sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

CHURRASQUEIRO É ASSASSINADO COM TRÊS TIROS

No início da tarde de ontem, por volta das 14h30min, Wasllas Jhone Cardoso Natividade, de 26 anos, foi assassinado com 3 tiros de revólver, sendo 1 na cabeça e 2 no peito. Aconteceu dentro de um pequeno restaurante, situado no conjunto Novo Horizonte, periferia da cidade de Castanhal, nordeste paraense.

Vítima
Segundo testemunhas, que preferiram não se identificar, era fim de expediente quando dois homens desconhecidos, de capacete, entraram no restaurante com armas de fogo em punho. Pensando ser assalto, as pessoas que se encontravam no local levantaram as mãos. Mas logo a dupla foi atirando contra Wasllas Jhone, que trabalhava no local assando churrasco. Os assassinos fugiram em uma motocicleta tomando rumo incerto.

Wasllas Jhone Cardoso Natividade possuía passagem por tráfico de drogas e estava na condição de foragido do sistema penitenciário. Contra ele existia em aberto um mandado de recaptura. O caso será investigado pela equipe da Divisão de Homicídios (DH) do Apeú, Distrito Castanhalense.

Reportagem: Tiago Silva

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

MORADOR DE RUA É EXECUTADO COM VÁRIOS TIROS NA CARA

Um morador de rua, ainda não identificado pela polícia, foi executado com pelo menos cinco tiros de revólver, todos na cara. O crime aconteceu na madrugada de hoje (quinta-feira 15), por volta das 2h20min, em pleno centro comercial da cidade de Castanhal, nordeste paraense. A polícia não possui pistas sobre o autor dos disparos.

O morador de rua estava deitado sobre um papelão colocado na calçada de uma panificadora, situada no complexo da feira da Ceasa, quando ainda dormindo foi assassinado sem chances de defesa. Por ter sido durante a madrugada, nenhuma testemunha teria presenciado o crime. “Possuímos poucas informações sobre o caso. Não sabemos ainda como ocorreu e nem quem praticou o homicídio”, disse a delegada Renata Gurgel, da Polícia Civil. A vítima não possuía documentação. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) e, até o fechamento dessa edição, permanecia como indigente no necrotério.



ÁREA DE RISCO

Durante o dia muitos comerciantes vendem seus variados tipos de produtos na feira da Ceasa, mas durante à noite e, principalmente na madrugada, o local é considerado área de risco. Vários outros homicídios já ocorreram na Ceasa, onde o tráfico de drogas também acontece com frequência. Os feirantes clamam por uma operação policial, para que pessoas de má conduta sejam retiradas daquele local.

Reportagem: Tiago Silva

ACUSADO DE ROUBO MORRE DURANTE TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA

Na noite de anteontem, por volta das 22hs, no ramal da agrovila Santa Terezinha, zona rural da cidade de Castanhal, nordeste paraense, um homem ainda não identificado, de posse de uma arma de fogo, roubou pertences pessoais de uma jovem, de 25 anos. A motocicleta da vítima também foi subtraída sob grave ameaça.

Em seguida, o acusado fugiu na motocicleta da vítima pelo mesmo ramal, rumo ao município de Santo Antônio do Tauá, ainda na região nordeste do estado. O fato foi informado ao Destacamento da Polícia Militar (DPM) de Santo Antônio do Tauá. Então a guarnição do sargento Nilson, formada ainda pelos soldados Farias e Falcão, realizou buscas com o intuito de capturar o autor do roubo. “O acusado foi interceptado pela guarnição e não obedeceu a ordem de parada e, consequentemente, atirou contra os policiais militares, que revidaram e o suspeito acabou alvejado por dois disparos de arma de fogo. Ele foi socorrido, mas acabou morrendo logo que deu entrada no hospital”, disse o capitão Fábio Campos, comandante do DPM de Santo Antônio do Tauá.

Ainda segundo o oficial, com o suspeito foi encontrado um revólver calibre 38 com 5 munições, sendo 3 deflagradas e 2 intactas. A motocicleta que havia sido roubada foi recuperada e devolvida à dona, que agradeceu pelo trabalho dos policiais militares.

Reportagem: Tiago Silva

EM MARUDÁ, HOMEM É EXECUTADO COM TIRO NO PULMÃO

Luan Marques Mendes da Silva, de 24 anos, foi morto a tiro. O crime aconteceu na noite da última terça-feira (13), por volta das 21h, em Marudá, Distrito do município de Marapanim, nordeste paraense. A motivação e autoria do crime ainda são desconhecidas.

A vítima morava em Outeiro e estava passando uns dias na casa de sua mãe, em Marudá. Luan transitava pelo bairro do Alegre quando, próximo ao porto da travessia para a ilha de Algodoal, foi abordado por dois desconhecidos, que estavam em uma motocicleta. Segundo testemunhas, que não quiseram se identificar, após uma discussão, o desconhecido que estava na garupa da motocicleta sacou uma arma da cintura e efetuou vários disparos contra Luan, mas somente um tiro atingiu na altura do pulmão do rapaz, que morreu no local. Em seguida, a dupla fugiu tomando rumo ignorado.

Guarnições da Polícia Militar realizaram buscas, mas até o fechamento dessa edição nenhum suspeito de envolvimento no homicídio havia sido preso. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para remover o corpo. Um dos peritos disse ao BLOG que a vítima sofreu hemorragia interna. O caso será investigado pela Polícia Civil de Marapanim.

Reportagem: Tiago Silva

CASAL É FLAGRADO COM QUASE 02 KG DE PASTA BASE DE COCAÍNA

Na noite de anteontem, por volta das 21h, policiais militares do grupamento Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicleta) faziam ronda pelo bairro da Saudade, em Castanhal, cidade nordeste do estado, quando perceberam um casal em uma motocicleta.

O homem pilotava e a mulher estava na garupa da motocicleta, em atitude suspeita. Houve a abordagem e durante revista dentro da bolsa da suspeita foram encontrados aproximadamente 02 kg de pasta base de cocaína, além de um pequeno tablete de maconha prensada. Ainda dentro da bolsa tinha 02 litros de solução de bateria, barrilha leve e sacos plásticos, que seriam usados no embalo dos entorpecentes.

Depois foi descoberto que a dona da bolsa era uma adolescente de 16 anos, que já foi apreendida três vezes por ato infracional de tráfico de entorpecentes. A primeira vez foi em Benevides e há menos de um mês em Santa Izabel, região metropolitana de Belém. Por último foi na noite de ontem, em Castanhal. Ela ficou de ser internada em um abrigo para menores infratores, após ser apresentada no Ministério Público.

Enquanto ao adulto, que seria namorado da adolescente, foi identificado como Paulo Ronaldo da Silva Filho, de 25 anos. Ele foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal. “O Paulo já se encontra à disposição do poder judiciário. Ele foi autuado pelos crimes de tráfico de drogas majorado, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menor”, afirmou a delegada Raffaela Cabral.

Reportagem: Tiago Silva

PRESO DENTRO DE VAN COM 02 KG DE MACONHA PRENSADA

Clévio da Silva Cunha, de 30 anos, foi preso e autuado pelo crime de tráfico de droga, após ter sido flagrado com 02 tabletes de maconha prensada, pesando 1 kg cada. Os 02 tabletes da erva foram encontrados com o acusado, que estava dentro de uma van, que foi parada numa barreira de fiscalização montada por policiais rodoviários estaduais, na rodovia PA-136. A droga tinha como destino o município de Curuçá, região do nordeste paraense.

Na Delegacia de Polícia Civil do centro da cidade de Castanhal foi descoberto que contra Clévio existia em aberto um mandado de prisão preventiva por um homicídio que teria sido cometido por ele na cidade de Ananindeua, região metropolitana de Belém. Clévio atualmente residia no município de Santa Maria do Pará, região nordeste do estado. Com o acusado foram encontrados ainda aproximadamente R$ 700,00 (setecentos reais). “Esse dinheiro não é fruto da venda de entorpecentes, eu ganhei de presente de Natal da minha namorada”, disse o preso.

Clévio da Silva Cunha foi autuado pelo crime de tráfico de droga e encaminhado para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST), onde permanecerá custodiado até outra decisão do poder judiciário. A prisão aconteceu na manhã da última terça-feira (13).

Reportagem: Tiago Silva

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

4 PESSOAS MORREM EM CASTANHAL VÍTIMAS DE BALEAMENTO, FACADAS E PEDRADAS

Nos últimos quatro dias, pelo menos quatro pessoas morreram vítimas de baleamento, esfaqueamento e pedradas, na cidade de Castanhal, nordeste paraense. O primeiro crime aconteceu nas primeiras horas de sexta-feira (9), no conjunto Ipê Roxo, onde Josivan Ferreira da Silva, 54, foi preso por uma equipe da Guarda Municipal, após matar a facadas seu ex-enteado Rafael Botelho de Assis, de 25 anos.

Josivan era separado da mãe de Rafael. Ela atualmente namorava José Maria Santos de Miranda, de idade não informada, que também acabou sendo esfaqueado por Josivan e socorrido em estado grave de saúde e transferido ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua. Na casa onde ocorreu o crime funcionava como ponto de venda de churrasco. “O Josivan Ferreira da Silva foi ao estabelecimento e começou a discutir com o José Maria Santos de Miranda, que atualmente namorava a ex-companheira do Josivan. Houve uma discussão e o José Maria foi esfaqueado. Tentando defender o atual namorado de sua mãe, Rafael Botelho de Assis pegou uma cadeira e partiu para cima do Josivan, que o esfaqueou bem no coração”, explicou Jarbian, da Guarda Municipal de Castanhal. Josivan foi preso em flagrante e autuado pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio.

O segundo caso foi um crime com requintes de crueldades. Aconteceu na noite de sábado (10), por volta das 20h30min, na ocupação “Ana Júlia”, área do bairro Novo Estrela, periferia da cidade. Ray Santos Silva, de 20 anos, transitava pela rua São Miguel quando foi alvejado por um tiro no abdômen. Ele caiu no chão ainda recebeu várias pedradas na cabeça. Ray Santos Silva morreu no local. Ele morava em Barcarena e recentemente havia se mudado para a cidade de Castanhal. Familiares da vítima estiveram no local e disseram desconhecer o que teria motivado o assassinado de Ray. Moradores da ocupação “Ana Júlia” não quiseram falar sobre o crime, talvez por medo de represálias, já que o local é considerado área de risco. A “lei do silêncio” não coopera com o trabalho de investigação da Polícia Civil.

Ainda na noite de sábado (10), pouco mais das 22h, uma dupla armada roubou uma motocicleta Titan 160 cilindradas de cor branca, no município de São Francisco do Pará, e seguiu fuga rumo a cidade Castanhal. Já no conjunto Japiim, a dupla furou um bloqueio montado por policiais militares do grupamento Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicleta (Rocam). Houve acompanhamento policial e a dupla furou outro bloqueio que havia sido montada por outra equipe da Rocam, no bairro Salgadinho. Quando estava no bairro Ianetama, em Castanhal, a dupla passou por um buraco e caiu na rua Marechal Deodoro. Os policiais militares empenhados na missão afirmam que os suspeitos se levantaram efetuando disparos contra as guarnições. Houve troca de tiros e os suspeitos acabaram atingidos, sendo que um deles ainda não identificado morreu no local. Outro de nome Antônio Lucas Silva de Morais, de idade não informada, morador do bairro Tenoné, em Belém; foi socorrido e encaminhado com vida ao Hospital Metropolitano de Ananindeua. Com a dupla foram apreendidos 2 revólveres, sendo um calibre 38 e outro calibre 32 com munições deflagradas. A motocicleta que havia sido roubada pela dupla foi recuperada e devolvida ao dono.

Já no meio da manhã de ontem outro homicídio foi registrado na cidade “Modelo”. Foi na ocupação Oscar Reis, área de periferia. A vítima foi identificada como Josimar Siqueira da Silva, de 27 anos. Josimar foi executado com pelo menos 5 tiros, sendo que 3 foram na cabeça. No local também imperava a “lei do silêncio”, ninguém quis ou soube dizer como teria ocorrido o crime. A Polícia Militar esteve no local e isolou a área para evitar a aproximação de curiosos. A Polícia Civil também esteve no local tentando colher informações sobre o fato. Em seguida, peritos do Instituto Médico Legal (IML) removeram o corpo.

Reportagem: Tiago Silva

VIGILANTE É ASSASSINADO E AINDA TEM SUA ARMA DE FOGO ROUBADA

Na madrugada de ontem, por volta das 5h, policiais militares do 24ª Pelotão foram informados, via telefone celular, de que um vigia de um posto de combustível, localizado no Trevo das cidades de Curuçá e Marapanim, no nordeste paraense, havia sido assassinado em seu local de trabalho.

Diante das informações, os policiais militares foram até o posto de combustíveis e constataram a veracidade do fato. O vigilante assassinado foi identificado como Rosenildo Pinto Leal, de 45 anos. Rosenildo foi morto com um tiro de revólver na testa. A princípio a polícia trabalha com a hipótese de um latrocínio (roubo seguido de morte), já que uma espingarda calibre 12 do tipo escopeta teria sido roubada da vítima. Buscas foram realizadas, mas até o fechamento dessa edição nenhum suspeito de envolvimento no crime havia sido preso ou ao menos identificado.

O vigilante Rosenildo Pinto Leal residia na comunidade do Abade, zona rural de Curuçá. Seu corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, onde passou por exame de necropsia. Em seguida retornou para Curuçá, para ser velado e sepultado.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

PASSAGEIRO É ASSASSINADO DURANTE ASSALTO EM VAN

Um latrocínio (roubo seguido de morte) foi registrado na cidade de Castanhal, nordeste paraense. Aconteceu na manhã de ontem, por volta das 8h30min. A vítima foi identificada como Nilton da Silva Menescal, de 54 anos. No total, seis pessoas foram presas suspeitas de estarem envolvidas no crime.

Nilton residia em Benevides, região metropolitana de Belém, e também tinha residência na cidade de Castanhal, mais precisamente no bairro São José. Ontem ele pegou uma van, que saiu do município de Igarapé-Açu, nordeste paraense, com destino a Belém. Na van estavam Nilton, a esposa dele e mais outro casal. Na rodovia BR-316, próximo ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de Castanhal, mais duas mulheres e três homens embarcaram no coletivo. O motorista e o cobrador não sabiam, mas o quinteto se tratava de assaltantes perigosíssimos. “Às proximidades da Praça do Cristo Redentor foi anunciado um assalto. Uma das mulheres tirou um revolver e entregou ao comparsa dela. Os outros estavam armados com facas”, disse o motorista do coletivo.

Ainda de acordo com o motorista, os criminosos (bastante agressivos) pediram que ele entrasse no ramal do Cenóbio, onde pertences pessoais e dinheiro das vítimas foram subtraídos. Além dos passageiros, o cobrador da van foi agredido com coronhadas na cabeça e cortado com faca. Durante as agressões, o passageiro Nilton da Silva Menescal colocou os braços à sua frente, em posição de defesa. “Nesse momento, um dos assaltantes foi dar uma facada no passageiro e acabou cortando o braço do próprio comparsa”, disse uma das vítimas, que preferiu não se identificar. Irritados, dois dos cinco criminosos levaram Nilton para os fundos do coletivo, onde o executaram com 2 tiros de revólver na cabeça. Em
seguida, o coletivo foi abandonado no lixão do bairro Pantanal, periferia de Castanhal, e os criminosos entraram na mata. Eles teriam tido o apoio de outro suspeito, que teria dado fuga em um carro Fiat Uno do modelo antigo de cor azul.

O bárbaro e covarde crime repercutiu negativamente. Uma força tarefa foi montada e, em menos de duas horas depois, todos os envolvidos foram localizados e presos por policiais militares. Ainda houve troca de tiros entre suspeitos e policiais militares, mas ninguém foi atingido. Um revólver calibre 32 com seis munições, sendo cinco deflagradas e uma intacta, foi apreendido. Os presos foram identificados como Wilkson Nogueira Matias, residente no bairro Cariri; e Edivan de Souza das Mercês, morador do bairro da Saudade; ambos têm 18 anos. Um adolescente de 15 anos foi apreendido. Uma menor de 16 anos também foi apreendida. Uma mulher, que não quis dizer seu nome e nem idade, também foi presa. Todos foram reconhecidos como sendo os autores do assalto que resultou em morte. Com eles foram recuperados os pertences que haviam sido roubados das vítimas, como: aparelhos celulares, bolsas masculinas e femininas, joias e dinheiro.

Outro homem, identificado como Francisco Amorim Santos, de 28 anos, também foi preso. Ele seria o condutor do carro Fiat azul, que teria sido usado para dar a fuga aos assaltantes. O carro foi apreendido. Francisco, que possui passagem na delegacia por tráfico, negou participação. Ele e os outros acusados foram encaminhados para a Central de Triagem Metropolitana IV (CTM IV), em Americano, Distrito de Santa Izabel, região metropolitana de Belém.

Na delegacia do centro de Castanhal, Wilkson Nogueira Matias e Edivan de Souza das Mercês fizeram questão de tirar fotos e dar entrevista. “Ei, repórter! A foto ficou boa? Tira outra pra aparecer a minha tatuagem”, palavras de Wilkson, sem demonstrar qualquer sentimento de arrependimento. “Quando eu sair da cadeia vou matar mais cinco”, prometeu Edivan. Enquanto ao adolescente de 15 anos disse que é integrante do “comando da piçarreira” e quem comanda é o crime. As duas mulheres não quiseram comentar sobre o caso. Todos foram autuados pelo delegado Rairton Carneiro, da Polícia Civil.

Motoristas de vans protestaram em frente à Delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal. Eles disseram que somente neste mês pelo menos 8 vans foram assaltadas no mesmo perímetro e pelos mesmos criminosos. Prometeram interditar a rodovia BR-316, em frente ao Fórum de Castanhal, durante a audiência de custódia dos acusados, que ficou marcada para acontecer na manhã desta segunda-feira (5).

Reportagem: Tiago Silva

SOZINHO BANDIDO ROUBA R$ 41 MIL DE POSTO DE COMBUSTÍVEIS

Um homem sozinho assaltou um posto de combustíveis, de onde conseguiu roubar o valor de R$ 41 mil. Aconteceu na manhã de sábado (3), por volta das 9h, no bairro Cristo Redentor, em Castanhal, cidade do nordeste paraense. Toda a ação foi registrada pela câmera de segurança do estabelecimento comercial.

O criminoso chegou sem capacete numa motocicleta modelo Broz, de cor preta. Todos pensavam ser um cliente, mas não era. Bem vestido, sem qualquer suspeita, o homem sacou um revólver da cintura e anunciou um assalto. Em seguida, se dirigiu até o escritório do posto de combustíveis, onde rendeu quatro funcionários (três homens e uma mulher). Ele pediu que todo o dinheiro em papel fosse colocado dentro de uma sacola. Sem qualquer reação e com medo de que algo pior acontecesse, os funcionários atenderam ao pedido do assaltante.

A ação foi rápida, durou poucos minutos. O local estava vulnerável, sem nenhum segurança armado. O bandido fugiu deixando para trás apenas moedas. Ele já foi identificado, faltando apenas ser preso. Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal, para que o caso seja investigado.

Reportagem: Tiago Silva

SUSPEITO MORRE APÓS SER ESPANCADO E QUEIMADO POR POPULARES

Um suspeito de ser assaltante foi espancado e morto por populares e ainda teve seu corpo carbonizado. Os restos mortais foram removidos por peritos para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal, nordeste paraense. O crime aconteceu na madrugada de sábado (3), no município de São João da Ponta, também região nordeste do estado.

Segundo informações de populares, uma dupla armada roubou a motocicleta de um mototaxista, no ramal do Maracajá. Ainda de acordo com populares, a dupla teria fugido em direção à Vila Bonfim, interior de São João da Ponta. “O ramal não tem saída, então a dupla abandonou a motocicleta e se escondeu na mata. O veículo foi recuperado pelo dono”, disse o delegado João Inácio, da Polícia Civil. “Já na madrugada de sábado (3), por volta das 4h, um morador da Vila Bonfim ouviu um barulho diferente em seu terreno e rendeu um dos possíveis assaltantes, que estava escondido no local”, acrescentou o delegado.

Ainda segundo o policial civil, o morador iria entregar o suposto assaltante à polícia, porém foi agredido pelo suspeito, que conseguiu escapar, mas foi perseguido, alcançado e espancado por outros moradores da Vila Bonfim. Em seguida, atearam fogo no suspeito, que morreu carbonizado. A vítima do linchamento não foi identificada. Um inquérito policial foi instaurado, para que os autores do linchamento sejam identificados. Eles podem ser presos e responder na cadeia por crime de homicídio qualificado.

Reportagem Tiago Silva

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

FORAGIDOS DO MARANHÃO SÃO RECAPTURADOS EM CURUÇÁ

Foragidos da justiça do Maranhão
No município de Curuçá, nordeste paraense, várias prisões foram efetuadas pelas equipes dos sargentos Santos, Brito , A. Farias; cabo Fábio e soldado César, todos da Polícia Militar. Na Vila do Livramento, foi presa uma dupla que teria praticado vários assaltos. Ao serem presos, os acusados deram nomes falsos, se identificaram como Anderson Melo Pires  e o Kleber Júnior Vieira, ambos com 22 anos de idade. Mas depois foi descoberto que seus nomes verdadeiros são Luciano Melo Costa e Nestor Brito Vieira Neto, os quais foram reconhecidos por várias vitimas como sendo os autores dos roubos acontecidos na Vila do Araquain, interior de Curuçá.

Material apreendido na casa em que os foragidos estavam
Durante uma revista minuciosa dentro e fora da casa em que os acusados estavam foram encontrados 15 papelotes de maconha, mais 1 kg de barrilha, um frasco contendo solução de bateria, para o preparo de entorpecentes. Ainda foram encontrados na casa 3 aparelhos celulares, que teriam sido roubados de vítimas. E também uma motocicleta modelo Titam preta de placa  JUQ-2464, possivelmente proveniente de roubo. Na delegacia de Curuçá foi descoberto que a dupla era foragida de um presídio do Estado do Maranhão, por isso estava dando nome falso.

Entorpecente apreendido com adolescente
Ainda em Curuçá, por volta de 11h da manhã de ontem (quinta-feira), a equipe do sargento Santos fazia ronda pela Vila do Abade quando avistou vários suspeitos, que fugiram quando perceberam a presença da viatura policial. Deixaram para trás um recipiente plástico contendo 46 papelotes de maconha. Depois um adolescente suspeito foi apreendido. Ele e a droga foram apresentados na delegacia de Curuçá, para os procedimentos.

Reportagem: Tiago Silva

MULHERES SÃO PRESAS ACUSADAS DE TRAFICAR DROGAS

Cristiane (dona da casa)
A Polícia Civil prendeu, no bairro Heliolândia, periferia da cidade de Castanhal, nordeste paraense, Edilane Silva Alencar , 18, e Cristiane Areia da Silva, de 33 anos. Na casa em que elas estavam foi encontrada uma grande quantidade de maconha prensada, além de uma arma de fogo de fabricação artesanal, que estava municiada.

A prisão foi efetuada por policiais civis da Seccional do Jaderlândia. Edilane e Cristiane foram apresentadas para o delegado Paulo Benício, que as autuou por crime de tráfico de entorpecente. Ficaram de ser transferidas para o presídio feminino de Ananindeua.

Reportagem: Tiago Silva

CASAL É PRESO ACUSADO DE MAUS-TRATOS CONTRA IDOSA

Manoel Carlos Costa, 56, e sua esposa Ivanilda Lopes da Silva, 55, foram presos acusados de maus-tratos praticados contra uma idosa, de 76 anos. A vítima é mãe de Manoel e sogra de Ivanilda. A prisão foi efetuada por uma guarnição da Polícia Militar e aconteceu ontem (quinta-feira) de manhã, por volta das 11h, após denúncias de populares.

O casal foi apresentado na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) da cidade de Castanhal, nordeste paraense. “Vizinhos ligaram para o 190 denunciando que uma idosa, moradora do bairro Jaderlândia, estava sendo maltratada pelo filho e pela nora dela. Os policiais militares se dirigiram até o endereço informado e constataram a veracidade da denúncia”, disse a delegada Gersica Raphaela Veiga da Silva. A policial civil informou ainda que a idosa estava bastante desidratada e com hematomas pelo corpo. “A vítima nos disse que passava fome e ainda era agredida fisicamente pelo próprio filho e também pela nora. Além disso, constatamos que a idosa vivia em condições sub-humanas, dormia em um colchão velho”, relatou a delegada.

O dinheiro de uma pensão de pouco mais de R$ 2 mil ficava indevidamente com os acusados, segundo a delegada. A vítima estava bastante debilitada e teve que ser levada para o hospital público de Castanhal, onde passou por um raio-x, pois suspeitava-se que a idosa pudesse estar com alguma fratura pelo corpo. Ivanilda Lopes da Silva negou as acusações, mas afirmou que seu esposo agredia a própria mãe dele com tapas no rosto. Manoel Carlos Costa se defendeu dizendo que apenas havia empurrado a mãe.

Os dois foram autuados em flagrante pelo crime de violência domestica no âmbito familiar. Primeiro foram encaminhados para exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML) e em seguida para a cadeia. “O Manoel será encaminhado para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST) e a Ivanilda para o Centro de Recuperação Feminino (CRF) de Ananindeua”, afirmou a delegada Gersica Raphaela. Enquanto a idosa, ela ficará sob os cuidados de outros familiares de confiança.

Reportagem: Tiago Silva

AGENTE É FLAGRADO TENTANDO ENTRAR COM MACONHA EM PRESÍDIO

Um homem, que se identificou como agente prisional, foi flagrado no momento em que tentava entrar com certa quantidade de entorpecente (maconha) no Complexo Penitenciário de Americano, Distrito do município de Santa Izabel, região metropolitana de Belém. O flagrante foi feito por policiais militares, no início da manhã de ontem (quinta-feira).

A assessoria de comunicação social da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) confirmou o fato informando que o entorpecente teria sido encontrado nas meias e na mochila do suspeito. Disse ainda que o acusado já foi afastado das funções e que uma sindicância administrativa foi aberta para que o caso seja apurado. Ainda de acordo com a Susipe, o agente trabalhava na equipe de manutenção do órgão, subordinado à Diretoria de Logísticas e Infraestrutura. Ele, que não teve o nome divulgado, não estava lotado em nenhum dos presídios do Complexo Penitenciário de Santa Izabel.

O acusado teria sido apresentado na 17ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Santa Izabel, no plantão do delegado Marcio. O apresentado teria sido liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), já que a quantidade de maconha seria pouca e o acusado teria alegado ser apenas usuário da erva.

O BLOG ligou para a Seccional, mas a atendente, que se identificou como "Josy" disse que o delegado Marcio estava participando de uma audiência e que não poderia falar sobre o caso.

Reportagem Tiago Silva

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

DESCONHECIDO É EXECUTADO COM 3 TIROS E CASAL É BALEADO

Ontem (quarta-feira) foi registrado um assassinato na cidade de Castanhal, nordeste paraense. O investigador Sandro Dias, da Polícia Civil, estava de plantão na Divisão de Homicídios (DH) do Apeú, Distrito castanhalense quando, por volta das 11h, ficou sabendo de um corpo que havia sido encontrado por populares no ramal do Bacuri, zona rural.

De imediato, o investigador Sandro, mais o também investigador Muniz e o delegado Nélio Magalhães se dirigiram para o local e constataram a veracidade da informação: encontraram um corpo de um homem ainda não identificado, aparentando ter entre 25 a 30 anos de idade. Estava com pelo menos três perfurações provocadas por tiros, possivelmente de revólver. No local, ninguém identificou a vítima e nem soube dizer como teria acontecido o crime.

Os policiais civis acreditam que a vítima teria sido assassinada em outro local e o corpo abandonado no ramal do Bacuri. O caso ainda é um mistério.





CASAL BALEADO

Também na manhã de ontem, por volta das 7h, um casal de comerciantes sofreu tentativa de homicídio na ocupação “Ana Júlia”, área do bairro Novo Estrela, periferia de Castanhal. Sebastião José da Silva, 61, foi alvejado nas costas, e Maria Helena Meneses da Silva, de 51 anos, foi atingida nas costelas.

Sebastião da Silva e Maria Helena tiveram que ser transferidos para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, onde passariam por cirurgias para a retirada dos projeteis. O estado de saúde deles era considerado delicado. Os atiradores fugiram em uma motocicleta e ainda não foram identificados. A polícia ainda tenta descobrir o que teria motivado o crime contra o casal de comerciantes.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

CICLISTA MORRE ATROPELADO E MOTORISTA É PRESO EM FLAGRANTE

Ronaldo Barbosa da Rocha, de 19 anos, foi preso acusado de atropelar Fernando Monteiro de Lima, que trafegava em sua bicicleta em via pública. Aconteceu na manhã de ontem (domingo 27) no município de São João da Ponta, nordeste paraense. A vítima não resistiu aos ferimentos.

Ronaldo fugiu sem prestar socorro, mas foi localizado e preso por uma guarnição da Polícia Militar. Antes foi surrado por populares revoltados com a situação. O acusado teve que ser conduzido à Delegacia de Polícia Civil do centro da cidade de Castanhal, onde foi ouvido e autuado pela delegada Ariane Magno Gomes. "Ele (Ronaldo) foi autuado pelos crimes de homicídio culposo no trânsito (quando não há a intenção de matar), alcoolemia, omissão de socorro e conduzir veículo sem habilitação", disse a policial civil.

O preso ficou de ser encaminhado para o Centro de Recuperação da cidade de Castanhal (CRCAST), onde permanecerá até outra decisão do poder judiciário.

Reportagem: Tiago Silva

29 DETENTOS FOGEM DE PRESÍDIO DE SANTA IZABEL

Um detento foi baleado na madrugada de ontem (domingo 27) durante a fuga de 29 presos do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I), no distrito de Americano, em Santa Izabel, região metropolitana de Belém.

Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), o caso ocorreu por volta das 04h, quando detentos serraram as grades e pularam o muro da unidade usando uma escada. Durante a fuga, os internos foram interceptados por policiais militares que faziam a vigilância do local.


Os policiais militares precisaram disparar em direção aos detentos para impedir novas fugas. Um preso ainda não identificado acabou atingido de raspão e foi encaminhado para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua.

Reportagem: Dol (com informações da Susipe)

PROFESSOR CONFESSA QUE MATOU E QUEIMOU CORPO DE PROFESSORA

O professor Wheider da Silva Galvão, de 33 anos, ainda permanece preso. Ele confessou ter assassinado a professora Ana do Nascimento Lima, que tinha 48 anos. Ela foi morta a facadas e ainda teve o corpo queimado em uma fogueira. O crime causou grande repercussão. Revoltados, populares atearam fogo na casa do professor e no carro dele. A vítima era irmã de dois ex-prefeitos do município de Terra Alta.

Vítima e acusado eram amigos de profissão e lecionavam em uma escola do município de São João da Ponta, nordeste paraense. No final da tarde da última sexta-feira (25), ela pegou uma carona com o acusado e seria deixada no km 39 da rodovia PA-136, onde pegaria outra condução até o município de Terra Alta. Como a professora não apareceu, seus familiares começaram a ficar preocupados e, no dia seguinte (sábado), foram até o sítio do suspeito, localizado bem na entrada do município de Curuçá, ainda na região nordeste do estado. Eles queriam saber o que tinha acontecido.

Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada para dar apoio nas buscas. “No sítio encontramos o suspeito segurando um terçado. Nos fundos do terreno encontramos uma fogueira e na fogueira estava o corpo da professora Ana. O corpo estava totalmente carbonizado”, relatou o sargento PM Santos. O
professor Wheider recebeu voz de prisão e seria conduzido à delegacia de Curuçá, porém, por questão de segurança e temendo que a população invadisse o local, o acuado teve que ser levado para a delegacia do centro da cidade de Castanhal, onde foi ouvido pelo delegado Miguel Pinheiro, da Polícia Civil.

Em depoimento, o professor confessou o crime dizendo que os dois teriam discutido dentro do carro, matou a vítima a facadas e tentou dar fim no corpo queimando-o na fogueira. “Ele (professor) foi autuado em flagrante e encaminhado para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST), onde permanecerá custodiado até outra decisão da justiça”, disse o delegado que atuou no caso.

Reportagem: Tiago Silva

HOMEM É MORTO A TIROS APÓS TER CASA INVADIDA POR DUPLA ENCAPUZADA

Charles Alexandre da Silva Rocha, de 34 anos, foi morto a tiros. O crime aconteceu na madrugada da última quarta-feira (23), por volta de 1h, na periferia da cidade de Castanhal, nordeste paraense. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do centro da cidade, no plantão do delegado Paulo Benício.

A vítima dormia com sua esposa na casa onde moravam, localizada no conjunto Tangarás, quando o local foi invadido por dois homens encapuzados. “Acordamos com o barulho da porta sendo arrombada. Em seguida, dois homens encapuzados entraram já efetuando vários tiros contra o meu marido”, disse a viúva, que preferiu não ser identificada. Tentando escapar da morte, Charles Alexandre da Silva Rocha correu para fora do imóvel, mas foi perseguido, alcançado e executado com vários tiros à queima-roupa. Um dos disparos atingiu a nuca da vítima, que morreu no local.

Os assassinos fugiram em uma motocicleta do modelo, cor e placa não anotados pela testemunha. O subtenente Mota e o soldado Hélio, da Polícia Militar, fizeram buscas, mas nenhum suspeito foi encontrado às proximidades do local do fato. O corpo foi removido por peritos para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia. No final da manhã de ontem, o corpo foi liberado aos familiares para o velório e sepultamento.

Em depoimento prestado na delegacia, a viúva disse que o único desentendimento que seu esposo Charles Alexandre teve, 1 ano antes de ser morto, foi por causa da venda de um terreno de uma área de invasão. Tal desentendimento poderia ter sido a motivação do crime, mas outras hipóteses não estão sendo descartadas pela Polícia Civil. O caso será investigado pela equipe do delegado Nélio Magalhães, da Divisão de Homicídios (DH) do Apeú, Distrito castanhalense.

Reportagem: Tiago Silva

terça-feira, 22 de novembro de 2016

QUATRO SÃO PRESOS ACUSADOS DE ROUBOS EM CASTANHAL

Quatro adultos foram presos e um adolescente foi apreendido, acusados de praticarem roubos na cidade de Castanhal, nordeste paraense. No total, duas armas de fogo foram apreendidas. As prisões com apreensões aconteceram ontem, segunda-feira (21), e foram efetuadas por policiais da 1ª e 2ª companhia, pertencentes ao 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM).

No início da tarde, uma dupla praticou roubos na avenida Marechal Deodoro e empreendeu fuga em uma motocicleta. O subtenente Mota e o soldado Hélio, da Polícia Militar, que estavam de serviço na viatura 0521, fizeram o acompanhamento até o bairro da Cohab, onde os suspeitos foram interceptados e presos. Um revólver calibre 38 municiado foi apreendido. Com a dupla foram encontrados ainda 5 aparelhos celulares, que haviam sido roubados de vítimas. Um dos acusados, Douglas Silva de Oliveira, de 18 anos, recebeu um tiro de contenção na mão esquerda.

Douglas era quem portava o revólver. Primeiramente ele foi socorrido e levado ao hospital, onde recebeu atendimento médico. Em seguida, foi conduzido à delegacia do centro da cidade, onde foi autuado por roubo qualificado com concurso de arma de fogo e de pessoas. “O comparsa dele, Wilson Ferreira da Silva, de 20 anos, também foi autuado pelo mesmo crime. Ambos foram colocados à disposição da justiça”, disse o delegado João Inácio.

Já por volta das 15h, houve a informação de que três bandidos estariam assaltando uma residência, localizada às margens da Rodovia BR-316, no bairro Santa Catarina. Foram designados para o local, policiais militares do Grupamento Tático Operacional (GTO), da viatura 0508 e da equipe do sargento Jurandir, que estava de interativo da 2ª companhia.

Segundo o capitão PM Waner, os acusados foram presos quando estavam em via pública. Eles foram identificados como Felipe dos Santos Oliveira e Luiz Vilmar Souza da Costa, ambos de 18 anos. Um adolescente de 16 foi apreendido. Com o trio foi encontrado um revólver calibre 38 municiado. Todos foram apresentados na 12ª Seccional do bairro Jaderlândia

ENTORPECENTE

Pela manhã, policiais militares realizavam ronda de rotina pela ocupação “Ana Júlia”, área do bairro Novo Estrela, periferia de Castanhal, quando perceberam um suspeito trafegando em uma motocicleta e carregando uma mochila nas costas.

Ao perceber presença da equipe policial, o suspeito largou o veículo, a mochila e saiu pulando quintais de residências. Buscas foram feitas, mas o fugitivo não foi encontrado. Dentro da mochila, os policiais encontraram 156 pacotinhos de pasta base de cocaína. Foi descoberto que a motocicleta abandonada estava com registro de roubo.

O entorpecente e o veículo foram apresentados na delegacia do centro da cidade. O delegado João Inácio, da Polícia Civil, abriu um inquérito policial para tentar descobrir a identidade do traficante que conseguiu escapar.

Reportagem: Tiago Silva

HOMEM É PRESO COM PISTOLA MUNICIADA DENTRO DE BAR

Policiais militares do 35º Pelotão do município de Inhangapi, nordeste paraense, prenderam um homem e apreenderam com ele uma pistola calibre Ponto 40. A prisão com apreensão aconteceu na noite do último domingo (20), mais somente ontem foi divulgada pela Polícia Militar.

O acusado Carlos Enrique Carrinho, de 27 anos, estava em um bar, localizado na rua Ernane Lameira, zona rural de Inhangapi, quando foi abordado e revistado por uma guarnição da Polícia Militar, formada pelo sargento Morais; cabos Dinael, Nivaldo e soldado Flávio. “Durante revista pessoal encontramos, na cintura do suspeito, uma pistola calibre Ponto 40 com dez munições intactas no carregador”, disse o sargento Morais. A numeração da arma é 25329 da Polícia Civil do Pará. O número do registro é SEY67630.

Ao ser questionado sobre a pistola, o preso disse que pertenceria a um investigador da Polícia Civil exonerado da corporação. Disse ainda que estava no município servindo de “olheiro”. Na delegacia de Inhangapi, Carlos Enrique Carrinho foi autuado em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, sem direito a pagamento de fiança. Carlos foi transferido para um presídio daquela região, onde permanecerá custodiado até outra decisão do poder judiciário.

Reportagem: Tiago Silva

GUARDAS RECUPERAM OBJETOS FURTADOS DE RESIDÊNCIA

Guardas civis municipais da cidade de Castanhal, nordeste paraense, recuperaram o valor de R$ 600,00 (seiscentos reais), um notebook, além de vários outros objetos que haviam sido furtados de uma residência, localizada no município de São Caetano de Odivelas, também na região nordeste do estado.

O material ia ser comercializado ilegalmente no complexo da feira da Ceasa, centro da cidade de Castanhal. O vendedor, ao perceber a presença dos guardas civis municipais, largou uma mochila com os objetos dentro e fugiu correndo. Diligências foram realizadas, mas o suspeito não foi encontrado às proximidades do local. Tudo aconteceu na manhã da última sexta-feira (18).


As donas dos objetos e do dinheiro furtados foram localizadas e viajaram até Castanhal, onde receberam seus bens de volta. Elas agradeceram pelo trabalho realizado pela Guarda Civil Municipal de Castanhal (GCMC).

Reportagem: Tiago Silva

TRÊS PESSOAS MORREM VÍTIMAS DE BALEAMENTO EM CASTANHAL

Parecia que seria um final de semana sem mortes em Castanhal, nordeste paraense. Mas, na noite de domingo (20), três pessoas morreram vítimas de baleamento na cidade “Modelo”. A primeira vítima foi Ismael Silva Lameira, de 18 anos. Ismael residia na ocupação "Ana Júlia", área do bairro Novo Estrela. Estava por trás de um campo de futebol, no mesmo bairro em que morava, quando foi atingido por pelo menos 3 tiros de revólver, efetuados por um desconhecido. O jovem chegou a ser socorrido, mas morreu logo que deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas.

Outro baleado foi Almir da Silva Rodrigues, de 30 anos. Almir residia no bairro Pirapora, periferia da cidade. Segundo a delegada Renata Gurgel, da Polícia Civil, Almir estaria com uma arma de fabricação artesanal e teria apontado a arma em direção a uma guarnição, formada por dois policiais militares, que efetuaram tiros de contenção. Atingido, o suspeito foi socorrido, mas faleceu na UPA 24 Horas. Ele estava na companhia de Lairiane Gonçalves dos Santos, de 31 anos, que reside no conjunto Rouxinol. Ela não foi atingida.

O casal estava em atitude suspeita, às proximidades do “Campo do Bilheteiro”, no bairro Caiçara, quando foi abordado por uma viatura da PM. “Antes de ser abordado, o casal teria cometido vários roubos em diversos bairros da cidade, inclusive a Lairiane foi reconhecida por uma das vítimas. Ela foi autuada com base no artigo 157 do Código Penal Brasileiro (CPB) e ficará à disposição do poder judiciário”, disse a delegada Renata Gurgel. Almir da Silva Rodrigues possuía duas passagens por roubo. Quando agoniava no chão, a espera de uma ambulância, Almir disse que era da igreja, mas que estava desviado.

Já no fim da noite, por volta das 23h50min, o baiano James Macário Gomes, de 30 anos, foi assassinado no mesmo bairro em que morava, no Salgadinho. Foi alvejado por três disparos, nas costas e abdômen. O crime teria sido praticado por um desconhecido, que teria fugido do local em um carro preto. O crime tem característica de execução, já que nada foi roubado da vítima, que estava em uma motocicleta. James não possuía passagens pela justiça. Seu assassinato ainda é um mistério.

Os casos, exceto o de Almir da Silva Rodrigues, que morreu em decorrência de intervenção policial, serão investigados pela Divisão de Homicídios (DH) do Apeú, Distrito castanhalense.

Reportagem: Tiago Silva

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

DETENTOS PROVOCAM MOTIM EM PRESÍDIO DE BRAGANÇA

Ontem o clima foi de muita tensão, em Bragança, por causa de um motim de detentos do Centro de Recuperação Regional (CRC) daquele município. Durou mais de seis horas. Começou às 11h e só terminou às 17h. Detentos de duas celas tentaram serrar as grades. Eles ainda estavam armados com estoques e ameaçavam matar colegas de cela.

O motim rapidamente se generalizou para outras celas, tirando a situação de controle. A Polícia Militar foi acionada e enviou viaturas do Departamento de Policiamento Ostensivo (DPO) e do Grupamento Tático Operacional (GTO) de Capanema. Os policiais militares conseguiram conter a rebelião por volta das 17h.

Após uma revista nas celas, 11 detentos foram transferidos para o Complexo Penitenciário de Santa Izabel do Pará, região metropolitana de Belém, onde permanecerão até outra ordem judicial.

Reportagem: Tiago SIlva

MOTOCICLISTA MORRE APÓS SOFRER ACIDENTE EM MÃE DO RIO

No início da noite de ontem, no município de Mãe do Rio, foi registrado um grave acidente de trânsito envolvendo um ônibus escolar e uma motocicleta. Aconteceu em uma das curvas da estrada do "Jaruaquara". O motociclista bateu violentamente com a cabeça no farol esquerdo do coletivo. O motociclista foi socorrido ainda com vida, mas morreu logo que deu entrada no Hospital Municipal de Mãe do Rio, segundo a polícia. O condutor do ônibus escolar se apresentou espontaneamente na delegacia.

Reportagem: Tiago Silva