morte de uma mulher de 26 anos de idade, que também seria traficante e sua concorrente.

O assassinato aconteceu no início da noite de segunda-feira (11), no bairro Ponto Certo, em São Domingos do Capim. Glaucinalva Teixeira Piedade caminhava na rua de sua casa quando foi surpreendida por dois homens encapuzados. Um sacou um revólver da cintura e matou Glaucinalva com um tiro na cabeça. A dupla fugiu em uma motocicleta, segundo testemunhas.

Na tarde de ontem, parentes e amigos da jovem depredaram e tentaram atear fogo na casa de “Michel”. Ele acionou a Polícia Militar pedindo socorro. O que o acusado não imaginava era que a guarnição policial ia fazer uma revista minuciosa no imóvel. No local foram encontrados 100 gramas de cocaína pura, 100 gramas de pasta base de cocaína e mais 150 gramas de maconha.

Dentro da residência ainda foram apreendidos um revólver calibre 38 contendo cinco munições intactas, uma espingarda cartucheira calibre 20 e 11 cartuchos do mesmo calibre; além de uma balança de precisão e certa quantia em dinheiro, possivelmente fruto da venda de entorpecentes.

“Michel” foi conduzido à delegacia de polícia, onde foi autuado por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e de munições. O preso
negou ter contratado alguém para matar Glaucinalva Teixeira Piedade. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar a acusação.

Reportagem: Tiago Silva

quarta-feira, 13 de maio de 2015

BRAGANÇA: PM PÕE DOIS NA CADEIA E APREENDE ARMAS DE FOGO

Sete policiais militares, sob o comando do capitão Armando Jofre, do 33º Batalhão de Polícia Militar (33º BPM), efetuaram uma operação no município de Bragança, região nordeste do Pará, que resultou na prisão de duas pessoas e na apreensão de seis armas de fogo e de muita munição.

Os pontos alvos foram duas residências situadas na comunidade de Santo Antônio dos Monteiros e no alto de Urumajó, distantes a cerca de 50 km da sede de Bragança. A operação foi cansativa, durou pouco mais de 7 horas, mas o resultado foi positivo.

No total, cinco espingardas e um revólver calibre 38 foram apreendidos. Vinte e quatro cartuchos de calibres 32 e 36, além de quatro balas de revólver calibre 38 também foram encontrados no interior das residências. “Na casa de um dos acusados ainda encontramos dois papagaios. Tudo foi apresentado na delegacia de Polícia Civil”, contou o capitão Armando Jofre.

Francisco Brito de Oliveira, vulgo “Chico Cabeludo”, e Moisés da Silva Sampaio foram presos sob a acusação de caça ilegal contra animais silvestres e ainda foram autuados por crimes de posse ilegal de armas de fogo e de munições. Francisco e Moisés ficaram de ser transferidos para um presídio do Estado.

Os dois pássaros foram entregues à representantes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). As armas apreendidas estão sob o poder da justiça e depois deverão ser destruídas.

Reportagem: Tiago Silva