sexta-feira, 29 de julho de 2016

ESPANCADO E MORTO A TIROS APÓS ASSALTO

Deivide Rodrigues da Silva, de 21 anos, morreu após ser baleado na cidade de Castanhal, nordeste paraense. O baleamento aconteceu no final da tarde de quarta-feira última (27), mas a vítima morreu no início da madrugada de ontem, segundo o delegado Jivago Ferreira, da Polícia Civil.

Por volta das 17h30 uma dupla assaltou uma Casa Lotérica, situada na rua Magalhães Barata, em pleno centro comercial de Castanhal, e tentou fugir em uma motocicleta, mas foi surpreendida por um desconhecido armado. Um dos assaltantes acelerou a motocicleta e fugiu deixando seu comparsa para trás.  “O homem que foi abandonado que, de acordo com testemunhas teria sido o Deivide, trocou tiros com o ‘justiceiro’. Ele (Deivide) foi atingido 3 vezes, sendo no braço esquerdo, no tórax e na perna direita”, informou o delegado Jivago Ferreira. Um mototaxista acabou atingido no braço direito por uma bala perdida.

Após os disparos, o “justiceiro” fugiu do local sem ser identificado. Caído no chão, o suspeito de ser assaltante foi espancado por populares. A sessão de espancamento só foi encerrada depois que a Polícia Militar chegou ao local. O mototaxista (com o braço quebrado) e o assaltante foram socorridos e transportados até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Castanhal, mas ambos precisavam ser transferidos para Belém. O primeiro a ser transferido foi Deivide, enquanto que o mototaxista ficou por cerca de 2 horas à espera de outra ambulância, para transferi-lo. “É um absurdo um pai de família, trabalhador ser tratado dessa maneira enquanto que um assaltante recebe atendimento privilegiado: foi o primeiro a ser atendido e o primeiro a ser transferido. É uma verdadeira inversão de valores!”, disse, indignado, Jorge Luiz Marinho, presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Castanhal.

Deivide não resistiu aos tiros e morreu no Hospital de Urgência e Emergência Metropolitano de Ananindeua. O mototaxista não corre risco de morte. Ele passou por uma cirurgia para a retirada da bala.

Reportagem: Tiago Silva

OPERAÇÃO POLICIAL RETIRA DE CIRCULAÇÃO 6 ARMAS DE FOGO

Sete motocicletas com registro de roubo foram recuperadas e seis armas de fogo, além de munições foram apreendidas por policiais militares, durante operação “saturação”, realizada durante o dia e à noite de quarta-feira última (27), em Tomé-Açu, cidade do nordeste paraense. A operação ainda resultou na prisão de um suspeito de homicídio.

De acordo com o capitão Armando Jofre, subcomandante da 14ª Companhia Independente de Polícia Militar (14ª Cipm), Mayco Daniel da Silva, de 18 anos, teria sido o autor dos tiros que ceifaram a vida de Mateus Gonçalves Leão, de idade não revelada. O crime aconteceu no dia 17 deste mês, no complexo da feira livre de Quatro Bocas, Distrito de Tomé-Açu. O principal suspeito foi localizado e preso após ser denunciado. “Prendemos o ‘Maiquinho’ dentro da casa dele, onde ainda encontramos um revólver calibre 22 e mais 9 munições do mesmo calibre”, disse
Armando Jofre. Ainda segundo o oficial da PM, o acusado tentou se esconder em um dos cômodos da residência.

Mayco Daniel da Silva, o “Maiquinho”, foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil, onde foi ouvido pelo delegado Alexandre Lopes. O preso ficou de ser transferido para um presídio da Região Metropolitana de Belém (RBM). Ele não permitiu ser fotografado e não quis dar entrevista.

PREVENÇÃO
Ainda durante operação “saturação”, que percorreu os principais bairros de Tomé-Açu, foram recuperadas sete motocicletas com registro de roubo e apreendidas mais cinco armas de fogo, sendo três espingardas de fabricação artesanal, um revólver calibre 38 e uma pistola Ponto 40. “Com essas armas retiradas de circulação, os índices de crimes, principalmente os de assaltos e homicídios tendem a diminuir aqui na cidade”, acredita o capitão Jofre. As motocicletas e as armas de fogo foram apresentadas na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) de Quatro Bocas.

Reportagem Tiago Silva


quarta-feira, 27 de julho de 2016

PRESO ACUSADO DE MATAR JOVEM A FACADAS NO APEÚ

Foi cumprido, na tarde de ontem, mandado de prisão preventiva em desfavor de Jonas Kleyton Maia dos Santos, 23, acusado de homicídio. O crime aconteceu no Apeú, Distrito Castanhalense, em 10 de dezembro de 20013. A vítima, Marcos dos Santos Oliveira tinha 22 anos.

Marcos foi morto com várias facadas após ter sua casa invadida pelo assassino. Marcos ainda dormia quando levou os dois primeiros golpes no pescoço. O irmão e a mãe da do jovem tinham acabado de sair da residência, para irem ao trabalho. Na época, o caso foi registrado na Divisão de Homicídio (DH) do Apeú. As investigações apontaram Jonas Kleyton Maia dos Santos como sendo o autor das facadas. Vítima e acusado possuíam uma desavença.

Com base nas investigações, o delegado Temmer Khayat solicitou, junto à justiça, o mandado de prisão preventiva contra o principal suspeito, que foi expedido pela juíza de direito Cristina Sandoval, da 2ª Vara Criminal, porém só foi cumprido na tarde de ontem (2 anos e 7 meses após o crime). Jonas Kleyton Maia dos Santos estava dentro de sua residência, localizada no bairro Jaderlândia (periferia de Castanhal) quando foi preso por policiais civis. O preso não ofereceu resistência.

Ele foi conduzido até a 17ª seccional urbana, onde foi ouvido pela delegada Ariane Magno Gomes, da Polícia Civil, e logo em seguida transferido para o Centro de Recuperação Regional da Cidade de Castanhal (CRCAST), onde permanecerá custodiado até outra decisão do poder judiciário.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 25 de julho de 2016

CASTANHALENSE É EXECUTADO A TIROS EM IGARAPÉAÇU

O delegado Marcos Cruz, da Polícia Civil, instaurou inquérito policial para apurar um homicídio ocorrido no município de Igarapé-Açu e que teve como vítima Everton Sena de Carvalho, de 29 anos, morto a tiros. O crime aconteceu no sábado (23), por volta das 22h.

Everton possuía entradas na delegacia de Castanhal
Everton foi assassinado logo após sair de um bar, localizado no centro de Igarapé-Açu. Segundo possíveis testemunhas, ele saiu em sua bicicleta pela rua Marechal Deodoro quando, ao lado do campo de futebol Ipiranga, teria sido surpreendido por um desconhecido, que estaria em uma motocicleta modelo Broz, cor preta. Ainda segundo as possíveis testemunhas, o motoqueiro teria sacado uma arma da cintura e efetuado pelo menos cinco disparos contra o ciclista. Dos cinco, três tiros atingiram o alvo (na cabeça). O assassino fugiu do local tomando rumo ignorado.

A Polícia Militar foi acionada, realizou incursões, mas nenhum suspeito foi encontrado às proximidades. O Samu também foi acionado, mas a vítima já estava sem vida quando a ambulância chegou ao local. O corpo foi removido para o IML, onde passou por exame de necropsia. De acordo com a Polícia Militar, em um dos bolsos da bermuda da vítima foram encontradas dez pedras de uma substancia semelhante ao óxi (entorpecente.

Everton Sena de Carvalho residia em Castanhal. Recentemente ele estava residindo na casa do pai dele, localizada no bairro da Saudade, em Igarapé-Açu. Era para casa do pai que Everton se deslocava quando foi executado a tiros.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

DUAS PESSOAS SÃO ASSASSINADAS A TIROS EM CASTANHAL

Ronaldo Conceição Sousa, conhecido entre os amigos por “Barão”, de 52 anos, morreu após ser alvejado por 4 disparos de arma de fogo, sendo 2 nas costas e outros 2 na cabeça. O crime ocorreu no início da noite de terça-feira (19), no bairro Nova Olinda, periferia da cidade de Castanhal, nordeste paraense.

De acordo com informações colhidas pelas policias civil e militar, Ronaldo foi morto nas dependências de um bar, localizado em frente a casa dele (na rua Presidente Kennedy). O autor do crime também estava no mesmo estabelecimento ingerindo bebida alcoólica. “No bar não houve qualquer tipo de desentendimento entre vítima e acusado. O suspeito simplesmente se aproximou e efetuou pelo menos quatro tiros contra a vítima. Em seguida saiu correndo e, mais a frente, entrou em um carro modelo Crossfox, cor preta, e empreendeu fuga”, disse o delegado Rayrton Carneiro, da Polícia Civil. Ronaldo Conceição Sousa morreu no local. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

Imagens capitadas por uma câmera de segurança de outra residência já foram solicitadas pela polícia, para ajudar na identificação do criminoso. A placa do carro utilizado na fuga foi anotada por testemunhas e entregue à polícia. “O crime tem características de execução, já que nada foi subtraído da vítima. Na delegacia, a viúva nos contou que seu companheiro (Ronaldo) já havia sido preso por crime de roubo, em Belém, no ano de 2001. Estamos tentando saber se o crime tem ou não ligação com a vida pregressa da vítima”, adiantou o delegado Rayrton Carneiro.

E na noite de ontem outro homicídio foi registrado em Castanhal. Aconteceu no bairro Imperial, por volta das 21h30min. José Carlos Marinho Pereira, de 18 anos, foi executado a tiros na travessa José da silva, esquina com a rua Deocleciano Macedo, bem próximo a praça do Imperial.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 18 de julho de 2016

PAULISTANO É MORTO A TIROS EM CASTANHAL

O paulistano Jean Paulo Ryan, de 38 anos, morreu após ser alvejado por disparos de arma de fogo. O crime aconteceu no final da noite de sábado (16), em Castanhal, cidade do nordeste do Pará. Os atiradores não foram identificados e ainda permanecem foragidos. A polícia tenta descobrir o que teria motivado o crime.
        
Jean nasceu na capital de São Paulo, mas se mudou para o estado do Pará, onde passou a morar em Castanhal, mais precisamente no bairro Nova Olinda, onde tinha uma namorada. Ela, que não quis se identificar, disse em depoimento prestado na delegacia que seu namorado Jean trabalhava como pintor e que ele havia acabado de terminar um serviço quando, por volta das 17h, pediu emprestada a bicicleta de um vizinho conhecido por “Curuçá”. “Ele (Jean) pediu a bicicleta dizendo que iria demorar, pois o local aonde ele iria era bastante longe. Disse apenas que iria pegar um dinheiro”, relatou.
        
A jovem relatou ainda que já estava dormindo em sua casa quando, por volta das 23h, se acordou com seu irmão chamando-a. “Meu irmão me acordou dizendo que tinha visto o vizinho ‘Curuçá’ batendo no Jean e que ele teria retornado sem a bicicleta”, detalhou. A depoente informou ainda que saiu de sua casa a fim de saber o que estava acontecendo quando, no meio do caminho, ficou sabendo, através de populares, que seu namorado acabara de ser morto por disparos de arma de fogo. “Chegando ao local (avenida Barão do Rio Branco, bairro Nova Olinda) encontrei o Jean já sem vida e todo ensanguentado sobre o meio-fio”, finalizou. No local, possíveis testemunhas disseram a ela que o crime teria sido praticado por dois homens, que estavam em uma motocicleta modelo Biz, cor preta.
        
Policiais militares foram acionados, via Núcleo Integrado de Operações (Niop-190), realizaram incursões, mas nenhum suspeito foi encontrado às proximidades. No local, moradores da área comentavam a todo o momento que, correndo, a vítima gritava dizendo que havia dois ‘caras’ atrás dele e que já sabia que iria ser morto. O corpo foi removido para o Instituto Medico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia e depois liberado para velório e sepultamento. Peritos do IML não informaram a quantidade de perfurações provocadas por tiros no corpo.

        
“A namorada de Jean nos contou que ele era usuário de entorpecentes, mas que não sabe nada sobre a autoria do crime”, informou o delegado João Inácio. O policial civil informou ainda que um inquérito já foi instaurado, para que o caso seja investigado, através da Divisão de Homicídios (DH) de Castanhal.

Reportagem: Tiago Silva

APÓS 3 MESES, POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE ASSALTAR E BALEAR EMPRESÁRIO

Após 3 meses, policiais civis localizaram e prenderam Raimundo Nonato Silva Freitas, 23, acusado de assaltar e balear o empresário do ramo de locação e venda de imóveis, Raimundo Flor da Rocha, de 74 anos. O crime aconteceu em 19 de abril deste ano, na cidade de Castanhal, nordeste paraense.

Era início de tarde de uma terça-feira. Passava pouco mais do meio-dia quando a vítima foi surpreendida no momento em que trancava o portão frontal de sua residência, localizada no bairro Estrela. Raimundo Flor, que também é presidente de honra do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), em Castanhal, reagiu se atracando com um dos assaltantes na tentativa de imobilizá-lo. Na reação houve um disparo de arma de fogo que atingiu a coxa direita de Raimundo Flor, que conseguiu sobreviver. O atirador e seu comparsa fugiram do local em uma motocicleta, levando uma pasta contendo alguns cheques, documentos e objetos pessoais da vítima.

Durante trabalho de investigação, o delegado Victor Fontes, da Polícia Civil, concluiu que um dos envolvidos no crime teria sido Raimundo Nonato Silva Freitas, morador do bairro Caiçara, periferia da cidade. “Representei junto à justiça o mandado de prisão preventiva contra o acusado, que foi expedido pela Comarca e cumprido na tarde de ontem”, explicou. Ainda de acordo com o policial civil, as investigações apontam que Raimundo Nonato foi quem atirou na vítima. Ele foi preso dentro de sua própria casa, onde os investigadores Elias, Munhoz e Frailan afirmam terem encontrado 160 gramas de maconha prensada. “Estávamos à procura da arma de fogo, mas ao invés do revólver, encontramos uma considerável porção de maconha, que estava dentro do guarda-roupa”, disse o Investigador Elias.

“Raimundo Nonato Silva Ferreira, foi indiciado por assalto e, além disso, autuado por crime de tráfico de drogas. Ele deverá permanecer um bom tempo na cadeia”, finalizou o delegado Victor Fontes. O preso foi transferido para o Centro de Recuperação Regional de Castanhal (CRCAST). Ele não quis gravar entrevista.

Reportagem Tiago Silva

terça-feira, 12 de julho de 2016

MAIS DUAS PESSOAS SÃO ASSASSINADAS EM CASTANHAL

Marcos José Oliveira da Rocha, de 31 anos, foi morto com pelo menos quatro facadas nas costas. O crime aconteceu no Parque dos Buritis, por volta do meio-dia de ontem. De acordo com informações colhidas no local, Marcos caminhava pela travessa Angelim quando, em frente a um mercadinho, foi surpreendido por um desconhecido, que o atacou pelas costas aplicando-lhe os golpes mortais.

Em seguida, o agressor fugiu correndo, segundo informações de moradores da área. Marcos chegou a ser socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, onde morreu logo que deu entrada na sala de atendimento. O caso foi registrado no plantão do delegado Nélio Magalhães, da Polícia Civil.

O principal suspeito de ter praticado o crime foi preso. Elison Renan Lopes Baia, de 18 anos, foi autuado por homicídio e já se encontra custodiado no Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST).

Já na madrugada de hoje, por volta das 3h, mais um homicídio foi registrado em Castanhal. Aconteceu no bairro do Milagre. A vítima foi identificada como Evandro da Costa Moreira, de 27 anos. Evandro foi executado com pelo menos 6 tiros de revólver.

De acordo com informações repassadas pelo sargento Jurandir e pelo cabo R. Garcia, da Polícia Militar, a vítima caminhava pela rua Martins  Linhares quando, na esquina da rua Maria Maia, foi surpreendida por 2 desconhecidos, que estavam em uma motocicleta. O que estava na garupa foi quem efetuou os disparos. Evandro morreu no local.


Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 11 de julho de 2016

MADRASTA É PRESA ACUSADA DE MATAR ENTEADA DE 6 ANOS

Uma menina de apenas seis anos de idade foi morta por estrangulamento, teve o corpo colocado dentro de um saco e depois lançado ao rio. Seu corpo foi encontrado na tarde deste domingo (10), após confissão da madrasta.

O crime brutal aconteceu no município de Tomé-Açu, no nordeste paraense, onde a menina estava desaparecida desde sexta-feira (08).

De acordo coma Polícia Civil, a pequena Karina Costa de Sousa foi morta pela madrasta, Gesielem Lopes Mamede, de 40 anos.

Ela confessou o crime e contou que usou uma corda para estrangular a criança. Para se livrar do corpo, arranjou uma canoa e a empurrou no rio com o corpo da menina dentro de um saco.

ENTORPECENTES

Gesielem e o pai da vítima são usuários de entorpecentes e se desentendiam constantemente, segundo a acusada.
No momento da prisão, em Tomé-Açu, houve tumulto: populares tentaram linchar a acusada, que precisou ser transferida para o município de Concórdia do Pará. Segundo informações de testemunhas, parte da população, inconformada com o crime, tentou destruir a Delegacia de Tomé-Açu, mas isso foi desmentido pela Polícia Civil.


(DOL)

ADOLESCENTE É APREENDIDO ACUSADO DE HOMICÍDIO

No município de São João da Ponta, nordeste do Estado, um adolescente de 17 anos foi apreendido por policias militares, acusado de ter cometido um homicídio. A arma utilizada no crime, uma espingarda de fabricação artesanal, foi apreendida.

Vitima e acusado já haviam se desentendido por causa de uma bicicleta e, na manhã de ontem, se desentenderam mais uma vez. Após ser alvejado por um tiro, Ney Sivaldo Almeida Rodrigues, de 31 anos, foi socorrido e levado ao Hospital Metropolitano de Ananindeua, mas morreu.


Poucas horas depois, o menor infrator foi localizado e apreendido pela guarnição do sargento Souza, formada ainda pelo cabo Josué e pelo soldado Éder.

Reportagem: Tiago Silva

EM CASTANHAL, 2 PESSOAS MORREM VÍTIMAS DE ACIDENTE DE TRÂNSITO

Pelo menos três gravíssimos acidentes de trânsito foram registrados em Castanhal, durante o final de semana. Duas pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas. O primeiro acidente aconteceu na sexta-feira (8), por volta das 10h, em frente a subestação da Celpa. Um motociclista, identificado apenas pelo prenome de Leandro, morador do bairro da Cohab, seguia pela avenida Barão do Rio Branco sentido ao Apeú quando bateu no meio-fio e caiu no chão. Estava sem capacete, se machucou bastante e teve que ser levado para o hospital. Seu caso era considerado delicado.

Já na noite de sábado (9), por volta das 20h, um ciclista morreu após ser atropelado por uma motocicleta, que era conduzido por Ivanilson Conceição Oliveira, de 31 anos. A vítima fatal foi identificada como Adriano Silva de Almeida, de 42 anos. O acidente aconteceu no bairro Santa Catarina, mais precisamente na rua Marechal Deodoro. O impacto foi tão violento que provocou a morte instantânea da vitima. O motociclista fugiu do local, mas foi alcançado e preso por guardas municipais. A motocicleta estava toda irregular. Ivanilsom Conceição Oliveira foi conduzido à delegacia do centro, onde o delegado João Inácio o autuou em flagrante por homicídio doloso no trânsito (quando há a intenção de matar).


E na madrugada de ontem, por volta das 4h, outro acidente com morte aconteceu na estrada que liga Castanhal ao município de Inhangapi. Foi na altura do bairro do Milagre, às proximidades de um motel, onde duas motocicletas se chocaram violentamente. Uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas. A vítima fatal foi identificada como Jefferson da Conceição Garcia, de 33 anos. As outras três pessoas foram socorridas e atendidas na UPA 24 horas.

Reportagem: Tiago Silva
Ivanilson (preso por homicídio doloso no trânsito)

NO HELIOLÂNDIA, DUPLA É EXECUTADA COM VÁRIOS TIROS

O delegado João Inácio, da Polícia Civil, instaurou inquérito policial para investigar um duplo homicídio ocorrido no conjunto Heliolândia, periferia da cidade de Castanhal, nordeste do Estado. As vítimas foram identificadas como Elizeu Oliveira da Silva, 19, e Jaílson, mais conhecido por “loirinho”, de 21 anos.

Por volta das 6h de sábado (9), os atendentes do Núcleo Integrado de Operações (Niop-190) foram informados sobre um duplo homicídio que teria acontecido no conjunto Heliolândia. As informações ainda davam conta de que as vítimas estavam jogadas bem em frente a uma residência, localizada em uma rua que dá acesso ao “Parque das Águas”. Policiais militares se deslocaram até o endereço informado e encontraram os dois corpos. Uma equipe da Polícia Civil também compareceu no local e acionou o Instituto Médico Legal (IML), para que fosse feita a remoção dos corpos e levantamento de local do crime.

Mais tarde, as vítimas foram identificadas como Elizeu Oliveira da Silva, 19, e Jaílson, conhecido entre os amigos por “loirinho”, de 21 anos. Elizeu e Jaílson residiam do bairro Santa Catarina, também periferia de Castanhal. Os dois estavam descalços, sendo que Jaílson trajava apenas bermuda Jeans. Enquanto Elizeu trajava bermuda e camisa. Nos dois corpos foram detectadas várias perfurações provocadas por tiros, principalmente na região da cabeça e costas. A motocicleta em que eles estavam não foi roubada, caracterizando uma execução e descartando a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte).

O caso ainda é um mistério para a polícia local. Moradores da área deram poucas informações sobre como teria acontecido o crime, apenas disseram que ao amanhecer ouviram vários disparos de arma de fogo. A Polícia Civil não informou se Elizeu e Jaílson possuíam ou não envolvimento com a criminalidade.


Além do duplo homicídio, em Castanhal, na noite de sábado, por volta das 23h, no bairro Jaderlândia, um homem foi atingido no peito por um tiro de revólver disparado por um desconhecido. Aconteceu na primeira rua do bairro jaderlândia, próximo a Igreja Quadrangular. O baleado foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado a UPA 24 horas. O homem estava sem documentos e por isso não foi identificado.

Reportagem: Tiago Silva

sexta-feira, 8 de julho de 2016

EM UM DIA, TRÊS PESSOAS SÃO MORTAS A TIROS EM CASTANHAL

O mês de junho último terminou com 11 homicídios registrados na cidade de Castanhal, nordeste paraense. E o mês de julho mal começou e três pessoas já foram assassinadas a tiros na cidade “modelo”. Ambos aconteceram ontem, todos na periferia.

Logo cedo da manhã, por volta das 7h30min, moradores do conjunto Japiim acionaram a reportagem informando que haviam encontrado um corpo do sexo masculino jogado em uma área de matagal e de difícil acesso, que fica por trás do conjunto. Em seguida, as policias civil e militar foram informadas e também seguiram para o local, onde encontraram o cadáver que, mais tarde, foi identificado como sendo de Ivanilson da Silva Lobo, de 17 anos. Durante o trabalho de remoção do corpo e levantamento de local do crime, peritos do Instituto Medico Legal (IML) detectaram, no pescoço, próximo ao queixo da vítima, uma perfuração provocada por tiro de revólver. “O disparo foi feito debaixo para cima”, disse um dos peritos. Nenhuma arma de fogo foi encontrada no local.

Seis horas depois outro assassinato. Desta vez, no bairro Santa Lídia, também conhecido como bairro do Milagre. A vítima foi identificada como João Kleber Góes da Costa, de 25 anos. De acordo com informações de testemunhas, que não quiseram se identificar, João Kleber caminhava tranquilamente pela travessa Irmã Adelaide quando foi surpreendido por dois desconhecidos, que estavam em uma motocicleta. “O que estava na garupa sacou uma arma da cintura e efetuou vários disparos contra o rapaz”, disse uma das testemunhas. Em seguida, a dupla fugiu em alta velocidade em direção a rodovia BR-316.

João Kleber Góes da Costa ainda chegou a ser socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, mas morreu logo que deu entrada na sala de atendimento. Da UPA, o corpo foi removido para o IML da cidade, onde passou por exame de necropsia. Segundo um dos peritos do IML, no corpo de João Kleber, foram detectadas pelo menos 6 perfurações provocadas por tiros, todas na região frontal.

O terceiro assassinato aconteceu no conjunto Fonte Boa, por volta das 22h. Cássio da Conceição Silva, de 23 anos, foi executado com pelo menos 4 tiros, sendo um na cabeça. Ele foi morto bem próximo ao ginásio poliesportivo do Fonte Boa. Os três casos serão investigados pela Polícia Civil, através da Divisão de Homicídios (DH) de Castanhal.

Reportagem: Tiago Silva


quinta-feira, 7 de julho de 2016

ASSALTANTES ATIRAM EM POLICIAIS MILITARES E ACABAM MORTOS

No início da madrugada de ontem, em Castanhal, cidade do nordeste paraense, quatro homens armados tomaram de assalto o carro de um taxista e depois praticaram vários outros assaltos pela cidade. “Eles (bandidos) fizeram um 'arrastão'. O último alvo deles foi uma casa, localizada no bairro Imperial, onde acontecia uma festa de aniversário. Sob grave ameaça, as vítimas foram obrigadas a entregar tudo que tinham”, contou o delegado Rairton Carneiro, da Polícia Civil.

Uma pessoa, que presenciou o crime na festa, conseguiu ligar para o Núcleo Integrado de Operações (Niop - 190). Os atendentes do Niop repassaram a informação para a guarnição mais próxima do local, a que estava de serviço na viatura 9914, comandada pelo sargento Do Vale e composta ainda pelo cabo Márcio e soldado Leonardo. No carro roubado do taxista, e, em alta velocidade, o quarteto atravessou a cidade, pegou a rodovia BR-316 e seguiu em direção a Belém. Houve o acompanhamento policial e, às proximidades da “curva do cupuaçu”, o bando furou uma barreira montada por policiais militares do município de Santa Izabel do Pará. Outra barreira montada por viaturas das policias civil e militar de Santa Izabel, na BR-316, já na entrada de Benevides, também foi furada.

A guarnição de Castanhal deu continuidade na perseguição. “Em determinado momento, os suspeitos pararam o carro, desceram e atiraram em nossa direção. Então reagimos e também tivemos que atirar neles”, explicou o sargento Do Vale. No confronto, três assaltantes morreram e o 4º conseguiu fugir por uma área de matagal. Dois mortos foram identificados como Jonnison Joaquim da Silva Siqueira e Arleson Lima da Silva. Outro morto e o que conseguiu fugir não foram identificados. Todos seriam de Belém. Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) de Castanhal.

Com o bando foram apreendidos dois revolveres calibre 38, além de uma arma de fabricação caseira que calça cartucho de espingarda calibre 36. O carro roubado foi recuperado e devolvido ao taxista. Alguns telefones celulares roubados pelo quarteto também foram recuperados e devolvidos aos donos. Todo o material foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Castanhal.

Reportagem: Tiago Silva

terça-feira, 5 de julho de 2016

UMA PESSOA MORRE VÍTIMA DE ACIDENTE DE TRÂNSITO NA PA-136

Na noite de ontem, por volta das 19h, aconteceu um grave acidente de trânsito na altura do KM 24 da rodovia PA-136, que liga Castanhal ao município de Terra Alta, nordeste paraense. Um táxi-lotação bateu de frente com uma van. Uma pessoa morreu e outras dez ficaram levemente feridas.

No carro menor estavam dois homens e uma mulher. Um deles, Wilson Ferreira Saraiva chegou a ser socorrido e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas da cidade de Castanhal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O motorista e mais sete passageiros também se feriram, mas sem gravidade.

Reportagem: Tiago Silva

ARMAS E MUNIÇÕES SÃO APREENDIDAS EM CURUÇÁ

Ontem, por volta das 13h, foi preso Osmar Cordovil da Conceição Filho, de 54 anos. Com ele foram encontradas duas espingardas, sendo uma calibre 28 e outra calibre 24, além de cinco bufetes, duas munições de fuzil, cinco estojos carregados e mais vinte e quatro deflagradas. A prisão de Osmar Cordovil da Conceição Filho aconteceu no município de Curuçá, mais precisamente na localidade do Abade (zona rural) e foi efetuada por policiais militares. Osmar foi conduzido à delegacia daquele município, onde foi autuado em flagrante por crimes de posse ilegal de armas de fogo e posse ilegal de munições.

Reportagem: Tiago Silva

GUARDA MUNICIPAL REALIZA APREENSÃO NA FEIRA DA CEASA

Na manhã de ontem, guardas municipais fizeram uma varredura no Complexo da Feira da Ceasa (centro comercial de Castanhal), onde apreenderam quatro facas, um cachimbo, dois ferros pontiagudos e um isqueiro. “As facas e os ferros seriam usados para intimidar vítimas de roubos, principalmente mulheres e idosos. Já o cachimbo serviria para o uso do crack (droga) e o isqueiro para acender a pedra de crack”, explicou um dos guardas municipais. Todo o material foi encontrado em poder de adolescentes, que foram liberados após serem ouvidos pelas autoridades competentes.

Reportagem: Tiago Silva

PRESO NO CONJUNTO BIBIANA II, HOMEM ACUSADO DE RECEPTAÇÃO E ROUBO

Os cabos Máximo e Paiva, da Polícia Militar, que estavam de serviço na viatura 0505, foram acionados pelo dono de uma empresa de rastreamento de veículos que os informou sobre uma motocicleta modelo Biz, que havia sido roubada no bairro Ianetama, periferia da cidade de Castanhal, nordeste do Estado.

A informação era de que o veículo roubado estaria circulando pela área do bairro Jaderlândia. Então, os cabos Máximo e Paiva realizaram rondas pelo Jaderlândia, mas foi no conjunto Bibiana II que o veículo foi localizado e recuperado. Os policiais militares ainda prenderam um suspeito de envolvimento no roubo, Keividy Ferreira, de 19 anos.


Keividy recebeu voz de prisão e conduzido à delegacia do centro de Castanhal, onde foi autuado em flagrante por crime de receptação. Se comprovada sua participação no roubo, Keividy também responderá criminalmente.

Reportagem: Tiago Silva

PRESO POR TRÁFICO DE DROGAS NO BAIRRO SANTA CATARINA

Na noite de anteontem, por volta das 22h, a Guarda Municipal de Castanhal prendeu Clenilsom Paixão de Lima, de 18 anos, morador do bairro Santa Catarina, periferia da cidade. Com ele teriam sido encontradas 7 trouxinhas de maconha do tipo “limãozinho”, mais 10 trouxinhas de maconha comum e 10 “petecas” de pasta base de cocaína. Clenilson foi conduzido à delegacia do centro, onde o delegado Nélio Magalhães, da Policia Civil, o autuou em flagrante por crime de tráfico de drogas.

Reportagem: Tiago Silva

FATALIDADE: JOVENS MORREM ELETROCUTADOS EM NOVA TIMBOTEUA

Durante a festa do mingau, no município de Nova Timboteua, 2 jovens morreram ao receberem uma forte descarga elétrica provocada por um cabo de energia de uma aparelhagem. Tio de uma das vitimas, Elielson de Souza Lima, foi quem informou à polícia sobre a tragédia. A sua sobrinha era a adolescente Raqueline Daniely Moraes, de Capanema.

Ela foi para município participar da festa do mingau. Raqueline ainda chegou a ser levada para o hospital do município, mas não resistiu e morreu. Logo em seguida, na delegacia também esteve Flávio Alves da Silva. Flávio disse que seu funcionário, Edvandro Lima dos Santos, de 27 anos, também morreu vitima da descarga elétrica.

COMOÇÃO

Ele era de Marapanim e também participava da festa do mingau. Nos municípios de Capanema e Marapanim, onde os jovens moravam, o domingo foi de comoção. O delegado, após os registros dos boletins de ocorrência, irá apurar as responsabilidades pelas duas mortes.


Reportagem: J.R Avelar (Diário do Pará) 

segunda-feira, 4 de julho de 2016

MOTOTAXISTA MORRE EM ACIDENTE NA PA-242

O mototaxista Luiz Carlos Moura da Silva, do município de Peixe Boi, morreu em um acidente de trânsito na PA-242, entre as cidades de Peixe Boi e Nova Timboteua, por volta da 5h30 de ontem. A vítima estava em sua motocicleta e ia buscar um passageiro em Nova Timboteua, quando foi atingida de frente por um carro Fiat Palio. Com o impacto, o veículo pegou fogo.

A vítima bateu a cabeça e teve uma perna quebrada. Luiz foi socorrido pelos profissionais do Samu 192 e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Capanema, mas não resistiu e morreu. A Polícia Militar (PM) prendeu, em flagrante, Rafael Barbosa de Oliveira e Genilson Martins Damasceno, indiciados pelo crime de homicídio culposo pelo delegado Manoel do Espírito Santo, da delegacia de Peixe Boi. “Foi constatado pelo bafômetro que ambos ingeriram bebida alcoólica” informou o policial rodoviário estadual, Eduardo Augusto Brito, que levou os ocupantes do carro até a delegacia.

HABILITAÇÃO

O condutor do veículo não possuía habilitação, segundo a polícia. Em depoimento, Rafael disse que saiu de Capanema para ir à Festa do Mingau, em Nova Timboteua e que ingeriu algumas cervejas. Ele disse que, ao passar pela ladeira do Sabão, na PA-242, ao perceber que iria bater no veículo da frente, desviou para o lado esquerdo, quando colidiu com a motocicleta. Após pagar multa, os ocupantes do carro irão responder em liberdade.

(J.R. Avelar/Diário do Pará)

ADOLESCENTE LEVA SURRA APÓS TENTATIVA DE ASSALTO

Na noite de sexta-feira (1), por volta das 20h, um adolescente de 15 anos de idade, morador do bairro Pantanal, periferia da cidade de Castanhal, nordeste paraense, tentou assaltar uma van e acabou levando uma surra dos passageiros. O comparsa do menor fugiu pulando muros e escapou da surra.

Após o assalto ser anunciado pela dupla, um dos passageiros se atracou com o adolescente, que estava com uma espingarda de fabricação artesanal. O motorista aproveitou e entrou no 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM). O adolescente foi retirado da van e surrado pelos passageiros. Ele foi apreendido e salvo pelo sargento Almeida, da Polícia Militar.

O menor infrator foi levado primeiramente ao hospital e depois apresentado na delegacia do centro da cidade. Ele ficou de ser internado em um abrigo socioeducativo para adolescentes infratores.

Reportagem: Tiago Silva

APÓS BRIGA NA CEASA, 2 FICAM ESFAQUEADOS

No sábado (2) pela manhã, após um desentendimento no complexo da feira da Ceasa, no centro comercial da cidade de Castanhal, nordeste do Estado, dois homens saíram esfaqueados. Eles foram identificados apenas pelos prenomes de Arthur, 27, e Maycon, de 28 anos.

Segundo informações repassadas por guardas municipais, Arthur deu uma facada em Maycon, que revidou e deu três facadas em Arthur. Com mais ferimentos, Arthur ficou jogado no chão até ser socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas. Seu estado de saúde era considerado delicado.

Enquanto ao Maycon, também foi socorrido, mas depois foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal, para ser autuado por crime de tentativa de homicídio.

Reportagem: Tiago Silva

DUPLA É PRESA ACUSADA DE TRAFICAR DE DROGAS EM IGARAPÉ-AÇU

No município de Igarapé-Açu, nordeste do Estado, dois adultos foram presos e dois adolescentes foram apreendidos suspeitos de envolvimento com o tráfico de entorpecentes. As prisões com apreensões aconteceram na manhã de sexta-feira (1) e foram efetuadas pela Polícia Militar local.

O sargento R. Oliveira, mais o cabo Diego e o soldado S. Silva estavam pelo centro do município realizando ronda de rotina na viatura 0530 quando, por volta das 9h, avistaram um carro do modelo Corsa Hatch, cor prata, com 4 suspeitos. Foi feita a abordagem e dentro do veículo estavam Cleferson Pereira Barbosa, 26, e Lenilson Corrêa Vale, de 37 anos, e mais dois adolescentes, ambos com 17 anos de idade, todos residentes no bairro do Icuí-Guajará, em Ananindeua, região metropolitana de Belém.

Ao serem questionados sobre o que estariam fazendo em Igarapé-Açu, os suspeitos responderam que estavam apenas dando uma volta. A resposta não convenceu os policiais militares que acharam por bem revistá-los. “No total, com o quarteto, encontramos 93 pedras de óxi, mais 2 pedras maiores da mesma substância, além de 12 cigarros de maconha e 2 ‘petecas’ de pasta base de cocaína”, afirmou o sargento R. Oliveira. A abordagem também contou com o apoio da guarnição do sargento Gilberto, formada ainda pelo cabo Martins, que estavam de serviço na viatura 0510.

Os suspeitos e todo o material apreendido foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Igarapé-Açu, onde foram apresentados ao delegado Marcos Cruz. Cleferson Pereira Barbosa e Lenilson Corrêa Vale foram autuados por crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas e corrupção de menores. Os adultos ficaram de serem transferidos para uma das casas penais do Complexo Penitenciário de Santa Izabel. Enquanto aos adolescentes, foi solicitada a internação deles em um abrigo socioeducativo para menores infratores.

Reportagem: Tiago Silva

HOMEM TENTA MATAR EX-NAMORADA NO CONJUNTO ROUXINOL



Na noite de quinta-feira (30), por volta das 21h, um homem com uma arma de fabricação caseira municiada invadiu uma casa no conjunto Rouxinol, periferia da cidade de Castanhal, nordeste do Estado, e tentou matar a ex-namorada e o atual dela. Mas, para a sorte das vítimas, a arma não disparou.

Valdecir Alves de Araújo, de 25 anos, foi imobilizado e teve a arma tomada e suas mão. Estava com 2 cartuchos intactos. A Policia Militar foi acionada. Valdecir Alves de Araújo foi preso pela guarnição do sargento Wallacy, composta ainda pelo soldado Lôgo. O acusado foi conduzido á delegacia do centro de Castanhal, onde ficou de ser autuado pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e por tentativa de homicídio.

Reportagem: Tiago Silva

EM TERRA ALTA, ADOLESCENTE É EXECUTADO A TIROS

No município de Terra Alta, nordeste paraense, um adolescente com 17 anos de idade foi executado a tiros de revólver. O crime aconteceu no final da noite de sexta-feira última (1), no Bairro Novo. A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas.

Os sargentos Maia e Amaral, mais o cabo Jônatas estavam de serviço no destacamento de Terra Alta quando, por volta das 22h30min, foram informados sobre um homicídio que teria acontecido no bairro Novo, mais precisamente na Alameda Projetada 4. Os policiais militares foram até o local informado e constataram que a informação era verdadeira: encontraram um corpo caído no chão e vários curiosos ao redor. Durante trabalho de remoção e perícia de local de crime, peritos do Instituto Médico Legal (IML) detectaram, no corpo, perfurações provocadas por tiros. Depois a vítima foi identificada como Raí Saldanha dos Santos, de 17 anos.

Na Delegacia de Polícia Civil de Terra Alta, o padrasto da vítima, que não quis se identificar, disse que Raí foi assassinado bem próximo de sua residência e que o crime teria sido praticado por dois homens, os quais ele não conseguiu ver os rostos. “Eles (assassinos) fugiram em uma motocicleta de cor vermelha”, disse. O tio disse ainda não saber por qual motivo tiraram a vida de seu enteado.

O caso foi registrado no Plantão do delegado Gabriel Oliveira. Um inquérito policial ficou de ser instaurado, para que o homicídio do adolescente seja investigado. Até o fechamento desta edição nenhum suspeito de envolvimento no crime havia sido preso.

TENTATIVA

Em Terra Alta também foi registrada uma tentativa de homicídio. Aconteceu na quinta-feira, por volta das 17h, no bairro Alto. Nadson Alves dos Santos disse, na delegacia, que foi até seu terreno  localizado na rua principal do bairro Alto, para fazer uma limpeza, e levou um terçado. Chagando no terreno, Nadson foi surpreendido por um morador da área que com uma espingarda tipo cartucheira efetuou um tiro, que acertou a coxa de Nadson. Mesmo ferido, ele conseguiu correr, mas foi perseguido e o homem de prenome Paulo efetuou mais um tiro, que não atingiu o alvo. Nadson Alves dos Santos denunciou o caso na delegacia de Terra Alta. O atirador deverá ser intimado nos próximos dias.

Reportagem: Tiago Silva

SANTA IZABEL: BEBIDAS ALCOÓLICAS SÃO ENCONTRADAS EM PRESÍDIO

Uma festa regada de bebidas alcoólicas iria acontecer dentro da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel do Pará (CPASI), na região metropolitana de Belém, se não fosse a esperteza de agentes penitenciários que, na noite de sexta-feira última (1), detectaram “latinhas” de cerveja e garrafas de whisky no bloco A, da referida casa penal, que custodia internos do regime semiaberto.

No total, segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), foram apreendidas 18 “latinhas” de cerveja e mais 7 litros de whisky. Com o apoio de policiais militares, os agentes penitenciários retiraram as bebidas do local. Se identificados, os internos responsáveis pela entrada do material proibido sofrerão medidas disciplinares, inclusive poderão até cumprir suas condenações em regime fechado.

NÃO É A PRIMEIRA VEZ

Em 3 de novembro de 2011, dois internos escaparam da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel do Pará (CPASI) e conseguiram comprar bebidas alcoólicas, drogas, além de objetos proibidos em presídios. No retorno ao CPASI, a dupla, que estava dentro de uma van, foi recapturada por policiais rodoviários federais, que apreenderam com a dupla 100 gramas de maconha, 19 garrafas de bebidas alcoólicas, sendo 12 de aguardente, 6 de conhaque e 1 de vodca, além de 1 garrafa de água oxigenada, 3 telefones celulares, uma barra de chocolate e até um aparelho para tatuagem. Na época, em depoimento, os recapturados confessaram que as bebidas seriam consumidas dentro do presídio, durante uma festa programada por eles e outros internos.

ESCÂNDALO

Foi na Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel que, no final do mês de outubro de 2011, uma menor de 14 anos foi encontrada mantendo relação sexual com presos. Na época, o caso virou um escândalo e a notícia repercutiu nacionalmente.

Reportagem: Tiago Silva