terça-feira, 29 de setembro de 2015

HOMEM ATIRA NA CABEÇA DA PRÓPRIA ESPOSA

Henrique Celso de Sousa, 35, foi preso acusado de tentativa de feminicídio praticado contra a própria esposa, Ângela Elisângela, de 23 anos de idade. O crime aconteceu na noite de anteontem, por volta das 22h30min, dentro da residência do casal, localizada na Agrovila Castelo Branco, zona rural da cidade de Castanhal, nordeste do Pará.

“Após uma discussão, o Henrique Celso de Sousa se armou de uma espingarda, calibre 28, e efetuou um tiro contra a companheira dele”, informou o sargento PM Antônio Marcos, comandante do Posto Policial Destacado (PPD), de Castelo Branco. Ainda de acordo com informações repassadas pelo policial militar, o tiro acertou de raspão a cabeça da vítima e arrancou parte do couro cabeludo, provocando
perda de muito sangue. Ângela Elisângela rapidamente foi socorrida e levada para o Hospital de Urgência e Emergência Metropolitano de Ananindeua. Ela não corre risco de perder a vida.

Henrique deixou a espingarda em um dos compartimentos da casa e empreendeu fuga, mas logo foi preso pela guarnição do sargento Antônio Marcos. O acusado foi apresentado na delegacia do centro da cidade de Castanhal, onde disse estar arrependido.

O delegado João Inácio, da Polícia Civil, informou que autuou, em flagrante, Henrique Celso de Sousa por crime de tentativa de feminicídio e que já o transferiu para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST).

Reportagem: Tiago Silva

COLISÃO E MORTE NA RODOVIA PA-253

No domingo último (27), um acidente de trânsito com morte aconteceu no município de Irituia do Pará, na região nordeste do Estado. Por volta do meio-dia, Joel Darcio Sousa dos Santos conduzia sua motocicleta quando, na altura do km 02, da rodovia PA-253, foi atingido em cheio por um carro de passeio, que era dirigido por Antônio Valdison Alves de Oliveira.

Com o impacto, o carro e a motocicleta ficaram parcialmente destruídos. Joel Darcio Sousa dos Santos e o amigo dele, Edson Cordeiro da Silva, que estava na garupa da motocicleta, foram socorridos e transportados por uma equipe do Corpo de Bombeiros até o Hospital Municipal de São Miguel do Guamá, onde Joel não resistiu aos ferimentos e morreu. Já Edson foi transferido para o Hospital de Urgência e Emergência Metropolitano de Ananindeu. Até o fechamento dessa edição, o quadro clínico do paciente era considerado delicado.

O motorista do carro, que teria sido o causador do acidente, por ele ter invadido a contramão, segundo testemunhas, foi detido por uma guarnição da Polícia Militar e apresentado na delegacia de Irituia, onde foi descoberto que o acusado não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O delegado Everaldo Negrão, da Polícia Civil, autuou Antônio Valdson Alves de Oliveira por homicídio culposo no trânsito, ou seja, quando não há a intensão de matar.
Vítima fatal

Joel Darcio Sousa dos Santos, que tinha 38 anos de idade, residia em um vilarejo, às margens da rodovia BR-316, próximo ao município de Mãe do Rio. Ele deixou uma esposa e duas filhas pequenas.

Reportagem: Tiago Silva

HOMEM É MORTO APÓS DISCUSSÃO EM BAR

Walter Moraes dos Santos foi morto com um tiro à queima-roupa, no município de Santa Luzia do Pará, região nordeste do Estado. O homicídio aconteceu no bairro Centro, por volta das 13h de anteontem, após uma suposta discussão em um bar, localizado na travessa do Gurupi.

Na delegacia de Polícia Civil, a cunhada da vítima, que pediu para não ser identificada, contou que seu cunhado Walter Moraes dos Santos estava no “Bar do Nelson” e que, em determinado momento começou a discutir com um homem de prenome Isaias. “O Walter ameaçou dizendo que ia se armar e, ao retornar para o bar, foi surpreendido pelo Isaias, que pegou uma arma espingarda e atirou contra o Walter”, relatou.

Walter Moraes dos Santos ainda chegou a ser socorrido e levado a um Posto Médico, porém ele não resistiu ao ferimento no peito e morreu. Outro homem que passava pelo local foi atingido na perna por chumbos, mas sem gravidade. O caso está sendo investigado pelo delegado Marcelo Mendes, da Polícia Civil. O atirador fugiu e a informação é de que ele ainda não foi preso.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

EM SALINAS, TRIO É ACUSADO DE TRAFICAR DROGAS

No município de Salinópolis, durante o final de semana, três pessoas, que estariam envolvidas com o tráfico de drogas, foram presas pela Polícia Militar. Na comunidade São Bento, zona rural, Glaubenir Dias do Nascimento, de 24 anos, foi flagrado com 47 “pacotinhos” de pasta base de cocaína.

A prisão de Glaubenir foi efetuada por uma equipe do Grupamento Tático Operacional (GTO) que, em ronda pela comunidade São Bento, resolveu abordar um viciado com o qual, durante revista, foi encontrado um cigarro de maconha. Ao ser indagado sobre a origem do entorpecente, o viciado teria dito que havia comprado em uma casa às proximidades de onde mora.

“Os policiais militares foram até o endereço informado e, dentro da casa, encontraram 47 ‘pacotinhos’ de pasta base de cocaína, que estavam acondicionados em um saco plástico”, informou o major PM Josimar Leão. O dono da casa, Glaubenir Dias do Nascimento foi conduzido à delegacia de Polícia Civil, onde o delegado Vicente Leite o autuou, em flagrante.

Em outra ocorrência, após denúncia, o cabo Elson, soldados Anderson e Dercio encontraram 18 cigarros de maconha, um tablete da mesma droga, pesando aproximadamente 107 gramas, além de uma espingarda calibre 20 e sete munições do mesmo calibre. Todo o material teria sido encontrado dentro da casa de José Erandi da Costa Lopes, de 35 anos.

O amigo dele, identificado como Joercio Monteiro Silva, de 27 anos, também estava no imóvel, localizado na comunidade Aymorés, zona rural, e também recebeu voz de prisão. Os dois foram autuados pelo delegado Fausto Bulcão por tráfico e associação ao tráfico de drogas.

Os acusados disseram apenas que se pronunciariam na presença de seus advogados ou em juízo. Eles ficaram de ser transferidos para o Centro de Recuperação de Salinópolis (CRSAL).

Reportagem: Tiago Silva

CASTANHAL VIVE ROTINA DE ASSASSINATOS

Mais um homicídio foi registrado na cidade de Castanhal, nordeste paraense. Desta vez, a vítima foi Anderson da Rosa Uchôa, conhecido entre os amigos como “Tadeu”, de 24 anos. O crime aconteceu no início da tarde de sábado (26), dentro de uma oficina de moto, localizada no bairro Ianetama, mais precisamente na rua Pedro Porpino.

De acordo com informações colhidas pelo BLOG, Anderson da Rosa Uchôa ou “Tadeu” estava no estabelecimento aguardando sua motocicleta modelo Titan, cor preta, ser consertada quando, por volta das 12h30min, foi morto por um homem ainda não identificado. “O cara estacionou a moto dele do outro lado da rua e veio andando em direção da oficina e, sem dizer uma palavra, sacou uma arma da cintura e efetuou vários tiros no rapaz”, contou uma testemunha, que preferiu não revelar o nome.

Anderson foi alvejado com pelo menos três tiros nas costas e morreu na hora. O corpo dele foi removido por peritos para o Instituto Médico Legal (IML). O dono da oficina, identificado apenas pelo prenome de Junior foi atingido de raspão na perna esquerda por uma bala perdida, mas ele passa bem.

Na delegacia do centro de Castanhal, Rosilene da Rosa (mãe do jovem assassinado) disse que seu filho nunca havia sido preso e que não tinha envolvimento com o tráfico de drogas. Ela disse ainda que soube que, na noite anterior, seu filho havia se envolvido em duas brigas, sendo uma dentro de uma casa de shows, no bairro do Cristo, e outra briga teria ocorrido nas dependências de um posto de combustíveis, no Apeú.

Desde então, Anderson da Rosa Uchôa passou a receber ameaças de morte. O delegado Rodrigo Galende, da Polícia Civil, abriu inquérito para apurar o caso.

Reportagem: Tiago Silva

SANTA IZABEL: DETENTOS FOGEM DE PRESÍDIO

Na madrugada de sexta-feira (25), por volta de 1h, um grupo de criminosos (ainda não se sabe quantos) usou armas exclusivas das forças de segurança pública para metralhar uma das guaritas de segurança do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I), em Santa Izabel, Região Metropolitana de Belém (R.B.M). A ação audaciosa foi para dar cobertura na fuga cinematográfica de detentos. As informações foram confirmadas pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).

“Pareceram cenas de filmes de ação de Hollyood. Eles (atiradores) saíram da mata, passaram por um terreno conhecido como ‘tiozinho’, surgiram já por trás do presídio e deram rajadas de metralhadoras na guarita, onde um policial militar estava vigiando os presos”, informou um dos agentes prisionais, que não quis ser identificado. “Tudo foi bem planejado pelos criminosos, para nada dar errado”, enfatizou o funcionário público.

Enquanto que a guarita era metralhada e o policial militar trocava tiros com os criminosos, detentos escalavam o muro do CRPP I e fugiam a todo instante. Eles usaram escadas de madeira e amarradas com panos, para terem acesso à área externa da casa penal. No tiroteio ninguém ficou ferido, segundo a Susipe.

Ao clarear o dia de sexta-feira (25), durante buscas feitas pela mata no entorno, policiais militares encontraram uma metralhadora modelo MT 129 mm e farta munição em uma espécie de acampamento, onde foi planejado o ataque. Garrafas com água, mantimentos e entorpecentes também foram encontrados no local. A polícia desconfia que os criminosos ficaram acampados na mata por pelo menos uma semana. “Nuca vi nada igual, mas um ataque como esse já era de se esperar”, comentou um dos PMs.

Na manhã de ontem, homens do Batalhão de Choque da PM ocuparam a unidade prisional para garantir a segurança durante o procedimento de revista geral e recontagem dos
detentos. O CRPP I tem capacidade para 786 vagas e, antes da fuga, custodiava 744 presos. Até o fechamento dessa edição, a Susipe ainda não havia informado o número de internos fugitivos. Um inquérito policial foi aberto para que o caso seja apurado.

OUTRA FUGA

Em outra fuga, registrada na noite de quarta-feira última (24), um detento da Colônia Agrícola Penal de Santa Izabel morreu com um tiro no rosto. Um grupo de presos do regime semiaberto tentou fugir do local com um revólver calibre 38. Durante a troca de tiros com policiais militares, Fladimir Lisboa da Silva, que cumpria pena por assalto a mão armada, foi atingido com um tiro no rosto e encaminhado para o Hospital de Urgência e Emergência Metropolitano de Ananindeua, mas não resistiu.

DENÚNCIA

Um agente prisional da Colônia Penal de Santa Izabel, que pediu anonimato, procurou o BLOG para informar que antes eram 28 agentes públicos por equipe para tomar conta de 450 presos e que atualmente são apenas 16 servidores para dar conta de 700 internos do regime semiaberto. “Aumentaram 250 presos e diminuíram 12 servidores. Desse jeito fica difícil trabalhar com segurança pública”, disse.

O agente penitenciário informou ainda que na muralha do Centro de Recuperação do Pará I (CRPP I) fica somente um policial militar realizando ronda no período noturno.

Reportagem: Tiago Silva

AJUDANTE DE PEDREIRO É MORTO COM TRÊS TIROS

Ainda são poucas as informações sobre um homicídio ocorrido na madrugada de sexta-feira (25), na cidade de Castanhal, nordeste paraense. A vítima foi identificada como Francisco Genivaldo Teófilo de Brito, de 39 anos de idade. A motivação e autoria do crime ainda são desconhecidas.

Segundo informações repassadas pelo sargento Lopes, da Polícia Militar, o crime aconteceu no centro comercial da cidade de Castanhal, por volta das 2h30min. Populares acionaram a Polícia Militar ligando para o fone 190, do Núcleo Integrado de Operações (Niop) dando conta que haviam escutado disparos de arma de fogo vindo do Terminal Rodoviário, entre as ruas Magalhães Barata e Benjamim Constant.

“Ao chegarmos ao local, nos deparamos com o corpo de um homem que, mais tarde, descobrimos que a vítima chamava-se Francisco Genivaldo Teófilo de Brito, mais conhecido pelo apelido de ‘Babal’. Ainda de acordo com informações colhidas no local do crime, a vítima trabalhava como ajudante de pedreiro”, contou o sargento Lopes. Francisco, o “Babal”, foi executado com três tiros, sendo um no peito e dois nas costas.

Peritos logo removeram o corpo para o Instituto Médico Legal (IML), para passar por exame de necropsia. “Se alguém tiver informação sobre o paradeiro do assassino poderá ligar para o fone 181, o disque-denúncia da Polícia Civil”, pediu o delegado Paulo Benício. O nome do denunciante será preservado. Até o fechamento dessa edição, o matador continuava foragido.

Reportagem: Tiago Silva

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

DETENTO MORRE DURANTE FUGA EM SANTA ISABEL

Um detento da Colônia Agrícola Penal de Santa Isabel, na Região Metropolitana de Belém, morreu na noite desta quarta-feira (23), durante uma ação de fuga ocorrida no local. Os detentos estavam armados e se envolveram em uma troca de tiros com policiais militares que flagraram a fuga.
As informações foram confirmadas pela Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) na manhã desta quinta-feira (24). Segundo o órgão, um grupo de presos do regime semiaberto tentou fugir do local com um revólver calibre 38.
Durante a troca de disparos, “Fladimir Lisboa da Silva, que cumpria pena por assalto a mão armada, foi atingido com um tiro no rosto e encaminhado para o Hospital de Urgência e Emergência Metropolitano de Ananindeua, mas não resistiu”.
Ainda de acordo com a Susipe, “Não há confirmação do número de fugitivos” do local e “o procedimento de recontagem de presos continua durante esta manhã”.
A Corregedoria da Susipe abriu sindicância administrativa para apurar o caso. Atualmente, a Colônia penal custodia 688 detentos, enquanto a capacidade máxima do espaço é para 622 internos.

(DOL com informações da Susipe)

FATALIDADE: GAROTO DE 11 ANOS MATA IRMÃO COM TIRO

Um garoto de 11 anos matou o irmão de 14 com um tiro de espingarda na cabeça, no município de São Domingos do Capim, no nordeste paraense. A tragédia aconteceu na tarde de anteontem em um pequeno sítio, onde os dois irmãos moravam com a mãe e os avós maternos. Foi uma fatalidade, diz a polícia.

Segundo o cabo Vasconcelos, da Polícia Militar, os dois garotos encontraram uma espingarda cartucheira, calibre 36, e começaram a brincar.  "Quando o menino de 14 anos passou pela porta da cozinha, o irmão dele apertou o gatilho. O  tiro foi fatal, na cabeça", informou o policial militar. Os avós e a mãe da vítima ficaram desesperados com a tragédia. A vitima ainda chegou  a ser socorrida, mas morreu na sala de cirurgia do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua. Na delegacia de São Domingos do Capim, o avô, identificado como Candido dos Reis Ribeiro, disse que a espingarda seria de outro neto ( adulto), que sempre costuma ir ao sitio.

Candido teria dito ainda que o cartucho estava no cano da espingarda há pelo menos 8 meses. O idoso foi ouvido e liberado. O garoto que atirou e os demais integrantes da família vão receber acompanhamento de assistentes sociais. A Polícia Civil vai investigar as circunstâncias da tragédia.

Reportagem: Tiago Silva

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

POLÍCIA CIVIL PRENDE QUADRILHA NO APEÚ

Uma ação policial no município de Castanhal, no nordeste paraense, resultou nas prisões de 10 pessoas suspeitas de envolvimento em uma quadrilha que praticava roubos e tráfico de drogas na região. A ação policial foi realizada na noite de ontem.

O grupo foi encontrado em um sítio no distrito do Apeú, tido como base de operações da quadrilha. Lá, foram presos Gildevan Santos Louzeiro, de 43 anos, que já tem cinco passagens pela Polícia e atualmente estava foragido, Edelfrance Amador Soares, de 45 anos, que tem várias condenações judiciais no Amapá, e Fábio Lopes Marinho, de 21 anos, que havia saído da prisão na semana passada. Com eles, foram apreendidas armas, munições, drogas e dois carros roubados.

Os demais presos são o caseiro do sítio, Adelson Nascimento da Silva, de 35 anos, Raphael de Oliveira Azevedo Alves, de 23 anos, de apelido "Carioca", Thelison Nilo Barbosa Ferreira, de 18 anos, Leonardo José Almeida Barros, de 18 anos, Elielson Nunes Costa, de 29 anos, Luiz Carlos Sousa de Oliveira, de 46 anos, e Ramon Maia Carvalho da Costa, de 19 anos.

O grupo foi conduzido à sede da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos, em Belém, onde foram feitos os procedimentos de prisão em flagrante. Os acusados permanecem recolhidos à disposição da Justiça.


Reportagem: (DOL com informações da Polícia Civil)

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

GENRO MATA SOGRO COM FACADA NO PESCOÇO

Na noite de ontem (domingo, 20,), duas pessoas foram assassinadas na cidade de Castanhal, nordeste paraense. No Conjunto Rouxinol, Pedro Lopes do Nascimento, de 51 anos, foi morto pelo próprio genro com uma facada no pescoço. O homicídio aconteceu no início da noite, em frente a casa da vítima, localizada na rua L quadra 29.

O acusado foi identificado apenas pelo prenome de Erimar, de apelido “Canela”. Ele fugiu com a filha da vítima, após desferir a facada mortal. A faca usada no crime foi apreendida pela Polícia Militar e apresentada na delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal. A arma estava perto da porta da cozinha.

Já Felipe de Sá Ramos, de 20 anos, foi executado com pelo menos cinco tiros pelo corpo, por volta das 23h, em frente a uma Casa de Shows, localizada no bairro Ianetama. Quando adolescente, Felipe foi apreendido acusado de ter cometido um homicídio, segundo a polícia. Os assassinos permanecem foragidos.

Reportagem: Tiago Silva

TRÊS PESSOAS SÃO MORTAS EM BRAGANÇA A TIROS E FACADAS

Em dois dias, três pessoas foram mortas a tiros e a facadas na cidade de Bragança, nordeste paraense. No sábado (19), por volta do meio-dia, Tiêgo da Silva Tavares, 18, e a namorada dele, Erika Williane de Andrade Coimbra, de 24 anos, foram executados a tiros, em plena via pública.

A mãe de Tiêgo, identificada como Antônia do Socorro, foi quem compareceu à delegacia de polícia de Bragança para comunicar o duplo assassinato. Ela contou, na delegacia, que seu filho e sua nora caminhavam de mãos dadas pela rua principal do “Beco da Pipoca”, no bairro da Aldeia, quando foram surpreendidos por dois motoqueiros, que chegaram já efetuando vários disparos de arma de fogo contra o casal.

Tiêgo da Silva Tavares foi atingido por pelo menos dois tiros na nuca e um no peito. Ele morreu na hora. Também ferida a bala, Erika Williane de Andrade Coimbra foi socorrida e transportada para o Hospital Santo Antônio, onde ela não resistiu aos ferimentos e também morreu. Questionada pela polícia, a mãe de Tiêgo não soube informar se o casal vinha sendo ameaçado ou se possuía inimigos.

BUSCAS

Os atiradores fugiram em uma motocicleta sem serem identificados. Na tentativa de prendê-los, a Polícia Militar fez uma varredura pelos bairros da Aldeia, Perpetuo Socorro e na Orla de Bragança. No total, 87 pessoas suspeitas foram revistadas. Dois homens (que não participaram do assassinato do casal) foram presos ao serem flagrados com uma arma de fogo cada. Eles foram identificados como Josenildo Campos Silva, 29, e Antônio de Souza e Silva, de 27 anos.

FACADAS

O terceiro homicídio ocorrido em Bragança foi ontem, por volta das 06h, bem próximo de uma antiga Casa de Shows, localizada no bairro do Perpetuo Socorro, onde um homem identificado como Elciclei de Souza Rodrigues, de 27 anos, foi morto com várias facadas pelo corpo. Mais uma vez a Polícia Militar realizou diligências e acabou fechando 13 bares com documentação irregular. Agora o delegado Douglas Murilo Nogueira, da Polícia Civil, trabalha para tentar descobrir a motivação dos três homicídios e colocar os assassinos na cadeia.

Reportagem: Tiago Silva

sábado, 19 de setembro de 2015

DOIS FORAGIDOS DA JUSTIÇA SÃO RECAPTURADOS EM CASTANHAL

A Polícia Civil de Castanhal, nordeste paraense, prendeu nesta quinta-feira, dia 17, Fernando Millem Barbosa Farias, de 30 anos; e Rafael Lima de Abreu, de 22 anos. Ambos estavam foragidos do Sistema Penal onde cumpriam pena por assalto e tráfico de drogas. A prisão foi realizada quando os acusados estavam dentro de um veículo em um posto de combustível localizado na rua Máximino Porpino. Dentro do carro foram encontrados dois revólveres calibre 38 e 14 munições intactas, além de cordas e roupas. Os dois foram autuados em flagrante e encaminhados para o Centro de Recuperação de Castanhal onde estão recolhidos à disposição da justiça.

DOIS HOMENS SÃO MORTOS COM OITO TIROS

Quem pensa que a onda de violência desenfreada atinge somente Belém e sua região metropolitana está muito enganado. As cidades do interior do Estado, antes pacatas, agora também são cenários DE crimes violentos. Exemplo disso foram as cidades de Castanhal e Santa Maria do Pará, na conhecida região do salgado, onde duas pessoas foram assassinadas a tiros, na noite de anteontem.

Em Castanhal, nordeste paraense, Nélio de Andrade Costa, 40 anos, foi morto com pelo menos quatro tiros na cabeça. Ele chegava a sua casa, localizada na passagem Antônio Barros, bairro da Saudade I, quando foi surpreendido pelos atiradores, por volta das 21h. Segundo informações do sargento PM Nilson, o homicídio foi praticado por uma dupla, que estava em uma motocicleta modelo Twister, cor vermelha. “Eles (assassinos) chegaram já atirando contra o cidadão e depois fugiram em alta velocidade”, contou o policial militar.

Vítima
Um suspeito, que se apresentou à polícia como vigilante, foi detido por uma guarnição da PM e convidado a ir à delegacia do centro de Castanhal. Contra o vigilante não existiam provas suficientes para incriminá-lo e, então, ele foi liberado, após ser ouvido pela delegada Nilde Rosa.

Por outro lado, no município de Santa Maria do Pará, nordeste do Estado, Márcio Augusto Lima de Moura, pai de um casal de filhos, também foi executado com pelo menos quatro tiros pelo corpo. A irmã da vítima, que pediu para não ter o nome divulgado, relatou em Boletim de Ocorrência (B.O) que conversava com Márcio na rua Bernardo Sayão, no centro do município, quando, por volta das 21h10min, dois motoqueiros chegaram e anunciaram um assalto. Márcio Augusto Lima não quis entregar o aparelho celular e um dos assaltantes o matou com quatro tiros.

O delegado Everaldo Negrão, titular da delegacia de Santa Maria do Pará (representando o Estado), informou ao DIÁRIO que não poderia dar muitos detalhes sobre o homicídio. Mas a resposta positiva dada à sociedade veio da Polícia Militar, através da prisão de dois suspeitos, efetuada pela guarnição dos sargentos J. Azevedo e Gomes, formada ainda pelos cabos Dias, Carlos e soldados Magalhães, Eduardo e Jorrar.

Os acusados, que moram na cidade de Castanhal, foram identificados como José Thiago Souza, 23, e Fernando de Jesus da Silva, de 27 anos. Eles teriam confessado a autoria do crime aos policiais militares. “Nós estávamos em diligência pela comunidade do Apuí quando ‘trombamos’ com os suspeitos que abandonaram a moto e se embrenharam na mata. Fizemos uma varredura na área e, ao amanhecer, conseguimos prendê-los”, contou o cabo Dias.

Fernando, que já possui passagem por porte ilegal de arma de fogo, e Thiago foram apresentados na Superintendência de Polícia Civil, em Castanhal, para a adoção dos procedimentos necessários. Eles ficaram
Acusados de assassinato em Santa Maria do Pará
de ser autuados por crime de homicídio. A arma usada no crime não foi encontrada.

Reportagem: Tiago Silva

HOMEM É EXECUTADO COM 5 TIROS NA CABEÇA

Edinaldo Amaral de Oliveira, conhecido como “Coiote”, de 21 anos, foi morto com pelo menos cinco tiros, todos na cabeça, segundo informações repassadas pela Polícia Militar. O crime ocorreu na noite de anteontem, por volta das 22h30min, no município de Concórdia do Pará, nordeste do Estado. O assassino ainda não foi preso.

Edinaldo Amaral de Oliveira trafegava em sua bicicleta pelo bairro do Cristo Libertador quando, na rua Solom Pinheiro, foi alvejado pelos tiros efetuados por um motoqueiro, que fugiu logo em seguida. O atirador não foi identificado por testemunhas. A polícia Militar foi acionada, para preservar a cena do crime e realizar incursões na tentativa de prender o assassino, mas nenhum suspeito foi encontrado.

Durante a remoção do corpo, peritos do Instituto Médico Legal (IML) encontraram uma arma de fabricação caseira sobre o corpo. Não se sabe ainda se a arma pertencia ou não à vítima. O corpo foi removido para o IML da cidade de Castanhal e ficou de ser liberado aos familiares ainda no início da tarde de ontem.

Na Unidade Integrada de Polícia Propaz (UIPP) de Concórdia do Pará, onde se encontrava de plantão o delegado Jean Sérgio, o irmão do jovem assassinado informou que Ednaldo Amaral de Oliveira estava na condição de foragido da justiça pelo fato de ele ter cometido um crime de homicídio, também em Concórdia do Pará.

“Na época ele fugiu da delegacia do município de Tomé-Açu, onde aguardava vaga no sistema penal”, relatou Natalino Ribeiro Amaral, irmão de Edinaldo. A motivação e a autoria do crime ainda são desconhecidas. O delegado Jean Sérgio já abriu inquérito para apurar o caso.

Reportagem: Tiago Silva

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

OITO PESSOAS SÃO PRESAS NA OPERAÇÃO "CASTANHAL EM PAZ"

Nos últimos dois dias, oito adultos foram presos e quatro adolescentes foram apreendidos em operação realizada pela Polícia Militar na cidade de Castanhal, nordeste do Estado. Armas e entorpecentes foram tirados de circulação. Os presos estariam envolvidos em assaltos, tráfico de drogas e homicídios. “O objetivo da operação ‘Castanhal em Paz’ é diminuir o índice da criminalidade no município”, informou o Tenente Coronel França, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM).

No bairro da Saudade II foi preso Igor Cleber Pantoja Reis, 20, acusado de ter tentado assaltar uma Lan House de um policial militar, que reagiu. Na troca de tiros, Igor foi atingido na perna esquerda e o comparsa dele, um adolescente de 17 anos, foi alvejado na costela. “Mesmo feridos, os acusados roubaram uma Biz e empreenderam fuga, mas foram alcançados e detidos pela minha guarnição”, contou o sargento Lopes. Igor e o menor infrator foram conduzidos ao hospital e depois ficarão à disposição da justiça.


Barreiras foram montadas em pontos estratégicos da cidade. Em uma das barreiras de fiscalização, montada no bairro Jaderlândia, a guarnição do cabo Almeida parou dois suspeitos, que trefegavam em uma motocicleta modelo Broz, cor preta. Durante revista pessoal feita em Sidnei Barbosa Costa, 24, foi encontrado um aparelho celular com registro de roubo. “Já com o amigo do Sidinei, que é menor de idade, nós encontramos uma arma caseira. Eles disseram que haviam roubado o celular para vender e pagar uma conta”, explicou o cabo Almeida.

No bairro Novo Estrela, mais precisamente na Travessa Holanda, o tenente Mariano e o soldado Ribeiro avistaram dois suspeitos em uma motocicleta modelo Pop 100 de cor preta. Um dos suspeitos foi identificado como José Rafael Rocha da Silva, 26. Ele estava acompanhado de um adolescente de 15 anos. “A motocicleta em que eles estavam consta como roubada. Na cintura do José Rafael encontramos um revólver calibre 32 com cinco munições intactas”, contou o tenente Mariano. José Rocha alegou que usaria a arma para matar um de seus desafetos.

Sob a acusação de tráfico de drogas foram presos Leandro Alves Ferreira, de apelido Ceará”, 34, Tallison Gabriel Cardoso e Marcos Daniel da Silva, ambos de 18 anos. Com eles teriam sido encontradas 15 pequenas porções de maconha. Contra Leandro Alves, o “Ceará”, existe um mandado de prisão preventiva decretado pela 2ª Vara Penal de Castanhal, pela prática de tráfico de drogas. O trio foi preso em praça pública, no bairro Fonte Boa, por uma equipe do grupamento ROCAM (policiais em motocicletas). Os três alegaram apenas serem usuários de drogas.

Por envolvimento em roubo de motocicleta e atentado contra a vida de policiais militares, o Grupamento Tático Operacional (GTO) prendeu Thiago Barbosa de Araújo e Everton Sena de Carvalho. Com eles foi recuperada uma motocicleta modelo Fan, cor preta, que havia sido roubada de dois jovens. Thiago e Everton ainda são acusados de atirar contra dois PMs, que estavam dentro de uma viatura. “Foram eles sim que efetuaram cinco tiros de revólver calibre 38 contra a viatura”, reconheceu o soldado Tibério. A arma foi apreendida.

Os adultos foram autuados pela Polícia Civil e permanecerão à disposição da justiça. Os adolescentes ficarão sob os cuidados do Ministério Público (MP). “As operações continuarão aos finais de semana”, adiantou o Tenente Coronel França.

Reportagem: Tiago Silva

MULHER É ASSASSINADA A TIROS DENTRO DE CASA

Uma mulher foi morta com pelo menos três tiros efetuados por dois homens, que ainda não foram identificados pela polícia. O feminicídio ocorreu na noite de anteontem, no município de Bragança, região do nordeste paraense. A vítima foi identificada como Cleidiane Pereira Ramos. Ela tinha 30 anos de idade.

Segundo informações de testemunhas repassadas à Polícia Militar, a casa da vítima localizada no bairro da Vila Sinhá, próximo a um açude, foi invadida por dois desconhecidos armados de revólveres. A dupla se dirigiu até o quarto de Cleidiane Pereira Barros e a executou com pelo menos três tiros na cabeça. Em seguida, os atiradores fugiram em uma motocicleta. Ainda de acordo com informações de testemunhas, os desconhecidos invadiram a residência perguntando se Cleidiane era esposa do dono da casa. Ao responder que sim, a mulher foi alvejada pelos tiros e caiu morta sobre uma cama.

O corpo foi removido por peritos para passar por exame de necropsia no Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal. A liberação do corpo
ocorreu na manhã de ontem, por volta das 11h, para ser velado e sepultado. Consternados, familiares da vítima não quiseram gravar entrevista. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Bragança.

Reportagem: Tiago Silva

POLICIAL MILITAR REAGE E ATIRA EM ASSALTANTES

Dois homens tentaram assaltar um "Cyber Café" e acabaram levando a pior: o dono do estabelecimento, que é policial militar, reagiu e baleou os dois assaltantes. O fato ocorreu no bairro da Saudade II, em Castanhal, na segunda-feira última (14), por volta das 21h. “Um dos assaltantes foi atingido na perna esquerda e o comparsa dele foi alvejado na costela”, contou o sargento Lopes, da Polícia Militar.

Mesmo feridos, os assaltantes conseguiram empreender fuga em uma motocicleta modelo Titan, cor vermelha, 150 cilindradas. “Na outra esquina, eles roubaram uma Biz, cor azul, de uma jovem e cada um seguiu uma rota de fuga diferente”, informou o sargento Lopes, comandante da 1ª Companhia. Várias guarnições da Polícia Militar fizeram o cerco. Em uma forma desesperada, na tentativa de não ser preso, um dos acusados, que conduzia a motocicleta modelo Titan, avançou o cruzamento da rodovia BR-316 com a Avenida Major Wilson e foi atropelado por um carro.

Ele foi identificado como Igor Cleber Pantoja Reis, de 20 anos. Com um tiro na perna esquerda e várias fraturas pelo corpo, provocadas pelo atropelamento, Igor teve que ser transportado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Castanhal. Uma hora depois, o comparsa dele, que tem 17 anos de idade, foi apreendido por uma guarnição do Grupamento Tático Operacional (GTO). O menor infrator, alvejado na costela, também teve que ser encaminhado até a UPA 24 horas. “Os dois foram reconhecidos como sendo os autores da tentativa de assalto. Na ocasião, houve troca de tiros, mas somente eles foram alvejados. O policial, bem preparado, reagiu e saiu ileso”, detalhou o coronel França, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM).

Igor Cleber Pantoja Reis, 20, e o adolescente de 17 anos foram transferidos para o hospital metropolitano de Ananindeua. Eles não correm risco de perder a vida. “Eles receberam voz de prisão e, quando os mesmos receberem alta médica, ficarão recolhidos à disposição da justiça”, acrescentou o coronel França. As armas usadas pelos acusados não foram encontradas.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

COLISÃO NA PA-242 MATA MOTOCICLISTA

Mais um acidente com morte aconteceu na altura do km 12, da rodovia PA-242, entre os municípios de Peixe-Boi e Capanema, região do nordeste paraense. A tragédia aconteceu ontem, por volta das 13h, na conhecida “curva do S” ou “curva da morte”. A vítima fatal foi identificada como Robson Diego Pereira de Lima, de 25 anos, morador de Capanema.

O motociclista, de acordo com informações repassadas pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE), trafegava pela rodovia em uma motocicleta quando teria perdido o equilíbrio do veículo e colidido violentamente com um barranco. Robson Diego Pereira de Lima morreu na hora. Uma equipe de resgate do Samu foi até o local do acidente, mas a vítima já estava sem vida.

Ainda de acordo com a PRE, mais cedo populares teriam visto o motociclista passar com outro rapaz na garupa de uma moto modelo XRE, cor verde, sentido ao município de Peixe-Boi. No retorno para casa, Robson Diego Pereira de Lima sofreu a tragédia. As verdadeiras causas do acidente serão apuradas pela Polícia Civil, com a ajuda da perícia do Instituto Médico Legal (IML). O Boletim de Ocorrência (B.O) foi registrado na delegacia de polícia de Peixe-Boi, por familiares da vítima.

Robson Diego (Vítima)
PERIGO!

A “curva do S” é conhecida também como a “curva da morte”, devido aos vários acidentes com vítimas fatais que já ocorreram naquele perímetro. No dia 3 desse mês, Jaiton Teixeira da Silva, de 28 anos, também perdeu a vida quando colidiu com sua motocicleta no mesmo barranco. Na ocasião, ele estava acompanhado da namorada, que sofreu graves ferimentos. Ela passa bem.

Reportagem: Tiago Silva

SOBRINHO É SUSPEITO DE ASSASSINAR O TIO COM TIRO DE ESPINGARDA

Arma usada no crime foi apreendida
Um adolescente foi apreendido sob a suspeita de ele ter assassinado o próprio tio com um tiro de espingarda cartucheira. O tiro atingiu a boca e atravessou a cabeça da vítima, que tinha 47 anos. O crime aconteceu na Vila do Patrimônio, zona rural do município de Irituia do Pará, no nordeste do Estado. A arma usada no crime foi apreendida pela polícia.

A investigadora Rosana, da Polícia Civil, estava de plantão na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) quando, por volta das 14h de sexta-feira (11), foi avisada de que moradores da Vila do Patrimônio haviam encontrado o corpo de José Xavier Alves, o qual estava há dois dias desaparecido. Ele morava com o sobrinho de 14 anos de idade, principal suspeito do crime. Familiares sentiram a falta de José Xavier Alves e passaram a procurá-lo. Enquanto isso, o adolescente permanecia na casa cozinhando e desempenhando outras tarefas. Ele teria fugido quando soube da descoberta do cadáver, atitude que acabou despertando a desconfiança da polícia.

Poucas horas depois, o suspeito foi apreendido por uma guarnição da Polícia Militar. O adolescente teria confessado que primeiro efetuou um disparo de arma de fogo contra o próprio tio. Depois ele teria amarrado uma corrente nos pés da vítima e arrastado ela até os fundos do quintal da casa, onde residiam. Em seguida, o corpo foi enterrado em uma cova rasa, que também teria sido construída pelo adolescente.
Vítima

O delegado Melquesedeque Ribeiro, titular de Irituia, informou que o caso está sendo apurado pelo delegado Everaldo Negrão, titular do município de Santa Maria do Pará. O BLOG não conseguiu contato com o delegado Everaldo, para saber qual seria o destino do adolescente apreendido.

Reportagem: Tiago Silva

HOMEM É MORTO COM VÁRIAS FACADAS NO BAIRRO NOVA OLINDA

A Polícia Civil já tem a identificação de dois homens que praticaram um homicídio na noite de sexta-feira (11), na cidade de Castanhal, região nordeste do Estado. A vítima foi identificada como Valtoilo Cunha de Brito Junior, de 19 anos, morto com várias facadas. O crime violento aconteceu na ocupação “Campos Lindos”, área do bairro Nova Olinda, por volta das 22h. Os nomes dos assassinos, que são irmãos, ainda não foram divulgados pela polícia. Eles permanecem foragidos.

De acordo com informações repassadas pela polícia, Valtoilo Cunha de Brito Junior e mais dois homens estavam ao lado de um pequeno comércio, localizado na rua Daniel Rodrigues, quando, em determinado momento, passaram a discutir e se agredir fisicamente. Os dois homens, que são irmãos, desferiram vários golpes de faca em Valtoilo. Um dos golpes atingiu o pescoço da vítima, que sofreu morte instantânea. Em seguida, os agressores fugiram correndo.

Ainda de acordo com informações repassadas pela polícia e que constam no boletim de ocorrência, o motivo da discussão teria sido que, dias antes do crime, a vítima teria pedido emprestado uma arma de fabricação artesanal de um dos suspeitos que cobrou a devolução da arma de fogo. Valtoilo teria dito que havia “perdido” a arma caseia em uma revista feita por uma guarnição da Polícia Militar. Os suspeitos não acreditaram na história contada pela vítima e a mataram sem dar chances de defesa.

Uma guarnição da Polícia Militar, sob o comando do sargento Luz, foi até o local e isolou a cena do crime, para evitar a aproximação de curiosos. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado e removeu o corpo. Valtoilo Cunha de Brito Junior era desempregado e residia no bairro Imperador. Ele saiu de casa dizendo aos familiares que ia dar uma volta pela cidade e não mais retornou com vida.

O delegado João Ricardo já instaurou um inquérito, para que o caso seja investigado. O policial civil informou que já possui nomes dos suspeitos e que agora será uma questão de tempo para prendê-los.

Reportagem: Tiago SIlva

SERVIDOR DA SEFA É MORTO EM LOCAL DE TRABALHO

José Maria Cavalcante de Oliveira, de 52 anos, foi morto dentro do posto de fiscalização da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFA), localizado na altura do km 79, da rodovia BR-316, entre os municípios de Castanhal e Santa Maria do Pará, na região nordeste do Estado. O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira (9), durante uma tentativa de assalto. A vítima exercia o cargo de motorista.

De acordo com informações das policias civil e militar, passava pouco mais das 4h30min quando dois homens desconhecidos invadiram o órgão público e anunciaram um assalto. Um dos assaltantes estava armado de um revólver e, durante a ação criminosa, José Maria Cavalcante de Oliveira foi atingido com um tiro no peito e morreu. Uma fiscal de receitas e um vigilante, que estaria desarmado, também estavam dentro do prédio público no momento do crime. Eles não foram atingidos por nenhum disparo de arma de fogo.

“Os dois bandidos estouraram a porta de vidro com uma pedra. O meu pai tentou se esconder na cozinha e tentou fechar a porta, que não tem maçaneta, apenas aquelas travas de madeira. Os bandidos imaginaram que meu pai ia reagir e deram um tiro nele”, contou um dos filhos da vítima. Em seguida, os assaltantes fugiram por uma área de matagal.

Guarnições da Polícia Militar, sob o comando do subtenente Junior, montaram barreiras nas estradas que dão acesso aos municípios de São Domingos do Capim e Igarapé-Açu, na tentativa de impedir a fuga dos criminosos. A área de matagal também foi vistoriada pelas equipes policiais, mas nenhum suspeito foi detido. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Castanhal. “O projetil perfurou o coração e o pulmão da vítima, provocando morte instantânea”, informou um dos peritos do IML.

O posto de fiscalização da SEFA, onde José Maria Cavalcante de Oliveira foi morto, funciona em um kit-net
Vítima
com pouca segurança e em precárias condições de funcionamento. O local já havia sido alvo de assaltantes outras vezes. Assim que clareou o dia, funcionários colaram papéis na parede, informando o luto. 
“Meu pai era o alicerce da nossa família! Agora eu terei que me esforçar bastante para ser, pelo menos, a metade do homem trabalhador e responsável que ele sempre foi”, lamentou Tadeu Oliveira, filho da vítima.

O caso foi registrado pela delegada Nilde Rosa, de plantão na delegacia do centro de Castanhal, e repassado para a Divisão de Homicídios (DH). Ninguém foi preso ainda.

Reportagem: Tiago Silva

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

GRÁVIDA É ASSASSINADA COM 5 TIROS EM CASTANHAL

A cidade de Castanhal, no nordeste do Estado, mais uma vez cenário de um crime brutal. Na noite de quarta-feira (2), uma mulher de 35 anos de idade, em seu quarto mês de gestação, foi morta com pelo menos cinco tiros. O crime aconteceu dentro da residência da vítima, localizada no bairro Jaderlândia, periferia da cidade. Ela estava sozinha na casa.

“Populares nos informaram que, por volta das 21h, um casal invadiu a residência, na rua Francisco Alves de Melo, e executou a mulher com vários tiros. A vítima foi identificada como Eliene Oliveira dos Santos, de 35 anos, que estava grávida de quatro meses”, contou o sargento Durão, da Polícia Militar. Antes de ser morta, Eliene ainda teria sido espancada por seus algozes. Ela foi encontrada morta sobre um sofá.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, os assassinos entraram na residência pela porta dos fundos e, após a execução, fugiram correndo. O local foi isolado na tentativa de evitar a aproximação de curiosos, mas antes de a chegada da polícia, vizinhos já haviam fotografado a vítima e espalhado as fotografias nas redes sociais.

No dia anterior, Eliene Oliveira dos Santos foi ao Fórum de Castanhal testemunhar contra o assassino do irmão dela, morto a tiros no ano de 2008. O réu foi condenado a pagar 17 anos de prisão em regime fechado. O corpo de Eliene foi removido por peritos para o Instituto Médico Legal (IML), depois foi liberado aos familiares.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios (DH). O delegado Temmer Khayat ainda não se pronunciou sobre o feminicídio.

Reportagem: Tiago Silva

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

ACIDENTE MATA MOTOCICLISTA NA PA-242

Uma pessoa morreu e outra ficou gravemente ferida em um acidente automobilístico ocorrido na altura do km 12, da rodovia PA-242, entre os municípios de Peixe-Boi e Capanema, no nordeste do Estado. No acidente, Jailton Teixeira da Silva, de 28 anos, morreu na hora e a namorada dele, identificada apenar por Suely, ficou ferida. A tragédia aconteceu na terça-feira (1), por volta das 19h.

Jailton e Suely teriam passado o dia se divertindo no balneário Urubuquara, em Peixe-Boi. Ao anoitecer, o casal de namorados saiu em uma motocicleta modelo Broz em direção ao município de Capanema, onde o rapaz residia no bairro de Fátima. No meio da viagem, o condutor teria se desequilibrado, saído da pista e colidido violentamente em um barranco. As informações foram repassadas por Suely à uma equipe da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência.

A jovem foi socorrida e transportada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Capanema. Até o fechamento dessa edição, o quadro clínico dela era considerado delicado. O corpo do rapaz foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal. Na manhã de ontem foi liberado para velório e sepultamento.

Jailton Teixeira da Silva deixou dois filhos, um de 8 e outro de 12 anos de idade, que residem com a mãe deles no município de Santa Maria do Pará, também na região nordeste do Estado.

Reportagem: Tiago Silva