sábado, 30 de setembro de 2017

Após tentar matar 2 irmãos, acusados atiram na polícia e acabam mortos em Castanhal

Um intenso tiroteio terminou com duas pessoas mortas e outra gravemente ferida, na periferia da cidade de Castanhal, região metropolitana de Belém. Aconteceu na tarde de ontem, por volta das 14h30min, na Propira, área do Bairro São José, onde dois homens entraram em um terreno de uma casa, localizada na rua Projetada 9, para matar dois irmãos, ambos adolescentes, sendo um de 16 e outro de 17 anos.
O menor de 16 anos foi alvejado por um disparo de arma de fogo bem nas costas. O irmão dele, de 17 anos, se agarrou com os atiradores tentando evitar mais disparos e acabou se ferindo levemente, durante a luta corporal. Ao saírem do terreno, os atiradores foram surpreendidos por uma guarnição do grupamento ROCAM (Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas), que realizava ronda ostensiva pela área. Os policiais militares afirmaram em depoimento que a dupla atirou contra a guarnição que revidou também atirando. Nenhum policial militar foi alvejado.
Durante o confronto, os acusados de tentativa de homicídio foram atingidos e rapidamente socorridos e encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Castanhal, onde morreram. Eles foram identificados como Warlen da Silva Costa, 22, e Adailson Madureira da Silva, de 24 anos. Da UPA, os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) da mesma cidade. Enquanto ao menor baleado pela dupla, com um tiro nas costas, foi transferido para o Hospital de Urgência e Emergência Metropolitano (HUEM), em Ananindeua. Seu estado de saúde seria considerado delicado.
Com Warlen da Silva e Adailson Madureira foram apreendidos 2 revólveres calibre 38 com munições deflagradas. As armas de fogo foram apresentadas na Delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal, no plantão do delegado Patrício Pontes, que ainda apura a motivação a qual levou Warlen e Adailson a tentarem matar os dois irmãos de adolescentes.
Fonte e foto: Tiago Silva / Diário do Pará

Vida Louca: jovem é surrado e preso após roubo de moto em Castanhal

Um jovem acusado de roubar uma motocicleta na agrovila de Itaqui, zona rural de Castanhal, foi preso pela polícia militar depois de levar uma surra daquelas por parte de populares. O fato foi registrado na tarde de quarta-feira (27).
De acordo com as informações do delegado Temmer, Jadson teria saído de Castanhal na companhia de outros dois infratores, em um moto pop. “A intenção era abordar alguém ainda no ramal. Como eles não encontraram, eles abordaram um homem que estava trabalhando como pedreiro e que tinha a moto estacionada. Logo após o assalto eles fugiram na moto pop e na moto subtraída. Mais à frente, a vítima reuniu moradores da vila e saíram atrás dos criminosos. Os bandidos não perceberam que estavam sendo seguidos. Já em Macapazinho, é que eles viram um grupo de pessoas os cercando. Eles abandonaram as motos e se embrenharam na mata, mas, Jadson foi capturado”, relatou o delegado
Os populares aguardaram a chegada da Polícia MiIitar, que levou o infrator, além das motos e das vítimas para a delegacia. O jovem usava um uniforme escolar e cheio de artimanha, ele disse que seria adolescente, mas, ao puxar os dados, a polícia civil constatou que se tratava de Jadson Monteiro de Sousa, 18 anos de idade. Ele foi mantido para a realização do flagrante e continua à disposição da justiça.
O delegado Temmer enfatizou que o depoimento de Jadson também surpreendeu. “Ele completou dezoito anos recentemente, é estudante do 3º ano do ensino médio. A família lhe dá total condição para que ele não entre no mundo do crime. Mas, ele disse que praticava roubos apenas pela forte emoção e adrenalina. Que ele gostava de praticar roubos”. Ainda de acordo com o delegado, ele também afirmou que já havia praticado vários roubos na cidade de Castanhal.
Por Divania Batista / NV1 (Com informações de Tiago Silva / Paraense FM)

GMTO recupera moto roubada no ramal de Petimandeua

A Guarda Municipal Tático Operacional (GMTO) conseguiu recuperar mais uma motocicleta na manhã da última terça-feira (27). A moto tinha sido roubada por dois bandidos armados e pertence a um filho de um policial civil aposentado. O assalto aconteceu por volta das 10h15.
A vítima estava “passarinhando” no ramal do Petimandeua, que pertence ao município de Inhangapi, quando foi surpreendida pelos bandidos. A moto foi localizada na ocupação do Oscar Reis, em Castanhal.
Por Divania Batista – NV1 (Com informações de Tiago Silva / Paraense FM)

Traficante é preso pela polícia Civil no Imperial

A Polícia Civil prendeu no bairro Imperial, em Castanhal, Raimundo Welisson Moreira Ferreira, 33 anos, acusado pelo crime de tráfico de drogas. A prisão aconteceu na manhã de segunda-feira (25), por volta das 09h.
O caso foi apresentado na terça-feira (26), na delegacia do centro, pelo delegado Patrício Pontes. Na casa de Raimundo foram encontradas 30 pedras de óxi e a quantia de R$1.600,00, dinheiro que seria oriundo da venda de drogas. Polícia chegou ao local, após denúncias anônimas.
O acusado já tinha passagens por tráfico de drogas e formação de quadrilha. O mesmo foi apresentado e autuado. Ele foi transferido para o Centro de Recuperação Regional de Castanhal (CRCAST).
Por Divania Batista – NV1 (Com informações de Tiago Silva / Paraense FM)

Idoso morre em calçada as margens da BR-316 em Castanhal

Um idoso de 82 anos de idade foi encontrado morto, na manhã desta quarta-feira (27), numa calçada, em frente a um ponto de vans, na BR-316, em Castanhal. Ele foi identificado como Raimundo Silva de Jesus, natural de Belém.
Por volta das 07h da manhã já era grande o número de curiosos no local. Um homem que trabalha com a venda de café as proximidades, relatou que o senhor estava caminhando quando topou em parte da calçada e caiu.
O delegado Paulo Benício foi ao local e apurou as informações repassadas pelo Niop. A Polícia Civil acionou a remoção por parte do CPC Renato Chaves. “Houve uma certa demora, pois, a primeira informação é de que se tratava de morte natural. Mas, não cabe a nós dizer o que aconteceu e para isso existe a perícia que será realizada. Por isso, nós requisitamos. Eu acredito que através do resultado da necropsia nós vamos chegar a uma conclusão”, relatou o delegado durante entrevista ao repórter Tiago Silva, ao programa Saia Justa na Rádio Paraense
Por Divania Batista – NV1 (Com informações de Tiago Silva / Paraense FM)

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Empresário é amarrado durante assalto a residência no Novo Caiçara


Por volta das 07h30 da manhã desta terça-feira (26), assaltantes invadiram a casa de um empresário do ramo farmacêutico de Castanhal, a qual fica localizada no bairro Novo Caiçara. O senhor Clóvis, da Farmácia Vitória, foi amarrado com o filho enquanto uma dupla roubava vários pertences e veículos.

Dois bandidos encapuzados e com armas de fogo invadiram a casa e intimidaram as vítimas. Além do empresário estavam no imóvel a esposa e os dois filhos. O empresário foi amarrado junto com o filho e colocados de costas, na cozinha. Enquanto isso, os criminosos começaram uma verdadeira limpeza nos bens. Pegaram dinheiro que seria destinado ao pagamento de licenciamento do veículo, celulares, joias e os dois veículos, sendo um carro Fox, de cor cinza e uma motocicleta Bros.

Os criminosos fizeram ameaças de morte, antes de fugirem do local com os pertences. A polícia foi acionada. O carro foi recuperado pouco tempo depois por uma guarnição da Polícia Militar, as proximidades do condomínio Vitória Régia. A motocicleta também foi encontrada numa área de construção na Propira. O dinheiro, as joias, os celulares e outros pertences ainda não foram encontrados.

O filho do empresário esteve na delegacia do Centro para registrar a ocorrência. A polícia militar continuas as buscas pelos envolvidos.

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva)



“Bibi” vai em cana pelo assassinato de Márcia no “Beco do Mijo”


A Divisão de Homicídios de Castanhal, tendo à frente o delegado Nélio Magalhães, cumpriu um mandado de prisão preventiva contra Fabiane Santos Duarte, mais conhecida como “Bibi”. Ela era acusada do homicídio de Márcia, fato ocorrido no último dia 09 de setembro, na área do Beco do Mijo, na Feira da Ceasa, em Castanhal.  

Na época, as duas mulheres travaram uma briga e Márcia acabou morta a facadas. Bibi, por sua vez, estava foragida e foi localizada na Travessa do Km 92, na PA-320, em São Francisco do Pará. A prisão foi concretizada nesta segunda-feira (25).   

De acordo com informações repassadas pelo delegado Nélio em entrevista ao repórter Tiago Silva, ao Programa Saia Justa, na Paraense FM, o crime teria sido motivado por ciúmes. “Ela teve um relacionamento com o vulgo “Loiro”, o qual era usuário e traficante de drogas na Ceasa. O Loiro teria fornecido drogas pra vítima, a Márcia, de forma gratuita. Então, esse fornecimento de drogas gratuita, teria gerado um comentário na área de que existiria um relacionamento entre ambos. Ao tomar conhecimento da situação a Bibi ficou com ciúmes e teria cometido o crime”, relatou o delegado Nélio. 

Após os procedimentos, Bibi deve ser encaminhada ao presídio feminino, em Ananindeua, onde ficará à disposição da Justiça.  


Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva) 

Polícia vai apurar morte da senhora vítima de atropelamento a caminho da igreja

A imprudência pode ter sido a causa de mais uma vítima fatal no trânsito de Castanhal. Desta vez, uma mulher que seguia a pé para uma igreja evangélica, foi atropelada. O acidente foi registrado por volta das 19h, do último domingo (24), na Rua Presidente Kennedy (rua ao lado do Ibirapuera), no bairro Nova Olinda.

De acordo com as informações, um carro e uma motocicleta estariam em alta velocidade, quando um dos veículos atingiu a senhora. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada a UPA 24 Horas, mas, não resistiu aos ferimentos. A vítima foi identificada Edna Barbosa, 57 anos de idade. 

De acordo com as informações o veículo que acabou atingindo a senhora foi uma Bros, de cor vermelha. O condutor, ainda não identificado, ficou machucado com gravidade, foi socorrido e encaminhado a UPA, mas precisou ser transferido para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua.

O sepultamento de Edna Barbosa foi realizado na manhã desta terça-feira (26). Parentes e amigos estavam revoltados com a situação. A Polícia Civil instaurou inquérito policial para apurar o caso.


Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva) 

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Desbloqueio de rua acaba resultando na prisão de traficante na Vigia

Na cidade da Vigia, um pedido de desbloqueio de via por parte da secretaria de turismo da cidade acabou resultando na prisão de um traficante. A ação foi realizada pela Polícia Militar.
O fato foi registrado no domingo (24), por volta das 06h40, após uma denúncia repassada ao celular do interativo, através do secretário de turismo da Vigia, onde o mesmo solicitava a retirada de carros e pessoas que se encontravam consumindo bebida alcoólica na rua Noêmia Belém, onde estava previsto passagem da corrida do Círio.
A viatura 1208, composta pelo sargento S. Palheta e soldado Nascimento, fez o deslocamento e ao chegar no local indicado, na tentativa de parar a venda de bebida alcoólica, os policiais foram cercados por vários pessoas e o sargento acabou sendo  desacatado por um homem. O rapaz foi contido, mas esboçou reação e puxou uma faca contra o oficial.
O sargento revidou e efetuou um disparo na perna direita de Douglas Barros Cardoso, de 18 anos, o qual reside na Rua Ilário Cardoso. Ao ser colocado na viatura, foi encontrado com o mesmo, uma faca pequena, e no bolso uma quantia de drogas, o equivalente a 24 papelotes de maconha e 40 pedras pequenas de óxi.
Douglas foi conduzido para UBS para atendimento médico e posteriormente foi escoltado pelo cabo Guilherme até o Pronto Socorro da 14 de Março, em Belém. Ele foi autuado por tráfico e resistência.
Redação Notícia Virtual (Com informações do repórter Tiago Silva)

Homem é preso por posse ilegal de arma durante operação no Rouxinol

Na tarde do último sábado (23), mais precisamente as 17h30, um homem foi preso por posse ilegal de arma, durante a realização de mais uma Operação Saturação, em Castanhal.
Desta vez, a operação foi realizada na rua principal do Conjunto Rouxinol, no bairro Jaderlândia. As guarnições envolvidas na operação abordaram um veículo Fiat Uno, branco, e no porta malas foi encontrado um rifle calibre 28, com uma munição intacta e um cartucho recarregável, além de duas vasilhas, uma com pólvora e uma com chumbo.
João Vitor Silva, 18 anos, assumiu ser o dono da arma, e foi conduzido até a delegacia, juntamente com o armamento para os procedimentos cabíveis.
Redação Notícia Virtual (Com informações do repórter Tiago Silva)

Ladrão que fez assalto a coletivo é preso em flagrante pela PM de Castanhal

Na noite da última sexta-feira (22), um homem identificado por Jefferson da Silva Dias, 33 anos, foi preso depois de ter promovido um assalto num ônibus coletivo da empresa Expresso Mayara, no bairro Novo Horizonte, em Castanhal.
O acusado roubou um celular da marca “Motorola” e uma quantia de R$86,00. Para o crime ele utilizou uma “peixeira”. A guarnição da viatura 0505, conseguiu prendê-lo em flagrante e o conduziu até a delegacia para os procedimentos cabíveis.
Redação Notícia Virtual (Com informações do repórter Tiago Silva)

Quinteto de assaltantes de Castanhal é preso pela PM em Santa Maria do Pará

Na última sexta-feira (22), por volta das 23h30, a Polícia Militar de Santa Maria do Pará conseguiu prender um quinteto que promoveu assaltos naquela cidade. Os acusados são de Castanhal e devem responder por associação criminosa, roubo qualificado e receptação de veículo roubado.
A guarnição formada pelos sargentos Tavares e Aroldo, cabo Ramos e soldado Marcondes, que estava na praça da Matriz, foi informada via telefone que teria acontecido um assalto no Bar do Nei. O crime teria sido cometido por cinco bandidos que estariam portando arma de fogo e arma branca. O bando levou pertences e um veículo Voyage.
Minutos depois a guarnição avistou o veículo passando na BR-010, em direção a BR-316. A PM fez o acompanhamento e quando o bando passou em frente ao terminal rodoviário, a guarnição fez a interceptação do carro, placa QDX-0145.
Com os acusados foram recuperados todos os pertences das vítimas, entre eles, R$457,00, 02 relógios, 02 tablet´s, 03 aparelhos celulares, 02 carros – sendo um Voyage e um Gol, 01 faca, 01 revólver calibre 38 e três munições intactas. Os suspeitos já tinham abandonado o veículo gol, sem placa, de cor prata.
Os envolvidos foram identificados. São eles: Jairo Carneiro Baía, 34 anos; Pedro Paulo Batista Martins, 29 anos; Cleiton Alan de Oliveira Dias, 24 anos; Francisco das Chagas Dias de Sousa, 47 anos e Fábio Matias dos Reis 21 anos. Todos são oriundos de Castanhal e estão recolhidos na UIPP de Santa Maria para os procedimentos legais.
Redação Notícia Virtual (Com informações do repórter Tiago Silva)
Fotos: divulgação

Jovem morre em acidente na rodovia que liga Castanhal a São Francisco

Na noite do último sábado (23), por volta de 22h30, a guarnição da 1ª Cia da Calúcia, foi informada de um acidente com vítima fatal no Km 14 da PA-136, onde um veículo colidiu com uma motocicleta.
A moto estava sendo conduzida por José Carlos Gomes da Silva Júnior, 21 anos, que foi levado consciente para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Castanhal. Porém, outro jovem identificado por Miccarth da Silva Rodrigues, 28 anos, morreu no local. De acordo com as informações, após a queda, ele foi atropelado novamente por outro veículo. Miccarth era bastante conhecido no município de Castanhal. Amigos lamentaram a tragédia nas redes sociais.
Redação Notícia Virtual (Com informações do repórter Tiago Silva)

Casal acusado de promover arrastão é preso pela Guarda Civil de Castanhal

Um casal que teria cometido um arrastão na cidade de Castanhal, na quinta-feira (21), foi preso pela Guarda Civil. Lívia da Silva Barbosa e Diego Sancar da Silva Góes, ambos de 18 anos, foram detidos na tarde de ontem, em frente à Escola 28 de Janeiro, no bairro Pirapora.
Momentos antes da prisão, Diego, que é mais conhecido por “Pepa”, chegou a ser agredido por pessoas que estavam no local. Tanto ele, quanto Lívia, foram apresentados ao delegado Patrício Pontes. Com o casal foi apreendido um revólver calibre 38, municiado.
O casal estava em uma motocicleta, modelo Fan, de cor preta. O delegado está investigando se a moto foi alugada ou emprestada. Ambos foram autuados em flagrante e devem passar por uma audiência de custódia.
As características do casal batem com informações repassadas à polícia. Mas supostas vítimas ainda devem comparecer à delegacia fazer a identificação.
Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva)

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Presos tinham até roteador dentro do presídio de Castanhal


Durante Operação Sentinela II, realizada na última quarta-feira (20), no Centro de Recuperação Regional de Castanhal (CRCAST), região do nordeste paraense, foram apreendidos os seguintes objetos: 14 telefones celulares com chips, 3 estoques (tipo de faca artesanal produzida por internos), 2 tabletes de maconha e 2 serras. Até um roteador Wi-Fi de Internet foi encontrado na unidade prisional.

Todo material apreendido ficou de ser apresentado na Delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal, para os procedimentos legais. Os internos foram colocados no solário enquanto a revista acontecia na casa penal. Ao todo, 31 policiais militares participaram da operação, juntos com agentes da Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe).

A direção do CRCAST deverá abrir uma sindicância para apurar o caso e tentar descobrir de que maneira os objetos foram parar nas celas. Após a revista, todos os internos retornaram às celas.


Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

Desconhecido atira e mata suspeito de roubo de motocicleta

                              
Na manhã de quarta-feira (20), por volta das 11h, policiais militares da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (1ª CIPM) foram informados sobre uma pessoa que havia sido alvejada por disparo de arma de fogo e que estava caída na altura do km 10, às margens da rodovia PA-136, zona rural da cidade de Castanhal, região do nordeste paraense.

No local, foi encontrado Hugo Santos Portela, de 23 anos, com uma perfuração de disparo de arma de fogo bem no peito. Ele foi socorrido e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Castanhal, onde morreu logo que deu entrada. Da UPA, o corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) da mesma cidade. A reportagem do Diário não encontrou nenhum parente da vítima para falar sobre o caso.

Já na manhã de ontem (21), na Delegacia de Polícia Civil do Centro de Castanhal, durante entrevista coletiva com a imprensa, o delegado João Inácio informou que Hugo Santos Portela estava em uma motocicleta que havia sido roubada na localidade conhecida como Areia Branca, pertencente ao município de Santa Izabel do Pará. “Não sabemos ainda quem atirou no Hugo”, disse o policial civil. Ainda de acordo com o delegado, dentro da mochila de Hugo Santos foi encontrada uma arma de fogo de fabricação artesanal.

A arma e a motocicleta roubada foram levadas à delegacia. O veículo ficou de ser devolvido ao dono, após os procedimentos legais. A arma de fogo foi encaminhada ao IML para ser periciada. O caso está sendo apurado pela Polícia Civil.


Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Acusado de homicídio em Igarapé-Açú é preso pela PM em Castanhal

Nesta terça-feira (19), uma guarnição da Polícia Militar efetuou a prisão de Fernando Andrade Garcia, mais conhecido por “Nando”, o qual tinha mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça de Igarapé-Açu, acusado de cometer um homicídio naquela cidade.
Fernando matou a tiros, no dia 02.09.2017, no bairro da Portelinha, naquele município, o próprio cunhado Antonio Marcos Nunes. Ele fugiu na época e foi localizado no bairro Santa Catarina, em Castanhal. Ao ser flagrado e encaminhado à delegacia, Fernando confessou o crime. Ele agora está à disposição da justiça.
Redação Notícia Virtual (Com informações do repórter Tiago Silva)

Moto de autoescola é recuperada pela Guarda Civil de Castanhal

A Guarda Civil de Castanhal recuperou mais uma motocicleta, desta vez, de uma autoescola que tinha sido roubada e foi abandonada num matagal as proximidades da Escola CAIC, no bairro da Saudade.
O crime ocorreu por volta das 16h30, desta terça-feira (19). A motocicleta pertencente a uma autoescola, foi tomada de assalto as proximidades da Escola Clotilde Pereira, no bairro Nova Olinda. Segundo testemunhas, um dos bandidos ainda atirou contra o instrutor da autoescola, mas, o mesmo não foi atingido.
A Guarda Civil foi acionada e em poucas horas a moto foi recuperada. O veículo estava em uma área de mata as proximidades da Escola CAIC, no bairro da Saudade. Os suspeitos não foram localizados.
Redação Notícia Virtual (Com informações do repórter Tiago Silva)

Preso acusado de tentar matar a companheira em Castanhal

Mateus Gomes Menezes, conhecido como “Peixe”, foi preso em Castanhal, nordeste do Pará, nesta terça-feira (19), em cumprimento de mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça.
Ele é suspeito do crime de tentativa de feminicídio. A vítima foi a companheira do acusado. A prisão foi realizada por policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Castanhal, sob coordenação da delegada Ana Paula Chaves.
O crime foi registrado no mês de junho deste ano em Castanhal. Mateus Gomes efetuou quatro disparos contra a vítima. Após o crime, o acusado fugiu da cidade. Mateus Gomes também é suspeito de envolvimentos em outros homicídios ocorridos na região.
Assim que localizaram Mateus Gomes, os policiais civis deram cumprimento à ordem de prisão e o conduziram até o Sistema Penitenciário de Castanhal. O acusado está recolhido à disposição de Justiça.
(Com informações da Polícia Civil)

Homem é preso pela PC de Castanhal por crime de estupro contra adolescente

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira, 19, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça, no município de Castanhal, nordeste do Estado, Josivan Cosmo da Silva, acusado de estuprar uma adolescente, de 15 anos. A vítima teria sido abusada durante cinco anos, desde os 9 até os 14 anos de idade. Na época dos crimes, segundo informações apuradas no inquérito policial, a vítima e o acusado residiam na cidade de Tucuruí, no sudeste do Estado. A prisão foi realizada por uma equipe de policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e Adolescente (Deaca), de Castanhal.
A ordem de prisão foi expedida pela Vara Criminal de Tucuruí. Segundo a delegada Aline Boaventura, titular da Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis da Polícia Civil (DAV), à qual a Deaca é vinculada, a mãe da adolescente registrou a ocorrência contra o acusado. Os abusos ocorreram, em maioria, na época em que acusado e vítima moravam em Tucuruí. A denúncia foi feita em Castanhal, em janeiro deste ano, quando foi instaurado inquérito policial para apurar o crime.
Segundo a delegada, o caso foi só comunicado pela mãe após a família da vítima se mudar para Castanhal. O fato passou a ser investigado e a jovem passou por exames médicos, sociais e perícias necessárias para auxiliar as investigações. Com base nas provas, foi solicitada à Justiça a prisão preventiva do acusado. Preso, ele já está recolhido no presídio do Centro de Recuperação Regional de Castanhal para responder pelo crime na Justiça.
Fonte: Ascom Polícia Civil do Pará

No próprio local de trabalho, empresário é brutalmente assassinado


A cidade de Castanhal, no nordeste paraense, amanheceu ontem com a notícia de uma morte cruel e covarde. Um empresário do ramo imobiliária, identificado como Walfredo Cesar, de 57 anos, foi encontrado morto em uma área que fica por trás de seu escritório, localizado na rua Quintino Bocaiuva, entre as ruas Comandante Assis e Presidente Kenedy, no bairro Estrela, bem próximo ao centro comercial da “Cidade Modelo”.

Atualmente Walfredo Cesar estava separado da esposa e morava no local, onde também funcionava seu escritório denominado “Cesar Imóveis”. Walfredo sempre ficava até tarde trabalhando no local. Ontem, por volta das 6h30, quando sua empregada doméstica chegou para iniciar seus serviços encontrou seu patrão de bruços, no chão, e todo ensanguentado. Logo ela chamou os vizinhos, que acionaram a Polícia Militar. “No local encontramos um terçado. No corpo da vítima foram detectadas várias perfurações e cortes, possivelmente provocadas por arma branca, faca ou terçado”, disse o sargento Marco Antônio, da Polícia Militar. Ainda de acordo com o policial militar, muitos objetos de valor, como 2 câmeras fotográficas profissionais, não foram roubados.

O delegado Paulo Benício, da Polícia Civil, também esteve no local e não descarta a possibilidade de um latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Tudo vai ser apurado pela Divisão de Homicídios aqui da cidade, para saber se algum objeto foi ou não subtraído do local. Mas o que tudo indica é que a vítima ainda lutou pela vida, travando luta corporal com o ou os assassinos. Havia várias manchas de sangue pelas paredes”, informou o policial civil. Acredita-se que o crime tenha sido cometido no final da noite ou durante a madrugada, já que o sangue estava seco. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), para passar por exame de necropsia.

Antes da chegada da polícia, vários curiosos entraram no local, tiraram fotos e postaram nas redes sociais. Com a chegada da Polícia Militar, a área foi isolada até a chegada de peritos do Instituto de Criminalística Renato Chaves. Muitos amigos de Walfredo Cesar ficaram perplexos e diziam não acreditar no que tinha acontecido. Um filho dele esteve no local e disse apenas a frase – “mataram meu pai!” – em seguida saiu para avisar outros familiares. As policias civil e militar realizaram incursões às proximidades, mas não encontraram nenhum suspeito de envolvimento no crime.

Indignados, nas redes sociais, amigos do empresário Walfredo Cesar desabafaram dizendo que a cidade está muito violenta. “Meu vizinho. Fica uma grande tristeza. É difícil acreditar em uma morte tão brutal. Castanhal pede paz”, escreveu Mary Trindade. “Lamento muito que Castanhal perdeu mais um cidadão de bem, por causa da incompetência de nossos governantes”, escreveu Milton Nascimento Silva. Os locais de velório e sepultamento não foram informados pela família da vítima.


Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Bandidos roubam moto no Jardim Tókio e acabam sendo alvejados em confronto


O fato ocorreu neste domingo (17), quando uma dupla audaciosa promoveu um crime no conjunto Jardim Tókio, bairro Nova Olinda. A dupla roubou uma motocicleta Honda, de cor preta, 150 cilindradas, e depois foi flagrada, pilotando o veículo.

Era por volta das 19h40, quando a dupla, de bicicleta, anunciou o assalto, ainda no final da rua principal do conjunto Jardim Tókio. O dono da moto, não reagiu, mas, os bandidos agiram de forma truculenta e mandaram a vítima correr, caso contrário atirariam.  Logo após, a dupla fugiu na moto em direção ao Fonte Boa. A bicicleta em que estavam, não foi deixada para trás, pelo contrário, foi levada no ombro do bandido que ficou no carona.

A vítima de prenome Pedro, pediu ajuda a moradores que comunicaram o fato ao Niop (190) e deram carona ao dono do veículo até o bairro da Saudade, onde parte da família estava a sua espera. No trajeto, ele decidiu pedir a ajuda a outro amigo para se dirigir à delegacia e registrar ocorrência. De acordo com Pedro, ele estava na BR-316, quando seu amigo chegou e ao entrar no carro, ele avistou a dupla passando em sua moto pela rodovia.

Eles acionaram a polícia militar para garantir o flagrante. A dupla que continuava em disparada, foi localizada por uma viatura da PM na altura da Comandante Assis com a Coronel Leal, no Estrela. Pior para os bandidos, que decidiram revidar, e na troca de tiros, acabaram sendo alvejados. Um deles foi atingido e morreu no local. O outro foi atingido, socorrido e encaminhado a UPA 24 Horas, e em seguida transferido para o Hospital Metropolitano.

O suspeito socorrido, foi identificado como Renilson Souza dos Santos, de 21 anos. O mesmo, ao chegar a UPA, se apresentou com nome falso, mas a identidade verdadeira foi descoberta logo após. Quanto a moto roubada, a mesma já estava com a placa dobrada, o que demonstra que a dupla continuaria promovendo assaltos na cidade. Ela foi recuperada sem praticamente nenhum dano.

O proprietário disse que reside nos Ipês e que estaria indo buscar as filhas na Saudade quando tudo aconteceu. Informou ainda que os bandidos estavam muito exaltados e que tomou a decisão certa em não reagir. Ele agradeceu o empenho da polícia.

Por Divania Batista e Tiago Silva (Reportagem NV1)

“Cota” é retirada de circulação da Feira da Ceasa por crime de tráfico


Mais uma mulher foi presa na manhã da última sexta-feira (15) acusada de cometer o crime de tráfico de drogas na feira da Ceasa, em Castanhal. Identificada pelo apelido de “Cota” a mulher foi flagrada portando 15 pedras de óxi.

A prisão foi realizada pela Polícia Civil de Castanhal. Cota foi apresentada na delegacia do centro e autuada em flagrante. Ela teria sido transferida para o Centro de Recuperação Feminino, em Ananindeua, onde ficará à disposição da justiça.

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias)⁠⁠⁠⁠

Castanhal: mulher do “Tornado” é presa por posse ilegal de munição



Foi presa pela Polícia Civil de Castanhal, acusada de posse ilegal de munição, Lucilene Araújo de Lima, esposa do vulgo “Tornado”, preso na última semana por tráfico de drogas. Na casa dela, no bairro São José, foram encontradas 12 munições de revólver calibre 38.

Lucilene foi apresentada na delegacia do Centro e o delegado Paulo Benício, arbitrou fiança no valor de 10 salários mínimos, o equivalente a R$9.634,00. A acusada não pagou a fiança e foi transferida para o Centro de Recuperação Feminino, em Ananindeua, onde está à disposição do poder judiciário.

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias)

Identificado homem envolvido no assassinato do trabalhador que residia no Japiim


Desde a última semana, a Polícia Civil de Castanhal está à procura de Maílson da Costa Nascimento, que teve mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça. Ele é acusado de participar do assassinato do trabalhador Gilson Pereira Alves, 33 anos. O crime aconteceu no dia 02 de junho deste ano, no Conjunto Japiim, na cidade de Castanhal.

Na época a vítima tinha feito a rifa de uma moto e arrecadou o valor de R$10 mil. Os bandidos foram à casa de Gilson em busca do dinheiro e assassinaram o trabalhador. “Foi dado continuidade nas investigações e por esse mês, através de depoimento de pessoas que o reconheceram por fotos, nós o identificamos. Se trata de um elemento de alta periculosidade, com várias entradas na polícia. E ele se encontra em lugar não sabido”, relatou o delegado Paulo Benício.

As informações podem ser repassadas pelo Niop (190) ou disk-denúncia (181). O sigilo é garantido.

Redação Notícia Virtual (Com informações de Tiago Silva / Últimas Notícias)

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Bandidos “Tocam Terror” e matam idoso após onda de assaltos em comunidade de Inhangapi


Com crueldade e covardia. Foi dessa forma que um idoso de 77 anos de idade foi morto, após uma onda de assaltos na localidade Ponta de Terra, próximo a comunidade de Arajó, área de zona rural e distante a cerca de 26 quilômetros da sede do município de Inhangapi, região do nordeste paraense. Uma das vítimas registrou o Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil, no plantão do delegado João Inácio.

O homem, que não teve o nome divulgado pela polícia, disse que, por volta das 21h de terça-feira (12), quatro bandidos com armas de fogo “tocaram o terror” na comunidade de Ponta de Terra praticando diversos assaltos a residências. Segundo o delegado Rayrton Carneiro, da Polícia Civil, que também investiga o caso, durante uma das ações criminosas um idoso de 77 anos, identificado como José Anito Mendes Aranha teria se armado com terçado, momento em que foi alvejado por disparos de arma de fogo, efetuados pelos assaltantes. O idoso chegou a ser socorrido, mas morreu logo que deu entrada em um hospital. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal.

Após efetuarem os disparos, os bandidos fugiram em um pequeno barco bastante conhecido como “rabeta”, levando três moças como reféns. Elas foram liberadas já do outro lado do rio Bujaru. Guarnições das policias civil e militar realizaram diligências, mas até o fechamento dessa edição não haviam conseguido prender nenhum suspeito de envolvimento no assassinato do idoso. Os quatro suspeitos já teriam sido identificados. O crime gerou muita comoção revolta por parte de amigos e familiares da vítima, que pedem justiça.


IDENTIFICAÇÃO

Entre os suspeitos de envolvimento no crime, a polícia está à procura de Luan Costa da Conceição, vulgo “Chocolate”, 19 anos, e Israel Tavares Lima, 18 anos. Ambos são da cidade de Bujaru e apontados como autores do latrocínio ocorrido em Inhangapi, que vitimou o idoso com um tiro nas costas. Ambos estão sendo procurados e denúncias podem ser repassadas ao disque denúncia 181.

Por Tiago Silva (Últimas Notícias)


Polícia Civil prende trio acusado de traficar drogas em Castanhal


Na tarde de terça-feira (12), policiais civis da cidade de Castanhal, no nordeste paraense, realizaram a prisão em flagrante de três pessoas acusadas de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas. O primeiro a ser preso foi Márcio Roberto de Sousa Marcelino, mais conhecido como "Tornado", acusado de transportar em seu carro uma pedra de óxi, pesando aproximadamente 1 kg.

A abordagem ao veículo foi feita no bairro do Jaderlândia, após investigação das equipes da Polícia Civil. Márcio Roberto indicou o local para onde iria levar a droga, a casa de uma mulher, identificada como Alessandra Farias de Brito, mais conhecida como “Boneca”, também no bairro Jaderlândia. “Ela confirmou que estava negociando entorpecentes com o Tornado”. Na casa da Alessandra foi apreendida a quantia de R$ 1.420,00, além de certa quantidade de barrilha leve”, disse o delegado Temmer Khayatt, chefe da Polícia Civil da região do salgado.

Ainda de acordo com o policial civil, Márcio Roberto foi perguntado sobre seu filho, o Igor de Souza Lopes, o qual era suspeito de atuar junto com seu pai no comércio ilícito de entorpecentes. “Então, Márcio Roberto levou a equipe até a residência de sua mãe, no Conjunto Japiim, onde estava o Igor, sendo que com ele foi encontrada a quantia de R$16.580,00, que estava escondida em sua cueca”, detalhou Temmer Khayatt.

Igor teria dito que todo o dinheiro seria de seu pai, o Márcio Roberto. Ressalta-se que além do carro que Marcio Roberto dirigia (um carro do ano 2017), ele tinha ainda, em sua residência, uma motocicleta 660 cilindradas, sendo que com o filho dele, Igor, foi encontrada uma motocicleta, que havia sido comprada no dia anterior pelo valor de R$ 8.000,00, a vista, com dinheiro dado pelo pai, Márcio Roberto”. Dessa forma, Alessandra, Igor e Márcio receberam voz de prisão em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas.

No total foram apreendidos: 1 carro, 2 motocicletas e a quantia de R$b18.000,00, juntamente com o material de entorpecente. “Por fim, vale destacar que nenhum dos presos trabalha, apesar da grande quantidade de dinheiro e bens que possuíam”, finalizou o delegado superintendente.


Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Foragido de presídio de Santa Izabel é recapturado em Castanhal

Policiais militares da cidade de Castanhal, no nordeste paraense, recapturaram um dos 8 fugitivos da Central de Triagem Metropolitana III (CTM III), anexado ao complexo penitenciário de Santa Izabel, região metropolitana de Belém. A fuga ocorreu na madrugada de segunda-feira, por volta das 4h, e a recaptura aconteceu na noite de anteontem, no Apeú, Distrito castanhalense.

O delegado Fábio de Andrade, da Polícia Civil, disse que “Luciano Souza Parente, de 23 anos, natural de Santarém, estava escondido nas matas do Apeú e que, ao sair a pé, foi abordado por uma guarnição da Polícia Militar, que desconfiou do nervosismo do suspeito. Durante revista pessoal, nada de irregular foi encontrado com Luciano, porém, na delegacia, após consulta no sistema, foi constatado que o mesmo estava recentemente foragido do sistema penitenciário”.

Na delegacia, Luciano Souza Parente disse ao delegado Fábio que seria integrante da organização criminosa denominada Primeiro Comando da Capital (PCC) e que já havia assassinado um promotor de justiça. “Não confirmamos essa morte do promotor que ele (Luciano) afirma ter cometido, mas sabemos que ele (Luciano) é considerado perigoso com diversas passagens pela polícia por diversos tipos de crimes, inclusive assalto a mão armada”, disse o delegado Fábio de Andrade. Após ser ouvido, o foragido foi recambiado para o presídio.


Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

Aconteceu de novo: mais 8 detentos fogem de presídio de Santa Izabel


A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) confirmou, ontem, mais uma fuga, desta vez de 8 detentos da Central de Triagem Metropolitana III (CTM III), no Complexo Penitenciário de Santa Izabel, região metropolitana de Belém. Ainda segundo a Susipe, a mais nova fuga aconteceu na madrugada de ontem, por volta das 4h. Os detentos estavam custodiados na cela 09, do bloco B.

De acordo com a Diretoria de Administração Penitenciária (DAP), os presos fugiram pela janela de ventilação da cela e pularam o muro de segurança em direção a área de mata da unidade prisional empreendendo fuga. Os agentes prisionais de plantão chegaram a interceptar os detentos, mas não conseguiram impedir a fuga. Os fugitivos são: Antônio Eduardo Dutra Bonifácio, Anderson de Oliveira Matos, Diego Ribeiro Araújo, Jardenilson da Silva Veiga, Jocimar Bispo de Souza, Jailson Sena Barbosa, Luciano Sousa Parente e Rosivaldo Soares de Sousa.

A Corregedoria Penitenciária da Susipe informou que irá abrir uma sindicância investigativa para apurar o caso. Dados da própria Susipe dão conta que neste ano, de janeiro até ontem, foram registradas 29 fugas, com 164 fugitivos e 60 recapturados. Enquanto que no ano passado foram registradas 30 fugas, com 265 fugitivos. Desse total, 151 foram recapturados. Quem tiver qualquer informação sobre os fugitivos pode fazer uma denúncia anônima pelo 181, ou pelo WhatsApp da Susipe (91) 98814-1218. O sigilo é garantido.

Por Tiago Silva (Diário do Pará)


terça-feira, 12 de setembro de 2017

Mais dois assassinatos são registrados em São Miguel do Guamá e Curuçá

Um homicídio foi registrado no município de São Miguel do Guamá, região do nordeste paraense. O crime aconteceu na noite de domingo (10), por volta das 22h, e teve como vítima Fábio Freitas Pina, o conhecido “Fabinho”, que tinha 24 anos de idade. Segundo informações do delegado Temmer Khayatt, que é o chefe da Polícia Civil na região, a vítima foi executada a tiros, possivelmente de revólver.

Ainda de acordo com o superintendente, a vítima foi executada no momento em que retornava de uma festa para casa. “Essa é a informação, mas o local em que aconteceu o crime fica em um caminho totalmente contrário da residência da vítima”, disse Temmer Khayatt. O corpo de Fábio foi encontrado jogado na rua do Paredão, área do bairro Padre Ângelo, periferia de São Miguel do Guamá. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, onde foi necropsiado.

Segundo possíveis testemunhas, o crime teria sido praticado por uma dupla de desconhecidos, que teria fugido em uma bicicleta, que não era da vítima. O crime tem características de execução. O caso será investigado pela equipe de policiais civis do delegado Everaldo Negrão, titular de São Miguel do Guamá.

CURUÇÁ

No município de Curuçá, ainda na região do nordeste paraense, também foi registrado um homicídio. Aconteceu na tarde de sábado, por volta das 15h, na rua principal da comunidade do Livramento. A vítima foi identificada como Jó Sousa Costa, de 28 anos. De acordo com as primeiras informações levantadas pelas policias civil e militar, a vítima estava em um local de capoeira quando foi assassinada por dois homens, que ainda não foram identificados.

Jó Sousa Costa morava na rua Nova do Livramento, mesma área em que foi morto por disparos de arma de fogo. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Curuçá e está sendo investigado pelo delegado Fábio Coutinho e sua equipe. A polícia não informou se Jó possuía ou não algum tipo de envolvimento com a criminalidade. O caso ainda é um mistério.


Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

“Racha” teria provocado a morte de motociclista na rodovia PA-320


A polícia militar divulgou, ontem (11), informações sobre um acidente com vítima fatal que aconteceu na tarde de domingo (10), por volta das 16h30min, na rodovia PA-320, mais precisamente entre a localidade de Jambuaçu e o município de Igarapé-Açu, região do nordeste paraense. O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil do município de São Francisco do Pará, já que Jambuaçu pertence àquela jurisprudência.


O sargento J. Lameira, da Polícia Militar, disse que foi informado por várias pessoas sobre o acidente gravíssimo envolvendo duas motocicletas e uma van. J. Lameira, mais o sargento Cunha e o cabo Jonas, também da Polícia Militar, se deslocaram até o endereço informado. No local foram encontrados os três veículos parcialmente destruídos, sendo uma van, que era dirigida por um homem identificado apenas pelo prenome de Diego; uma motocicleta modelo CB 300 cilindradas, de cor vermelha, pilotada por Deivison Soares da Silva, morador do bairro Jaderlândia de Castanhal; e uma motocicleta modelo CB Twistter, de cor branca, conduzida por Waldemiro Rosário Oliveira Castro, também morador do bairro Jaderlândia da cidade de Castanhal.

A vítima Waldemiro Rosário Castro sofreu fraturas múltiplas e morreu no local. Enquanto que Deivison Soares da Silva sofreu várias escoriações pelo corpo. Ele foi socorrido por uma equipe de resgate do Samu e transportado até o hospital municipal de Igarapé-Açu, para receber atendimento médico. As pessoas que estavam na van não se feriram gravemente. O corpo de Waldemiro Rosário foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal. Duas testemunhas foram convidadas a comparecerem na delegacia para relatarem como teria acontecido o acidente. Disseram que os dois motociclistas estavam fazendo “racha” (disputando corrida) em alta velocidade.

Poucos minutos antes do acidente acontecer, uma pessoa filmou um grupo de motociclistas disputando corrida em alta velocidade pela rodovia PA-320. Nas imagens, as testemunhas teriam reconhecido Waldemiro e Deivison como sendo integrantes do grupo de motociclistas. A filmagem vai ser analisada pela Polícia Civil, que já instaurou inquérito para apurar o caso.


Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Final de semana sangrento em Castanhal com 5 mortos a tiros e facadas

O final de semana foi sangrento, em Castanhal, região do nordeste paraense. Da noite de sexta-feira (8) até a manhã de sábado (9), 5 pessoas foram mortas a tiros e a facadas na “Cidade Modelo”. O primeiro crime aconteceu no bairro Jaderlândia, por volta das 21h. A vítima foi identificada como Geovane Gonçalves Costa, o conhecido “Geu”, de 18 anos. A mãe de “Geu” disse que estava em sua casa, deitada, quando ouviu disparos de arma de fogo. Ao sair, viu seu filho com 2 tiros na região do tórax. O corpo estava caído na travessa Minervina Afonso, esquina com a rua São Francisco. Geovane, o “Geu” morreu no local. Ele era usuário de drogas há 3 anos, segundo sua mãe relatou na delegacia.

Já no final da noite de sexta-feira, por volta das 23 horas, um sargento da Polícia Militar foi executado com um tiro no peito. O crime aconteceu em um bar localizado no conjunto Fonte Boa. O policial militar, identificado como S. Silva, não ingeria bebida alcoólica, apenas conversava com amigos quando foi surpreendido por um desconhecido que, após efetuar um único tiro de revólver no peito da vítima, fugiu do local com um comparsa em uma motocicleta. S. Silva morreu logo após dar entrada no hospital. Um suspeito foi localizado e detido, mas logo em seguida foi liberado por falta de provas. O corpo do policial militar foi velado na casa de parentes e no quartel, em Castanhal, e sepultado no cemitério Parque da Eternidade, em Marituba, região metropolitana de Belém.

Após a morte do sargento da PM, outras duas pessoas foram executadas a tiros. Ainda no final da noite de sexta-feira, no bairro Novo Caiçara, mais precisamente na rua Raimundo Pinto Leite, esquina com Irmã Adelaide, Marcos Silva do Rosário, de 22 anos, foi alvejado por 3 tiros pelo corpo efetuados por dois desconhecidos que estavam em uma motocicleta. Marcos estava acompanhado de uma mulher, em uma bicicleta, quando foi alvejado. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu logo que deu entrada em um hospital público de Castanhal. Na delegacia, a Mãe de Marcos disse que seu filho era viciado em maconha, que usava quase todos os dias e que atualmente vinha sendo ameaçado de morte por uma ex-namorada dele.

Na virada de sexta para sábado outro homem foi executado a tiros. Aconteceu no bairro da Propira, mais precisamente na rua Vitória Régia, onde Isaac da Gama, de 39 anos, foi encontrado morto com perfurações pelo corpo provocadas por disparos de arma de fogo. Sobre este caso, a polícia possui poucos detalhes, pelo fato de o crime ter acontecido durante a madrugada, horário em que as ruas ficam pouco movimentadas. A polícia não informou ainda se Isaac também era ou não viciado em drogas ou se ele possuía algum tipo de envolvimento com a criminalidade.

E na manhã de sábado (9), por volta das 11h, uma jovem foi morta com uma facada no pescoço, desferida por outra mulher. O crime aconteceu em um local conhecido como “Beco do Mijo”, na feira da Ceasa, em pleno centro comercial de Castanhal. Aconteceu durante um desentendimento entra as duas mulheres. Márcia Brito de Souza, de 19 anos, levou a pior: foi atingida com uma facada no pescoço e morreu na hora. Ela também estava armada, com uma faca na cintura. A assassina fugiu do local se ser identificada. De acordo com o que consta no boletim de ocorrência, Márcia Brito era viciada em diversos tipos de drogas.


Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

Sargento da PM assassinado em Castanhal é sepultado em Marituba

Dor, tristeza e revolta. Assim foi o sepultamento de mais um policial militar vítima da onda de criminalidade desenfreada no Estado do Pará. Ontem foi enterrado, no cemitério Parque da Eternidade, em Marituba, região Metropolitana de Belém, o corpo do sargento da Polícia Militar do Pará, Paulo Sérgio Silva, ou simplesmente S. Silva, como era mais conhecido por familiares e amigos de farda.

S. Silva tinha 49 anos de idade. Foi assassinado com 1 tiro no peito, efetuado por um homem, que fugiu na garupa de uma motocicleta pilotada por outro criminoso. O crime aconteceu no final da noite de sexta-feira (8), por volta das 23h. O policial militar estava de folga e conversava com amigos em um bar, situado no conjunto Fonte Boa, periferia da cidade de Castanhal, região do nordeste paraense, quando foi alvejado. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu logo que deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (24) Horas. Logo após o crime, várias incursões foram feitas e um suspeito foi localizado e apresentado na delegacia de Polícia Civil do centro da cidade, mas não foi reconhecido por pelo menos 2 testemunhas. Mesmo assim, o acusado passou pelo teste de pólvora combusta e foi liberado, após o exame dar negativo. Mas o suspeito ainda continua sendo investigado.

O corpo do sargento S. Silva foi liberado do Instituto Médico Legal (IML), na manhã de sábado. O velório aconteceu na casa da vítima, situada no conjunto Fonte Boa. A entrada foi liberada primeiramente aos familiares e depois aos amigos e vizinhos. Ontem pela manhã, o cortejo fúnebre seguiu para o Quartel do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM), onde o corpo permaneceu por poucas horas e depois seguiu até Marituba, onde foi sepultado à tarde. O momento foi de muita comoção na hora de dar o último adeus ao policial militar.

S. Silva era tido como um policial militar exemplar e desenvolvia trabalhos sociais pela comunidade em que morava. Sempre que podia fazia doações de cadeiras de rodas e brinquedos para pessoas carentes. Foi executado sem chances de defesa com um único tiro no peito. O caso segue sendo investigado Pela Polícia Civil. Quem tiver qualquer informação que possa ajudar a polícia a prender os envolvidos no crime poderá ligar para o 181, disque-denúncia, da Polícia Civil. O denunciante não precisa se identificar.


Por Tiago Silva (Diário do Pará)