segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

DUPLA É PRESA POR POLICIAL MILITAR. UM DOS ACUSADOS FOI BALEADO

Robson Rocha
Ronivaldo Casa Nova Cabral, 33, e Robson Rocha Salles, de 30 anos, foram presos por um policial militar à paisana, depois que a dupla praticou crime de assalto a mão armada no bairro da Saudade II, em Castanhal, cidade do nordeste paraense. Aconteceu no início da manhã de sábado (25), por volta das 7h. O soldado, que preferiu não se identificar, disse ao BLOG que saiu de sua casa para comprar pão quando percebeu 2 suspeitos passando em alta velocidade em uma motocicleta. “Também vi uma mulher correndo e gritando que havia acabado de ser assaltada pela dupla”, disse o PM.
        
Mesmo de folga, o soldado fez uma manobra com o seu veículo e passou a perseguir os acusados com o intuito de apenas prendê-los e recuperar os objetos da vítima, porém o que estava na garupa da motocicleta sacou uma arma de fogo e atirou contra o policial à paisana. “Eu revidei e também atirei com a intenção de acertar os pneus da moto em que os acusados estavam. Ao acelerar, o piloto perdeu o equilíbrio da moto e caiu no chão com o comparsa. “Me aproximei e percebi que o que estava na garupa, depois identificado como Ronivaldo Casa Nova Cabral, havia sido alvejado em uma das pernas pelos disparos. Enquanto ao piloto, Robson Rocha Sales, sofreu escoriações pelo corpo, devido à queda”, explicou com detalhes o policial envolvido na missão.
Ronivaldo Casa Nova
        
Com a dupla foi apreendido um revólver calibre 38 contendo no tambor 2 cartuchos deflagrados. Dentro de uma mochila pertencente à dupla estavam 6 aparelhos celulares, 1 pulseira cromada e 1 relógio de pulso, além de uma carteira porta-cédulas contendo documentos e cartões de crédito roubados de vítimas. A motocicleta sem placa usada na fuga também foi apreendida para averiguação. Os acusados e os objetos apreendidos foram apresentados na delegacia do centro da cidade no plantão do delegado Patrício Pontes, da Polícia Civil.

        
Após serem reconhecidos por 2 vítimas, Ronivaldo Casa Nova Cabral e Robson Rocha Sales foram autuados em flagrante por assalto a mão armada. Eles estão custodiados no Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST). Ronivaldo Casa Nova estava na condição de foragido da justiça e já possuía passagens por roubo e tráfico de drogas.

Reportagem: Tiago Silva       

DUAS PESSOAS SÃO ASSASSINADAS EM SÃO MIGUEL E IRITUIA

A Polícia Civil de São Miguel do Guamá, nordeste do Estado, instaurou inquérito para apurar um crime de homicídio que aconteceu naquele município na madrugada de sábado (25). A vítima foi identificada como Ygor Kevyn Teixeira Dias, mais conhecido como “Kevinho”, de 24 anos.
        
Ygor Kevyn foi morto com 1 tiro bem no peito quando caminhava pela 3ª rua do bairro das Palmeiras, periferia de São Miguel do Guamá. O crime, segundo testemunhas, foi praticado por desconhecidos, que estavam em um carro vermelho. O jovem morreu no local. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, onde passou por exame de necropsia. Peritos não informaram a quantidade exata de tiros que atingiram a vítima.
        
IRITUIA
        
No município de Irituia, ainda na região do nordeste paraense, também foi registrado um homicídio. O ponteiro do relógio marcava 23h30min de sábado (25) quando policiais militares foram informados sobre uma ocorrência de grande relevância na comunidade São Bento, zona rural. A guarnição foi até o endereço, onde foi informada que um homem esfaqueado havia sido socorrido por populares e levado ao hospital.

        
Depois, a vítima foi identificada como Luiz Gomes Travassos, de 44 anos. A Polícia Militar informou que Luiz não resistiu aos ferimentos e morreu antes mesmo de dar entrada no hospital. O acusado de ter praticado o crime é o próprio genro da vítima, identificado como Thiago Ribeiro Passos, de idade não informada. Foram feitas buscas, porém o acusado não foi encontrado.

Reportagem: Tiago Silva (Com informações de Ismael Teixeira)

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

LÍDER COMUNITÁRIO É EXECUTADO COM 3 TIROS NA CABEÇA

A Polícia Civil, por meio do delegado Paulo Benício, investiga um homicídio que está repercutindo de forma negativa na cidade de Castanhal, região do nordeste paraense. A vítima foi o líder comunitário João da Silva, de 48 anos, morto com 3 tiros na cabeça. O crime aconteceu na noite de quarta-feira (22), por volta das 21h, no Conjunto Parque dos Buritis.

João da Silva estava em frente a casa de um vizinho dele, sentado numa cadeira, quando foi assassinado na frente de três testemunhas. “A vítima conversava com algumas pessoas quando 2 desconhecidos se aproximaram e um deles efetuou 3 tiros na cabeça da vítima, sendo que um dos disparos acertou do lado direito, bem próximo a fonte”, disse o delegado Paulo Benício. A dupla deixou uma bicicleta as proximidades da casa número 33, na rua Jatobá, seguiu andando em direção ao João da Silva e anunciou um assalto. “Acredito que não se tratou de um assalto, pois nada foi roubado da vítima. Talvez anunciaram o assalto para tentar dificultar as investigações”, acredita.

Ainda de acordo com policial civil, a dupla pegou a bicicleta e fugiu do local. Os autores já teriam sido identificados, mas seus nomes não foram divulgados. A guarnição do sargento Adilson, formada ainda pelo cabo Baia, da Polícia Militar, esteve no local, realizou buscas, mas nenhum suspeito de envolvimento no crime foi encontrado. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). Familiares não informaram os locais de velório e sepultamento.

Como líder comunitário, João da Silva se preocupava com a segurança dos moradores do Parque dos Buritis e sempre pedia ronda policial pelo conjunto, atitude que poderia ter provocado a ira de alguns bandidos. “João da Silva era uma pessoa do bem, não possuía antecedentes criminais. Ele era líder comunitário e zelava pela segurança do conjunto em que residia. A gente não descarta que isso possa ter incomodado alguns criminosos. Baseado nessas informações, vamos investigar para dar uma resposta positiva o mais rápido possível para a sociedade”, finalizou o delegado Paulo Benício.

OUTRO CASO

Já ni início da madrugada de hoje (sexta-feira), quatro adolescentes foram baleados na Praça José João, área do bairro da Saudade, em Castanhal. Uma das vítimas, identificada como João Paulo morreu no local com 1 tiro na cabeça. Três amigos dele foram socorridos e levados ao hospital, sendo um deles em estado grave de saúde. O crime foi praticado por três homens encapuzados que chegaram no local em um carro prata. A Polícia Civil apura o caso.

Reportagem: Tiago Silva

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

EM MENOS DE 24H, 2 ADOLESCENTES SÃO EXECUTADOS A TIROS EM CASTANHAL

Em menos de 24 horas, dois adolescentes, ambos de 17 anos, foram executados a tiros na cidade de Castanhal, região do nordeste paraense. O primeiro crime aconteceu na noite de segunda-feira (20) por volta das 21h. Daniel Rocha Santos residia com os pais dele, no bairro Ianetama, de onde saiu com dois amigos rumo ao bairro Caiçara.

Os três caminhavam juntos pelo Caiçara quando, na rua Irmã Adelaide, esquina com a rua Elias Moreira foram abordados por um motociclista, próximo a uma torre de telefonia. Segurando um revólver, o motociclista teria ordenado que Daniel ficasse e que os dois amigos dele saíssem do local. Em seguida, de acordo com testemunhas, o desconhecido efetuou pelo menos 3 tiros na cabeça de Daniel, sendo que um dos disparos lhe atingiu o olho esquerdo.

Após os disparos, o atirador fugiu do local na motocicleta sem ser identificado por testemunhas. Homens do Corpo de Bombeiros foram acionados, mas quando chegaram no local o baleado já estava sem vida. O corpo de Daniel foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), onde foi necropsiado e depois liberado aos familiares para velório e sepultamento.

Já no final da tarde de ontem, por volta das 17h30min, outro adolescente foi morto a tiros, em Castanhal. Diego Silva de Melo, de 17 anos, estava em uma motocicleta pelo conjunto Bibiana I quando teria sido perseguido por 2 desconhecidos que estavam em outro veículo. Já no Conjunto Jardim das Flores, o adolescente foi alcançado e executado com vários tiros, a maioria na cabeça. Moradores da área ouviram pelo menos 7 disparos.

Os executores fugiram do local sem serem identificados. A motocicleta em que a vítima estava, uma Pop 100, de cor preta, havia sido roubada, no início da manhã, de um senhora de 40 anos. A moto foi levada para a delegacia do centro da cidade, onde o homicídio foi registrado. Enquanto que o corpo foi removido para o IML.

Uma das tias da vítima disse que hoje (quarta-feira) Daniel completaria 18 anos. O número de homicídios subiu para 7, neste mês de fevereiro, em Castanhal.

Reportagem: Tiago Silva

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

TRIO É PRESO PELAS PRÁTICAS DE DIVERSOS CRIMES EM CASTANHAL

Jonathan Aélcio
Wagner Washington
Na manhã de sexta-feira (17), por volta das 10h, policiais civis da cidade de Castanhal, nordeste paraense, prenderam Jonathan Aélcio Freitas da Costa, 25, Wagner Washington Brito da Conceição, 31, e Geise Pinto Barbosa, de 32 anos. Os três são considerados pessoas da mais alta periculosidade.
        
Geise Barbosa
Wagner e Geise estavam na condição de foragidos do sistema penitenciário. Ele responde a processos por roubo e tráfico de drogas. Ela possui passagens por formação de quadrilha armada e posse ilegal de arma de fogo. Enquanto Jonathan, contra ele existia em aberto um mandado de prisão pela prática de homicídio, ocorrido no mês de outubro de 2015, dentro do banheiro de um posto de combustíveis, localizado às margens da rodovia BR-316, no Apeú, Distrito Castanhalense. A vítima foi Lucian Alex Evangelista da Cruz, que na época tinha 23 anos. Lucian foi executado com um tiro na cabeça.
        
Durante o trabalho de investigação, a Polícia Civil chegou ao nome do principal suspeito de envolvimento no homicídio, Jonathan Aélcio Freitas da Costa. O delegado Vitor Fontes também solicitou à justiça outro mandado de prisão contra Jonathan, depois que ele, no dia 3 de dezembro do ano passado, sozinho, assaltou um posto de combustíveis situadas no bairro Nova Olinda, mais precisamente na avenida Barão do Rio Branco. Na ocasião, do posto foi roubado o valor de R$ 42 mil. As câmeras de segurança do estabelecimento flagraram toda a ação do acusado.
        
Além de assaltante e homicida, Jonathan também é traficante e, a partir de denúncias anônimas feitas para o número 181, iniciou-se o trabalho de investigação, que confirmou a venda de cocaína em uma residência, localizada no bairro Pirapora, periferia de Castanhal. Dentro da casa, os policiais civis encontraram uma pistola calibre Ponto 40, contendo um pente carregado e outro carregador totalmente municiado. No imóvel também foram encontrados 45g de
pó de cocaína, além de 2 placas de motocicletas e 1 documento de veículo falsificado. “Foram presos Jonathan Aélcio Freitas da Costa, Wagner Washington Brito da Conceição e Geise Pinto Barbosa, os quais foram autuados por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, tráfico de droga, associação para o tráfico de droga, associação criminosa armada e falsificação de documento público”, afirmou o delegado Vitor Fontes.


        
Ainda de acordo com o policial civil, o foragido Wagner Washington se disfarçava de moto-taxista para distribuir drogas em outras “bocas de fumo” e também à usuários de entorpecentes. A mulher foi transferida para o Centro de Recuperação Feminino (CRF), em Ananindeua. Os homens foram encaminhados para um presídio da região metropolitana de Belém.

Reportagem: Tiago Silva

PRESO ACUSADO DE TRAFICAR MACONHA EM SANTA IZABEL

A Polícia Militar prendeu, no início da tarde de sexta-feira (17), Rodrigo Santos Rodrigues, de 30 anos, acusado de traficar droga no município de Santa Izabel, região metropolitana de Belém. A prisão com apreensão aconteceu depois que, por volta do meio-dia, o capitão Barros recebeu uma denúncia anônima informando que na casa de número 72, localizada no bairro Novo Horizonte, haveria grande quantidade de droga.

“Logo que recebemos a denúncia, eu, mais os sargentos Alan e Gilmar fomos até o endereço informado e, na rua Edilson Abreu, localizamos a residência. Durante uma revista minuciosa, dentro do imóvel, encontramos 10 tabletes de maconha prensada, além de uma balança de precisão e o valor de R$ 482,00”, disse o capitão Barros. No total, foram aproximadamente 5 kg de maconha apreendidos.


O dono da residência, identificado como Rodrigo Santos Rodrigues recebeu voz de prisão e foi apresentado na 17ª Seccional Urbana de Santa Izabel, onde o delegado Márcio, da Polícia Civil, o autor em flagrante pelo crime de tráfico de droga. Rodrigo ficou de ser transferido para um presídio da região metropolitana de Belém.

Reportagem: Tiago Silva

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

BANDO É PRESO APÓS ASSALTO A CAMINHÕES DOS CORREIOS

Cinco homens foram presos acusados de terem tomado de assalto duas carretas dos Correios (Sedex), no município de Irituia, nordeste paraense. Na ocasião uma pessoa foi feita refém por um dos criminosos. Todos os acusados são da região metropolitana de Belém. Munições e uma arma de fogo foram apreendidas.
        
As prisões com apreensões aconteceram na madrugada de ontem depois que, por volta de 00h30min, o sargento PM Varela, do Núcleo Integrado de Operações (Niop), da cidade de Capanema, repassou, via rádio, informação de que uma carreta do Sedex havia sido tomada de assalto na comunidade Bom Jesus, zona rural de Irituia. O sargento PM Varela pediu para que policiais militares de São Miguel do Guamá e Santa Maria do Pará ficassem atentos.
        
Cerca de uma hora depois, a carreta foi vista passando pela rodovia BR-010, em São Miguel do Guamá, rumo à Santa Maria. Logo atrás passou um carro Fiat/Pálio, de cor cinza e placa de Belém. O carro de passeio foi interceptado e dentro do referido veículo estavam Leonardo Rodrigues de Lima, 26, e Agostinho Breno Souza Lopes, de 21 anos. Leonardo e Agostinho estavam envolvidos no assalto, segundo o sargento PM Marco Antônio. Enquanto ao motorista da carreta, forçadamente, não obedeceu a ordem de parada. “Então fizemos outro acompanhamento e conseguimos interceptar a carreta já em Santa Maria, em frente ao Banco do Brasil, onde o motorista foi feito refém por outro assaltante, que estava na cabine”, disse o sargento PM Tavares.
        
Houve negociação. O refém só foi liberado às 4h30min depois que Lorivaldo Almeida de Quadros, de 20 anos, resolveu se entregar. Com ele foi apreendido um revólver calibre 38, totalmente municiado. Também foram presos Luiz Carlos de Jesus Silva, 21, e Jorge da Conceição Santos, de 37 anos; que estavam dentro de um carro Honda HR-V, de cor branca, com placa vermelha (táxi) de Belém. Luís e Jorge também são acusados de envolvimento no crime. Todos foram apresentados na Unidade Integrada Pro Paz (Uipp) de Santa Maria do Pará, onde o delegado Marcos Cruz os autuou por roubo qualificado e associação criminosa. Ambos ficaram de ser transferidos para um presídio da região.

        
Outra carreta do Sedex tomada de assalto foi abandonada na estrada de Irituia. O motorista foi colocado dentro de outro carro e deixado em Belém. As duas cargas estavam intactas. Também participaram da missão o sargento Gomes, cabos Carvalho, Jader, Rocha, Rodrigo e Augusto, mais os soldados Cunha Souza e Sampaio, ao comando do Major PM Galhardo, todos da Polícia Militar.

Reportagem: Tiago Silva

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

ROUBADO E MORTO A TIROS NA ZONA RURAL DE CASTANHAL

No início da tarde de quarta-feira (15), um homem identificado como Antônio Marques Freitas, de 33 anos, foi baleado na estrada de São Domingos do Capim, próximo à Agrovila Cainá'gua, zona rural de Castanhal, nordeste paraense. Antônio estava trafegando em uma motocicleta pela rodovia PA-127 quando foi surpreendido por um carro de cor prata.

Os ocupantes do carro ordenaram que Antônio parasse, mas ele tentou fugir por um ramal e acabou alvejado pelo primeiro tiro na perna. O motociclista caiu e foi alvejado por mais tiros. Em seguida, os ocupantes do carro fugiram levando da vítima um cordão de ouro e a carteira porta-cédulas com dinheiro. O baleado foi socorrido por populares e deixado no Hospital Municipal de Castanhal (HMC), onde morreu logo que deu entrada.

O cunhado da vítima disse que Antônio Marques Freitas seguia para Castanhal, onde trocaria um cheque. Disse ainda que Antônio trabalhava com agricultura e que há 2 meses vendeu alguns gados que ele criava e que o dinheiro foi pago em cheques. Relatou ainda que todo mês saia de sua casa para trocar os cheques na cidade de Castanhal.

O relator acredita que a vítima estaria com uma grande quantia em dinheiro, já que Antônio havia conseguido resgatar sua moto, que estava penhorada. Antônio Marcos Freitas não era usuário de drogas, segundo seus familiares. A Polícia Civil investiga o caso como latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

Reportagem: Tiago Silva

ENCONTRADO CORPO EM ESTADO DE DECOMPOSIÇÃO ÀS MARGENS DA PA-136

Na tarde de terça-feira (14), um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado por populares em uma área de matagal, localizada na altura do km 44 da rodovia PA-136, próximo à comunidade Ananim, pertencente ao município de Curuçá, região do nordeste paraense. Peritos do Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal foram acionados e removeram o corpo do sexo masculino. No IML, a vítima foi identificada como Valter Correia Diniz, de 61 anos. Somente o laudo do IML apontará as causas da morte. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Curuçá.

Reportagem: Tiago Silva

ÍCONE DO CARIMBÓ É ENCONTRADO MORTO ESFAQUEADO EM CASA

Ivo dos Anjos Silva, mais conhecido como “Tio Minga” de 63 anos, um dos ícones do Carimbó; foi encontrado morto em seu sítio, localizado na Vila Areia Branca, zona rural do município de Irituia, região do nordeste paraense. O corpo foi encontrado ontem, por volta das 8h30min, por uma mulher que tentava apanhar cupuaçu, no terreno.
        
A Polícia Militar foi acionada, isolou a área e acionou o Instituto Médico Legal (IML). Durante o trabalho de remoção, peritos detectaram algumas perfurações provocadas, possivelmente, por facadas nas costas e no abdômen da vítima. Um corte também foi detectado na cabeça. Pelo estado em que o corpo foi encontrado, acredita-se que o crime tenha sido cometido na noite anterior ou no início da madrugada. Os primeiros levantamentos apontam um latrocínio (roubo seguido de morte), já que objetos e dinheiro teriam sido subtraídos da propriedade rural. Outras hipóteses não são descartadas pela Polícia Civil. Uma bicicleta cargueira foi encontrada às proximidades do corpo. Não se sabe ainda se a bicicleta pertencia à vítima ou aos bandidos. Pelo menos duas pessoas teriam praticado o crime. “Tio Minga” ainda teria lutado para não ser morto.
        
O caso revoltou a população Irituiense, pois a vítima era uma pessoa calma e muito querida pela sociedade. O caso foi registrado na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) de Irituia e será investigado pela equipe do delegado Everaldo Negrão, titular daquele município. A Polícia Civil não informou se já possui pistas ou nomes de suspeitos de envolvimento no crime.

QUEM ERA O "TIO MINGA"

Ivo dos Anjos Silva ou simplesmente “Tio Minga” era um artista muito conceituado na cultura Irituiense. Começou a gostar de música ainda menino quando ouvia sua mãe cantar músicas do passado. Ele compôs aproximadamente 80 músicas. Gostava de todos os ritmos, Xote, Brega, Pagode, mas sou forte mesmo sempre foi o Carimbó. Durante o 16º Festival do Carimbó de Irituia, realizada no mês de janeiro deste ano, “Tio Minga” cantou no palco ao lado de “Pinduca”, o astro do Carimbó. A música de sua autoria que mais marcou sua carreira é a “No mês de janeiro”. Fez tanto sucesso que até “Pinduca” resolveu regravá-la.

VELÓRIO E SEPULTAMENTO

        
O velório ficou de acontecer na sede do Centro dos Idosos, localizado no bairro Centro de Irituia. Durante o cortejo até o cemitério do mesmo município, serão tocadas músicas de Carimbó. Esse foi um dos pedidos de “Tio
Minga”, quando em vida.

Reportagem: Tiago Silva

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

ESPOSAS DE POLICIAIS MILITARES CONTINUAM PROTESTO EM CASTANHAL

No início da manhã de ontem, por volta das 6h, esposas de policiais militares bloquearam o portão de entrada e saída de viaturas do “Beta Zero”, localizado no centro comercial da cidade de Castanhal, nordeste paraense. Já no sábado (11), elas bloquearam o portão do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM), na mesma cidade, mas, após um diálogo com o comandante, as manifestantes deixaram o local.

Ontem foi diferente: as mulheres não deixaram viaturas entrarem e nem saírem do “Beta Zero”. A troca de turno teve que ser feita no meio da rua. Com tudo isso, o policiamento aconteceu normalmente em Castanhal. “É a nossa 2ª manifestação e só vamos parar quando o vice-governador e o comandante geral da PM entrarem em um acordo com as outras esposas, durante uma negociação que ficou de acontecer em Belém. Dentre as reivindicações estão o soldo, reajuste, que há 2 anos o Estado não dá; além de Iasepe”, disse Elem Paixão.

Segundo Elem Paixão e as outras manifestantes, o Governo Estadual, via Instituto de Assistência dos Servidores do Pará (Iasepe), desconta mensalmente da folha dos policiais militares, mas não repassa o dinheiro às clinicas conveniadas. “E quando precisamos de atendimento especializado, os representantes das clínicas dizem que não vão atender porque o Iasepe não repassou a verba”, denunciaram.

Reportagem: Tiago Silva

APÓS INCÊNDIO NO FÓRUM DE CONCÓRDIA, ATIVIDADES ACONTECEM NORMALMENTE

As atividades do Fórum de Concórdia do Pará, nordeste do Estado, serão transferidas, provisoriamente, para o prédio do Tribunal Regional Eleitoral do município. Com a medida, os prazos processuais não serão interrompidos, informou o Tribunal de Justiça do Pará.

Ainda de acordo com o TJ, a instituição está adotando todas as providências para restabelecer a normalidade nas atividades forenses o mais breve possível. A perícia e as investigações sobre as causas do incêndio estão a cargo do IML, Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil.

RELEMBRE O CASO

Na madrugada de segunda-feira (13), por volta das 4h30, um homem ainda não identificado ateou fogo no prédio do Fórum do Tribunal de Justiça da cidade de Concórdia do Pará, região nordeste do estado. Com uma arma de fogo, o homem abordou o vigilante perguntando se havia algum policial militar no local. Ao saber que não, o criminoso jogou uma quantidade considerável de gasolina na parte da frente do Fórum e ateou fogo.

Antes disso, o vigilante foi rendido e trancado em um dos compartimentos. Somente 15 minutos depois que o policiamento local foi informado sobre o ocorrido. Em ato continuo, policiais militares se dirigiram até o local do incêndio e conseguiram arrombar a porta e resgatar o vigilante. Ainda foi retirado do local, um carro que estava estacionado. Em razão das forças das chamas e do abalo na estrutura, não foi possível que outros dois carros do Poder Judiciário fossem retirados do local e os veículos acabaram destruídos. Alguns documentos importantes também foram destruídos pelas chamas.


O Corpo de Bombeiros do município de São Miguel do Guamá foi acionado e apagou as chamas. Até o fechamento dessa edição, o responsável pelo incêndio criminoso não havia sido preso. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Concórdia, para que seja investigado. As motivações ainda são desconhecidas.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

TRÊS MORTES EM CASTANHAL DURANTE O FIM DE SEMANA

Três mortes foram registradas na cidade de Castanhal, nordeste do estado, durante o fim de semana que passou. O primeiro caso foi bem no centro comercial, na tarde de sábado (11). Uma guarnição da PM tentou abordar dois suspeitos que estavam às proximidades de uma loja, na rua Senador Antônio Lemos, quando foi recebida a tiros. Houve acompanhamento e já na rua Cônego Leitão, próximo aos Correios, teve troca de tiros. Um dos suspeitos fugiu na motocicleta e deixou o comparsa para trás. O outro então continuou a atirar contra os policiais militares, que revidaram e atingiram o suspeito, que morreu no local. Ele estava sem identificação.

O segundo caso foi no início da tarde de domingo (12). Um homem, identificado como Alan Souza, de 25 anos, foi morto com um tiro na cabeça e outro no pescoço. O crime aconteceu na ocupação da “Portelinha”, área do bairro Jaderlândia. A vítima morava no bairro União, em Marituba, região Metropolitana de Belém.

Alan Souza estava passando alguns dias na residência de um casal de amigos dele, em Castanhal, localizada na rua Raimundo Alves. A vítima e o casal de amigos estavam ingerindo bebida alcoólica no pátio da recendência. Em determinado momento, os donos da casa disseram que foram dormir e que apenas o Alan Souza ficou no pátio. Depois disseram que só ouviram cerca de três disparos. Ao saírem, viram que Alan estava morto no pátio. Estiveram no local colhendo informações sobre o fato, o sargento A. Célio e o  cabo André Silva, que estavam de serviço na viatura 0505.

A delegada Renata Gurgel, da Polícia Civil, e sua equipe, formada pelos investigadores Antônio e Lopes, conversaram com os proprietários da residência. Eles alegaram não saber quem foi o autor do crime. Enquanto aos moradores da área, disseram apenas que o homicídio foi cometido por uma dupla ainda não identificada, que teria chegado ao local em uma motocicleta. O corpo foi removido para o IML. Durante o trabalho de remoção, os peritos detectaram duas perfurações provocadas por disparos de arma de fogo, sendo um na cabeça e outro no pescoço da vítima. A arma usada no crime teria sido um revólver, já que capsulas não foram encontradas no local.

Já na noite de domingo (12), por volta das 20h, um homem identificado como Francisco de Assis, de 43 anos, foi morto a tiros efetuados por outro homem, que ainda não foi identificado. O crime aconteceu dentro de um bar e churrascaria, localizado às margens da rodovia BR-316, no bairro Cristo. Após uma discussão, o assassino efetuou pelo menos 5 tiros contra Francisco de Assis, que morreu no local.

Reportagem: Tiago Silva

VÍTIMA DE ASSALTO É MORTA A TIROS DENTRO DO PRÓPRIO SÍTIO

Um homem, de 59 anos, morreu após ser alvejado a tiros, efetuados por ladrões. Aconteceu no final da noite de sábado último (11), por volta das 22h40min, durante um assalto que aconteceu no sítio da vítima, localizado a cerca de 5 km de distância da Vila Pernambuco, zona rural do município de Inhangapi, região do nordeste paraense.
        
Segundo a informação da esposa da vítima, que presenciou o fato, quatro ladrões armados invadiram a propriedade rural, arrombaram a porta da residência e conseguiram roubar certa quantia em dinheiro, além de um telefone celular e um tablete. Durante a ação criminosa, os bandidos ainda deram três tiros no dono do sítio, identificado como Raimundo Evangelista, de 58 anos. Em seguida, o quarteto fugiu do local em duas motocicletas. Raimundo Evangelista foi socorrido e levado em uma ambulância da Vila de Pernambuco até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Santa Izabel do Pará, mas não resistiu aos ferimentos a bala. O corpo dele foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, para passar por exames de necropsia.

        
Uma guarnição do Destacamento da Vila de Pernambuco, formada pelos cabos Aleixo e G. Espindola, fez várias incursões pelos ramais, mas os suspeitos de envolvimento no latrocínio (roubo seguido de morte) não foram encontrados.

Reportagem: Tiago Silva

PLANTAÇÃO DE MACONHA É DESTRUÍDA EM VIGIA DE NAZARÉ

Jean, Antônio e Rafael
No município de Vigia de Nazaré, nordeste do estado, policiais militares prenderam três homens por tráfico de droga e associação para o tráfico de droga depois que, por volta das 9h30min de ontem, pessoas ligaram para o número da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (3ª Cipm) informando que no bairro Arapiranga existia uma plantação de maconha, no quintal de uma residência, situada na rua Pedreirinha.
        
“Logo que receberam a denúncia, policiais militares, sob o comando do sargento S. Palheta, foram até o endereço informado e acabaram encontrando a plantação de maconha, no quintal da residência de propriedade de Jean dos Santos Gomes, de 27 anos. Também estavam no local, Rafael dos Santos da Costa, 23, e Antônio Marcos dos Santos, de 34 anos. Todos receberam voz de prisão em flagrante”, explicou o major PM Rebelo, comandante da 3ª Cipm.

        
Os “pés” de maconha foram arrancados e apresentados na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) de Vigia de Nazaré, onde Jean dos Santos Gomes ficou de ser autuado por tráfico de droga. Rafael dos Santos da Costa e Antônio Marcos dos Santos seriam autuados por associação ao tráfico de droga.

Reportagem: Tiago Silva

OPERAÇÃO “PORTO SANTO” RECUPERA VEÍCULOS ROUBADOS NO CAPIM

Uma operação realizada por policiais militares do 34ª Pelotão do município de São Domingos do Capim, no nordeste paraense, resultou na recuperação de 6 veículos, que haviam sido roubados em outras cidades do estado. A operação denominada "Porto Santo”, aconteceu durante todo o dia da última sexta-feira (10) e também contou com a participação de policiais civis e rodoviários estaduais.
        
Às 8h, o policiamento partiu de balsa rumo à comunidade do Porto Santo, que fica do outro lado do rio. Na comunidade Porto Santo foi dado o início da operação policial, onde diversos tipos de veículos foram abordados para averiguação. Durante averiguação foi constatado que alguns dos veículos estavam com registro de roubo e outros com sinais de adulteração. Os veículos são: um caminhão Mercd Benz, de cor azul, sem placa e sem chassi; 1 carro Fiat / Uno, de cor azul; uma motocicleta Honda / Titan 125 cilindradas, de cor vermelha, sem placa; e mais três motocicletas, sendo elas uma Honda / Fan 160 cilindradas, de cor preta, sem placa; Honda/CG 160 cilindradas, de cor roxa, sem placa e sem chassi; Honda / Titan, de cor vermelha, também sem placa e sem chassi.

        
Todos os veículos foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de São Domingos do Capim, no plantão do delegado Marcelo Ferreira Luz. Algumas pessoas suspeitas foram detidas e apresentadas na delegacia, para averiguação. A operação policial continuará com o intuito de recuperar veículos roubados e prender os responsáveis pelos roubos e também os receptadores.

Reportagem: Tiago Silva

sábado, 11 de fevereiro de 2017

TRIO É PRESO APÓS ASSALTAR CASA DE MÉDICO NO TAUÁ

No final da manhã da última sexta-feira (10), policiais militares do município de Santo Antônio do Tauá, no nordeste paraense, prenderam três homens acusados de terem assaltado uma residência. Com o trio foram apreendidas  armas de fogo municiadas, além de objetos e um carro roubado de vítimas, que foram recuperados e devolvidos aos donos.
        
A prisão aconteceu depois que, por volta das 10h, o delegado Márcio ligou para o Destacamento de Santo Antônio do Tauá informando que três indivíduos haviam assaltado a residência de um médico, localizada naquele município, e que os criminosos haviam fugindo em um veículo do modelo Punto, de cor prata. “Fizemos o deslocamento e, na altura do km 05 da rodovia PA-140, avistamos o veículo, foi quando fizemos o acompanhamento. Já no Km 03, o veículo foi abordado com o apoio de uma guarnição da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), que estava sob o comando do sargento F. Freitas”, disse o sargento PM Osvaldino.
        
Dentro do carro estavam Raul Tássio Gomes dos Reis, 26, Fabrício
Plácido Veiga, também de 26, e Edenilson Gabriel Pereira de Paula, de 19 anos. Ainda dentro do carro foi encontrado o valor de R$ 519,00 além dos seguintes objetos: 1 Nootbook, 1 cordão de ouro, 4 celulares e mais duas armas de fogo municiadas, sendo uma pistola calibre 765 e um revólver calibre 38. “As armas foram utilizadas durante o assalto na casa do médico. Os objetos e o dinheiro recuperados haviam sido roubados da residência, mas já foram recuperados e devolvidos ao dono”, disse o capitão PM Fábio, comandante do Destacamento do Tauá.
        
Ainda de acordo com o oficial “o preso Edenilson Gabriel Pereira de Paula estava foragido do município de Ponta de Pedras por ter assassinado um segurança, em novembro do ano passado”. Também foi descoberto que o carro em que o trio estava tinha sido roubado durante outro assalto a residência que ocorreu no dia 31 último, na cidade de Castanhal. O proprietário foi avisado para buscar seu veículo.
        
Raul Tássio Gomes dos Reis, Fabrício Plácido Veiga, e Edenilson Gabriel Pereira de Paula foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Santo Antônio do Tauá, onde foram autuados pelo crime de assalto a mão armada. Eles ficaram de ser transferidos para um presídio da região metropolitana de Belém.

Reportagem: Tiago Silva

POLÍCIA MILITAR PRENDE DUPLA COM 6 KG DE OXI EM VIGIA DE NAZARÉ

No início da tarde da última quinta-feira (9), por volta das 13h, no município de Vigia de Nazaré, região nordeste do estado, policiais militares do grupamento ROCAM (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicleta) patrulhavam o bairro Catuaba quando, na rua Nazaré, resolveram abordar um carro de cor prata, que era ocupado por dois homens suspeitos.
        
Dentro do veículo estavam Fábio José Carvalho de Oliveira, 39, e o condutor do carro, identificado como Jameson Edberg Leal da Silva, de 28 anos. Primeiramente, durante uma revista minuciosa no veículo, foi encontrado 1 tablete de pedra de oxi, pesando 1 Kg. E, durante uma busca mais detalhada, foram encontrados mais 5 tabletes da mesma droga. No total, foram apreendidos 6 kg de pedra de oxi, que estavam escondidos atrás do painel do veículo.
        
Além do entorpecente, foram apreendidos 3 aparelhos celulares e a quantia de R$ 970, 00, que os policiais acreditam ser proveniente da venda ilícita. “Também foi encontrado um caderno de anotações com os nomes dos traficantes varejistas”, disse o major Rebelo, comandante da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (3ª Cipm) de Vigia de Nazaré. Participaram da missão o cabo Moraes, mais os soldados Yuri e Magalhães, todos da ROCAM.

        
Fábio José Carvalho de Oliveira e Jamerson Edberg Leal da Silva foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Vigia de Nazaré, onde o delegado João Amorim os autuou pelo crime de tráfico de entorpecente. A dupla ficou de ser transferida para um presídio da região metropolitana de Belém.

Reportagem: Tiago Silva

DUPLA ACUSADA DE ASSALTO É PRESA COM DROGA E ARMAS DE FOGO

Por volta do meio-dia de anteontem, o capitão Barros, comandante da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (Cipm) do município de Santa Izabel, região metropolitana de Belém, recebeu uma denúncia anônima de que estaria acontecendo vendas de drogas no conjunto Kato II. Os sargentos Gilmar e Alam, S. Pereira, mais os cabos Paiva, Joaquim e Rute foram até o local indicado pelo oficial e, no local, foram apreendidas 13 pacotinhos de pasta base de cocaína, uma chave de carro e uma balança de precisão. Para a delegacia foram conduzidas 4 pessoas, sendo 2 homens e 2 mulheres.
        
As buscas continuaram na casa de Ronald Silva da Silva, de 2 anos, um dos conduzidos. Dentro do imóvel foi encontrada uma carteira porta-cédulas com alguns documentos e um endereço escrito em um papel. Para a surpresa das guarnições , o dono dos documentos é um senhor de 75 anos, onde ele relatou que tinha  sido vítima de  roubo no dia 31 de janeiro deste ano. Ele disse que os ladrões foram bastante violentos, deram-lhe muitas pauladas, inclusive ele ficou com sequelas e dificuldade de andar. “Levar a quantia de mil e trezentos reais, 2 celulares, uma balança e a chave do meu carro”, disse o idoso. Depois do triste  relato, o capitão Barros e as guarnições  intensificaram as diligências e, com êxito, foi encontrada na casa de Jefferson Souza Costa, de 26 anos, uma  arma caseira calibre 28 com 03 cartuchos intactos e outra arma do calibre 22. As armas teriam sido utilizadas para intimidar o idoso durante o roubo.

        
Na delegacia de Santa Izabel, o idoso reconheceu o Ronald como sendo um dos autores do roubo. Segundo informações colhidas pela polícia, o quarteto já planejava um assalto em um mercadinho no KM 12 da rodovia PA-140. O alvo principal seria o carro do dono do estabelecimento comercial. Contra Ronald Silva da Silva foi feito o flagrante por tráfico de drogas. Jefferson Souza Costa foi autuado por porte ilegal de armas de fogo. As mulheres foram ouvidas e logo em seguida liberadas.

Reportagem: Tiago Silva

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

HOMEM É PRESO APÓS AMEAÇAR EX-COMPANHEIRA COM BARRA DE FERRO

A Guarda Civil Municipal de Castanhal, nordeste do estado, apresentou na delegacia do centro, Emanuel Natan Lins, de 25 anos, depois que populares acionaram a Guarda informando que Emanuel estaria transtornado. Ele teria ameaçado sua ex-companheira e quebrado tudo na casa onde viviam. Com uma barra de ferro ele quebrou fogão, uma TV, louças, além de outros objetos da residência.
        
Ele já teria agredido e ameaçado de morte a vítima, que tem 35 anos. Tudo aconteceu em uma casa, localizada na rua Honório Bandeira, entre a Alameda das Américas e Francisco Quintal, no bairro São José, por volta das 21h da última quarta-feira (8). O acusado ficou de ser autuado com base na lei Maria da Penha e transferido para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST). A barra de ferro que ele usou para ameaçar a ex-companheira e quebrar os objetos foi apreendida.

        
"A vítima com medo está se escondendo em casa de uma amiga dela e disse temer por sua vida e de seus filhos, mas que tomou coragem e, na delegacia registrou, pela primeira vez, em 7 anos de relacionamento, a ocorrência policial", disse Jarbian, Guarda Municipal.

Reportagem: Tiago Silva

ADOLESCENTES SÃO APREENDIDOS COM ARMA DE FOGO

No município de São Francisco do Pará, nordeste do estado, os sargentos J. Lameira, P. Amaral, mais o cabo Edson Gonzaga apreenderam dois adolescentes, sendo um de 14 e outro de 16 anos pelo ato infracional de porte ilegal de arma de fogo.

Os policiais militares receberam uma informação de que dois suspeitos estavam em frente à propriedade de um homem conhecido por "Bruaca", na travessa do ramal do 94. Então, os policiais militares foram até o referido local e, quando os dois suspeitos avistaram a viatura, saíram correndo, mas logo foram detidos e, na ocasião, foi apreendida com a dupla uma arma de fabricação artesanal que calça bala de revólver calibre 38. Os dois menores foram apresentados na delegacia de São Francisco do Pará.

Reportagem: Tiago Silva

EM TOMÉ-AÇU, ÍNDIOS DA TRIBO TEMBÉ INTERDITAM PA-140

Na manhã de ontem, por volta das 11h, cerca de 50 índios da tribo Tembé interditaram a rodovia PA-140, no trecho que liga a vila da Forquilha à vila Jamic, no município de Tomé-Açu, região do nordeste paraense. Eles protestam por melhores condições de iluminação pública, razão que vem causando dificuldades para a instalação de um posto médico na aldeia.
        
Também como palco de reivindicações está o asfaltamento da pista estadual, além de assistência médica adequada e cuidados com o meio ambiente (fiscalização). No final da tarde, por volta das 17h30min, o capitão Armando Jofre, da Polícia Militar, foi ao local conferir a situação de perto. O oficial manteve contato com os manifestantes, que se comprometeram em desobstruir uma parte da via pública, para o tráfego
de veículos e pessoas. Ficou acertado que, na manhã de hoje, os representantes de cada pleito dos indígenas seriam convidados para uma mesa de discussão e pontuados os avanços de cada assunto, no sentido de reabrir a via pública por completa.

        
Até o fechamento desta edição, o trafego naquele trecho só estava sendo liberado para ambulâncias, viaturas policiais, ônibus escolares e cargas com produtos de agricultores locais. Os índios disseram que o protesto continuará por tempo indeterminado, se caso suas reivindicações não forem atendidas na manhã desta sexta-feira (10).

Reportagem: Tiago Silva

POLÍCIA MILITAR PRENDE ACUSADO DE ROUBOS E APREENDE ARMA DE FOGO

No município de Marapanim, nordeste do estado, por volta das 11 horas da manhã da última quarta-feira (8), os sargentos Emerson, Erinaldo, mais o cabo Aílton  e o soldado Jurací foram acionados para averiguar alguns roubos de celulares ocorridos na Praça Nossa Senhora Das Vitórias, praticados por dois ladrões, que estavam em uma bicicleta.
        
A guarnição também foi informada que os autores dos roubos seriam dois jovens, identificados como Azarias e Kennedy. Então foi feita uma diligência até a casa dos acusados. Um deles acabou detido e conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Marapanim. Antônio Kennedy Leitão Ferreira, de 20 anos, foi reconhecido pelas vítimas como sendo um dos autores dos roubos. O segundo acusado conseguiu fugir do cerco policial.
        
Já no início da madrugada de ontem, a mesma guarnição foi informada que estaria acontecendo um tiroteio em um bar, localizado na mesma praça. Minutos antes o referido estabelecimento comercial tinha sido fechado pela guarnição policial. No local, os policiais militares foram informados que o bar tinha sido assaltado por 7 criminosos fortemente armados . Levaram toda a renda do bar e pertences pessoais de clientes. Um dos criminosos ainda atirou no ombro direito de um cliente, que é vigilante de uma agência bancária daquele município. O vigilante foi socorrido e encaminhado à UPA 24 Horas da cidade de Castanhal.
        
De imediato, a guarnição se deslocou até a vila do Guarajubal, onde  os assaltantes possivelmente iriam desembarcar, já que fugiram em um barco em direção à referida vila. Foi feita uma campana no ramal, próxima ao vilarejo, e os assaltantes deram de encontro com a guarnição. Houve intensa troca de tiros e os suspeitos conseguiram fugir por uma área de matagal, mas deixaram cair pelo caminho uma arma de fogo de fabricação artesanal calibre 28, uma toca ninja e dois terçados, que haviam sido usados no roubo.

        
Todo material foi apresentado na delegacia de Marapanim. A Polícia Civil ficou de abrir um inquérito, na tentativa de descobrir as identidades e o paradeiro dos assaltantes.

Reportagem: Tiago Silva